“Cavalo com H”

Estreia este sábado, 01 de agosto, a peça “Cavalo com H”. Uma mulher, um punk e um cavalo são os ingredientes desta comédia de humor ácido, com toques sarcásticos.
O espetáculo trata de temas como a inadequação social, a vida nas grandes cidades e principalmente a solidão. Na trama uma mulher isolada em seu apartamento estabelece um relacionamento que transita entre o real e o imaginário. Para o autor ser solitário pode levar à observação da vida e aflorar a criatividade, mas tem um lado negativo quando o isolamento leva à amargura. “Na peça, a solidão levanta outras questões como a incomunicabilidade, a neurose e a paranoia nos levando a refletir sobre nosso cotidiano urbano no mundo contemporâneo que nos cerca”.
Fridolina é uma mulher de meia idade que vive reclusa em seu apartamento numa grande metrópole. Neurótica, amarga uma vida estéril e cheia de revolta com o mundo ao seu redor. Dando asas à sua imaginação delirante busca em experiências do passado um personagem que marcou sua trajetória de vida, um cavalo do haras do avô, o seu preferido na infância. O cavalo surge misteriosamente, numa espécie de projeção do seu imaginário.
A relação de Fridolina com o habitante imaginário é conflituosa. Ela renega o animal como uma mãe em crise pós-parto, mas cuida dele apesar de perceber nele as sombras de acontecimentos que a abalaram na infância. Decide então vende-lo e atrai um atípico comprador, um punk que cansado de andar quer usar o cavalo para se locomover. O que era para ser um acordo comercial, acaba num acordo matrimonial. Forma-se então uma bizarra família constituída por Fridolina, o marido punk e seu cavalo.
Luciano Ferrari buscou evidenciar o aspecto onírico do texto, mas sem deixar de lado uma certa mordacidade cômica. “O humor ácido está presente todo o tempo por meio das observações irônicas da protagonista e das diversas situações improváveis pelas quais as personagens passam.”

‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎CavaloComH‬‪ #‎TeatroAugusta‬ ‪#‎VáAoTeatro‬ ‪#‎OpiniãoDePeso‬‪ #‎AdrianaBalsanelliAssessoria‬

“Cavalo Com H”
Com Natália Albuk, Diego Rodha e Luciano Ferrari.
Teatro Augusta – Sala Experimental (Rua Augusta, 943, Consolação – São Paulo)
Duração 85 minutos
01 até 30/08
Sábado – 21 horas; Domingo – 20 horas
$40

“Cartas Libanesas”

A peça “Cartas Libanesas” reestreia neste sábado no Teatro Livraria da Vila no Shopping Pátio Higienópolis para mais uma temporada.
A ideia para a peça surgiu quando, em 2009 o ator Eduardo Mossri encontrou as cartas que sua avó recebia do seu avô, imigrante libanês, que tentava ganhar a vida no Brasil no início do século XX. Eduardo levou essas cartas para José Eduardo Vendramini, que também tem descendência libanesa. Além das cartas, Vendramini pesquisou relatos verídicos de imigrantes libaneses no Brasil para construir esse requintado monólogo.
Na peça, Miguel é um jovem libanês que vem para o Brasil com o intuito de prosperar financeiramente e logo voltar ao Líbano, onde deixou sua esposa grávida. Após anos de sofrimento e trabalho, se descobre apaixonado pela nova terra e decide convencer a mulher a vir morar com ele no novo país. “A peça é a história de um mascate, contada por um ator mascate que resgata suas próprias histórias para refletir sobre a imigração. É uma ode de amor e gratidão a todos aqueles que imigraram e enriqueceram nossa identidade cultural.”, comenta o ator.

“Cartas Libanesas”
Com Eduardo Mossri
Teatro Livraria da Vila – Shopping Pátio Higienópolis (Avenida Higienópolis, 618 – Higienópolis, São Paulo)
Duração 80 minutos
01/08 até 27/09
Sábado – 20 horas; Domingo – 18 horas
$40

“Prêmio Reverência 2015”

O ano de 2015 ficará marcado, além do boom do teatro musical brasileiro, o de ser o início de um novo prêmio destinado a este mercado – o Prêmio Reverência. Atualmente somos o terceiro maior produtor de teatro musical do mundo, ficando apenas atrás da Broadway (EUA) e West End (Inglaterra). É um mercado em crescimento e que movimenta bilhões de reais, além de empregar milhares de pessoas por ano.

O objetivo do prêmio é o de “servir como ‘selo de qualidade’ para o público, a crítica e o mercado teatral brasileiro’. Foi escolhido um júri composto por pessoas reconhecidas do setor, como Ana Botafogo, Neyde Veneziano, Ubiratan Brasil, Claudio Erlichman, entre outros. E o público também poderá votar no site do prêmio – http://premioreverencia.com/ – na categoria Melhor Espetáculo Voto Popular. Ao todos são 14 categorias dos musicais que estrearam no ano passado no eixo Rio – São Paulo.

Os musicais que estão empatados com sete indicações cada são “Os Saltimbancos Trapalhões” (Möeller & Botelho), “O Grande Circo Místico (Maria Siman / Primeira Página Produções) e “Samba Futebol Clube” (Coisas Nossas Produções Artísticas / Sábio Projetos). Depois vem “Elis – A Musical” (Aventura Entretenimento) com seis, e “Jesus Cristo Superstar” (Takla Produções) e “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 minutos” (Möeller & Botelho), ambos com cinco.

A cerimônia de entrega está marcada para o dia 24 de agosto, no Hotel Fasano (Rio de Janeiro).

Viva o Teatro Musical Brasileiro!

Os indicados são:

DIREÇÃO
Dennis Carvalho – “Elis, a Musical”
Gustavo Gasparani – “Samba Futebol Clube”
João Fonseca – “O Grande Circo Místico”
Jorge Takla – “Jesus Cristo Superstar”

ATOR PRINCIPAL
Alirio Netto – “Jesus Cristo Superstar”
Elenco Samba Futebol Clube
Emílio Dantas – “Cazuza, Pro dia Nascer Feliz – o Musical”
Leo Bahia – “Chacrinha, o Musical”

ATRIZ PRINCIPAL
Adriana Garambone – “Os Saltimbancos Trapalhões, o Musical”
Jullie – “Constellation, o Musical”
Laila Garin – “‘Elis, a Musical”
Soraya Ravenle – “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”‘

ATOR COADJUVANTE
Danilo Timm – “Elis, a Musical”
Davi Guilhermme – “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”
Felipe Habib – “O Grande Circo Místico”
Wellington Nogueira – “Jesus Cristo Superstar”

ATRIZ COADJUVANTE
Andrea Marquee – “‘Vingança, o Musical”
Andrea Veiga – “Constellation, o Musical”
Lilian Valeska – “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”
Stella Miranda – “A Madrinha Embriagada”

AUTOR
Anna Toledo – “Vingança, o Musical”
Chico Buarque – “Ópera do Malandro”
Gustavo Gasparani – “Samba Futebol Clube”
Newton Moreno e Alessandro Toller – “O Grande Circo Místico”

COREOGRAFIA
Alonso Barros e Charles Möeller – “Os Saltimbancos Trapalhões, o Musical”
Kátia Barros – “O Homem de La Mancha”
Renato Vieira – “Samba Futebol Clube”
Tania Nardini – “‘O Grande Circo Místico”

FIGURINO
Claudia Kopke – “‘Chacrinha, o Musical”
Claudio Tovar – “O Homem de La Mancha”
Fause Haten – “A Madrinha Embriagada”
Luciana Buarque – “Os Saltimbancos Trapalhões, o Musical”

ILUMINAÇÃO
Luiz Paulo Neném – “O Grande Circo Místico”
Maneco Quinderé – “Elis, a Musical”
Paulo Cesar Medeiros – “Os Saltimbancos Trapalhões, o Musical”
Paulo Cesar Medeiros – “Samba Futebol Clube”

CENÁRIO
Gringo Cardia – “Chacrinha, o Musical”
Jorge Takla e Paulo Correa – “Jesus Cristo Superstar”
Nello Marrese – “O Grande Circo Místico”
Rogerio Falcão – “Os Saltimbancos Trapalhões, o Musical”

SOM
Bianca Tadini e Luciano Andrey – “Jesus Cristo Superstar” (versão)
Branco Ferreira – “Samba Futebol Clube” (Design de Som)
Carlos Esteves – “Chacrinha, o Musical” (Design de Som)
Délia Fischer – “Elis, a Musical” (Direção Musical)

CATEGORIA ESPECIAL
Elenco de Acrobatas – “Os Saltimbancos Trapalhões, o Musical”
Jules Vandystadt – arranjos vocais em “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”
Projeto Educacional Sesi-SP em Teatro Musical – “A Madrinha Embriagada” e “O Homem de La Mancha”
Thiago Trajano – arranjos musicais em “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”

MELHOR ESPETÁCULO
Atelier de Cultura – “O Homem de La Mancha”
Aventura Entretenimento – “Elis, a Musical”
Coisas Nossas Produções Artísticas / Sábio Projetos – “Samba Futebol Clube”
Maria Siman / Primeira Página Produções – “O Grande Circo Místico”
Möeller & Botelho – “Os Saltimbancos Trapalhões”

MELHOR ESPETÁCULO – VOTO POPULAR

“Cássia Eller, o Musical”
“Cazuza, Pro Dia Nascer Feliz – o Musical”
“Chacrinha, o Musical”
“Constellation, o Musical”
“Crazy For You”
“As Damas de Paus”
“Elis, a Musical”
“O Grande Circo Místico”
“O Homem de La Mancha”
“Jesus Cristo Superstar”
“A Madrinha Embriagada”
“Nas Alturas – Um Musical da Broadway”
“A Ópera do Malandro (Cia. da Cultura)
“A Ópera do Malandro” (Sarau Agência de Cultura Brasileira)
“O Rei Leão”
“Rita Lee Mora ao Lado”
“Rita, o Musical”
“Os Saltimbancos Trapalhões, o Musical”
“Samba Futebol Clube”
“Se Eu Fosse Você, o Musical”
“Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos”
“Vampiras Lésbicas de Sodoma”
“Vingança, o Musical”

“Single Singers Bar”

“Single Singers Bar” volta para uma nova temporada nos palcos paulistanos. O espetáculo teve sua primeira montagem na cidade de Santos, na década de 90, por Dagoberto Feliz. Ele se inspirou no grupo vocal americano Swingle Singers e em bares frequentados por solteiros. Foi reencenado em 2002 na cidade de São Paulo, e em 2008 em Portugal.
A peça retrata um glamour decadente, elegante, bonito e kitsch com abordagem sobre os desencontros, as pequenas e grandes desilusões, e as situações politicamente incorretas. No roteiro, dez atores cantam canções que mesclam temas de forma provocativa e irônica dos autores Gershwin, Cole Porter, Brecht e Kurt Weill, entre outros.
Para esta nova montagem que vai até o dia 29 de outubro, a cada mês terá um convidado especial. Hoje e amanhã é a atriz e cantora Lucinha Lins.

(crédito fotos – divulgação oficial)

“Single Singers Bar”
Com Lilian Blanc, Silmara Deon, Luciana Carnieli, Fernando Nitsch, Daniel Morozetti, Cacau Merz, Katia Naiane, Helder Mariani, Demian Pinto e Bruno Guida
Teatro Jaraguá (Novotel Jaraguá – Rua Martins Fontes, 71 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 75 minutos
29/07 até 29/10
Quarta e Quinta – 21h
$50

“A Casa dos Budas Ditosos”

O monólogo com a atriz Fernanda Torres já rendeu à atriz a vitória do Prêmio Shell (SP) e Prêmio Qualidade Brasil de melhor atriz, diretor e comedia em 2004. Nestes 10 anos, mais de 350.000 espectadores já conferiram este sucesso.

A peça é uma comédia afrodisíaca adaptada por Domingos de Oliveira do romance homônimo de João Ubaldo Ribeiro. Fernanda Torres interpreta uma libertina baiana sexagenária que detalha as incontáveis experiências sexuais que teve ao longo da vida.

Para viver a personagem, Domingos pensou que “precisava de alguém que soubesse transitar por todas as idades, pelas diversas fases da personagem”.Ao diretor, pareceu que uma atriz que estivesse “entre os trinta e cinco e os quarenta e poucos, a melhor idade na vida de qualquer mulher”. Segundo a baiana do livro, seria o ideal para criar essa diversidade.

Fernanda Torres encontrou nesse convite o projeto ideal para experimentar a possibilidade de se fazer teatro apenas com um ator, um texto e um microfone. Era uma vontade antiga que a atriz alimentava desde que assistiu pela primeira vez a Spalding Gray. A contundência do discurso sexual da baiana e a qualidade do texto de João Ubaldo deram segurança aos dois, Domingos e Fernanda, de optar pela limpeza absoluta, de confiar na máxima de que quanto menos, mais. Arriscaram deixar a personagem sentada, acompanhada apenas de alguns objetos, entre os quais, o maravilhoso livro Nossa Vida Sexual, de Fritz Khan, da Biblioteca do Avô da personagem, (que tivemos a alegria de encontrar num sebo de São Paulo) e os dois Budas Ditosos, estatuazinha em miniatura de dois budinhas praticando o sexo, “essas coisas milenares, de Chinês”.

(crédito fotos – Luciana Prézia)

“A Casa dos Budas Ditosos”
Com Fernanda Torres
Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos – São Paulo)
Duração 80 minutos
21 a 23/08
Sexta – 21h; Sábado – 18h e 21h; Domingo – 19h
$70 / $100

“Florilégio Musical II – Nas Ondas do Rádio”

O espetáculo que homenageia a Era de Ouro da rádio brasileira volta para mais uma temporada em São Paulo. “Florilégio Musical II – Nas Ondas do Rádio” ficará em cartaz no Teatro MuBE Nova Cultural em curtíssima temporada: de 8 a 30 de agosto, aos sábados e domingos.

Com um repertório de clássicos da música popular brasileira que embalou toda uma geração de ouvintes nos anos de 1930, 40 e 50, espetáculo relembra, com muito carinho, bom humor e emoção, os cantores e cantoras dessa época, as grandes estrelas idolatradas pelo público de então. Estarão presentes Ary Barroso, Cartola, Ataulfo Alves, Zé Keti, Dorival Caymmi, entre outros.

Um trio de atores está no palco, recriando um programa musical e vespertino de auditório: Carlos MorenoMira Haar Adriana Fonseca. A direção geral é de Elias Andreato e arranjos e direção musical de Jonatan Harold (indicado ao Prêmio Shell 2014 por este trabalho, que também está em cena).

(crédito fotos – João Caldas Filho)

 Florilégio Musical II – Nas Ondas do Rádio
Com Carlos Moreno, Mira Haar e Adriana Fonseca e Helô Cintra (stand in)
Teatro MuBE Nova Cultural (Avenida Europa, 218, Jardim Europa – São Paulo)
Duração 70 minutos
08 a 30/08
Sábado e Domingo – 18h
$40

Imagem

“A Broadway Não É Aqui”

O ator, dramaturgo, diretor e professor de teatro, Gerson Steves, lança seu livro “A Broadway Não É Aqui – Panorama do Teatro Musical no Brasil”. O livro é baseado na sua tese de Mestrado para a Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero
O lançamento será dia 11 de agosto, terça fera, às 19 horas, no Teatro Espaço Parlapatões.

180px-Gerson_StevesGerson procura discutir “a recente colonização imposta pelo musical americano ao teatro musical brasileiro, onde o que se vê atualmente é uma predominância de produções milionárias pelas majors do entretenimento internacional, que visam exclusivamente a mercantilização de projetos culturais”.
‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎Livro‬ ‪#‎Lançamento‬ ‪#‎Broadway‬ ‪#‎indútriaCultural‬‪#‎SociedadeDoEspetáculo‬