RUBRO – O MUSICAL (PROCESSO)

Em meio à série de crimes que aterroriza Sovadinho, o corpo de um homem é encontrado em frente à Catedral Dominiana, um único tiro no peito.

Sem evidências de autoria, o laudo aponta mais uma vítima da violência urbana.   Anos depois, prestes a arquivar o assassinato do famoso pintor Pierre Franc’bene, o investigador Marcuzzone avalia uma última vez as fotos tiradas em 13 de fevereiro de 1923. Duas iniciais: J.B, quase passaram despercebidas.

Traições, jogos e desejos obscuros saem à tona. Testemunhas e suspeitos invertem papéis.

Todas as mulheres presentes no passado do falecido ganham os holofotes: a esposa dedicada, a freira Ana Rosa, uma dançarina de cabaré, a vizinha interesseira e até uma antiga namorada. Cada qual com uma versão da história, a parte silenciada dos fatos.

O que um casaco esquecido, um diário secreto e uma viagem de última hora podem revelar sobre a natureza humana? O que escapa aos olhos do homem. Há crime perfeito. Não se pode mexer no fundo do poço sem turvar a água de lama.

Abertura do Processo

Trata-se de uma amostra do processo de criação do espetáculo Rubro – o Musical realizado pela Cia. Unó de Teatro. São fragmentos do processo de pesquisa e criação do espetáculo.

Esta abertura de processo já foi apresentada em alguns eventos, dentre eles na Escola Viva de Artes Cênicas de Guarulhos, Bosque Maia, praças, e Livraria Nobel (Espaço Novo Mundo).

 

Maiores informações pelo site ou pelo facebook do Cia. Unó de Teatro.

Rubro – O Musical
Com Cia. Unó de Teatro: Angela Leão, Maciel Ferreira, Aldrey Tarrataca, Diego Pinheiro, Sandro Coimbra, Fernanda Gama, Matheus Bortolatto, Liia Caldeira e Danielle Carvalho
Rua Augusto Rusch (Praça B), Inocoop – Guarulhos / SP. 01/10
Sábado – 16h (abertura do processo do espetáculo Rubro às 17h15)
Entrada gratuita
Texto: Angela Leão e Maciel Ferreira Direção: Diego Pinheiro Assistência de direção: Sandro Coimbra Preparador corporal: Hélio Lima

 

3 FORMAS DE AMAR

Três desconhecidos que se deparam com um convívio permanente. Dividindo o mesmo espaço e lidando com a individualidade de cada um, percebem o surgimento de uma nova amizade.

Nessa tripla relação, carregam dúvidas e questionamentos em relação aos sentimentos que despertam pelo outro. Amor, ciúmes, desejo e carinho fazem parte do universo desses jovens que ainda estão em busca de seu próprio conhecimento e aceitação.

Um jogo de conquistas movido pela emoção, onde se despem do preconceito e encaram as diferenças de uma forma natural bem e humorada. Uma comedia deliciosa, onde o maior atrativo é o amor e como pessoas podem se apaixonar pelas outras, independente de sexo, religião, cor, idade e etc.

O publico encontra grande identificação com a peça, pois as situações estão bem próximas do seu cotidiano, como: quem nunca se apaixonou por um amigo, quem nunca teve que dividir um apartamento ou o quarto com um irmão, e ter que lidar com as manias, invasões de privacidade, quem nunca se deparou com conflitos próprios, sobre amor, sexualidade e desejos….

O espetáculo é livremente inspirado na obra “Threesome” (“3 Formas de Amar”) de Andrew Fleming (1994).

3 Formas de Amar
Com Diego Biaginni, Thalyta Medeiros e Tiago Pessoa
Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 70 minutos
01 a 30/10
Sábado – 22h; Domingo – 20h
$50
Classificação 14 anos

Adaptação: Pessoa Produções
Direção: Renato Andrade
Elenco: Diego Biaginni, Thalyta Medeiros e Tiago Pessoa
Figurino: Renato Andrade
Cenografia: Cristiano Panzarin
Iluminação: Bob Lima
Fotografia: Caio Gallucci
Design Gráfico Rafael Salmona
Assessoria de Imprensa: Luis Felipe Bandeira
Realização: Pessoa Produções

PROIBIDO AMAR

Após um vírus contaminar 33% da população humana, o Estado, que exerce grande poder sobre a sociedade, opta por separar todas as vítimas e pessoas em zona de risco em quarentena. Segundo os organizadores, os segregados passariam por uma bateria de exames para saber se estão ou não aptos para viver em sociedade. Ares, Eros e Apolo, três das vítimas, são retratados no espetáculo Proibido Amar.

O vírus que se alastra rapidamente pela sociedade, transmitido pelo toque e por relações sexuais, remete ao HIV e as punições e acusações previstas para seus portadores direcionam a temática da peça para a discussão sobre o preconceito e a desinformação.

Proibido Amar” visa criar uma perspectiva que fuja de doutrinas, tratando de assuntos como preconceito, repressão, amor, ódio, dilemas familiares e descobertas sexuais. Relacionando temas reais, numa metalinguagem onde leva ao espectador a diversas possibilidades de reflexão. Esses temas usados como premissa para o espetáculo foram baseados em acontecimentos reais, incluindo depoimentos de vítimas de doenças virais e de pessoas repreendidas pela orientação sexual. Possibilitando a aproximação desses assuntos do público e fazendo o mesmo um elemento presente no contexto do espetáculo.

Proibido Amar
Com Ferruccio Cornacchia, Paulo Tardivo e Paulo Victor Gandra
Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart ( R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 70 minutos
07/10 até 16/12
Sexta – 23h30
$50
Classificação 16 anos
Texto e Direção: Rafael Salmona
Trilha Sonora: Be Asef e Juliano Veríssimo
Fotos: Maya Morikawa
Iluminação: Douglas Borges
Design Gráfico Rafael Salmona
Assessoria de Imprensa: Willian Rafael

NOTURNO 25 ANOS

Noturno de Oswaldo Montenegro estreou na cidade de São Paulo em 1991, é o musical mais antigo da Oficina dos Menestréis. Tem como tema a noite Paulistana em seus mais diversos aspectos… É na noite que as pessoas menos competem entre si, menos se deparam com o ridículo, mais se encontram e trocam segredos, é o horário do amor e dos mistérios.

Com esquetes que dialogam com o tema, um ritmo cênico mágico e uma trilha musical extraordinária, o espaço do teatro é tomado por 50 menestréis, que cantam, dançam, e atuam acompanhados por uma banda e sob a direção de Deto Montenegro.

Noturno 25 anos
Com Alunos formandos da Oficina dos Menestréis 2016
Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart ( R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 90 minutos
05/09 até 28/11
Segunda – 21h
$30
Classificação 14 anos