REFÚGIO, O MUSICAL

Um jovem rapaz, que para cuidar da sua irmã e de casa, abandona seus sonhos. Um adulto, que ao ser abandonado pelo namorado, volta para casa dos pais para por a cabeça no lugar. Ambos estão a procura de um porto seguro, de um refúgio. O que acontecerá quando se encontrarem?
Este é o tema da peça Refúgio, o Musical, da Actuare Produções. O espetáculo está em cartaz no Teatro União Cultural, às sextas feiras, 21h30. Fomos assistir a peça e fizemos uma matéria.
O amor está onde menos se espera“.

Refúgio, o Musical
Com André Sakajiri, Bia Malagueta, Carolina Guimarães, Chico Neto, Denise Machado, Lilian Borges, Ozamir Araújo, Thiago Schreiter, Waldírio Castro
Teatro União Cultural (Rua Mário Amaral, 209 – Paraíso, São Paulo)
Duração 90 minutos
03/06 até 26/08
Sexta – 21h30
Recomendação 16 anos
$50

OITO BALAS

No próximo dia 11 de junho a Companhia do Ruído, nova Cia. Teatral de São Paulo, estreia o seu primeiro espetáculo com o drama Oito Balas, formada pelos atores Carol Rainatto e Homero Ligere.

A trama dirigida por Kleber Montanheiro conta sobre o destino de Marion que está nas mãos de Jean, um homem entristecido que acaba de perder seu grande amor. Após um inusitado encontro em um bar, Marion revela sua história e o real motivo de estar naquele local. Ao deixar Jean de mãos atadas, ela o persuade por um tempo, conseguindo talvez a possibilidade de se salvar de uma provável carceragem.

FOTO 07

Para o espetáculo Oito Balas, a concepção cênica surgiu numa inspiração em duas vertentes: a dança teatro e o cinema. Como o texto trata de um crime, a primeira ideia da direção foi se orientar pelos filmes do cineasta Quentin Tarantino, que conta a história de forma exacerbada e normalmente em capítulos, como uma novela. Para complementar o desenvolvimento da pesquisa cênica, buscamos na dança teatro uma forma de expressão para potencializar o texto e a história que seria contada pelos dois atores em cena.

A ideia foi promover um entrelaçamento entre dança e palavras. Os corpos ganhando consciência de si próprios e expressividade através de repetições de gestos, palavras e experiências, em constante transformação. O teatro tem a sua essência na linguagem verbal. A dança tem sua essência no corpo humano, ele é o seu principal instrumento de expressão. Nesse espetáculo, buscamos unificar esses dois elementos; o corpo agora é texto dos dançarinos-atores ou dos atores-dançarinos.

Entre os capítulos que se desenvolve a história de Oito Balas, trazemos para a cena curtas coreografias, que contam de forma visual a história de trás para a frente, revelando assim, detalhes das relações entre as personagens Jean e Marion. Essas duas histórias – visual e verbal -, caminham em paralelo durante toda a peça, revelando a grande surpresa que o texto nos apresenta ao final da última cena.

Oito Balas
Com Carol Rainatto e Homero Ligere
Espaço Satyros (Praça Franklin Roosevelt, 222 – Centro, São Paulo)
Duração 60 minutos
11 até 25/06
Sábado – 23h59
07 até 28/07
Quinta – 21h
$30
Recomendação 18 anos
 
Texto: Carol Rainatto
Direção, cenário, luz e figurino: Kleber Montanheiro
Assessoria de Imprensa: Fabio Camara
Realização: Companhia do Ruído

 

MENTE MENTIRA

Mente Mentira“, um clássico de Sam Shepard, foi a obra escolhida para ser a estreia da Vierling Produções e também do ator Mateus Monteiro como diretor.

Montada pela primeira vez por Lewis Allen e Stephen Graham no Promenade Theatre na cidade de Nova York em 1985, teve auxílio de produção do próprio Sam Sheppard. No Brasil, a primeira montagem ocorreu em 2010 com direção de Paulo de Moraes e estrelado por Malvino Salvador.

O espetáculo aborda temas como conflitos familiares, de gênero, solidão, violência, relação de poderes familiares, aprisionamento. Apesar de ter sido escrito nos anos 1980, Mente Mentira soa totalmente atual e retrata muito bem a realidade da nossa sociedade e o ambiente familiar.

Mente Mentira-120.jpg

Com uma narrativa de humor agressivo e força trágica, a história explora a disfunção familiar e a natureza do amor, através da separação do casal Jake e Beth.

Com sequelas e traumas do relacionamento, Beth retorna a sua casa e se vê num ambiente que agora se tornara desconhecido. Com seus pais Baylor e Meg e seu irmão Mike, Beth encontra-se presa a uma realidade que já havia deixado.

Enquanto isso, Jake é obrigado a voltar a viver com sua irmã Sally e sua mãe Lorraine, enquanto seu irmão Frankie vai atrás de Beth para esclarecer os fatos.

Mente Mentira
Com Daniel Costa, Fafá Rennó, Gutto Szuster, Gustavo Vierling, Larissa Ferrara, Lucas Romano, Rafaela Cassol e Vivian Bertocco.
SP Escola de Teatro (Praça Franklin Roosevelt, 210 – Consolação, São Paulo)
Duração 90 minutos
03/10 até 07/11
Sábado – 21h; Domingo – 19h; Segunda – 21h
$40
Recomendação 14 anos
Texto: Sam Shepard
Tradução: Marilene Felinto e Marcos Renaux
Direção: Mateus Monteiro
Assistente de Direção: Fernando Maia
Cenário: Kleber Montanheiro
Figurino: David Diniz
Fotos: Leekyung Kim
Assessoria de Imprensa: Fabio Camara
Realização: Vierling Produções