TROPICALISTAS

Concluindo mais uma oficina teatral que reuniu atores, dançarinos e músicos, Ciro Barcelos, autor, diretor e coreógrafo leva ao palco da Funarte, o espetáculo: Tropicalistas.
O espetáculo conta a trajetória do movimento Tropicália, criado por vários artistas de renome, como, Torquato Neto, Hélio Oiticica, Caetano Veloso, Gilberto Gil, entre outros.
Visando a contação da trajetória do movimento em questão através da música, canto e dança, o espetáculo é conduzido por um roteiro das canções originais dos autores tropicalistas e texto autoral de Ciro Barcelos, interpretado por uma trupe de jovens atores que se unem em torno de um ideal, reviver o movimento cultural transgressor que tanto representou e representa nos dias de hoje para nossa cultura nacional.
O espetáculo é formado por 14 atores, com direção musical e execução ao vivo pela Banda Xabá, que compõe o elenco.
46488462_874016789655500_6738183597225672704_n
Tropicalistas
Com Beatriz Freitas, Bruno Eustáquio, Carla Varjão, Diógenes Gonçalves, Eduardo Pascuti, Felipe Camelo, Gabriel Carvalho, José Esteves, Laiza Fernanda, Rafael Tesoto, Renata Toledo, Silvio Sanches, Tabata Campion, Vicente Henrique
Complexo Cultural Funarte SP (Alameda Nothmann, 1058 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 70 minutos
07 a 16/12
Sexta e Sábado – 20h30, Domingo – 19h30
$40
Classificação 16 anos

QUASE LIVRES

O longa-metragem “Quase Livres” aborda a reflexão sobre a liberdade
e a degradação de valores humanos num contexto social. Numa
construção profunda em sua pesquisa humana, carregada pelo
suspense e por reviravoltas, a obra mantém a expectativa do público
elevada do início ao fim e, além de propor a reflexão para aspectos
profundos da vida em sociedade, faz um paralelo exacerbado com o
cotidiano dos que assistem.


“É amanhã, Chico! Dá pra acreditar?”, grita Romano para o seu
companheiro de cela. Depois de tantos anos juntos, confinados
naquela precária caixa de ferro, a espera finalmente chegará ao fim.
Poucas horas separam-nos da liberdade. Um será solto; o outro,
executado. De todo modo, ao amanhecer, não estarão mais ali. São
os seus últimos momentos, afinal, é quase manhã…

(Sinopse de “Quase Livres”, de André Borelli)

Quase Livres” é uma realização da Borelli Produções, produtora
responsável pelo Gruparteiro de Teatro (companhia teatral criadora de
“Ruindade – O Musical”, “Poço – O Musical”, “Noites de Sol – O
Musical”, dentre outros espetáculos originais), que tem como missão
produzir projetos únicos e de identidade brasileira.

Celebrando o seu lançamento, o filme fará uma sessão especial de
première na Cinesala, em São Paulo/SP, no dia 30 de julho de 2019,
às 21h.

Os ingressos para o evento são vendidos como forma de contribuição
coletiva no site: www.catarse.me/QuaseLivres

FICHA TÉCNICA

Gênero: Drama
Classificação Indicativa: 12 anos
Duração: 60 min
Elenco: Arnaldo Ramalho e Chico Neto
Texto e Direção: André Borelli
Direção de Fotografia: Carina Borelli
Direção de Arte: André Borelli, Carina Borelli e Melissa Maia
Trilha Sonora Original: Vitor Moutte
Figurino e Visagismo: Melissa Maia
Assistência de Direção: Carol Guimarães, Bruna Helena e Melissa Maia
Assistência de Câmera: Juliana Tahamtani e Simone Borelli
Direção de Produção: Simone Borelli
Produção Executiva: Delduque Martins
Realização: Borelli Produções
Apoio: Teatro Escola Macunaíma, Planeta’s Restaurante, Cantina Luna di Capri e APRPP