LOVE’S LABOUR’S LOST

Após uma noite de muita balada e curtição, quatro amigos estudantes de música da Julliard perdem um contrato importante com uma gravadora por causa da ressaca. Com a promessa de focar nos estudos de seu último ano de faculdade e no trabalho da banda, The Kings of Navarre, eles fazem um acordo entre si que envolve, entre outras restrições, não se envolver amorosamente com ninguém. Os planos vão bem até a chegada de um grupo de novas alunas que prometem mexer com a cabeça e o coração de cada um deles.

LLL 01.jpg

Essa é a história contada no espetáculo “Love’s Labour’s Lost”, uma adaptação modernizada do clássico de William Shakespeare. O texto foi totalmente reestruturado para uma linguagem atual, jovem, e transformado em musical. “Neste projeto resolvemos trazer a história para os dias de hoje, mas sem perder a poética da obra de Shakespeare. Para isso, mesclamos o vocabulário moderno com algumas inserções do texto original”, conta Vini Hideki, que assina a adaptação da peça.

Direcionado principalmente a jovens e adultos, o musical conta com uma trilha sonora escolhida cuidadosamente que inclui hits pops da atualidade de artistas como Calvin Harris, SIA, Sam Smith, Jessie J, entre outros. Todas as músicas são feitas ao vivo pelos atores e uma banda no palco reproduzindo as versões que misturam a origem pop com o estilo de teatro musical.

O espetáculo faz parte da programação da Cultura Inglesa que homenageia os 400 anos de morte de Shakespeare e será totalmente apresentado em inglês. “Love’s Labour’s Lost” estreia dia 22 de abril e tem direção geral de André Cortada, direção musical de Eduardo Boletti e coreografias de Luiz Guarany.

Love’s Labour’s Lost
Com Mary Minóboli , Naiara Castro, Lin Torres, Livia Cubayashi, Felipe Hideky, Digué Lima, Joaquim Araújo, Luiz Guarany e Larissa Cardoso.
Banda Renan Achar (Teclado), Thiago Lima (Guitarra), Eduardo Boletti (Baixo), Heitor Sena (Bateria)
Teatro Cultura Inglesa – Pinheiros (Rua Dep. Lacerda Franco, 333 – Pinheiros, São Paulo)
Duração 80 minutos
22/04 até 08/05
Sexta e Sábado – 21h; Domingo – 20h
Recomendação livre
Entrada gratuita. (Ingressos distribuídos 1h antes de cada sessão, na bilheteria do teatro – fila por ordem de chegada).
Adaptação: Vini Hideki
Revisão: André Cortada
Direção Geral: André Cortada
Assistente de Direção: Vini Hideki
Direção Musical: Eduardo Boletti
Revisão de Arranjos: André Cortada
Coreografias: Luiz Guarany
Cenário: Victor Lei
Figurino: Mariana D’Almeida
Visagismo: Lídia Storino
Desenho de Som: Demétrius Amaro
Desenho de Luz: Pedro Moura
Direção de Produção: Francine Storino
Produção Executiva: Rafael Reis
Assessoria de Imprensa: Joaquim Araújo e Mary Minóboli

 

PORTÁTIL

A temporada do espetáculo `Portátil`, que esteve em cartaz aos finais de semana no Teatro J. Safra, terá ultimas apresentações nos dias 16 e 17 de abril. A peça, que foi sucesso de público no Rio de Janeiro, chegou pela primeira vez a São Paulo, cumprindo a premissa do Teatro J. Safra de apresentar conteúdos inéditos aos paulistanos.

555x389_74b91f046f701162585a29728f991320.png

Com direção de Barbara Duvivier e produção de Roberta Brisson, os atores Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Luis Lobianco e Gustavo Miranda, fazem uma peça inteiramente improvisada, com início, meio e fim. Cada apresentação parte de uma entrevista com a plateia; e com as informações do espectador escolhido, além de compor uma trilha sonora na hora, o elenco cria uma narrativa própria que percorre as memórias do entrevistado. O resultado é um espetáculo orgânico, diversificado, que passeia por diversos personagens, épocas e lugares, a fim de contar a história de uma pessoa. A temporada, que estreou no dia 5 de março, terá última apresentação no dia 17 de abril.

Portátil – Porta dos Fundos
Com Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Luis Lobianco e Gustavo Miranda
Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda, São Paulo )
Duração 70 minutos
05/03 até 17/04
Sábado – 21h; Domingo – 19h
Recomendação 12 anos
$30 / $80

CICLO DA DRAMATURGIA – TEATRO J. SAFRA

imagem_release_635891.jpg

Dando continuidade ao projeto J. Safra Social – que apresenta anualmente uma programação diversificada de atividades culturais gratuitas – se inicia na próxima quarta-feira o segundo ciclo de palestras gratuitas no Teatro J. Safra. Dessa vez, nomes como Sérgio Roveri (autor), Silvia Gomez (dramaturga) e Michelle Ferreira (dramaturga e diretora) subirão ao palco do teatro em um bate-papo com o público durante o “Ciclo da Dramaturgia”, sempre às 20h.

Na quarta-feira, dia 20 de abril, o ‘Ciclo de Dramaturgia’ se inicia, com palestra de Sérgio Roveri. O autor, que já escreveu 25 peças teatrais – das quais 20 já foram encenadas por diretores como Elias Andreato, Marco Antonio Rodrigues, Rodolfo Garcia Vazquez, Sérgio Ferrara e Maria Alice Vergueiro -, envolvendo trabalhos para a Rede Globo e GNT, contará sobre sua carreira e conversará com o público sobre o tema.

No dia 27 de abril, Silvia Gomez fala sobre sua carreira como jornalista e dramaturga, onde, além de integrar o Círculo de Dramaturgia do Centro de Pesquisas Teatrais (CPT-SESC), escreveu peças como: ‘O céu cinco minutos antes da tempestade’, ‘O amor e outros estranhos rumores’, ‘Abra a Janela antes de começar’ e ‘Mantenha fora do alcance do bebê’ – esta vencedora do Prêmio APCA 2015. Em seguida, conversará e responderá possíveis perguntas dos expectadores. 

Para finalizar o ciclo de palestras, no dia 04 maio, Michelle Ferreira falará com o público sobre sua carreira como atriz, dramaturga, roteirista e diretora. Michelle, que teve textos encenados por nomes como Mario Bortolotto, Cacá Carvalho, Hugo Possolo, Eric Lenate, José Roberto Jardim e Isabel Teixeira, se prepara para estrear sua primeira peça no exterior, em Glasgow, Escócia, em abril.

Ciclo da Dramaturgia Teatro J. Safra
Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda, São Paulo)
Quarta – 20h
Entrada gratuita
20/04 – Sérgio Roveri
27/04 – Silvia Gomez
04/05 – Michelle Ferreira