OU TUDO OU NADA

O musical “Ou Tudo Ou Nada” é baseado no filme britânico independente (baixo orçamento e sem grandes nomes do cinema internacional no elenco) “The Full Monty” (1997).

O enredo trata de seis trabalhadores – sujeitos comuns, de uma classe média baixa – que estão desempregados. Para conseguirem arrumar um dinheiro, têm uma ideia quando percebem o entusiasmo que suas esposas têm ao ver um show de striptease num clube local. Eles também farão o seu próprio show, mas com um diferencial. A nudez completa. Mas para tanto, precisam convencer seus familiares, enfrentar os medos e principalmente, as inseguranças referente as suas próprias aparências físicas.

O filme teve quatro nomeações para o Oscar nas categorias de melhor filme, realizador, roteiro original e trilha sonora original, sendo que ganhou nesta última  A produção ainda recebeu três BAFTAs (prêmio cinema britânico), entre outras premiações em festivais de cinema mundial

Terrence McNally e David Yasbek transformaram o filme em musical, que teve uma temporada na Broadway de dois anos. A comédia também ganhou dezenas de montagens em todo mundo. Até que chegou em 2015 no Brasil, com concepção e direção de Tadeu Aguiar, e produção da Estamos Aqui Produções Artísticas em parceria da Brainstorming Entretenimento.

12417715_968333116589026_5307593858131295410_n.jpg

A direção musical é de Miguel Briamonte (das versões brasileiras de O Fantasma da Ópera, Chicago, A Bela e a Fera, Les Misérables) e texto em português de Artur Xexéo.

O elenco é composto de 17 atores, liderado por Mouhamed Harfouch, Patrícia França como atriz convidada, e participação especial de Sylvia Massari. Temos também Saulo Rodrigues, André Dias, Carlos Arruza, Sergio Menezes, Victor Maia, Betina Viany, Kacau Gomes, Carol Futuro, Larissa Landin, Claire Nativel, Gabriel Peregrino, Felipe Niemeyer e Fabio Bianchini, Stela Celanuo, Pedro Henriques Motta e Xande Valois, além de sete músicos.

“Sou apaixonado por musicais desde sempre! Acredito que o musical tem o poder de deixar tudo mais ‘leve’, ou pelo menos ‘aparentemente mais leve’. Nos espetáculos que dirijo, é pensando nisso que busco temas que, a meu ver, precisam ser discutidos (…) em Ou Tudo ou Nada, são personagens que enfrentam uma crise econômica, falando da importância de nos despirmos dos nossos medos, de nos enchermos de coragem e de buscarmos o futuro que queremos para nós”, diz o diretor Tadeu Aguiar.

Primeira montagem no país

A história já foi montada no país em 2003 com o nome de “Adoráveis Sem-Vergonhas“. Era baseada em uma adaptação argentina (2002), que o ator Guilherme Leme assistiu em Buenos Aires. Guilherme pensou que a história poderia ter uma versão aqui, com o jeitinho brasileiro de enfrentar e superar seus problemas. A trilha musical apresentou sambas antigos, canções dos anos 30, até sucessos do início dos anos 2000.

O espetáculo tinha como cenário, em cada estado que se apresenta, um bairro boêmio – a Bela Vista, ou Bexiga, em São Paulo, e a Lapa, no Rio de Janeiro. O elenco contou com vários atores em todas as suas montagens (a última que conseguimos descobrir foi em 2013), entre eles Dionísio Neto, Guilherme Leme, Jandir Ferrari, Paulo Goulart Filho, Pedro Neschling e Leandro Hassum.

Ou Tudo Ou Nada
Com Mouhamed Harfouch, Saulo Rodrigues, André Dias, Victor Maia, Carlos Arruza, Sérgio Menezes, Xande Valois, Pedro Henriques Motta, Patrícia França, Kacau Gomes, Sylvia Massari, Betina Vianny, Stela Celanuo, Carol Futuro, Claire Nativel, Larissa Landin, Fabio Bianchini, Felipe Niemeyer, Gabriel Peregrino
Theatro Net SP (Shopping Vila Olímpia – Rua Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo)
Duração 140 minutos
11/03 até 01/05
Sexta e Sábado – 21h; Domingo – 17h
Recomendação 10 anos
$50 /$150
 
Direção: Tadeu Aguiar
Direção musical: Miguel Briamonte | Versão para o português: Artur Xexéo
Cenário: Edward Monteiro
Figurino: Ney Madeira e Dani Vidal
Coreografia: Alan Rezende
Desenho de luz: David Bosboom e Daniela Sanchez
Desenho de som: Gabriel D’Angelo e Bruno Pinho
Multimídia: Paulo Severo
Orquestração: Harold Wheeler
Arranjos vocais e incidentais: Ted Sperling
Arranjos para músicas de dança: Zane Mark
Preparador vocal: Mirna Rubim
Design gráfico: Claudia Xavier
Assessoria de Imprensa: Morente Forte
Coordenação de produção: Norma Thiré
Produção geral: Eduardo Bakr
Produtor Associado: Brainstorming Entretenimento
Realização: Estamos Aqui Produções Artísticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s