FILOSOFIA DA REVOLUÇÃO

A companhia Tô em Outra entra em cartaz em agosto com a peça ‘Filosofia da Revolução’, de Marcelo Romagnoli. O texto aborda temas polêmicos e revolucionários. Reconhecido na cidade por sua habilidade em fazer teatro jovem, com trilha sonora criativa, o grupo faz apresentações no Teatro Ressurreição, na região do Jabaquara, sextas e sábados, de 5 de agosto até 2 de setembro, sextas às 19 horas e sábados às 17 horas.

Na peça, os atores se permitiram tratar de questões polêmicas e dos dramas da adolescência de forma criativa e não tradicional. Para falar de histórias de jovens em fase de descobertas, o ator e diretor Jorge Alves se sentiu livre para apresentar o texto por meio de um jogo matemático.

Cheio de habilidade em fazer teatro jovem para jovens, a companhia Tô em Outra foi criada em maio de 2012 com o objetivo de ser um núcleo de pesquisas teatrais autônomo para o desenvolvimento de criadores e artistas.

Marcelo Romagnoli é dramaturgo e autor de ‘Filosofia da Revolução’. Atua em teatro adulto e infanto-juvenil na cidade de São Paulo desde 1994. Entre os prêmios recebidos, destacam-se melhor diretor no APCA 2010 e melhor espetáculo musical em 2004. Foi, também, premiado pela Cooperativa Paulista de Teatro em 2008.

Filosofia da Revolução
Com Companhia Tô em Outra
Teatro Ressurreição (Rua dos Jornalistas, 123 – Jabaquara, São Paulo)
Duração 60 minutos
05/08 até 02/09
Sexta – 19h; Sábado – 17h
$60
Classificação 12 anos
Direção do Espetáculo: Jorge Alves
Texto: Marcelo Romagnoli
Assistente de Direção: Edemi Jr.
Figurino: Inês Sacay
Cenografia: Edemi Jr. e Jorge Alves
Adereço: Nalva Felix
Assistente de Adereço: Tiago Marques
Coreografia: Rebeca Dantas e Jorge Alves
Madrinha/Conselheira Artística: Roberta Estrela D’alva
Iluminação: Fernando Alves e Jorge Alves
Op. de Luz: Fernando Alves
Op. de Som: Débora Cavalheiro
Letras de Música: Andreza Rodrigues, Ana Ferrari, Edemi Jr., Jorge Alves, Tie Kawakami e Thuane Campos.
Composição e Melodia: Jorge Alves, Paulo Henrique Costa e Tie Kawakami
Sonoplastia: Jorge Alves e Paulo Henrique Costa
Programação Visual: Henrique Maciel
Produção: Edemi Jr. e Jorge Alves
Apoio Cultural: Dans Ballet Estúdio de Dança e Instituto Lina Galvani
Assessoria de Imprensa: Marina Neves

FESTIVAL TODATEEN

Depois do sucesso da 1ª edição, a todateen traz ao palco os Youtubers Nah Cardoso, Foquinha, Evelyn Regly, Camila Loures, Cacau Lemos, Igor Saringer e Luisa Sonza. O evento é uma oportunidade dos fãs baterem um papo com seus ídolos, saber as curiosidades de cada um deles e ainda fazer uma selfie.

Os Youtubers são hoje seguidos por milhões de pessoas e se tornaram produtores de conteúdo. Por onde passam carregam multidões de fãs, tornando-se inspiração para uma geração de jovens conectados ao mundo digital.

A todateen é uma das principais revistas no segmento adolescente. Está no mercado há 20 anos com a marca forte no digital e referência para o público leitor e anunciantes como produtora de conteúdo multiplataforma.

O Festival todateen é uma experiência única para o público teen, que sempre busca novidades e quer estar perto de seus ídolos. A atração musical é Luiza Sonza, revelação nas redes e namorada do fenômeno Whindersson Nunes.

Os ingressos podem ser adquiridos no site: www.ingressorapido.com.br

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre a revista Todateen

A todateen está presente em múltiplas plataformas: revista mensal, site, redes sociais, licenciamento de marca e eventos. É reconhecida por sua qualidade editorial e responsabilidade em abordar os assuntos de interesse do universo feminino teen como música, ídolos, beleza, moda, comportamento.

Em 2014, todateen foi a escolhida do ano na categoria Revista Jovem do Prêmio Veículos de Comunicação.

Festival TodaTeen
Com Nah Cardoso, Foquinha, Evelyn Regly, Camila Loures, Cacau Lemos, Igor Saringer e Luisa Sonza
Theatro NET São Paulo – Shopping Vila Olímpia (Rua Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo)
Duração 90 minutos
22/07
Sexta – 15h
$50/$100

 

UM INIMIGO DO POVO

O Sesc Consolação comemora o 10º ano das 7 Leituras, 7 Autores, 7 Diretores, com o tema JUSTIÇA. A terceira leitura será a atualíssima peça “Um inimigo do povo” de Ibsen, com direção de Roberto Alvim, no dia 26 de julho, terça-feira, às 19h30, no Sesc Consolação e dia 27 de julho, quarta-feira, às 20hs, no Sesc Osasco.

Concepção das Encenações

A Concepção e Direção Geral deste bem sucedido projeto é da diretora Eugênia Thereza de Andrade, onde cada Diretor concebe sua leitura como um esboço de encenação teatral usando marcação de cenas, ambientação cenográfica, elementos de figurino, música, desenho de luz e ensaios.

Desde o início em 2007 a escolha dos temas das 7 Leituras são pertinentes à contemporaneidade como: “O Barateamento da vida humana” (Bauman), A Tradição da Comédia, Intolerância, Amor, Família, Utopia, 7 vezes Shakespeare, Os 7 Pecados Capitais, Violência e neste 10º ano: Justiça.

Sinopse:

UM INIMIGO DO POVO – Ibsen

Um Inimigo do Povo (1882) retrata o conflito existente entre o individual e o coletivo, mostrando de que forma a população de uma pequena cidade-balneário da Noruega transforma o médico local de cidadão honrado em um inimigo do povo por conta de suas convicções a respeito da qualidade das águas que serviam os banhos públicos, fonte de riqueza para toda a cidade, cujo prefeito é um seu irmão que haje de forma corrupta e desonesta.

O AUTOR

Henrik Johan Ibsen (1828-106) foi um dramaturgo norueguês, considerado um dos criadores do teatro realista moderno. Entre seus maiores trabalhos destacam-se Peer Gynt, Um Inimigo do Povo, Imperador e Galileu, Casa de Bonecas, Hedda Gabler e Espectros.

PRÓXIMAS LEITURAS

– Mercador de Veneza – Shakespeare (30/Ago – Sesc Consolação e 31/Ago – Sesc Osasco)
 
– A pena e a Lei – Ariano Suassuna (27/Set – Sesc Consolação e 28/Set – Sesc Osasco)
 
– O vento será tua herança – Jerome Lawrence e Robert Edwin Lee (25/Out – Sesc Consolação e 26/Out – Sesc Osasco)
 
– Justiça em – Brecht (29/Nov – Sesc Consolação e 30/Nov – Sesc Osasco)
7 Leituras, 7 Autores, 7 Diretores  / Tema: Justiça
“Um inimigo do povo” – Ibsen
Com Claudio Curi, Juliana Galdino, Luísa Micheletti, Renato Forner, Vinícius Tardelli, Diego Machado e Arthur Rangel.
Duração: 80 minutos
Ingressos: Grátis (Retirada de ingressos na bilheteria com uma hora de antecedência)
 
Sesc Consolação – Teatro Anchieta (Rua Dr. Vila Nova, 245 – Vila Buarque, São Paulo)
26/07
Terça – 19h30
 
Sesc Osasco (Avenida Sport Club Corinthians Paulista, 1.300 – Jardim das Flores, Osasco)
27/07
Quarta – 19h30
.
Tradução e Adaptação: Pedro Mantiqueira
Direção: Roberto Alvim
Concepção Cenográfica: Mika Lins
Adereços e Figurino: Jorge Luiz
Projeto Gráfico: Trasso Design
Fotos: Fernando Banzi
Produção Executiva: Messias Lima
Produção – Jogo Estúdio
Assessoria de Imprensa – Ofício das Letras
 
Concepção e Direção Geral: Eugênia Thereza de Andrade
Seleção De Textos: Eugênia Thereza de Andrade, Marco Antônio Pâmio e Mika Lins

 

SAMPA MIDNIGHT – CABARÉ & OPINIÃO

Novidades no circuito cultural da cidade: o grupo teatral Companhia Pessoal do Faroeste estreia neste sábado (16 de julho, sábado, às 22h) seu cabaré semanal, previsto para ficar em cartaz até dezembro deste ano.

O teatro da Companhia Pessoal do Faroeste será aberto às 22h para receber o público, que poderá se acomodar em mesas ou nas arquibancadas. Dois pontos de bares oferecem bebidas, lanches e aperitivos durante toda a noite, que contará também com música ambiente a cargo de um DJ. O espetáculo Sampa Midnight começa sempre à meia-noite, com duração prevista de 1h20.

Sampa Midnight – Cabaré & Opinião propõe uma retomada dos espetáculos noturnos que misturam boa música, textos provocativos, atmosfera de parceria entre palco e plateia, entre nuances de protestos políticos, sensualidades, atrevimentos, entrevistas e alegrias.

A cada sábado, um cantor/cantora convidado sobe ao palco para cantar quatro ou cinco números de seu repertório, como sua contribuição artística à iniciativa do cabaré. Os atores Florence Ciríaco, Cloddoaldo Dias e Bruno Caetano fazem a abertura das noites — cantam, tocam e representam, conduzidos pelo multitecladista Astronauta Pinguim — e recebem o convidado surpresa de cada sábado.

Depois, a festa continua. Afinal, cabaré é uma referência de celebração e contato entre pessoas, turmas e tribos.

9fb3d1_7b1ee80b7e894356a6a8fd3878ecdb21-mv2

 

Sampa Midnight – Cabaré e Opinião
Teatro da Cia. Pessoal do Faroeste (Rua do Triunfo, 305 – Luz, São Paulo)
Sábado – a partir das 22h
$20

UMA SAUDAÇÃO A WHITNEY HOUSTON

O Theatro NET São Paulo, na Vila Olímpia, recebe Thalita Pertuzatti,no dia 24 de julho, domingo, às 21h, para apresentação do espetáculo Uma Saudação a Whitney Houston.

Cinco músicos, oito bailarinos, três backing vocals, um cenário com telões de led e figurinos baseados nos originais acompanham a vigorosa interpretação de Thalita Pertuzatti na homenagem à atriz e cantora Whitney Houston, conhecida internacionalmente como The Voice.

Thalita, que começou a cantar aos dois anos, venceu o campeonato de calouros do Programa do Raul Gil na edição de 2009. Participou também de programas relevantes do meio musical como The Voice Brasil, Astros e Concurso Net com Maria Gadú.

O show perpassa diversos momentos da carreira de Whitney, desde canções célebres dos anos 80 até uma sessão especial em homenagens aos filmes que a artista participou, como Falando de Amor, Cinderela, Um Anjo Em Minha Vida e o clássico O Guarda Costas.

Algumas das músicas que os fãs poderão ouvir são I Will Always Love You, I Have Nothing, Run To You e I Am Every Woman, I Wanna Dance With Somebody, Saving All My Love For You e I Look To You.

A direção geral e criação do espetáculo são assinadas por Rafael Mello, formado em Dança e que entre 2007 e 2015 viajou o mundo em turnês dos shows West Side Story,Saturday Night Fever e Hairspray, passando por lugares como Nova York, Austrália, Londres, Singapura e outros. A direção vocal e musical é de Charles Miranda, diretor e professor da Casa da Voz. As coreografias foram compostas pelo americano Nathan Coder, formado em teatro musical na Universidade Rutgers, em Nova Jérsei.

Uma Saudação a Whitney Houston
Com Thalita Pertuzatti
Theatro NET São Paulo – Shopping Vila Olímpia (Rua Olimpíadas, 360, Vila Olímpia – São Paulo)
Duração 90 minutos
24/07
Domingo – 21h
$120/$140
Classificação 12 anos

ENGOLINDO SAPO PRA UM DIA COMER PERERECA

Há quase sete anos seguidos em cartaz, agora no Teatro Bibi Ferreira, Renato Scarpin mostra as loucas relações de qualquer pessoa normal, além de personagens politicamente absurdos.

O espetáculo solo de humor intercala momentos de ‘cara limpa’ com personagens inusitadas. Renato Scarpin revela situações que todos nós passamos, mas nunca paramos para pensar em seu lado cômico, mostra de forma hilária as relações entre casais, amigos, família, chefes ou funcionários.

Intercalando esses momentos de sátira e descontração, o ator interpreta 4 personagens improváveis: o Sapo da Cantareira, isso mesmo, um sapo que vive na Cantareira e está sofrendo com a falta d’água em São Paulo e com os problemas políticos do momento. Mohamed, um terrorista árabe que só se dá mal no Brasil. Nicanor, um idoso que tenta aprender computação com seu neto, mas encontra todas as dificuldades de se dominar uma nova tecnologia e linguagem tão distantes de sua geração. E, por fim, Marigreides, uma empregada louca e atrapalhada que entende tudo errado.

Renato Scarpin tem carreira no teatro e na TV, onde fez trabalhos como as novelas “Avenida Brasil”, “Chiquititas” e “Bicho do Mato”; as peças “Que Deus Nos Sacuda!”, “Trair e Coçar é Só Começar” e “Motel Paradiso”. No cinema atuou em  “Mulheres do Brasil”, “Chatô – O Rei do Brasil” e “O Diário de Lory Lamby”, entre outros.

Engolindo Sapo Pra Um Dia Comer Perereca
Com Renato Scarpin
Teatro Bibi Ferreira (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 60 minutos
02/07 até 10/12
Sábado – 19h
$50
Classificação 12 anos

É MESMO UMA PALHAÇADA

A Trupe Dunavô, formada por Renato Ribeiro, Gis Pereira e Gabi Zanola, chega ao SESC Santo André no dia 17 de julho, para apresentar o espetáculo É mesmo uma Palhaçada. Este projeto vem sendo levado para diversas cidades e espaços de São Paulo, conquistando o público por onde passa, apresentando às crianças números de palhaços de circo tradicionais e proporcionando aos adultos um momento de lembranças de vivências da infância.

Notamos que para muitas crianças este é o primeiro contato com aquelas cenas, muitas vezes tão antigas, que se mantém e que perpassam por muitos anos. E o mais importante é perceber que estas cenas continuam fazendo sentido! Para nós é uma imensa alegria unir as gerações e ver o resultado”, comenta Gabi Zanola, integrante da Trupe.

O espetáculo “É mesmo uma Palhaçada”, traz a divertida história de três palhaços, que chegam para se apresentar e descobrem que estão no lugar errado. Em meio a essa grande confusão, os palhaços tentam consertar a situação, disfarçar o ocorrido e entreter os espectadores com suas ideias mirabolantes, porém muito atrapalhadas. Através de suas maravilhosas habilidades, eles provocam inúmeras situações inusitadas, mas as coisas não acontecem como o esperado e é aí que a brincadeira começa.

IMG_8619 (1)

Com números clássicos de palhaçaria circense, mesclado às cenas de autoria do grupo, brincando entre o novo e o já consagrado pelos mestres do picadeiro, a trupe diverte o público e garante boas risadas.

Com o espetáculo “É mesmo uma palhaçada” a Trupe DuNavô  se apropria da linguagem circense em seu caráter lúdico estimulando a imaginação dos espectadores – sejam eles crianças ou adultos – de forma acolhedora e generosa, sem a mínima distinção. Dessa forma, promovem um verdadeiro resgate da memória do circo, valorizando a cultura popular, relembrando clássicos e convidando o público a reviver os grandes e tradicionais circos do passado.

A Trupe Dunavô tem como base de sua pesquisa a linguagem do palhaço. Durante sua trajetória, o grupo vem realizando diversos experimentos, fazendo referência à memória do circo ou inovando e levando a linguagem do palhaço para espaços fora do convencional. Com seus três projetos (Refugo Urbano, É mesmo uma Palhaçada e O Livro do Mundo Inteiro) a trupe vem apresentando o palhaço ao público em suas diversas vertentes.

O nome DuNavô significa “por favor” em “criancês”: “Porque criança e palhaço também são aqueles que erram e muitas vezes trocam as palavras, então escolhemos esse nome “DuNavô” para nos aproximarmos do respeitável publico, sem forçar nada, só se houver uma permissão, então… DuNavô a gente pode se apresentar?”, explica Gabi Zanola.

Se você ainda não conhece o trabalho deste grupo, que é uma das grandes revelações do teatro infantil e jovem do ano de 2015, não perca esta oportunidade!

Siga a Trupe Dunavô nas redes sociais e acompanhe a agenda de apresentações:

 www.facebook.com/DuNavo

www.instagram.com/trupedunavo

É Mesmo Uma Palhaçada
Com Trupe Dunavô
Na Área de Convivência do SESC Santo André (R. Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar, Santo André)
Duração 50 minutos
17/07
Domingo – 16h
Entrada gratuita
Classificação: Livre