A FLAUTA MÁGICA

Teatro de bonecos e formas animadas coloridas recriam a grande aventura do príncipe Tamino, escolhido pela ambiciosa Rainha da Noite para resgatar a princesa Pamina, prisioneira do misterioso Sarastro. Para cumprir a tarefa, a Rainha da Noite entrega ao príncipe uma flauta encantada, além de oferecer a ajuda de Papagueno, um caçador de pássaros bem atrapalhado.

O espetáculo infantil foi criado em 2006, após a Cia Imago ter participado de duas montagens da ópera que contavam com orquestra, bailarinos e cantores. “Das nossas peças, essa é a que tem mais texto, mas mesmo assim também há muitos trechos musicais”, conta Fernando Anhê, diretor, cenógrafo e iluminador, responsável também pela adaptação da ópera para o público infantil. Quem assina direção musical é o maestro Jamil Maluf. Jamil escolheu alguns fragmentos da ópera homônima e criou pequenos trechos musicais para a composição da trilha sonora. Para contar a mágica aventura, a Cia Imago utiliza a técnica do teatro negro, técnica que torna os atores que manipulam os bonecos invisíveis ao olhar do espectador. Devido à técnica do teatro negro, os bonecos parecem mover-se livremente, voar, aparecer ou desaparecer em efeitos óticos muito estimulantes para todas as crianças. A atmosfera onírica do espetáculo também é definida pela cor fluorescente dos objetos de cena.

Nas duas montagens da ópera A Flauta Mágica, Fernando não cuidou diretamente da direção geral, mas assinou cenário, figurino e fez um tratamento com os atores para que eles interagissem com os bonecos durante o espetáculo. Devido a essa experiência, o diretor conheceu e estudou profundamente o libreto da ópera, apaixonando-se muito pela sua trama e já pensando em como adaptá-la para crianças e jovens. “A história original da ópera foi simplificada, mas a evolução das personagens foi mantida, como a transformação de medroso príncipe Tamino em um jovem destemido. Já o personagem Papagueno mantém-se inalterado durante toda a trama, com suas incansáveis peripécias e falas impagáveis. A Flauta Mágica é uma mistura de gêneros teatrais como comédia, drama e musical”, pontua Fernando.

Na aventura recriada para o universo infantil, Tamino e seu fiel amigo Papagueno embrenham-se na floresta em busca da princesa.  Nessa aventura, Papagueno e Tamino enfrentam um dragão muito feroz, uma família de dinossauros, uma forte tempestade e um terrível fogaréu. Diante de tantos desafios, três geniozinhos ajudam nossos heróis, levando-os, em um balão, até o castelo de Sarastro. O suposto feiticeiro propõe a Tamino alguns desafios e, se vencedor, Tamino poderia libertar a princesa Pamina. Nessa história, muitos personagens acabam por se revelar o oposto do que pareciam ser e, em sua difícil jornada, Tamino passa por um aprendizado que acaba por transformá-lo num jovem livre e corajoso.

A Flauta Mágica
Com Janette Santiago, Daniela Sakumoto, Denis Goyos, Jah Horácio e Priscila Monsano
Teatro Alfa – Sala B (Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro, São Paulo
Duração 50 minutos
30/04 até 29/05
Sábado e Domingo – 16h
Recomendação livre
$30
 
Direção/adaptação/cenografia/iluminação/criação de bonecos: Fernando Anhê.
Música: Amadeus Mozart e Jamil Maluf.
Direção Musical: Maestro Jamil Maluf.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s