JANTAR

Jantar (Dinner) foi indicada a Melhor Comédia do Ano em 2003 na Inglaterra e sucesso de público no West End de Londres. A versão brasileira da comédia volta ao cartaz dia 4 de março, no Teatro ViradaLata, em São Paulo. O texto, o primeiro montado no Brasil da dramaturga inglesa Moira Buffini, tem direção do diretor e cineasta uruguaio-brasileiro Mauro Baptista Vedia, diretor, entre outros, do grande sucesso de público e crítica A Festa de Abigaiu. A tradução é de Andre Carvalho.

Retrato da sociedade contemporânea, onde a utopia e a esperança genuínas perderam-se no consumo desenfreado, Jantar mostra a dualidade do homem superficialmente bem-sucedido, mas capaz de se autodestruir ao revelar sua vaidade e egoísmo durante uma elegante refeição de quatro pratos.

“A peça se caracteriza pela riqueza das personagens, muito singulares e excêntricas. Procuro dirigir os atores de forma a cada um deles ter uma composição única diferente. Cada um com seu tempo, voz e corpo próprios. Tento encontrar o que chamo de interpretação polifônica”, conta o diretor Mauro Baptista Vedia.

O enredo, com vários pontos de virada, apresenta cada um deles de forma cômica e surpreendente, às vezes surreal, levando o espectador a refletir sobre o que vê, na mesma medida em que também se diverte. Como alerta, aponta para um mundo cada vez mais desigual e competitivo a todo custo, onde as relações humanas importam cada vez menos.

Em uma entrevista ao jornal londrino The Independent, à época da estreia, a autora Moira Buffini, também reconhecida roteirista de cinema e televisão, falou sobre seu processo de criação e de suas impressões a respeito da obra:

“Toda vez que eu tento escrever sobre algo realmente sério, acaba se tornando cômico. Em Dinner, queria mostrar um mundo fora do comum. Por isso, deliberadamente, criei personagens inteligentes, educados e liberais, mas miseravelmente egoístas, com um vazio espiritual e moral em seus corações. É trágico, realmente, mas segui adiante porque também é extremamente engraçado”.

“É uma dramaturgia bem contemporânea, com várias camadas. Um texto muito divertido e muito inteligente, muito político e agitado ao mesmo tempo, instigante, inteligente a ágil. O desafio da direção é conseguir dar conta de todas estas camadas com sutileza e múltiplos ritmos”
, acrescenta Vedia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jantar
Com Michelle Boesche, Hélio Cicero, Alexandra Golik, Mauro Schames, Julia Diniz, Marco Barretho e Victor de Seixas
Teatro Viradalata (Rua Apinajés, 1387 – Sumaré, São Paulo)
Duração 70 minutos
04/03 até 23/04
Sábado – 21h; Domingo – 20h
$40
Texto de Moira Buffini
Direção de Mauro Baptista Vedia
Traduzida por André Carvalho
Cenografia e Figurino Mauro Baptista Vedia
Iluminação Aline Santini
Trilha Sonora Jonatan Harold
Design Gráfico Fabrício Síndice
Fotografia Heloísa Bortz
Produção Executiva: Fabricio Sindice
Direção de Produção: Edinho Rodrigues
Assessoria de Imprensa: Pombo Correio
Realização Brancalyone Produções Artísticas e Kashmir Produções

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s