A MILIONÁRIA

Amigas há 30 anos, as atrizes Clara Carvalho e Chris Couto, tendo estreado juntas em São Paulo no palco do Teatro Aliança Francesa voltam a ele para homenagear os 70 anos de morte do dramaturgo irlandês George Bernard Shaw (1856-1950), vencedor do Prêmio Nobel de Literatura e do Oscar. Idealizado por Rosalie Rahal Haddad, pesquisadora e autora de livros e artigos publicados no Brasil e no exterior sobre a obra de Bernard Shawo projeto 2XSHAW tem início com novas temporadas de duas premiadas peças.

A Milionária conta com direção de Thiago Ledier e com Chris CoutoCy TeixeiraPriscilla OlyvaAlexandre MeirellesCaetano O’MaihlanGuilherme GorskiLuti Angelelli, Rodrigo Chueri e Sergio Mastropasqua no elenco. A montagem tem apresentações de 15 de agosto a 27 de setembro, sempre quintas e sextas, às 20h30.

 A Profissão da Sra. Warren é dirigida por Marco Antônio Pâmio, com Clara CarvalhoKaren CoelhoCaetano O’MaihlanCláudio CuriMário Borges e Sergio Mastropasqua no elenco. As sessões acontecem de 10 de agosto a 30 de setembro, sempre sábados e segundas, às 20:30h, e domingos às 19h.

O projeto conta ainda com a parceria entre a atriz Clara Carvalho e o Círculo de Atores, companhia formada por profissionais oriundos de diversos grupos de destaque na cena paulistana que, com o projeto 2XSHAW, inicia um ano de atividades em homenagem ao autor irlandês, com direito a traduções atualizadas de textos, uma temporada europeia em 2020 (Portugal), debates e ciclo de leituras, com a missão de difundir mais e mais a obra deste autor tão importante, mas pouco montado no Brasil. Além de fazerem parte da homenagem dos 70 anos de Bernard Shaw e de terem como protagonistas duas atrizes da mesma geração e que começaram a carreira juntas, as duas peças contam com os atores Sergio Mastropasqua e Caetano O’ Maihlan no elenco.

A Milionária

Com direção de Thiago Ledier, A Milionária começa com Epifânia, uma das mulheres mais ricas da Europa, reunindo-se com seu advogado para discutir seu provável suicídio. Pretende redigir seu testamento e deixar toda sua fortuna para seu marido, como punição por infidelidade. Seu casamento fora resultado de um desafio. Seu finado pai, por quem Epifânia tem fixação assumidamente edipiana, impôs uma condição: para se casar com ela o marido deveria receber uma quantia inicial razoável e, em seis meses, transformá-la em uma fortuna. O marido, boxeador e esportista, vence o desafio através de manobras financeiras e – ironia suprema – pela produção de uma peça teatral. Apesar disto, Epifânia perde o interesse por ele. Após jogar escada abaixo um amigo que ofendera a memória de seu pai, encontra um médico muçulmano, filho de uma lavadeira, por quem se apaixona. Para sua surpresa, ao propor casamento ao médico, é informada que sua humilde mãe, uma lavadeira, também impôs um desafio como condição à mulher que desejasse desposá-lo: a pretendente deveria receber uma quantia miserável e sobreviver, unicamente através do seu trabalho, durante seis meses. Só assim seria merecedora da mão do filho. Ao aceitar o desafio, Epifânia começa um movimento irresistível, desvendando o modo de agir e pensar de sua classe social, poucas vezes retratada em cena.

A peça pode ser definida como uma comédia didática sobre poder e dinheiro. Shaw já havia se ocupado de maneira aguda destes temas em Casa de Viúvos (1892), Major Bárbara (1905) e Pigmalião (1912). Num cruzamento histórico dramático – que com a Segunda Guerra viria a se tornar trágico – Shaw levou quatro anos para escrever o texto, finalizando o trabalho aos quase 80 anos de idade, em 1936.

Escrito em meados dos anos 1930, o texto de Shaw traz temas muito atuais como a concentração de renda e direitos dos trabalhadores. Reforçando seu estilo dialético, Bernard Shaw segue sem colocar “a verdade” na boca de nenhum personagem e provoca na plateia um quase desconforto ao se ver na posição de aceitar ou não os pontos de vista dispostos no palco.

FACE

A Milionária

Com Chris Couto, Cy Teixeira, Priscilla Olyva, Alexandre Meirelles, Caetano O’Maihlan, Guilherme Gorski, Luti Angelelli, Rodrigo Chueri e Sergio Mastropasqua

Teatro Aliança Francesa (Rua General Jardim, 182, Vila Buarque – São Paulo)

Duração 100 minutos

15/08 até 27/09

Quinta e Sexta – 20h30

$30

Classificação 14 anos

Ingressos Combo “2x Shaw”

Só poderá ser adquirido na bilheteria do Teatro Aliança Francesa, durante os horários de funcionamento da mesma.

*Combo Inteira – Acesso aos 2 espetáculos do Projeto 2x Shaw, para qualquer data
Preço: R$60,00 (R$30,00 por espetáculo)

Condições de compra:
– Promoção não é válida para aquisição de ingressos para a mesma peça.
– O cliente deverá escolher a data para os dois espetáculos no momento da compra.
– Não será realizada troca de ingressos. Em caso de desistência, haverá estorno/devolução dos valores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s