DÍPTICO DAS MULTIDÕES

Após o enorme sucesso dos experimentos de seu processo de criação, o Projeto CO Cia de Dança em Espaço Urbano realiza a estreia do seu mais novo espetáculo chamado Díptico das Multidões.

Foram meses realizando os famosos “Passeios Dançados pela Marechal”, visitas guiadas pela Rua Marechal Deodoro, em São Bernardo do Campo, que proporcionaram ao grupo e à população que participou, uma vivência diferente com a cidade.

A junção destes experimentos, pesquisas e vivências corporais, deram origem a este espetáculo, que estreia no dia 13 de julho, na Praça da Matriz em São Bernardo do Campo, e com apresentações também em praças das cidades de Santo André, Mauá e Ribeirão Pires.

IMG_8423.JPG

Díptico das Multidões trata-se de um quadro vivo dos corpos na cidade, uma imagem panorâmica para as futuras gerações. Díptico das Multidões são duas peças criadas simultaneamente pela Cia Projeto Co de dança em espaço urbano.

O nome díptico vem do interesse em criar dois materiais coreográficos distintos, porém complementares. A pesquisa desse trabalho surgiu de mapeamentos e observações que foram registrados durante as derivas do grupo pelas ruas, contaminando-se de uma variedade e diferença infinita de corporeidades e modos de estar nas ruas.

Durante este processo foram criados jogos coreográficos que acionam a singularidade e a variação, como forma de fortalecimento do coletivo e de alargador da sua sobrevivência. Cosmos – peça para praças e Axis – peça para esquinas, são as duas partes desse díptico coreográfico, que olha para as paisagens da cidade e para as construções diversas dos corpos urbanos presentes nestes lugares de pausa e de mudança de jornada, perguntando como podemos ser tantos e sermos juntos, sem que isso signifique uniformidade.

O Projeto CO é um grupo de dança que trabalha na criação de performances e intervenções para espaços urbanos com o objetivo de ativá-los sensorialmente. A poética do grupo se estrutura pela criação de imagens e de paisagens coreográficas buscando realçar as relações processadas entre corpo e ambiente em diferentes situações.

Com o projeto Díptico das Multidões, contemplado pelo edital PROAC 04/2015 do Governo do Estado de São Paulo, o grupo realizou uma série de caminhadas pelas ruas da cidade de São Bernardo do Campo. Os Passeios Dançados pela Marechal, como foram chamadas estas caminhadas, além dos integrantes do grupo, contaram com interessados pela memória e o cotidiano do lugar, que puderam explorar o espaço sensorialmente.

IMG_8518.JPG

Não é a primeira vez que essa companhia leva dança para a cidade. Desde 2010, toda a pesquisa do grupo é voltada para a relação do corpo com o espaço urbano, considerando, sobretudo o modo como os corpos se movem moldados pela arquitetura, e também a forma como a relação entre as pessoas que transitam cotidianamente pelas ruas, pode adensar o sentido das obras de arte.

Quem coordena o projeto é a bailarina Paula Petreca, que realizou trabalhos importantes em Lisboa – Portugal (2008 a 2012), como a fundação de uma plataforma de criação de dança para espaços públicos, chamada Projeto Co, propondo o desenho em tempo real de uma coreografia a partir da interação com o espaço arquitetônico, sua paisagem sonora e sua atmosfera humana. Retornando ao Brasil em 2012, Paula ampliou o espectro de ação da plataforma Projeto Co para a pesquisa de dança em espaço urbano e passou a contar com outros artistas atuando como intérpretes em suas criações.

Assim a Cia Projeto Co começou a atuar no Brasil, construindo sua história mais especificamente na região do ABC Paulista. A história da bailarina com o ABC Paulista ainda incluem passagens e trabalhos com a Secretaria de Cultura de São Bernardo do Campo, Centro Livre de Artes Cênicas (CLAC), ELD – Escola Livre de Dança, além de fazer parte da Coordenação Pedagógica na Escola de Dança de São Paulo/Fundação Theatro Municipal , entre outros trabalhos.

Díptico das Multidões
Com Juliana Adorno, Juliana Silva Gonçalves, Harrison Rodrigues, Letícia Paschoaleti, Lucas Lopes, Paula Petreca, Rodrigo Rodrigues e Stela Ramos.
Duração 80 minutos
Praça da Matriz (Rua Mal. Deodoro – Centro, São Bernardo do Campo – SP)
13/07 até 06/08
Quarta – 15h; Sábado – 17h
(Exceto 23 de julho quando a apresentação acontece às 14h00)
Entrada gratuita
Classificação livre
Datas de apresentação por cidades do Grande ABC
Domingos
17 de Julho às 15h na Praça XXII de Novembro em Mauá
24 de Julho às 15h na Praça do Doce em Ribeirão Pires
31 de Julho às 15h na Praça Presidente Kennedy em Santo André
 
Direção artística e coreográfica: Paula Petreca
Criação corporal, performance e interpretação: Juliana Adorno, Juliana Silva Gonçalves, Harrison Rodrigues, Letícia Paschoaleti, Lucas Lopes, Paula Petreca, Rodrigo Rodrigues e Stela Ramos.
Direção de Arte: Bruna Petreca
Figurinos: Danielle Yukari e Gabriela Cherubini
Adereços: Teresa  Sbardellati
Trilha Sonora: Denis Duarte
Dramaturgia: Rodrigo Monteiro
Provocação na Pesquisa Corporal: Alexandre Magno, Marcio Greyk e Sofia Neuparth
Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini
Assistência de Produção: Dafne Nascimento e Rafaela Sousa
Direção de Produção: Kelson Barros – Cazumba Produções
Fotografias: Suellen Leal e Kelson Barros
Vídeos: Daniel Tomita

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s