O PEQUENO EYOLF

 

Os experimentos de montagem do Núcleo TUSP em São Paulo são fruto do interesse em criar um espaço de troca entre atores e atrizes de formações diversas, desprovido das pressões do circuito comercial.

O primeiro resultado dessa experiência foi a peça Outro K, em 2015, a partir da obra O Processo, de Franz Kafka. Em 2016, o trabalho tem continuidade com O Pequeno Eyolf, de Henrik Ibsen, ao mesmo tempo que os selecionados deste ano encenam Mahagonny, de Bertold Bercht.

O Pequeno Eyolf

Está em cartaz o espetáculo O Pequeno Eyolf, formado por atores do primeiro elenco do Núcleo de Montagem do TUSP. 

Sinopse

O casal Alfred e Rita enfrenta a dor da morte do filho Eyolf, ao mesmo tempo em que Asta – tia do menino – traz revelações que colocam à prova o destino da família. Um dos últimos textos de Ibsen, O Pequeno Eyolf é uma reflexão sobre a perda, a morte e a responsabilidade humana.

 

O Pequeno Eyolf
Com Anita Prades, Débora Tieppo, Leandro Galor, Marcelo Bosso, Renata Alves e Stefani Mota
Teatro da Universidade de São Paulo (R. Maria Antônia, 294 – Vila Buarque, São Paulo)
Duração 90 minutos
25/11 até 18/12
(10/12 não haverá apresentação)
Sexta e Sábado – 21h; Domingo – 19h
$10
Classificação 12 anos
 
Autor: Henrik Ibsen
Direção – René Piazentin
Assistência – Daniele Aoki

O CONTO DAS ESTRELAS

Neste fim de semana, tem pré estreia sensorial gratuita no TOP Teatro! O Grupo Itinerante preparou duas apresentações especiais de lançamento da sua nova produção “O Conto das Estrelas“.
A peça mistura bonecos e atores para retratar a deficiência física, mental e intelectual das crianças de forma lúdica. Um conto de fadas diferente, onde os habitantes do reino são deficientes, mesclando o mundo real com a fantasia. Uma história de amizade, igualdade e respeito às diferenças.
Ingressos podem ser retirados no Alô Ingressos a partir desta sexta!
 
Sinopse:
O Conto das Estrelas” é uma peça infanto juvenil sensorial que mistura bonecos e atores para retratar a deficiência física, mental e intelectual das crianças de forma lúdica.
Um conto de fadas diferente, onde os habitantes do reino são deficientes, mesclando o mundo real com a fantasia, numa linguagem clara e atual. Uma história de amizade, igualdade e respeito às diferenças.
A ideia é ressaltar o aspecto sensorial, possibilitando, especialmente às pessoas com cegueira ou baixa visão, sentir os elementos por meio do tato e do olfato.
Com texto e direção artística de Rhommel Bezerra, o projeto parte do princípio da garantia do direito de toda pessoa de participar da vida cultural.
O Conto das Estrelas
Com Fernanda Lippe, Gabriel Morgante, Rodrigo Holanda, Carolina Jorge, Fernando Dantas, Ewerton Novaes, Roberto Savioli e Enrico Verta
TOP Teatro (R. Rui Barbosa, 201 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 80 minutos
03 e 04/12 (pré estreia sensorial)
Sábado e Domingo – 15h
Entrada Gratuita
 
10 a 18/12
Sábado e Domingo – 15h
08/01 a 26/02
Domingo – 15h
$30 (crianças $10)
Classificação livre
 
Texto, Direção e Produção de Rhommel Bezerra
Ass. de Direção: Carolina Jorge
Ass. de Produção: Fernando Dantas e Roberto Savioli
Foto, Figurinos e Cenário: Rhommel Bezerra
Designer: Fernando Dantas
Direção de Trilha Sonora e Iluminação: Rhommel Bezerra
Produção Executiva: Fora da Chuva Produções Culturais

FESTIVAL DE FÉRIAS – TEATRO FOLHA – JUVENIL

Novidade no Festival de Férias do Teatro Folha.  Pela primeira vez, a programação inclui duas peças direcionadas para o público jovem: O Alvo Parte 1 – Ser ou Não ser o Centro das Atenções” e “O Alvo Parte 2 – Hateclub”. As duas montagens, texto e direção de Pedro Garrafa, serão apresentadas a partir do dia 09 de janeiro, às segundas feiras.

image024

O Alvo – Parte 1 – Ser ou Não Ser o Centro das Atenções
Espetáculo aborda o bullying entre estudantes adolescentes. Cinco amigas populares do colégio estão na sala de espera da diretoria. A amizade dessas garotas está ameaçada por causa de um estranho encontro delas com a “menina mais zoada do colégio”, que tomou proporções graves, quando a menina rolou as escadas e acabou em um hospital, bastante machucada. Em meio a divertidas situações e discussões acaloradas, a trama faz com que elas revelem fatos e opiniões surpreendentes umas às outras, e mudem as suas vidas para sempre. A montagem ganhou os prêmios FEMSA Coca Cola e SP de Teatro na categoria Melhor Texto em 2015.
 
Com Andressa Andreatto, Julia Freire, Luiza Porto, Kuka Annunciato, Pauline Mingroni. Stand in: Maira Sarmento.
Duração 70 minutos
09 a 23/01
Segunda – 17h30
$40
Classificação 10 anos
 
Texto e direção: Pedro Garrafa
Iluminação: Matheus Heck
Produção: Elemento Cultural
image025.jpg
 
O Alvo – Parte 2 – Hateclub
 
Depois da “menina mais zoada do colégio” rolar as escadas e se machucar por conta de uma provocação, as cinco meninas mais populares se transformam no novo alvo de bullying do colégio. Na segunda parte da história as amigas Amanda, Maria Anna, Nina, Amélia e Rebecca recebem a ajuda de uma nova e misteriosa personagem para descobrir quem anda difamando a imagem delas pela internet. A trama, dividida entre o mundo real e virtual, aborda tanto o tema do cyberbulling, quanto o do crescente discurso de ódio destilado pela internet.
 
Com Andressa Andreatto, Julia Freire, Luiza Porto, Kuka Annunciato, Pauline Mingroni. Stand in: Maira Sarmento.
Duração 80 minutos
09 a 23/01
Segunda – 19h
$40
Classificação 10 anos
 
Texto e direção: Pedro Garrafa
Iluminação: Matheus Heck
Produção: Elemento Cultural

FESTIVAL DE FÉRIAS – TEATRO FOLHA – CRIANÇAS

image022
Os Três Porquinhos
 
Os porquinhos Puffy, Poffy e Piffy vivem numa floresta. Puffy é estudioso, Poffy é guloso e preguiçoso, Piffy é medrosa. Mesmo com tantas diferenças, os porquinhos precisam se unir porque o inverno está chegando e com ele a ameaça de um faminto lobo, que logo se mostra divertido e atrapalhado.
A criançada se encanta e se diverte com essa aventura, que também aborda temas importantes como solidariedade, medo e determinação.
 
Com Claudio Marinho, Gígio Badaró, Kelita Carvalho e Victor Di Lourenço
Duração 50 minutos
07 a 29/01
Sábado e Domingo – 17h40
$40
Classificação 3 anos
 
Texto e direção: Pitty Webo
Figurinos: Elisangela Kopke
Adereços: Rose Bandeira
Cenário: Fabio Alexandre Cenografias
Iluminação: Kadu Moratori
Ilustrações: Marilena Saito
Preparação corporal: Mega Dança – Jorge Amaro
Produção: Marya Cecília Ribeiro, Andreia Pacheco e Paulo Previatto
Assistente de direção e de produção: Carlos Braga
Coordenação de produção: Pitty Webo
Administração: Silvano Alves
image023
Pluft, o Fantasminha
 
Pluft é um fantasminha que tem medo das pessoas. Um dia ele conhece Maribel, menina que foi sequestrada pelo pirata Perna de Pau, que a escondeu na casa onde moram Pluft e sua família. Logo o fantasminha faz amizade com Maribel e, para salvá-la, se envolve em muitas aventuras.
 
Com Allan Salinas, Cristiano Belarmino, Filipe Bertini, Icaro Gimenez, Tamires Rhayane, Thiago Mantovani, Vivian Nóbrega e Ivo Ueter
Duração 60 minutos
02 a 23/01
Segunda – 16h
$40
Classificação 3 anos
 
Texto: Maria Clara Machado
Direção: Ivo Ueter
Operação de luz: Kauã Silva
Operação de som: Kauê Santos
image026
Watchatchá, uma Viagem pela Ciência
 
Produção da Mad Science, franquia de uma empresa canadense que explora o lado divertido da ciência, a peça ensina conceitos importantes de forma divertida, aguçando a curiosidade do público.
Dois cientistas malucos e seus três assistentes criam efeitos aparentemente mágicos – todos explicados durante a peça – para demonstrar algumas leis científicas.
Experimentos fantásticos, como uma bola que sobrevoa a plateia, bolhas de sabão cheias de fumaça, uma máquina de aprisionar sombras, entre outros, mostram às crianças e adultos como a ciência está presente no nosso dia-a-dia.
 
Com Fabiana Ferrari, Marcus Máximo, Tiago Prates e Gustavo Zanetti
Duração 55 minutos
03 a 24/01
Terça – 16h
$40
Classificação 6 anos
 
Autoria: Mad Science São Paulo
Direção: Marcelo Klabin
Cenografia: Edson Expedito
Iluminação: Rossana Boccia
Sonoplastia: Gilson
Contrarregra: Vinicius Feliciano e Eduardo Oliveira
Produção: Dany Artel
image027
João e Maria
 
Esta divertida adaptação da Cia. Le Plat du Jour para o clássico dos Irmãos Grimm conta a história de João Maria e Maria João, que perdidos no bosque acabam entrando na casa de doces da Bruxa. A narrativa ganhou um cunho ecológico e a graça de duas simpáticas pássaras, Bicudinha e Bicudona, que estão em apuros por causa do desmatamento. São elas que começam a história e dão a deixa para a entrada dos personagens clássicos.
 
Com Beatriz Diaféria e Flávia Strongolli
Duração 55 minutos
04 a 25/01
Quarta – 16h
$40
Classificação 3 anos
 
Autoria e direção: Alexandra Golik e Carla Candiotto
Técnico de som: Valdilho Cruz
Técnico de Luz: Pedro Alexandre
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: a partir de 03 anos
image028
Branca de Neve
 
A conhecida história de Branca de Neve e os Sete Anões é contada de forma divertida e bem humorada, com uma boa dose de aventura e suspense. Seis atores dão vida aos personagens e manipulam bonecos que representam os sete anões. A peça tem trilha sonora com músicas dos Beatles.
 
Com Kauê Gibran, Enrico Verta, Adriano Ferreira, Leandro Grance, Mariana Faloppa, Thamires Kovalski, Priscila Cammarosano e Bianca Almeida.
Duração 60 minutos
05 a 26/01
Quinta – 16h
$40
Classificação 3 anos
 
Autoria: Irmãos Grimm.
Adaptação: Leandro Mariz
Direção: Leandro Mariz e Sabrina Korgut
Cenografia e iluminação: Leandro Mariz
Figurinos: Reinaldo Patrício
Visagismo: Thiago Wanderley
Coordenação artística e trilha sonora: Tiago Higa
Coordenação de Produção: Marcia Ximenes
Direção de produção: Fernando Ramos
Camareira: Valeria de Souza
Realização: Goldfinch Entretenimento e Kommitment Produções
image029
O Imprevisível Circo da Lua
 
O espetáculo é uma homenagem aos primeiros circos da Terra. Livremente inspirado no universo fantástico do pai do cinema, o francês George Melies (1902), a montagem traz acrobacias aéreas, teatro de sombras, muita projeção e ilusionismo.
Com dramaturgia altamente visual e trilha sonora original, a história promete desvendar os mistérios e segredos guardados sob uma lona estelar, com a aparição de personagens fantásticos como as irmãs siamesas, o homem sem cabeça, a mulher mais gorda do mundo, o lobisomem, entre outros bizarros personagens.
 
Com Daniel Salvi, Marcos Becker e Marilia Ennes
Duração 50 minutos
06 a 27/01
Sexta – 16h
$40
Classificação 6 anos
FICHA TÉCNICA
Concepção: Marcos Becker e Marilia Ennes
Direção: Marion e Alex Brede
Cenário, adereços e efeitos Especiais: Abel Saavedra
Figurinos: Marilia Ennes, Raquel Saldivia.
Indumentária: Luci Martinelli
Light design: Marcos Becker
Trilha sonora: Pedro Assad e Vinicius Sampaio
Ilustrações e maquete: Anybool Cris
Design Gráfico: Arthur Amaral
Fotos: Débora Branco
Captação e edição de vídeo: Flavio Carnielli
Confecção de aparelhos circenses: Felix Caro
Produção: Naiane Beck e Paraladosanjos

ELA É O CARA

A atriz Vera Fischer abre a programação do Teatro Folha em 2017 com a comédia “Ela é o Cara!”, escrita especialmente para ela por Márcio Araújo e Andrea Batitucci. Com direção de Ary Coslov, o espetáculo fica em cartaz de 06 de janeiro a 26 de fevereiro de 2017.

A peça conta a história de Gilberto Fonseca, personagem do ator Edson Fieschi, um terapeuta de competência e caráter duvidosos. Após um incidente com um paciente famoso, ele se vê obrigado a administrar a repercussão negativa do caso, o assédio da imprensa e a fúria dos fãs do seu paciente, que o culpam pelo ocorrido e estão ávidos por vingança. Sem saída e com a sua carreira fadada ao fracasso, Gilberto cogita vender sua alma ao Diabo. Neste exato momento, surge em seu consultório Vera Fischer, que insiste em ser atendida.

Sofrendo um  transtorno de personalidade, a famosa atriz insiste em dizer que não é Vera Fischer. Diante da gravidade do quadro, Gilberto aceita atendê-la em troca de publicidade, na esperança de retomar sua carreira. Gilberto passa a viver um novo conflito: quem será a solução para os seus problemas? O Diabo ou Vera Fischer?

A autora Andrea Batitucci é uma das escritoras de “Vai que Cola”, um dos programas de maior sucesso da TV paga do país. Instigada a investigar o que as pessoas são capazes de fazer para alcançar seus desejos, se inspirou para escrever a peça “Ela é o Cara!” com parceria de Márcio Araújo, por considerar o tema  um dos males modernos da humanidade.

O diretor Ary Coslov tem em seu currículo a direção de mais de 25 espetáculos teatrais e mais de 40 obras televisivas, entre novelas, seriados, séries e programa humorístico. “A peça é uma crítica à atitude das pessoas que querem fama a qualquer preço. Muitas pessoas são capazes de se submeter a tudo por quinze minutos de fama”, observa o diretor.

O espetáculo, que é uma obra de ficção, tem algumas informações biográficas de Vera Fischer. “Achei a Vera Fischer muito corajosa ao fazer esta peça. O conteúdo do espetáculo não tem nada demais. Mas ela aceitou esta exposição”, comenta o diretor. “A peça tem somente duas personagens. Uma quer ser famosa, a outra se apresenta como Vera Fischer”.

Ela é o Cara!
Com: Vera Fischer e Edson Fieschi
Teatro Folha – Shopping Pateo Higienópolis (R. Dr. Veiga Filho, 133 – Higienópolis, São Paulo)
Duração 60 minutos
06/01 até 26/02
Sexta – 21h30; Sábado – 20h e 22h; Domingo – 20h
Apresentações: sexta-feira, às 21h30; sábado, às 20h e 22h; domingo, às 20h.
$50/$70
Classificação: 12 anos
Autores: Marcio Araújo e Andrea Batitucci
Direção: Ary Coslov
Cenário e Figurinos: Marcelo Marques
Iluminação: Anderson Peixoto
Diretor geral de produção: Luciano Borges
Realização: Borges & Fieschi Produções Culturais

FESTIVAL CIRCO SEM FIM

O Festival Circo Sem Fim é uma produção independente trazendo artistas brasileiros e internacionais que representam a cena do circo contemporâneo de São Paulo. Ele nasce da vontade da classe de ocupar os espaços públicos com espetáculos circenses.

O grande polo cultural paulistano carece de festivais de circo que ocupem as ruas e praças da cidade. Todos os participantes apresentam seus trabalhos no formato da arte de rua, o espaço democrático por excelência, e acreditam no potencial em promover a cultura da paz através da arte.

A realização do festival é uma parceria entre a Cia do Relativo e a Cia da Pegada, onde ao final de cada apresentação será passado o chapéu para recolher as contribuições espontâneas do público.

A intenção é fazer deste evento um acontecimento anual, como um ponto de encontro entre pessoas, artistas e amantes das artes do circo.

A primeira edição acontece no bairro de Perdizes, na Praça Dr. Vicente Tramonte Garcia, nos dias 03 e 04 de Dezembro. Rua General Góis Monteiro

Maiores informações, podem ser obtidas pelo site do evento ou na página do facebook.

PROGRAMAÇÃO

Sábado, dia 03:

14h – Concentração

15h – Abertura

16h30 – Carta-Branca (Cia do Relativo)

18h – Cabaré

Domingo, dia 04:

14h – Concentração

15h – H2O Boom (El Gran Enano)

16h30 – Andarilho (Cia da Pegada)

19h – Tudo Com Amor, Por Favor (Martas vs Pakitos)

Circo Sem Fim
várias atrações
Praça Dr. Vicente Tramonte Garcia (Rua General Góis Monteiro – Vila Anglo Brasileira, São Paulo)
03 e 04/12
Sábado e Domingo – 14h às 20h
Entrada gratuita (cada espectador pode contribuir ao final de cada apresentação com a quantia que quiser)
Classificação livre

RENT

Como você conta um ano de sua vida? Vencedor de 4 Tony Awards (Melhor Musical, Melhor Texto, Melhor Trilha Original e Melhor Ator Coadjuvante), RENT conta um ano na vida de oito jovens que tem que encarar as aventuras e desventuras de seus amores, amizades, conflitos, problemas financeiros, o transparecer da sexualidade e o embate com a finitude humana. Mais que um musical, Rent é uma corrente de amor!

A história começa na véspera de natal, na cobertura de uma antiga editora musical. Um loft industrial onde moram Mark (Bruno Narchi), cineasta perdido que saiu debaixo das asas de seus pais para tentar a sorte na cidade grande e Roger (Thiago Machado), musico ex integrante de uma quase bem-sucedida banda de punk rock, que perdeu sua inspiração ao se ver frente a frente com a morte.

Em meio ao frio congelante, Mimi (Ingrid Gaigher), a vizinha do andar de baixo, bate na porta deles em busca de fogo e acaba reacendendo a vida de Roger. Collins (Max Grácio), gênio da computação e professor universitário, aparece na cidade para passar a noite de natal com seus amigos. Após um assalto, acaba caído em um beco qualquer onde encontra seu salvador, Angel (Diego Montez), percussionista de rua e Drag Queen. Benny (Mauro Sousa), antigo amigo e proprietário do imóvel, aparece para cobrar o aluguel.

Maureen (Myra Ruiz), ex parceira de Mark, é uma artista performática que prepara seu protesto, contra a cobrança e a desapropriação dos terrenos da região, com a ajuda de Joanne (Priscila Borges), advogada feminista e sua atual namorada. A partir de uma única noite, acompanhamos o recorte de um ano na vida dessas pessoas. ‘Um close’ nos encontros e desencontros, na amizade, no agora, na saudade, na solidão, na companhia, na vida, na perda, no cuidar do outro e, acima de tudo, no amor.

Jonathan Larson, que venceu o Prêmio Pulitzer de Teatro com o musical, não pode nem comemorar o sucesso de sua principal obra, pois faleceu às vésperas da estreia, vítima de uma doença rara. O musical que revolucionou a Broadway comemora, em 2016, 20 anos de história. Estreou em 1996 como um musical Off Broadway. Hoje, é um dos 11 musicais com mais tempo em cartaz na Broadway (12 anos consecutivos). A adaptação para o cinema foi feita em 2005, sob a direção de Chris Columbus.

Produtor e realizador do projeto, ao lado de Bel Gomes, o ator Bruno Narchi iniciou essa jornada em 2014 e conta: “RENT foi o musical que me inspirou a fazer musicais. Foi também a primeira vez que pensei em montar e produzir um espetáculo. Somente dez anos depois, em uma conversa de camarim com outros colegas de elenco do musical ‘Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz’, nos questionamos sobre qual musical gostaríamos de fazer e produzir. Mais uma vez apareceu o nome: RENT. Hoje, vejo e acredito muito que o próprio projeto fez sua seleção natural. Formamos um time que defende essa obra com tudo aquilo que ela merece. Garra, verdade, vontade e amor. Muito amor. Um grupo de amigos falando de um grupo de amigos.”

A opção em fazer uma temporada alternativa, com apresentações durante a semana, viabilizou o projeto. “Nos apresentaremos em dias em que podemos ter os melhores profissionais do mercado que terão liberdade de fazer outros trabalhos. Marcaremos as terças e quartas como um dia de festa, um evento semanal que não briga e nem compete com os outros musicais. Pelo contrário, vejo esse projeto como uma grande celebração de uma série de conquistas desse mercado. É uma homenagem aos musicais, aos profissionais, e aos amigos. Uma linda Corrente de Amor”, completa Narchi.

Poético, visceral e humano, RENT não pode ser visto apenas como “mais um musical”. Revolucionário e atual, ele nos envolve com nossos questionamentos diários, nos convida para sua realidade palpável e nos provoca com nossas semelhanças. Uma trama de escolhas e consequências que nos mostram a fragilidade da vida, a velocidade do tempo e a força de um sentimento.

A busca por uma voz. A vida mensurada em amor.

Rent
Com Myra Ruiz, Bruno Narchi, Diego Montez, Thiago Machado,
Ingrid Gaigher, Mauro Sousa, Max Grácio, Priscila Borges,
Thuany Parente, Carol Botelho, Lívia Graciano, Zuba Janaina,
Bruno Sigrist, Arthur Berges, Philipe Azevedo, Felipe Domingues, Guilherme Leal e Kaíque Azarias.
Teatro Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 – Consolação, São Paulo)
Duração 150 minutos
14 a 21/12/16
10/01 até 29/03/17
Terça e Quarta – 21h
(sessão extra 19/12 – segunda – 21h)
$100
Classificação 14 anos
 
Texto: Jonathan Larson
Versão Brasileira: Mariana Elisabetsky
Direção: Susana Ribeiro
Direção Musical: Daniel Rocha
Direção de Movimento e Coreografia: Kátia Barros
Cenografia: André Cortez
Figurino: Fause Haten
Visagismo: Leopoldo Pacheco
Iluminação: Wagner Freire
Produtores Associados: Bruno Narchi e Bel Gomes
Realização: IBELIEVE R.A. e BELELEO PRODS.
Assessoria de Imprensa: Morente Forte