#BORA BALZAQUIAR

A chegada dos 30 anos é considerada um período de mudanças, questionamentos e dúvidas. E são estes conflitos cotidianos da chamada “crise dos 30” que são discutidos, de forma bem humorada, no espetáculo “#Bora Balzaquiar”. A comédia apresenta as histórias de Júlia, Joana e Janaína, personagens que estão enfrentando dilemas e dificuldades inerentes a esta fase da vida. A peça, dirigida por Paulo Goulart Filho e com texto de Nina Ximenes, está em cartaz até o dia 29 de outubro, no Teatro Santo Agostinho.

A inspiração para o nome do espetáculo surgiu do adjetivo balzaquiana, derivado da obra do escritor francês Honorè de Balzac, que valorizava a beleza, a experiência, os pensamentos, os desejos e as angústias dessa mulher que reivindica o direito de ser feliz.

A mulher de trinta anos, tema da obra de Balzac no século XIX, continua a viver com muitos questionamentos, a popular expressão “crise dos 30”. No romance de Balzac a protagonista Júlia vive vários dramas e, entre eles, a relação com um homem mais jovem. Já na peça de Nina Ximenes, a Júlia vive solitária sem acreditar no amor. Este e outros conflitos atuais são parte deste espetáculo, que em vez de uma protagonista, traz ao palco 3 mulheres com um fator comum: a fase da vida!

Para a autora, as personagens sintetizam os problemas dessa faixa etária. “A Júlia a Joana e a Janaína têm temperamentos, histórias de vida e reações distintas sobre essa fase da vida”, relata Ximenes. Com um texto escrito por uma mulher, sobre mulheres e com mulheres em cena, a direção coube a Paulo Goulart Filho, que apresenta o seu olhar masculino sensível e repleto de referências femininas. “Sempre vivi rodeado por mulheres e agora minha filha mais velha tem 31, tenho uma com 29 e outra com 28 anos. Então estou vivendo exatamente esse período como pai das balzaquianas”, revela Paulinho Goulart.

Com um texto ágil que dialoga com os roteiros televisivos, a montagem é alinhavada por vídeos que revelam momentos complementares aos episódios apresentados no palco. A estética do espetáculo funde os vídeos, que conduzem os espectadores, às cenas apresentadas ao vivo, como um guia que estabelece as passagens de tempo das personagens. “Estou gostando de experimentar a fusão da arte ao vivo com a gravada. Esse é um dos elementos que mais me instiga no espetáculo”, conclui Paulo Goulart Filho

Para esta linguagem se estabelecer, o cenógrafo Antonio Rodrigues desenvolveu uma caixa mágica com 3 módulos. Quando fechada é uma tela em branco que recebe as projeções de vídeo. E quando aberta pelo módulo central, surpreende o público ao virar um supermercado com perspectiva 3D. O apartamento das protagonistas, decorado com cores e elementos que representam as personagens, surge quando as pontas dos módulos são abertas.

Acompanhe as mídias sociais:

Site: www.balzaquiando.com

Facebook: Bora Balzaquiar

Instagram: Bora balzaquiar

#Bora Balzaquiar
Com Bruna Ximenes, Mariana Moraes e Vanessa Goulartt
Teatro Santo Agostinho (R. Apeninos, 118 – Liberdade, São Paulo)
Duração 65 minutos
06/08 até 29/10
Sábado – 20h30
$50
Classificação 10 anos
Direção: Paulo Goulart Filho
Texto: Nina Ximenes
Assistente de Direção: Mariana Moraes
Produção: Bruna Ximenes e Mariana Moraes
Direção musical e trilha sonora: Silvia Goes
Produção musical: Wagner Amorosino
Gravação: Estúdio Azulão, por Roberto Gava
Músicos: Silvia Goes, Alex Braga, Wagner Amorosino e Roberto Gava
Direção de Vídeo: Eduardo Gonzalez
Cinegrafistas: Eduardo Gonzalez e Samuel Santos
Edição e videografismo: Kleber Parra
Cenografia: Antônio Rodrigues
Concepção de Figurinos: Lara Gois
Iluminação: Raphael Felipe
Coreografias: Sil Américo
Assistente de Produção: Amanda Lima
Fotos: Martha Pacce
Elenco dos Vídeos: Amanda Lima, Andreia Araújo, Eduardo Massari, Gustavo Varoli, Ivan Vetorazzo, João Cláudio Valfogo, José Luís Morais, Kátia Gomes, Luciano Strieder, Márcio Santiago, Marley Carvalho, Patrícia Junqueira, Raquel Ximenes, Samuel Santos, Tainan Miguel, Victor Nievas, Valeria Gomes, Valeria Moraes, Wellington Firmino, Wilma Morais.
Operação de Vídeo e Som: Amanda Lima
Operação de Luz: Raphael Felipe, Gabrielle Turquetti ou Tainan Miguel
Contrarregragem: Gustavo Varoli e Vagner Miranda
Camareira: Val Gomes
Social Mídia: Geranium Content
Realização: Laboratório de Artes Teatro e Vídeo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s