EU ME LEMBRO: UM EXPERIMENTO SOBRE A MEMÓRIA

Gordofobia é um neologismo para o comportamento de pessoas que julgam alguém inferior, desprezível ou repugnante por ser gordo. Funciona como qualquer outro preconceito baseado em uma característica única.

Vivemos em um mundo que não está preparado para o corpo ‘acima do normal’. Diariamente, pessoas gordas e obesas sofrem desafios em ambientes que não estão adaptados para recebê-los, seja em restaurantes, cinemas, lojas, transporte público, entre outros.

Pior ainda é saber que terão que conviver com o julgamento por parte das outras pessoas dita ‘normais’, através de olhares, gracejos, comentários e risadas. “Mas vai comer sobremesa”, “Você tem um rosto tão bonito pena que está ‘gordinho’, “Não tem força de vontade para emagrecer não”,… Além do que, não poderão ir para o ‘céu’, já que a Gula é um dos sete pecados capitais.

Isto é preconceito!

A Arte Corpo Livre e a Incubadora Cênica resolveram pensar sobre o tema e produziram a peça “Eu me lembro: um experimento sobre a memória“, que estreia 23 de novembro no Teatro Paiol Cultural.

Em cena, onze homens gordos. Com um olhar intimista, sensível e poético, cada um apresenta suas memórias, fragilidades e potências, questionando o sentido da existência humana, da realidade imposta sobre seus corpos e do fazer teatral. Num cenário devastado pela busca da barriga social, existe alguma pergunta certa a se fazer?

pacpedro_74515958_159119635294221_4580837174009362441_n

Eu Me Lembro: Um Experimento Sobre a Memória

Com Álvaro Flôr, Anderson Nogueira, Dadoow, Gui Venicio, Guilherme Olfr, Hariel Lorenzo, Jorge Luiz, Pedro Augusto, Rafa Aguiar, Rick Lima e Rodrigo Jesus

Teatro Paiol Cultural (R. Amaral Gurgel, 164 – Vila Buarque, São Paulo)

Duração 90 minutos

23/11 até 01/12

Sábado – 21h, Domingo – 18h

$50

Classificação 16 anos

TEATRO CARITAS RECEBE CHRISTIAN FIGUEIREDO, WILLOU E WATSON

O Teatro Caritas recebe no dia 17 de Novembro ás 17 horas o espetáculo “O Que Não Dizer” com os gêmeos mais famosos da internet Willou e Watson. Já no dia 07 de Dezembro no mesmo horário, chega Christian Figueiredo com o seu novo espetáculo “Christian Figueiredo em Família”. 

Willou e Watson são os gêmeos mais famosos da região norte do Brasil, ganharam o Brasil todo com os seus vlogues na internet e hoje carregam milhões de seguidores em suas redes sociais e no canal no YouTube. 

Usando de fatos cotidianos para fazer humor, os irmãos que até então se apresentavam nas salas de aula, decidiram abrir um canal que foi batizado de “O Que Não Dizer”. 

Com o espetáculo homônimo ao canal, os gêmeos trazem diversão e muito humor passando pelos gêneros stand-up, paródias, piadas, batalha de rap , música, figurinos personalizados e a clássica cena das irmãs siamesas. 

Outro fenômeno da internet com mais de 7 milhões de seguidores no Instagram e mais de 14 milhões de inscritos em seus canais no YouTube é Christian Figueiredo

Transitando por um mundo imaginário Christian Figueiredo, vai levar aos palcos uma história de possibilidades e encantamentos. Através de um telão, o ator vai percorrer por várias faixas etárias e através de seu super controle remoto ele vai direto ao futuro onde verá possibilidades e interpretações sobre vários momentos em que vivemos e ainda vamos viver. 

Christian em Família é um espetáculo para todas as idades, que vai levar a plateia a uma reflexão de quanto é interessante à pessoa amadurecer, rever e conhecer as outras fases da vida através de uma nova perspectiva. 

FACE

O que não dizer

Com Willou e Watson

Teatro Caritas (R. Pedro Paulino dos Santos, 157 – Jardim Três Marias, São Paulo)

Duração 90 minutos

17/11

Domingo – 17h

$60

Classificação Livre

 

Christian Figueiredo em Família

Com Christian Figueiredo

Teatro Caritas (R. Pedro Paulino dos Santos, 157 – Jardim Três Marias, São Paulo)

Duração 80 minutos

07/12

Sábado – 17h

$60

Classificação Livre

QUEBRA-CABEÇA

Um imenso puzzle cheio de buracos e de peças que não se encaixam. Esta é a forma do monólogo autobiográfico e documental Quebra-Cabeça, da atriz e autora Camila dos Anjos, que estreia dia 8 de novembro no Itaú Cultural e, na sequência, segue para a Oficina Cultural Oswald de Andrade, onde fica em cartaz entre 13 de novembro e 19 de dezembro. Os ingressos no Itaú Cultural são gratuitos e as reservas online podem ser feitas 10 dias antes de cada apresentação.

Camila dos Anjos começou a trabalhar aos sete anos como atriz mirim e trafegou durante toda sua infância e adolescência pelas vias da indústria cultural. A atriz, que hoje concentra a sua atividade no teatro, expõe as frustrações, expectativas e as consequências por ter começado a trabalhar tão cedo. Essas lembranças autobiográficas se misturam com as memórias de personagens misteriosas do russo Anton Tchekhov e do norte-americano Tennessee Williams, com os quais a atriz se identifica desde os primeiros tempos de sua carreira.

Em cena, Camila abre os porões de sua própria vida, cercada de documentos que comprovam sua trajetória e reflexões sobre suas experiências mais profundas. Memórias, personagens e referências se cruzam e se confundem à procura de pistas. Cartas, vídeos, cadernos, roteiros, fotos e matérias compõem um arquivo que serviu como base para a criação dramatúrgica. Os textos escritos através das memórias tornam-se blocos, peças desse quebra-cabeça. Os registros são acompanhados de um esgotamento, de uma ausência e de uma sensação estranha de ser só atriz e mais nada.

O espaço onde a peça acontece é uma espécie de instalação cênica sob a forma de um porão de lembranças, de um lugar que remete ao passado. Nesse ambiente inacabado, documentos e memórias são fixados em um grande painel de cortiça, em uma tentativa de investigar e compreender a trajetória da artista.

Nelson Baskerville faz a orientação de encenação: “Vamos trabalhar uma forma de aparato cênico com todos os elementos cênicos à disposição. Uma instalação dentro de um museu, um museu de memórias, onde um cenário leve e etéreo, de véus esvoaçantes, mistura projeções de cenas da atriz nas novelas e séries relatadas, como a visita a um sótão familiar, repleto de cartas, baús e fotografias”.

SINOPSE

Um imenso quebra-cabeça cheio de buracos e de peças que não se encaixam. Uma atriz cercada de documentos que comprovam sua trajetória investiga sua tragédia pessoal. Memórias, personagens e referências se cruzam e se confundem à procura de pistas. Cartas, vídeos, cadernos, roteiros, fotos e matérias. Tantos registros e documentos acompanhados de um esgotamento, de uma ausência e de uma sensação estranha de ser só atriz e mais nada.

FACE (2)

Quebra-Cabeça

Com Camila dos Anjos

Duração 60 minutos

Classificação 16 anos

 

Itaú Cultural (Av. Paulista, 149 – Bela Vista, São Paulo)

08 a 10/11

Sexta e Sábado – 20h, Domingo – 19h

 Grátis (Reserva online de ingressos pelo site www.itaucultural.org.br

Oficina Cultural Oswald de Andrade – Sala 7 (Rua Três Rios, 363, Bom Retiro, São Paulo)

13/11 até 19/12 (não haverá sessão 20/11)

Quarta, Quinta e Sexta – 20h, Sábado – 18h

Grátis (distribuídos uma hora antes de cada sessão)

PEOPLE

Quem se lembra da animada época dos bailes charmes e dos passinhos cheios de criatividade e sincronia? Esta será uma ótima oportunidade de reviver estes momentos, pois nos dias 27 e 28 de novembro (quarta e quinta-feira), o Teatro Cacilda Becker, no Largo do Machado recebe a companhia Dança Charme & Cia, que apresentará o espetáculo People. A apresentação que tem como protagonista o Charme, faz parte programação do teatro em comemoração ao mês da Consciência Negra.

Dirigido pelo coreógrafo e diretor da Dança Charme & Cia, Marcus Azevedo, o espetáculo coloca em voga o sucesso dos anos 80, além de mostrar o cotidiano e a realidade vivida pelos dançarinos de ritmos urbanos como o Charme, popularmente conhecidos como “Charmeiros”.

O elenco conta com 22 atores e bailarinos, todos frequentadores dos bailes, que passaram por uma preparação corpórea e de movimentos rigorosa. Na seleção musical, a platéia poderá assistir a performances coreografadas com canções clássicas dos bailes de charme, além de Elza Soares, Racionais MCs, Tim Maia, Chaka Khan, entre outros.

O espetáculo pretende mostrar o quanto a cultura charme se mantém viva e faz parte da história do carioca, sendo um estilo de ritmos de danças urbanas. Para o diretor Marcus Azevedo, que carrega multidões em seus eventos na Zona Norte, apresentar seu espetáculo na Zona Sul do Rio é uma conquista. “O Charme faz parte de uma geração e continua vivo. Quem vivenciou aqueles momentos lúdicos e sadios onde os jovens se reuniam para criar danças em conjunto, com o desejo de fazer bonito nas festas, vai querer reviver esses momentos. Nós fazemos arte por amor e nos entregamos a nossa dança.  Queremos mostrar o quanto a dança nos faz manter vivo em nossos sonhos, além de fazer com que muitos revivam esta época das danças em conjunto”, conta Marcus Azevedo.

Cia dedicará um dia a aulas de charme com preço popular

Na segunda e terça-feira, dias 25 e 26, os coreógrafos de charme Marcus Azevedo e Eduardo Gonçalves da companhia Dança Charme & Cia ministrarão um animado Workshop de Dança Charme, das 14h às 17h, no Teatro Cacilda Becker. Para participar não precisa experiência previa, basta ter paixão pela dança e vontade de se reunir com a galera para fazer passinhos harmônicos em conjunto. Os interessados poderão se inscrever via e-mail culturacharme@gmail.com, ou no local por R$10. Sujeito a lotação.

FACE (1)

People

Com Jade Pitanga, Cris Marques, Cleiton Santos, Daianny dos Santos, Fernanda Amaral, Gedson Glabson, Haniel Vianna, Igor Gomes, Jessica Esteves, Luan Adão, Pedro Barreto, Felipe Salsa, Katia Bispo, Sevenir Jr, Wallace Vinicius, Xandy Neguitto, Ruan Daumas, Caio Lafaiete, Jader Gama, Erika Vidal, Rogério Jr

Teatro Cacilda Becker (R. do Catete, 338 – Catete, Rio de Janeiro)

Duração 70 minutos

27 e 28/11

Quarta e Quinta – 20h

$20

Classificação não informada

Workshop de Dança Charme

Teatro Cacilda Becker (R. do Catete, 338 – Catete, Rio de Janeiro)

25 e 26/11

Segunda e Terça – 14h às 17h

$10

Classificação não informada