“Turma do Iê Iê Iê”

A “Turma do Iê Iê Iê” vai comemorar os 50 anos da Jovem Guarda, movimento cultural que modificou a música, moda e comportamento de toda uma geração, com um show no dia 7 de setembro, no Theatro NET SP, com participação de Martinha e Wanderley Cardoso
O espetáculo faz uma viagem pelas emoções que encantaram o país cinco décadas atrás, fazendo com que nada mais fosse como era antes. Sucessos de Erasmo Carlos, Wanderlea, Os Incríveis, Eduardo Araújo, Martinha, entre tantos outros, estão presentes no repertório do show. Em cena, sete artistas apresentam as principais canções dos anos dourados, amarradas por um roteiro dinâmico e envolvente.
Vai ser uma brasa, mora? Uma festa de arromba! Como naquelas tardes de domingo dos anos 60.
O espetáculo tem direção de Beto Marden e roteiro de Luciana Sendyk.
‪#‎TurmaDoIêIêIê‬ ‪#‎Show‬ ‪#‎JovemGuarda‬ ‪#‎TheatroNETSP‬ ‪#‎Martinha‬‪#‎WanderleyCardoso‬

“Turma do Iê Iê Iê”
Com Carol Lelis, Mateus Brunetti, Yasmin Manaia, André Kaliba, Davi Ayres, Felipe Marques e Nado Silva.
Theatro NET SP (Shopping Vila Olímpia – R. Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo)
Duração 90 minutos
07/09
Segunda – 21h
$50 / $100

Facebook
https://www.facebook.com/turmadoieieie?fref=ts
Instagram; @turmadoieieie
Canal do Youtube;
https://www.youtube.com/watch?v=rp1aY_w4tOU

“O Poeta Da Vila E Seus Amores”

O lirismo e o samba de Noel Rosa, um dos maiores ícones da música brasileira, ganham os palcos com o espetáculo “O Poeta Da Vila E Seus Amores”, através da Cia das Artes, grupo que tem mais de 14 anos de atividade e já montou mais de 60 peças.
A peça, escrita por Plínio Marcos, narra a vida do compositor e traz diversas músicas de sua carreira, convidando o público a entrar no clima dos botequins cariocas, locais favoritos do artista. Os trechos de sua história são narrados de forma não linear, revezando-se entre momentos da infância e da idade adulta com os atores Alvaro Costa e Márcio Vasconcelos.
Mulheres como a mãe de Noel, as moças que abalaram seu coração e suas intérpretes favoritas, Araci de Almeida e Marília Batista, representam uma espécie de delírio, que recria o clima boêmio da Era do Rádio, dos grandes Carnavais e cabarés típicos dos arredores dos Arcos da Lapa.
A montagem tem músicas como Fita Amarela, Com Que Roupa?, As Pastorinhas, marchinhas de carnaval. “O musical aposta na simplicidade e na poesia das composições de Noel Rosa. Os atores cantam e tocam violão ao vivo, objetos do cotidiano como latas, caixa de fósforo ganham novas significações e se tornam instrumentos musicais de percussão”, conta o diretor.
Outro momento de destaque da encenação é a rivalidade entre Noel Rosa e Wilson Baptista, onde os dois fazem um combate com rimas e métricas de suas músicas. Em cena, o duelo é feito como uma espécie de repente com a divisão do palco entre os atores. As características de Plínio Marcos são mostradas pelo caráter urbano e da noite que envolvem os personagens e as tramas da história.
‪#‎OPoetaDaVilaESeusAmores‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎VáAoTeatro‬‪#‎PlínioMarcos‬ ‪#‎NoelRosa‬ ‪#‎CiaDasArtes‬ ‪#‎CorleoneAssessoriaDeImprensaCultural‬

www.ciadasartes.com.br
www.facebook.com/TeatroCiadasArtes

FOTO04

“O Poeta Da Vila E Seus Amores”
Com Márcio Vasconcelos, Alvaro Costa, Mirella Martina, Carlos Marinho do Brasil, Clayton Justino, Caio Francisco, Emerson Pacheco, Pedro Gabriel Elenco: Andrei Rosental, Anna Karoline, Domingas Santacruz, Michelle Chebra, Sammy Pereira, Márcio Marchetti, John Ítalo, Raquel Maria, Renan D’Brito, Carlos Okai, Carolaine Silveira, Carla Cristina, Danilo Alves, Dari Ribeiro, Elizabete Norberto, Rodrigo Abate, Felipe de Oliveira, Gabriela Ribeiro, Matheus Hespanhol, Monique Munarolo, Olívia Silveira, Rachel Ribeiro, Rafael Vidal, Ronaldo Pereira, Renato Mesquita, Ricardo Romano, Richard Bueno, Rubem Alves, Vallessa Fagundes, Wellington Jacob.
Teatro Paiol (Rua Amaral Gurgel, 164 – Vila Buarque, São Paulo)
Duração 60 minutos
29/08 até 04/10
Sábado – 21h; Domingo – 19h
$60 (antecipado $26)

“O Palhaço e A Bailarina” – Crowdfunding

HORA DE AJUDAR: “O PALHAÇO E A BAILARINA”

Estamos divulgando o projeto “O Palhaço e a Bailarina”, para que ele possa acontecer. Como sabemos, conseguir patrocínio para cultura não é algo fácil. Então através o sistema crowdfunding, a produção vem solicitar a contribuição do público, para que essa linda história de amor possa sair do papel e ir para os palcos.
https://beta.benfeitoria.com/opalhacoeabailarina
página do Facebook: https://www.facebook.com/opalhacoeabailarinamusical
#OPalhaçoEABailarina #Teatro #TeatroMusical #Crowdfunding #VáAoTeatro #OpiniãoDePeso #PatrocineTeatro #TeatroÉCultura #TeatroInfantil #KiaraSasso #LázaroMenezes

HORA DE AJUDAR: “O PALHAÇO E A BAILARINA”

Estamos divulgando o projeto “O Palhaço e a Bailarina“, para que ele possa acontecer. Como sabemos, conseguir patrocínio para cultura não é algo fácil. Então através o sistema crowdfunding, a produção vem solicitar a contribuição do público, para que essa linda história de amor possa sair do papel e ir para os palcos.
https://beta.benfeitoria.com/opalhacoeabailarina
página do Facebook: https://www.facebook.com/opalhacoeabailarinamusical
#OPalhaçoEABailarina #Teatro #TeatroMusical #Crowdfunding #VáAoTeatro #OpiniãoDePeso #PatrocineTeatro #TeatroÉCultura #TeatroInfantil #KiaraSasso #LázaroMenezes

“Querido Amigo” – Crowdfunding

Sabemos que não são todas as peças que conseguem patrocínio ou serem beneficiadas pelas leis governamentais de incentivo. Com isso, algumas vezes, produtores de teatro vem pedir ajuda através do sistema tipo crowdfunding.
Estamos divulgando o pedido do pessoal da peça “Querido Amigo“. Toda ajuda será bem vinda!
Projeto Querido Amigo
‪#‎QueridoAmigo‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎Crowdfunding‬ ‪#‎VáAoTeatro‬‪ #‎OpiniãoDePeso‬ ‪#‎PatrocineTeatro‬ ‪#‎TeatroÉCultura ‬‪#‎AjudeQueridoAmigoAcontecer‬

“A Mandrágora”

Continuando as comemorações dos 50 anos do Teatro Aliança Francesa, volta em cartaz, um dos maiores sucessos do grupo TAPA – a peça “A Mandrágora”.
O espetáculo estreou em 2004, e rendeu a Guilherme Sant’Anna o prêmio APCA de melhor ator e uma indicação ao prêmio Shell
na mesma categoria.
O ator retoma o papel com a volta do Grupo Tapa, que também celebra a proximidade dos 30 anos da trupe em São Paulo.
O texto escrito em 1503, por Nicolau Maquiavel, é considerado um marco do teatro ocidental. É a primeira comédia moderna que atinge a dimensão de grande peça.
Nela a engrenagem da inteligência e da astúcia humana vem para primeiro plano e se exibem com todo vigor, com a liberdade e o brilho do homem do Renascimento.
“Os fins justificam os meios”, dizia Maquiavel, que constrói um texto em que a conquista amorosa, com suas urgências e exaltações, serve como pretexto para desenvolver um tratado prático e saboroso sobre estratégia política, sobre a arte de envolver, manipular, convencer e, por fim, conquistar um objetivo.
“A Mandrágora” conta a história de jovem e rico italiano faz-se passar por médico para conquistar o amor de uma mulher casada, que sofre por não conseguir engravidar. Com o consentimento do marido, do padre e da mãe da moça, o falso doutor receita um suspeito tratamento à base de mandrágora, uma raiz conhecida por suas propriedades afrodisíacas.
‪#‎AMandrágora‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎Maquiavel‬ ‪#‎GrupoTAPA‬ ‪#‎TeatroAliançaFrancesa‬ ‪#‎VáAoTeatro‬ ‪#‎OpiniãoDePeso‬

(crédito foto – Lenise Pinheiro)

“A Mandrágora”
Com Guilherme Sant`Anna, André Garolli, Bruno Barchesi, Cesar Baccan, Cinthya Hussey, Maria do Carmo Soares e Paulo Marcos
Teatro Aliança Francesa (Rua General Jardim, 182 – Vila Buarque, São Paulo)
Duração 90 minutos
18/09 até 01/11
Sexta e Sábado – 20h30; Domingo – 19h
$40

www.teatroaliancafrancesa.com.br

“A Bela Adormecida”

Direto dos contos de fadas, Andresa Gavioli e Mauro Pucca trazem para o Teatro das Artes (Shopping Eldorado), o espetáculo “A Bela Adormecida”
Aurora é uma princesa que logo ao nascer é vítima de um feitiço cruel lançado por uma fada vingativa e ressentida chamada Malévola. Esse feitiço a fará espetar seu dedo no fuso em uma roca de fiar, no dia de seu aniversário de 16 anos, e cair em um sono profundo, onde sua única salvação seria um beijo apaixonado de um verdadeiro amor. Porém, apesar da ajuda de três fadinhas bondosas, Sol, Lua e Estrela, o feitiço se realiza. Mas o belo príncipe Felipe, armado com a espada da verdade e o escudo da virtude, enfrenta com bravura Malévola e segue para salvar seu único e verdadeiro amor, vivendo assim felizes para sempre.
‪#‎ABelaAdormecida‬ ‪#‎TeatroDasArtes‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎Teatro‬‪ #‎VáAoTeatro‬ ‪#‎OpiniãoDePeso‬ ‪#‎OscardepauProduçõesArtísticas

Banner Teatro

“A Bela Adormecida”
Com Andresa Gavioli, Mauro Pucca, Fernanda Gavioli, Gabrielle Oliveira, Guilherme Costenaro, Leticia Scopetta, Luana Oliveira, Maritta Cury, Marna Steiner, Matheus Severo, Natália Negrão e Zé Alberto Martins
Teatro das Artes (Shopping Eldorado – Avenida Rebouças, 3970, – Pinheiros, São Paulo)
Duração 60 minutos
08/08 até 22/11
Sábado – 16h; Domingo – 15h
$60

www.oscardepau.com.br

“O Beijo no Asfalto”

O Grupo de Segunda, da Cia. das Artes, apresenta o clássico de Nelson Rodrigues – “O Beijo no Asfalto”, no Espaço Parlapatões.
O espetáculo aborda a forma sensacionalista com que fatos cotidianos são retratados pela mídia. A trama mostra um homem casado que beija a boca de outro homem que acaba de ser atropelado e está à beira da morte.
Estampado como manchete de jornal, o ‘beijo no asfalto’ torna-se o assunto mais comentado na cidade. Sexualidade, intrigas, ética na imprensa e crise familiar são os temas principais que englobam o enredo.
Para o diretor, um dos trunfos da peça é a dramaturgia de Nelson Rodrigues. “É um estilo bem marcado, frio, não pode trabalhar com a emoção, mas com o sentimento. Cada vírgula e cada palavra tem sua importância. É preciso ter uma atenção e um estudo bem trabalhado”.
Apesar de ser um texto escrito em 1960, o espetáculo dialoga com a atualidade, pois discute a relação do poder, da imprensa e do núcleo familiar. Todas essas camadas estão presentes no dia a dia da contemporaneidade. A montagem traz um choque e uma reflexão na imersão de valores.

Beijo na Boca 63
A cenografia incorporou aspectos e disposição no palco como se fosse um tribunal. O figurino e a iluminação trabalham com a predominância de tons das cores preto e branco, criando um clima de cinema noir. “O palco virou uma espécie de porão, incorporando o submundo e a marginalidade. Possui um clima gelado que combina bem com a atmosfera de São Paulo em virtude do isolamento do povo e da mídia. Nelson Rodrigues soube como poucos colocar o preto no branco da vida em nossa cara”, enfatiza Jair Aguiar.
#OBeijoNoAsfalto #Teatro #TeatroMusical #VáAoTeatro #OpiniãoDePeso #NelsonRodrigues #EspaçoParlapatões
#GrupoDeSegunda #CiaDasArtes #CorleoneAssessoriaDeImprensaCultural

(crédito fotos – Zé Naklem)

“O Beijo no Asfalto”
Com Grupo de Segunda: Alvaro Costa, Edivaldo Gomes, Marcio Vasconcelos, Natália Martins e Samira Aguiar; e os atores convidados Antonio Netto, Diego Rodda, Fernanda Gonçalves, Leão Lobo e Niveo Diegues
Espaço Parlapatões (Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação, São Paulo)
Duração: não informada
26/08 até 15/10
Quarta e Quinta – 21h
$40