TIGRELA

A dramaturgia do espetáculo TIGRELA inspirou-se livremente nos contos da escritora Lygia Fagundes Telles para criar a atmosfera de mistério, com diálogos fantásticos, retratando personagens que são enganados pelo mundo e por eles próprios.

Na história, o território de Ciranda de Pedra tem uma nova líder: o sistema operacional Tigrela. “Afinal, um sistema é incorruptível. Ao mesmo tempo, um ex-rei, uma religiosa, uma jornalista e um operário estão sendo caçados pelo exército de ratos anões. O que essa nova líder e eles têm em comum? Como num quebra cabeça, presente e passado fundem-se neste atípico suspense sobre poder, tecnologia e sexo.

Com a caixa cênica vazia, os espaços vão sendo desenhados pela iluminação e movimentação dos atores. Os elementos da peça se complementam na contradição: fala e corpo, luz e espaço, música e ruído. O espetáculo conta com canções originais que quebram as cenas e revelam o alter-ego dos personagens.

TIGRELA é uma alegoria fantástica do cotidiano que foge do maniqueísmo atual e apresenta personagens dissonantes e plurais, que lutam contra seus anjos e demônios corruptíveis.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tigrela
Com Igor Amanajás, Lucas Sancho, Renata Flores e Thaize Pinheiro
Espaço Parlapatões ( Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação, São Paulo)
Duração 60 minutos
23/06 até 11/08
Sexta – 21h
$40
Classificação: 16 anos

 

LIMONADA

LIMONADA, primeiro projeto voltado para o público jovem LGBT da Benvinda Cia., narra as desventuras amorosas de Beto, um rapaz gay que está se aproximando dos 30 anos de idade.

Prestes a iniciar a comemoração de seu aniversário, Beto recebe a visita de seus cinco ex-namorados. Acontece, então, uma viagem pelas memórias do rapaz, que tenta conciliá-las aos seus sentimentos. A montagem com foco na diversidade jovem estreia dia 9 de junho, sexta-feira, às 23h59, no Espaço Parlapatões, e se propõe a ser uma peça teatral que fala do universo gay sem se utilizar de clichês ao abordar essa realidade.

Com texto e direção de João Hannuch, que buscou inspiração em seus relacionamentos amorosos que não deram certo, LIMONADA leva ao palco, de forma leve e poética, a realidade de relacionamentos no mundo moderno no ponto de vista do que acontece com casais do mesmo sexo. Dividida em seis partes, a peça conta com 11 atores, que se revezam para dar vida aos personagens.

Ao longo da montagem, Beto tece uma relação estreita com o público e o provoca a perceber as nuances dos vínculos que se cria ao longo da vida. Para o autor e diretor, o espetáculo mostra um pouco das relações que permeiam as memórias de todas as pessoas. “Conto minhas experiências e aquilo que aprendi com cada uma delas. Quando a vida te dá limões, o melhor é fazer uma limonada”, conta João, já explicando o título da peça. Através dessa dinâmica, LIMONADA mostra, despretensiosamente, o quanto é possível mudar alguém e ser mudado ao longo do tempo.

Universo HQ e cartões postais

A encenação de LIMONADA parte de um conceito cartunesco e minimalista. A cenografia traz diver­sos cubos, que serão montados em diferentes configurações, fazendo alusão a brinquedos infantis e ao universo colorido no qual vive o protagonista.

Cada personagem é concebido como um avatar individual, habitan­te da imaginação do protagonista, criando figuras que ultrapassam os limites do realismo. Já a trilha sonora mistura músicas dos anos 40, 50 e 60 colaborando para a imersão do públi­co neste universo lúdico e de HQ.

O espetáculo disponibiliza para o público, na saída das apresentações, cartões postais da peça, onde os espectadores podem escrever convidando alguém para ver a montagem. Vale tudo: alguém que foi lembrado por causa de alguma cena, amigos, familiares, ex-namorados ou alguém que a pessoa ache que vá gostar e se entreter com LIMONADA. A Benvinda Cia. coloca os postais no correio todas as segundas feiras após as apresentações, que chegam aos seus destinos em até três dias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

LIMONADA – Estreia dia 9 de junho, sexta-feira, às 23h59, no Espaço dos Parlapatões. Direção e Texto – João Hannuch. Elenco – Bárbara Grossi, Daniel Paulo, Emma Jovanovic, Fernando Castro, Jhones Pereira, Jhulie Campos, João Hannuch, Lheo Shiroma, Rosane Tartari, Victor Damaso e Yasmin Pavanelli. Assistência de Direção – Carolina de Biagi.  Iluminação – Gabriel Pinheiro. Produção – Poppin Produções. Temporada – Até 30 de junho, sextas-feiras, às 23h59. Duração – 75 minutos. Recomendados para maiores de 16 anos. Ingressos – R$ 40,00 e R$ 20,00 (meia-entrada) – a venda no site www.compreingressos.com

ESPAÇO PARLAPATÕES – Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação. Telefone – (11) 3258-4449. Capacidade do Teatro – 96 lugares. Acesso para deficientes físicos.

 

AUDIÇÃO PARA CASTELO RÁ-TIM-BUM, O MUSICAL

A 4ACT Entretenimento está com processo de audição aberto para sua nova produção – “Castelo Rá-Tim-Bum, o Musical“.

Baseado no programa infanto juvenil criado pelo dramaturgo Flávio de Souza e pelo diretor Cao Hamburger, conta a história de Nino, um garoto com 300 anos, que vive em um castelo com seus tios feiticeiros, e que recebe a visita de três crianças diariamente.

Veja abaixo como participar e quais os perfis necessários. O prazo para o envio do material vai até o dia 12 de junho.

fb_img_1496804876925