OUTUBRO MUSICAL NO THEATRO NET SP

Na primeira quinzena de outubro, o Theatro NET São Paulo apresenta três shows de música brasileira – Silva canta Marisa Monte, Caetano Veloso e Filhos, Rael canta Vinícius de Moraes.

5179eb2a2d052fd021889bccbe1791a2.png

Silva canta Marisa Monte

O cantor e compositor capixaba Silva, que ficou nacionalmente conhecido pelo sucesso A Visita, em 2012, apresenta no Theatro NET São Paulodia 13 de outubro, sexta-feira, às 21h30, Silva Canta Marisa. O repertório inclui além das 12 canções gravadas no álbum homônimo, músicas presentes em memoráveis repertórios de Marisa Monte, como Acontecimento (Hyldon), presente no ​setlist da turnê Memórias, Crônicas e Declarações de AmorChuva no Brejo (Morais Moreira), que fez parte de Barulhinho Bom, ​Sonhos (Peninha), registrada no DVD Marisa Monte Ao Vivo, entre outras.

As canções do CD e DVD foram pinçadas por Silva e pelo ​jornalista e pesquisador musical Marcus Preto, que assina a direção artística do espetáculo. O artista sobe palco na companhia da banda que o público conhece das turnês de seu elogiado trabalho autoral: Rodolfo Simor (guitarra), Hugo Coutinho (bateria e programações) e Jackson Pinheiro (baixo).

 

Silva Canta Marisa Monte
Com Silva
Duração 80 minutos
13/10
Sexta – 21h30
$80
Classificação Livre
caetanomorenozecaetomveloso-h1ebvtg87dvnps0d40j5c2m9sgtg38pfjg7tdt1blesear9etja1ea9hhspsq9a2dv7uorl2tm15hk07km11t9vmu2q9sq6vohvl91.jpeg
Caetano, Moreno, Zeca e Tom Veloso

Caetano Veloso, 75, é um dos maiores nomes da MPB. Ao longo de cinco décadas de produção artística, o cantor e compositor acumula prêmios internacionais, além de parcerias memoráveis com diversas gerações. A mais recente delas poderá ser vista a partir de 14 de outubro, sábado, no Theatro NET São Paulo, com o espetáculo Caetano, Moreno, Zeca e Tom Veloso. A temporada segue até 29 de outubro. Pai e filhos estarão sozinhos no palco. Caetano vai tocar violão. Moreno, 44, Zeca, 25, e Tom, 20, se revezarão em instrumentos. O repertório terá canções como O Leãozinho, Reconvexo e Um canto de afoxé para o bloco do Ilê.

A música sempre esteve presente na vida da família Veloso: desde que era cantiga de ninar até nos caminhos que cada um seguiu. Moreno gravou seu primeiro disco, Máquina de Escrever Música, em 2000. Já compôs para artistas como Adriana Calcanhoto e Roberta Sá e integrou o grupo +2, com Domenico Lancelotti e Alexandre Kassin. Zeca, músico e arranjador,  atua como DJ. Tom é o principal compositor da banda Dônica, influenciada pelo rock progressivo dos anos 70 e pela música experimental. O último disco de estúdio de Caetano é Abraçaço, de 2012 e neste ano ele terminou uma turnê pelo Brasil e Europa com Teresa Cristina.

Caetano, Moreno, Zeca e Tom Veloso

Duração 90 minutos
14 a 29/10
Sábado – 21h, Domingo – 20h
$100/$150
Classificação: 12 anos
64607_w840h0_1506451614rael-enio-cesar2

Theatro NET São Paulo recebe o paulistano Rael, um dos principais nomes do rap nacional,  num formato intimista cantando clássicos de Vinicius de Moraes,dia 17 de outubro, terça-feira, às 21h.

Assim como foi o rap o responsável por mostrar a Rael, ainda criança, que sua história não seria trilhada de outra maneira senão ao lado da música, quando conheceu Vinicius de Moraes e seus afro-sambas, já adolescente, o músico se deu conta de que seu rap podia conversar com toda a diversidade brasileira.

Desde então, o cantor nascido na zona sul de São Paulo, hoje com 16 anos de carreira, traz essa característica permeando como pano de fundo seus quatro discos solo e outros tantos com o grupo Pentagono.

Como todo fã, volta e meia retorna a seu mestre, e em uma dessas audições veio a ideia: homenageá-lo relendo algumas das músicas de que Rael mais gosta, cruzando seu rap e sua bagagem musical com a do ídolo. “Eu passei o ano de 2016 todo envolvido na gravação do meu disco Coisas do Meu Imaginário e agora, passado o lançamento, com a tour já na estrada, me veio isso de voltar ao Vinicius. A poesia dele dialoga comigo de uma maneira que me soa atemporal e essa possibilidade de reler algumas obras de que eu gosto tanto me são também um desafio interessante porque a ideia é trazer para um universo mais intimista, bem diferente do que tenho feito atualmente, fugindo da ideia de fazer um cover”, diz Rael.

No espetáculo Rael canta Vinicius de Moraes, o músico, no violão e na guitarra, apresenta-se com Felipe da Costa na percuteria e Julio Fejuca no violão e no baixo.

O repertório de releituras passeia por grandes sucessos da carreira de Vinicius, canções que Rael cresceu escutando. “Além dos afro-sambas, com Baden Powell, eu também gosto muito das parcerias com Toquinho, entre outras coisas, então fui escolhendo esse repertório de maneira bem afetiva mesmo, todas as músicas me dizem alguma coisa de uma forma bem pessoal mesmo”, conta o músico.

Tarde em Itapoã, Canto de Ossanha, O Morro Não Tem Vez, A Felicidade,Berimbau e Canto de Iemanjá são algumas das que estão no set list, em versões de Rael e Fejuca. Também rearranjadas para este formato, algumas canções do repertório do próprio Rael ganham espaço na apresentação. 

Rael Canta Vinicius de Moraes
Com Rael
Duração 60 minutos
17/10
Terça – 21h
$60/$120
Classificação 12 anos
Theatro NET São Paulo – Shopping Vila Olímpia (Rua Olimpíadas 360, Vila Olimpia, São Paulo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s