“TODO LUGAR É PALCO”

O projeto Todo Lugar é Palco, do grupo Barracão Cultural, se encerra nos dias 05 e 06 de setembro, no Parque Ecológico do Tietê, com apresentações dos espetáculos “A Condessa e o Bandoleiro” e “O Tribunal de Salomão e o julgamento das meias-verdades inteiras”.
Foram realizadas 20 apresentações gratuitas em 10 diferentes parques e CEUs da cidade de São Paulo. As apresentações são abertas à comunidade e são gratuitas e livres para todos os públicos.

Sobre os espetáculos

“O Tribunal de Salomão e o Julgamento das Meias-Verdades Inteiras” é resultado do projeto Do Barracão Pra Rua, realizado em 2010. A peça é vencedora do Prêmio Coca-Cola Femsa 2012 de Melhor Produção e foi indicada em 11 categorias do referido prêmio no 1º. Semestre de 2011, incluindo melhor espetáculo, texto, direção, entre outros. Indicado ao Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro – Melhor espetáculo para público juvenil.
Conta a história de que em uma praça pública, dois artistas preparam a apresentação do espetáculo no qual investiram suas últimas economias: um tribunal presidido pelo próprio sábio Salomão, auxiliado pela deusa da Justiça.
Mas no momento em que a encenação do julgamento das verdades está para começar, o espaço da representação é invadido por três pessoas envolvidas numa disputa por um frasco contendo algo misterioso.
Tomando aquela encenação como verdade, os três recorrem a justiça de Salomão para resolverem sua grande causa: qual deles teria o real direito à posse do objeto.
“A Condessa e o Bandoleiro” estreou em São Paulo, em maio de 2014, realizou apresentações nos Parques do Trote, Carmo, Chico Mendes, Água Branca e Parque do Povo. Foi convidado a integrar a programação do Festival de Teatro Infantil de Registro (outubro de 2014) e o Circuito Cultural Paulista (outubro e novembro de 2014).
Na peça, os elementos utilizados na construção do espetáculo são músicas e danças populares Brasileiras e elementos da linguagem tradicional de rua, como palhaços, bufões e máscaras. Cocos, Caboclinhos, Cavalos Marinhos, Xaxados, são a base de pesquisa corporal e musical que estruturam a encenação do espetáculo.
Cada elemento da cena foi pensado para compor imagens de grande apuro estético, buscando a apropriação e valorização das especificidades de um espetáculo para espaços abertos. Assim, a música entra como parte integrante da dramaturgia, como elemento narrativo, ajudando na determinação de climas e ritmo nas cenas. Cenários e figurinos de grande impacto visual definem a espacialidade e se tornam um recurso de atratividade e encantamento para o público.
A peça conta a história de uma condessa entediada com a vida de riqueza, decide atravessar a floresta em direção a um baile, acompanhada de um barão e sua ama. No caminho, são obrigados a pernoitar em uma taberna, onde se encontrarão com o temido bandoleiro Zé Facada, que os colocará diante de um novo mundo, o que mudará suas visões de si mesmos e dos outros.

unnamed (2)

Projeto “Todo Lugar é Palco”
Com Eloisa Elena, Thiago Andreuccetti, Fabio Ferretti, Alexandre Maldonado e Victor Merseguel.
Parque Ecológico do Tietê – Próximo às barracas de alimentação (
“O Tribunal de Salomão e o Julgamento das Meias-Verdades Inteiras”
Duração 55 minutos
“A Condessa e o Bandoleiro”
Duração 60 minutos
05/09
Sábado – 15h – A Condessa e o Bandoleiro
06/09
Domingo – 15h – O Tribunal de Salomão e o julgamento das meias-verdades inteiras
Entrada gratuita

Veja como chegar ao parque no site: http://www.ecotiete.org.br/

Acompanhe a programação completa no site –www.barracaocultural.com.br
Facebook: Barracão Cultural

Informações – Barracão Cultural – (11) 5539-1275

“1,2,3 Testando!”

Marco Luque estreia seu novo espetáculo “1,2,3 Testando!” no dia 15 de setembro, às 21h, no Comedians Comedy Club.
Em seu novo projeto, Luque reúne em um só espetáculo os seus talentos de ator, humorista e apresentador, misturando Stand Up, apresentações de personagens e improviso, se apropriando muitas vezes da surpresa e do inesperado que faz de cada apresentação um espetáculo único.
Marco Luque é ator, humorista, dublador e apresentador do programa CQC da Band. Fez parte do elenco do espetáculo “Terça Insana”, onde apresentou personagens autorais já conhecidos do grande público, como o taxista “Silas Simplesmente” e o motoboy “Jackson Five”, que hoje brilha em seu próprio quadro na Mix FM e que já ganhou também um livro de histórias.
Som, luz… 1,2,3 Testando!
‪#‎123Testando‬ ‪#‎MarcoLuque‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎VáAoTeatro‬‪#‎OpiniãoDePeso‬ ‪#‎FlaviaFuscoComunicação‬ ‪#‎ComediansComedyClub‬‪#‎Standup‬

“1,2,3 Testando!”
Com Marco Luque
Comedians Comedy Club (Rua Augusta, 1.129 – Consolação, São Paulo)
Duração 75 minutos
15/09 até 08/12
Terça – 21h
$40

“Horóscopo do Amor”

“Horóscopo de Amor” é uma comédia que conta a história de uma aspirante à atriz de 35 anos que, até então só fez testes, e que sentindo-se pressionada pela chegada dos 40 anos, começa uma procura insana pelo sucesso profissional e por um grande amor.
Seguindo os conselhos de sua assistente espiritual, que mora em Dubai e atende pelo Skype, ela vai procurar seu grande amor com homens de todos os signos do zodíaco, e profissionalmente se arrisca a entrar em contato com artistas que admira para oferecer seu trabalho.
O espetáculo brinca com recursos digitais e marca a estreia dos projetos inéditos da Terça Insana Produções Artísticas, nesta nova fase. Marca também a estreia de Vivi Fernandez num solo de comédia. Horóscopo do Amor tem participação especial em vídeo, de Grace Gianoukas, fazendo várias personagens.
‪#‎HoróscopoDoAmor‬ ‪#‎ViviFernandez‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬‪#‎VáAoTeatro‬ ‪#‎TerçaInsana‬ ‪#‎FlaviaFuscoComunicação‬ ‪#‎OpiniãoDePeso‬

(crédito foto – Gal Oppido)

image002

“Horóscopo do Amor”
Com Vivi Fernandez e Grace Gianoukas (em vídeo)
Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart (Rua Augusta, 943 – Cerqueira Cesar, São Paulo)
Duração 60 minutos
08/09 até tempo indeterminado
Terça – 21h
$60

“Animais de Hábitos Noturnos”

O diretor Robson Phoenix, que tem a sua trajetória profissional ligada à obra de Caio Fernando Abreu (1948-1996), costurou fragmentos e personagens de seus contos, entre eles Dama da Noite e Os Sapatinhos Vermelhos, para construir o espetáculo “Animais de Hábitos Noturnos”.
Sucesso de público e crítica, a montagem estreou em 2014 e retorna para mais uma curta temporada (a terceira!) em São Paulo, no dia 28 de agosto, no Espaço Parlapatões.
Animais de Hábitos Noturnos flagra quatro personagens, dois casais, numa noite qualquer, em lugar indeterminado de alguma metrópole, repassando suas histórias de: (des)amor, sexo, solidão, carência, desejo, saudade, falta, tentativas, erros, acertos, desilusões e um resto de esperança. Os dois casais podem ser vistos como o mesmo casal, em tempos distintos.
Os textos se transpassam de tal forma que, como em um móbile, os personagens são quase a mesma pessoa contando sua história de épocas ou ângulos diferentes. Hoje em dia, como se diz “eu te amo”? Caio sugere algumas respostas, sinalizadas em Animais de Hábitos Noturnos.
‪#‎AnimaisDeHábitosNoturnos‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎VáAoTeatro‬ #‎OpiniãoDePeso‬ ‪#‎CaioFernandoAbreu‬ ‪#‎EspaçoParlapatões‬‪ #‎FlaviaFuscoComunicação‬

“Animais de Hábitos Noturnos”
Com André Fusko, Einat Falbel, Guilherme Gorski
e Wanessa Morgado
Espaço Parlapatões (Pça. Franklin Roosevelt, 158 – República, São Paulo)
Duração 70 minutos
28/08 até 16/10
Sexta – 21h
$40

“Putz Grill…”

Já há 6 anos em cartaz, Oscar Filho continua com seu espetáculo “Putz Grill…”, sempre com sessões lotadas. O resultado são sucessivas prorrogações da temporada que está acontecendo no Teatro Gazeta, com espetáculos aos sábados, às 23h59.
Vida pessoal e fatos do cotidiano fazem parte do repertório do show, porém com o sarcástico ponto de vista de Oscar Filho, que acaba colocando em prática toda sua experiência de ator, complementando os textos com encenações e caretas impagáveis, garantindo as gargalhadas da plateia.
Visto por mais de 1 milhão de espectadores, em mais de 115 cidades visitadas, “Putz Grill…” estreou em Florianópolis em 2008 e foi eleito o melhor show de stand-up no Brasil, em 2011.
Oscar Filho foi integrante do elenco do programa CQC da Band até o final de 2014. É apresentador, repórter, escritor e redator e sua formação teatral lhe rendeu a indicação como melhor ator no prêmio Coca-Cola Femsa de Teatro em 2004.
‪#‎OscarFilho‬ ‪#‎StandUp‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎VáAoTeatro‬‪#‎OpiniãoDePeso‬ ‪#‎TeatroGazeta‬ ‪#‎PutzGrill‬ ‪#‎FlaviaFuscoComunicação‬

“Putz Grill…”
Com Oscar Filho
Teatro Gazeta (Avenida Paulista, 900 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 70 minutos
até 05/09
Sábado – 23h59
$60

“Na Bimboca das Parafusetas”

“Na Bimboca das Parafusetas – com o palhaço Juca Peroba” estreia no Teatro Paiol Cultural. A peça é o mais novo espetáculo infantil produzido pela Cia Caravana da Alegria, que tem como principal objetivo educar e mostrar alguns valores morais e de forma lúdica a todos que assistem.
O espetáculo é baseado na aventura do personagem Juca Peroba (um palhaço), que tem características de um menino, com aproximadamente 10 anos, que adora fazer amizades, gosta muito de brincar, sempre ingênuo, se atrapalha todo com as novidades que vão surgindo ao decorrer do espetáculo.
Após a partida de seus amigos Pitileco e Maria Lolita, Juca decide tentar seguir sua vida de maneira organizada. Muito atrapalhado, o personagem tenta de uma forma bem divertida provocar uma “bagunça” com os elementos que vai encontrando durante o espetáculo
Baseado na linha de pesquisa com bonecos, “Na Bimboca das Parafusetas” dialoga todo tempo por meio da contação de historias. A mesma se dá através de objetos, que é um dos experimentos da Cia. ao tentar fazer o uso desses elementos tentando desconstruir a imagem criada, e deixando assim à quem assistir criar, imaginar e se entregar durante todo o espetáculo.
‪#‎Teatro‬ ‪#‎TeatroMusical‬ ‪#‎TeatroInfantil‬ ‪#‎VáAoTeatro‬ ‪#‎OpiniãoDePeso‬‪ #‎NaBimbocaDasParafusetas‬ ‪#‎TeatroPaiolCultural‬

“Na Bimboca das Parafusetas – com o palhaço Juca Peroba”
Com Renato Izidio e bonecos – Thiago Santana
Teatro Paiol Cultural (Rua Amaral Gurgel, 164 – Vila Buarque, São Paulo)
Duração 50 minutos
05 até 26/09
$40

“Não Ia Ser Bonito?”

Livremente inspirada em A Divina Comédia, de Dante Alighieri, a peça – “Não Ia Ser Bonito?” – fala sobre a busca angustiante de provar a própria existência no encontro com o outro. A montagem tem direção de Dan Nakagawa, que assina o texto junto com Cecília Bilanski
Na peça, a história é invertida: não é o Poeta que sai em busca de sua musa pelos nove círculos do inferno, é a própria Beatriz que desce do paraíso e vive nove dias na Terra-­Inferno, à procura de Dante. “A Musa e o Poeta se (re) encontram, se apaixonam e se casam repetidas vezes, o que os força a viver esse ciclo de queda, reencontros e desencontros eternamente”, afirma o autor e diretor Dan Nakagawa.

Não Ia Ser Bonito - Priscila Tavares e Vanessa Balsalobre - Foto Carlos Valle
A experiência que Beatriz e Dante compartilham é esquecida por suas consciências, mas não por seus corpos. Isso os leva a habitar um jogo constante e eterno entre memória e esquecimento, sonho e realidade. O trabalho investiga a existência humana por meio do escancaramento que os modelos de vida burgueses efetivam sobre os indivíduos, utilizando-se de elementos característicos do teatro do absurdo.
“A ideia de escrever a peça surgiu com o desejo de falar sobre a existência pela ótica de um casal arquetípico e platônico que é o Dante e a Beatriz. O título revela o desejo de atingir o sublime, o belo e, portanto, a transcendência, mas como impossibilidade ao mesmo tempo. É a dialética da potência de existir, poder ser e poder não ser. Um lugar idealizado e platônico de busca da beleza”, declara o autor/diretor.

‪#‎CiaÀtropical‬ ‪#‎NãoIaSerBonito‬ ‪#‎Teatro‬ ‪#‎VáAoTeatro‬‪#‎EspaçoCiaDaRevista‬ ‪#‎AmáliaPereiraAssessoria‬

(crédito fotos – Vivian Valente Petri)

12072636_754228104681633_2698051034197790299_n

“Não Ia Ser Bonito?”
Com Alexandre Fernandes, Gustavo Dalle Vedove, Igor Morais, Matheus Martins, Priscila Tavares, Vanessa Balsalobre, Vinícius Albano e Vivian Valente Petri.
Espaço Cia da Revista (Alameda Nothmann, 1135 – Santa Cecília, São Paulo)
Duração 90 minutos
03/10 até 01/11
Sábado – 21h; Domingo – 19h
$20
Crédito fotos – Carlos Valle