VOZ E VIOLÃO

Em seu retorno a São Paulo depois de três anos sem se apresentar na cidade, Bebel Gilberto traz para esta sua única apresentação, o mesmo repertório da turnê que fez recentemente por Japão, Estados Unidos e Europa.

A artista volta em momento intimista acompanhada pelo violão de Guilherme Monteiro, em que canta sucessos de sua carreira e clássicos da Bossa Nova, numa homenagem aos pais Miúcha e João Gilberto.

No repertório, WaveDesafinadoEla É CariocaCorcovadoPreciso Dizer Que Te Amo, entre outras.

Voz e Violão

Com Bebel Gilberto

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 60 minutos

31/03

Terça – 20h

$180/$220

Classificação Livre

 

40 ANOS DE AMOR À MÚSICA

Angela Ro Ro comemora 4 décadas de carreira passeando por sua trajetória de sucessos e surpreendendo com improvisos e ironia.

Cantora, compositora e pianista brasileira, foi considerada pela revista Rolling Stone, a trigésima terceira maior voz da música brasileira. O apelido Ro Ro vem da risada grave e rouca; características que fazem também o diferencial da voz; um pronunciado sotaque carioca, caracterizado pela acentuação da vogal “a” muitas vezes encavalada na consoante “r”, de maneira rasgada e aberta; a fala rápida e atropelada acentua essas características.

Entre as canções do show estão Tola Foi VocêFogueiraAmor, Meu Grande AmorSó Nos Resta ViverCompassoSimples Carinho e Ne Me Quite Pas, de Jacques Brel, gravada por Maysa, com a qual Ro Ro chegou a ser comparada no início de carreira.

Malandragem, música de Cazuza e Frejat feita para Angela e gravada por Cássia Eller também está no set list.

40 Anos de Amor à Música

Com Angela Ro Ro

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 90 minutos

24/03

Terça – 20h

$70/$90

Classificação 16 anos

QUANDO A GENTE AMA – UMA HOMENAGEM À ARLINDO CRUZ

O espetáculo musical, fala sobre os altos e baixos do amor, a partir do repertório do sambista Arlindo Cruz. O elenco é acompanhado por cinco músicos que animam uma roda de samba em cena. São dez histórias curtas, cada uma delas relacionada a uma canção do repertório de Arlindo Cruz, a quem o espetáculo é dedicado.

Aos poucos, a plateia vai conhecendo os componentes daquela roda, e percebendo que cada um deles tem sua história de amor para contar. O público entra em contato com toda uma galeria de personagens que parecem tirados do cotidiano, com os dramas (e comédias) de amor. A cada momento, uma história ganha o centro da roda. São histórias curtas, algumas engraçadas, outras emocionantes, embaladas por sucessos como Casal Sem VergonhaO Show tem que Continuar e O Que é o Amor, entre outros.

Quando a Gente Ama – Uma Homenagem à Arlindo Cruz

Com Alexandre Moreno, Aline Borges, Allex Miranda, Cris Vianna, Édio Nunes, Patrícia Costa

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 90 minutos

13/03 a 26/04

Sexta e Sábado – 20h, Domingo – 19h

$60/$80

Classificação 14 anos

TU AMARÁS (Chile)

Com o espetáculo Tu Amarás, o grupo chileno Bonobo dá continuidade a sua pesquisa sobre a violência cometida contra os “outros” em uma sociedade democrática – o título alude aos mandamentos cristãos. Nesta comédia irônica, um grupo de médicos chilenos se prepara para uma conferência internacional sobre o preconceito na medicina. O debate se torna mais complexo devido à recente chegada dos Amenitas, extraterrestres que se estabeleceram na Terra.

Incompreendidos, marginalizados e temidos, esses seres oferecem a oportunidade para que o grupo reflita sobre o amor, a violência e o ódio implícitos na relação com os “forasteiros”. A peça, que recebeu prêmios no Chile e no Japão, foi desenvolvida em residências no Espacio Checoeslovaquia, em Santiago, e no Baryshnikov Arts Center, em Nova York.

Bonobo é uma companhia de teatro fundada em 2012 pelos artistas Pablo Manzi e Andreina Olivari com o objetivo de levar ao palco novas obras que estimulem a reflexão crítica do espectador. Através de uma metodologia de criação coletiva com ênfase em pesquisa e improvisação, eles se tornaram um dos mais conceituados grupos jovens do teatro chileno. Integram seu repertório os espetáculos Amansadura (2012), Donde Viven los Bárbaros (2015) e Tu Amarás (2018), que participaram de festivais em países como Alemanha, Bélgica, Holanda, Espanha, Itália, Suécia, Japão, México, Brasil, Peru e Chile.

FACE (1)Tu Amarás 

Com Gabriel Cañas, Carlos Donoso, Paulina Giglio, Guilherme Sepúlveda, Franco Toledo (Grupo Bonobo)

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 75 minutos

07 e 08/03

Sábado – 21h, Domingo – 20h

$30/$40

Classificação 16 anos

O AUTO DA COMPADECIDA

Inspirado na obra “O Auto da Compadecida“, de Ariano Suassuna, essa adaptação foi feita especialmente para crianças e adolescentes!
Uma obra pra lá de arretada, que mostra tanto um retrato do sertão nordestino desse nosso Brasil quanto as peripécias da dupla João Grilo e Chicó na cidade de Taperoá!
Venham que as risadas estão garantidas
FACE
O Auto da Compadecida
Com Ale Nunes, Bruna Tatar, Denis Felix, Leandro Santiago, Lucival Almeida, Mori Meirelles, Patrick Balbino, Robson Guedes, Ronaldo Saad e Thais Vas
Teatro Commune (R. da Consolação, 1218 – Consolação, São Paulo )
Duração não informada
15 a 29/02
Sábado – 21h
$20
Classificação 14 anos

 

O PEQUENO PRÍNCIPE

Após o sucesso da primeira temporada, sendo um dos três espetáculos infantis mais assistidos de 2019, O Pequeno Príncipe, adaptado e dirigido por Ian Soffredini, está de volta ao Teatro Folha. A peça reestreia no dia 14 de março e permanece em cartaz até 31 de maio, sempre aos sábados e domingos, às 16 horas. 

A encenação, que integra o trabalho de ator com manipulação de bonecos e técnicas de teatro com luz negra, tem sessões aos sábados, domingos e feriados, às 16h. 

O Pequeno Príncipe é uma adaptação da obra homônima escrita pelo aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, publicada em 1943. O livro se tornou um clássico da literatura universal, traduzido em mais de 220 idiomas e dialetos. 

O Pequeno Príncipe mora no asteroide B-612 com uma rosa, baobás e três vulcões. Um dia ele pega carona numa revoada de pássaros e vai conhecer novos mundos e pessoas. Depois de passar por diversos planetas e conhecer inusitados personagens – como o Rei, o Homem de Negócios e o Vaidoso – acaba caindo no planeta Terra, em pleno deserto do Saara. Na Terra conhece o narrador, que coincidentemente sofreu uma queda de avião no mesmo local. 

O diretor Ian Soffredini conta que, ao adaptar a obra literária, preservou ao máximo as imagens poéticas sugeridas pelo autor e concentrou o foco em criar uma ação dramática fortalecendo, assim, a narrativa da peça. “O livro começa contando a história do aviador e depois conta a história do Pequeno Príncipe. Eu fui direto à história do Pequeno Príncipe, destacando a ação e o que acontece com ele. O primeiro ato mostra a viagem do personagem pelos planetas e o segundo, as experiências dele na Terra”, explica o diretor.

 A equipe encena o texto destacando a sensibilidade e a visão poética sobre a vida e as relações, que é um dos pontos fortes da obra de Saint-Exupéry. A montagem leva o conteúdo da obra para um mundo de sonho e fantasia por meio de uma estética visual rica, colorida, capaz de despertar a imaginação das crianças e emocionar aos adultos. Assim como a obra literária, a peça se comunica com o público de todas as idades.

Ian Soffredini conta que a mistura de linguagens – interpretação, manipulação de bonecos, objetos e formas inanimadas e luz negra – foi experimentada de maneira a reforçar o significado de cada cena e ressaltar a função de cada personagem da peça.

FACE

O Pequeno Príncipe

Com Enrico Verta, Luiza Arruda, Mari Williams, Nathalia Kwast, Patrick Aguiar, Rafael Rilo e Tita Azevedo 

Teatro Folha – Shopping Pátio Higienópolis (R. Dr. Veiga Filho, 133 – Higienópolis, São Paulo)

Duração 50 minutos

14/03 a 31/05 (sessão extra – 10, 20 e 21/04, 01/05)

Sábado, Domingo e Feriado – 16h

$50

Classificação Livre

O MEU SANGUE FERVE POR VOCÊ

Embalado por clássicos do cancioneiro brega, como “Alma Gêmea”, “Sandra Rosa Madalena”, “Garçom”, “Escrito nas Estrelas”,  “Você Não Vale Nada, Mas Eu Gosto De Você” e “Evidências”, o espirituoso espetáculo O Meu Sangue Ferve Por Você faz turnê comemorativa de seus 10 anos de vida, a partir do dia 28 de fevereiro, no Teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea. Com roteiro de Pedro Henrique Lopes, direção de Diego Morais e direção musical de Tony Lucchesi, a comédia conquistou público e crítica, e lotou os teatros por onde passou, ao contar a história de um quadrilátero amoroso que vive intensamente as alegrias e as dores do amor.

Em cena, os atores Ana Baird, Cristiana Pompeo, Pedro Henrique Lopes e Victor Maia (os mesmos da montagem original) dão vida a quatro personagens: a mocinha virgem, o canalha, a mulher da vida e o bom moço rejeitado, que cantam as alegrias e dores de viver um amor intensamente. Com o espírito das grandes chanchadas, a trama acompanha a inocente Creuza Paula e o cafajeste Elivandro, que vivem uma relação tranquila até a chegada do ex-namorado da moça, Fernando Sidnelson, que vai se meter na vida do casal. A amante de Elivandro, Sandra Rosa Madalena, completa o quarteto que vai passar por momentos românticos, desentendimentos e reconciliações. Uma mistura que faz o público torcer pelo canalha, ter raiva da mocinha e chorar de rir do início ao fim.

Na montagem comemorativa, o repertório, que tem acompanhamento de músicos em cena, foi atualizado pelo autor Pedro Henrique Lopes, colocando outros sucessos consagrados e, também, músicas mais atuais. “A gente tentava brincar só com as músicas do passado, mas as pessoas não se cansam de sofrer por amor e cantar sobre isso, então tivemos que atualizar o roteiro. E tem coisa mais brega e mais atual que dor de cotovelo?”, questiona.

FACE

O Meu Sangue Ferve por Você

Com  Ana Baird, Cristiana Pompeo, Pedro Henrique Lopes e Victor Maia

Teatro Clara Nunes (Rua Marques de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro)

Duração 80 minutos

28/02 a 22/03

Sexta e Sábado – 21h, Domingo – 20h

$70/$80

Classificação Livre