A HORA E VEZ

Do conto A Hora e Vez de Augusto Matraga, de João Guimarães Rosa, o espetáculo A Hora e Vez faz temporada no Teatro do Núcleo Experimental. Com atuação de Rui Ricardo Diaz e direção de Antonio Januzelli. 

A Cia do Sopro também se prepara para lançar novo trabalho, Como Todos os Atos Humanos no segundo semestre. 

‘A Hora e Vez’ estreou em 2014 no SESC Ipiranga, no projeto Teatro Mínimo. Entre os destaques teatrais do ano, integrou a “Mostra 2014 em cena”. Em seguida o trabalho foi contemplado com o “Prêmio Zé Renato de apoio à produção e desenvolvimento da atividade teatral para a cidade de São Paulo” em sua 1ª edição.

Sinopse

Depois de cair na emboscada liderada por Major Consilva, Nhô Augusto é dado como morto. Socorrido por um casal de pretos consegue sobreviver. Quando se recupera, vai viver longe do Murici e decide dedicar sua vida ao trabalho, à penitência e à oração. Depois de anos de reclusão, no povoado do Tombador, decide partir. O destino o leva ao Arraial do Rala-Côco, onde o reencontro com o amigo e poderoso cangaceiro, Seu Joãozinho Bem-Bem, será decisivo para o desfecho de sua história, de sua Hora e Vez.

matraga_bob_sousa17 (2)

Laboratório Dramático do Ator

O espetáculo foi criado dentro do Laboratório Dramático do Ator, de Antonio Januzelli. O Laboratório surge da inquietação de Januzelli diante da figura do homem/ator. A pesquisa tem como eixo central os estudos sobre o intérprete e os caminhos que o levam a um trabalho de interiorização e construção cênica.

Durante os estudos não há a preocupação com o tempo de processo, mas sim com a busca pela potência cênica de um criador que possa  integrar à sua arte a relação direta com o vir e o devir que dá sentido e continuidade à sua própria existência.

Entre os trabalhos criados a partir do Laboratório Dramático do Ator, destaque para o espetáculo O Porco, de Raymond Cousse, com indicação de Henrique Schafer ao prêmio Shell de melhor ator em 2005.

A Hora e Vez
Com Rui Ricardo Diaz
Teatro do Núcleo Experimental (Rua Barra Funda, 637 – Barra Funda, São Paulo)
Duração 60 minutos
04/06 até 28/08
Sábado – 21h; Domingo – 19h
$ 40
Classificação 16 anos
 
A partir do conto “A Hora e Vez de Augusto Matraga”, de João Guimarães Rosa
Adaptação e atuação: Rui Ricardo Diaz
Direção e Figurino: Antonio Januzelli
Assistência: Fani Feldman
Iluminação: Osvaldo Gazotti
Pesquisa de Vocábulo Regional: Joaquim Dias da Silva
Estudo de Teatro Físico: Luis Louis
Arte Gráfica: Ideografia Soluções Gráficas
Acervo de figurino: Roupa de Santo
Produção: QUINCAS
Idealização: Cia. do Sopro  
Assessoria de Imprensa: Pombo Correio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s