O PALHAÇO E A BAILARINA

O espetáculo infantil é uma comovente história de amor vivida e sonhada por um casal de artistas, um palhaço e uma bailarina. Ambos vivem e trabalham juntos em um circo, que tem como administrador um fracassado domador de leões. O dono do circo não permite os encontros entre os artistas, mas o palhaço esperto, sempre da um jeito de ver sua amada.
Tudo se complica quando o carrasco perde seu circo em um jogo de cartaz e demite todos os artistas, menos a bailarina Anabel. Acorrentada à uma caixinha de música ela é obrigada a se apresentar para pequenos públicos e arrecadar algum dinheiro. O Palhaço, tomado de coragem e amor parte em uma grande aventura para resgatá-la.
11224306_1631013237113764_8389973959670899046_n
 
O Palhaço e a Bailarina
Com Kiara Sasso, Lázaro Menezes e Marcelo Goes
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 65 minutos
27/02 até 15/05
Sábado e Domingo – 15h
Recomendação Livre
$30 / $50
 
Concepção: Lázaro Menezes
Texto: Lázaro Menezes
Direção : Lázaro Menezes e Kiara Sasso

LAILA GARIN TRIO NO SHOW “RABISCO”

Laila Garin, conhecida ao protagonizar Elis, o Musical, se junta a Ricco Viana (guitarra e violão), Rick De La Torre (bateria) e Marcello Müller para cantar músicas de Alceu Valença, Dani Black, Caetano Veloso, João Falcão e Fagner, entre outros, numa colagem intimista de canções e sons.
Em alusão a sua origem francesa, Laila inclui no repertório musicas de Edit Piaf, do grupo francês de rock Noir Désir e uma versão em português de Ne Me Quite Pas de Jacques Brel, de Adriana Falcão.
projeto-as-cantrizes-apresenta-laila-garin-in-trio-show-rabisco-no-centro-cultural-dos-correios-dia-17-de-janeiro-19h.jpg
 
Laila Garin Trio no show Rabisco
Com Laila Garin, Ricco Viana, Rick de la Torre e Marcello Müller
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 80 minutos
08/03
Terça – 21h
Recomendação Livre
$50 / $80

TRIBUTO A JAIR RODRIGUES

Jair Rodrigues (1939-2014), um dos maiores nomes da MPB, ganha homenagem idealizada por seus filhos, também músicos. Jair Oliveira e Luciana Mello interpretam canções que ficaram famosas na voz de Jairzão, com novos arranjos melódico e instrumental.
Os filhos cantam e contam boas histórias vividas junto ao pai. Um show emocionante para relembrar Jair Rodrigues.
11699006_902360763176011_7404025020651120700_o.jpg
 
Tributo a Jair Rodrigues
Com Jair Oliveira e Luciana Mello
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 70 minutos
01/03
Terça – 21h
Recomendação 14 anos
$50 / $90

SIMONE MAZZER NO SHOW FÉRIAS EM VIDEOTAPE

Cantora e atriz de Londrina (PR) que milita no universo musical desde 1989, Simone Mazzer une as vertentes de cantora e de atriz. Férias em Vídeotape, é o nome do seu primeiro álbum lançado em 2015, com show no Teatro Rival, no Rio de Janeiro. No palco, Mazzer mescla as 12 faixas do disco a outras releituras em plena sintonia com a proposta do disco, no qual une autores de sua geração (Luciano Salvador Bahia, Bernardo Pellegrini, Maurício Arruda Mendonça, entre outros) a nomes consagrados da música brasileira.
No roteiro as inéditas Tango do Mal (incluída na trilha da novela Babilônia, da TV Globo) e Dei um Beijo na Boca do Medo se unem às consagradas Camisa Listada (Assis Valente) e Hyper-ballad (Björk), todas gravadas por ela. No quesito homenagens, saúda Angela Ro Ro (Balada da Arrasada), Gilberto Gil (O Amor Daqui de Casa) e Caetano Veloso (Vaca Profana) – cuja versão foi aprovada pelo autor quando a viu cantar no show de lançamento do CD, no Rio.
img_1_5_3553
 
Simone Mazzer no show Férias em Videotape
Com Simone Mazzer
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 80 minutos
23/02
Terça – 21h
Recomendação Livre
$40 / $60

OS HOMENS SÃO DE MARTE… E É PRA LÁ QUE VOU!

Em cartaz há 10 anos com mais de 2 milhões de espectadores, rendeu indicação ao Prêmio Shell de Melhor Atriz para Mônica Martelli, em 2005. A peça trata do grande dilema vivido pelas mulheres solteiras: a busca de um grande amor. Toda mulher já foi, é, ou será protagonista desta história de aventuras, ilusões, alegrias, tentativas, desencontros, equívocos, adrenalinas, dúvidas e solidão.
O espetáculo conta a história de Fernanda, 39 anos, solteira, jornalista formada, mas que trabalha com eventos, organiza festas de casamento. De uma forma muito divertida e emocionante ao mesmo tempo, e com um final surpreendente, a peça fala do amor e da falta dele. Tudo isso com um tipo de humor que as mulheres conhecem muito bem: rindo das suas próprias desgraças.
11829-big.png
Os Homens são de Marte…e é pra lá que eu vou!
Com Mônica Martelli
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 70 minutos
04 a 27/03
Sexta e Sábado – 21h; Domingo – 18h
Recomendação 14 anos
$50 / $80
 
Texto: Mônica Martelli
Direção: Victor Garcia Peralta

A CASA DOS BUDAS DITOSOS

Em A Casa dos Budas Ditosos, uma comédia afrodisíaca adaptada por Domingos de Oliveira do romance homônimo de João Ubaldo Ribeiro, a atriz Fernanda Torres interpreta uma libertina baiana sexagenária que detalha as incontáveis experiências sexuais que teve ao longo da vida. O espetáculo já rendeu à atriz a vitória do Prêmio Shell em São Paulo e Prêmio Qualidade Brasil de melhor atriz, diretor e comédia em 2004.
 
6bxca6amvbbjht1zsiuv44cc3
A Casa dos Budas Ditosos
Com Fernanda Torres
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 80 minutos
19,20 e 21/02
Sexta- 21h; Sábado – 18h e 21h; Domingo – 18h
Recomendação 18 anos
$90 / $120
 
Texto: João Ubaldo Ribeiro
Direção: Domingos de Oliveira
Dramaturgia: Domingos de Oliveira e Fernanda Torres

URINAL, O MUSICAL

Um dos sucessos do Teatro Musical de 2015 volta agora para o palco do Teatro Porto Seguro. 
Em Urinal, o Musical uma seca de vinte anos (época conhecida como os Anos Fedidos) causou uma terrível falta de água, fazendo com que banheiros particulares deixassem de existir. Toda a atividade sanitária da população é realizada em banheiros públicos controlados por uma megacorporação chamada Companhia da Boa Urina, comandada pelo ardiloso Patrãozinho. Para controlar o consumo de água, as pessoas devem pagar para usar essas dependências.
Há leis severas garantindo que o povo pague para fazer xixi, e se elas forem quebradas, o culpado é enviado para uma suposta colônia penal chamada “Urinal”, de onde os criminosos jamais retornam. Tudo caminha bem, até que o jovem Bonitão, incitado pela bela e radiante Luz, aprende a ouvir seu coração e inicia uma revolta popular que pode mudar o destino de todos. A peça se inicia com uma saudação de boas vindas do Policial, o narrador, assistido pela jovem de rua Garotinha.
Urinal, o Musical_3_Foto de Ronaldo Gutierrez
Urinal, O Musical
Texto: Greg Kotis e Mark Hollmann
Direção: Zé Henrique de Paula
Com Adriana Alencar, Arthur Berges, Bia Bologna, Bruna Guerin, Caio Salay, Fabio Redkowicz, Gerson Steves, Jonathan Faria, Luciana Ramanzini, Marcella Piccin, Nábia Vilella, Pier Marchi, Roney Facchini, Thiago Carreira, Tony Germano e Zé Henrique de Paula
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 135 minutos
17/02 até 21/04
Quarta e Quinta – 21h
Recomendação 10 anos
$50 / $80