[NOME DO ESPETÁCULO]

Vencedora do Prêmio do Humor 2018 nas categorias de Melhor Espetáculo , a versão brasileira do metamusical da Broadway [nome do espetáculo] volta ao cartaz para sua terceira temporada no Rio de Janeiro, a partir de 17 de abril, sempre  terça e quarta, às 19h, até 30 de maio de 2018, no Teatro Eva Herz, no centro do Rio de Janeiro.

Sinopse
O espetáculo é a história real (ou quase real) de Jeff e Hunter. Para participar de um festival, os dois escritores, com a ajuda de Susan, Heidi e Larry, precisam criar um musical em apenas três semanas. Com o elenco reunido, Jeff e Hunter fazem um pacto para escreverem até o prazo do festival e sonham com um espetáculo que mude suas vidas.

No elenco, Caio Scot [de The Book of Mormon], Junio Duarte [de The Book of Mormon e Jovem Frankenstein], Ingrid Klug [de O Mambembe], Carol Berres [de Contos e Encantos de Natal] e Gustavo Tibi [diretor musical e único músico em cena, da Banda Jamz], sob direção artística de Tauã Delmiro [de 60! Uma Década de Arromba, coautor das músicas de Vamp e diretor assistente de O Primeiro Musical aGente Nunca Esquece].

O espetáculo é a primeira montagem da CAJU produções, que tem à frente o ator e cineasta, Caio Scot e o ator e preparador vocal, Junio Duarte.  [nome do espetáculo] estreou no Solar de Botafogo, onde ficou em cartaz em novembro e dezembro de 2017. Em janeiro, a peça fez uma curta temporada no Centro Cultural da Justiça Federal.

[nome do espetáculo] faz sua terceira temporada no mesmo ano em que o musical americano completa uma década desde a estreia na Broadway, em 2008. Lá, [title of show] foi indicado ao Tony Award de Melhor Libreto de Musical.

A montagem brasileira foi indicada a quatro categorias do “Prêmio do Humor 2018”, idealizado pelo ator Fábio Porchat, levando os troféus de Melhor Espetáculo e o Prêmio Especial para versão brasileira. Foi também indicado a quatro categorias no “Prêmio Botequim Cultural”, incluindo Melhor Espetáculo.

[nome do espetáculo]
Com Caio Scot, Carol Berres, Junio Duarte, Ingrid Klug e Gustavo Tibi
Teatro Eva Hertz (Rua Senador Dantas 45 – Centro, Rio de Janeiro)
Duração 90 minutos
17/04 até 30/05
Terça e Quarta – 19h
$60
Classificação 14 anos

PIPPIN (2018)

O diretor Claudio Botelho postou no seu facebook uma notícia sobre o próximo trabalho da dupla Möeller Botelho – “Pippin“.

A estreia prevista é para 02 de agosto no Rio de Janeiro.

Claudio também postou a abertura original do programa dominical “Fantástico“, de 1973. Ela foi inspirada na abertura de “Pippin”, na Broadway, e que foi coreografada por Bob Fosse no ano anterior.

O musical foi montado no Brasil em 1974, no Teatro Adolpho Bloch, no Rio de Janeiro, com produção do próprio Adolpho Bloch. A direção foi de Flávio Rangel, e no elenco tinha NOMES como Marco Nanini (Pippin), Marília Pêra (Líder da Trupe/Mestre de Cerimônias), Carlos Kroeber, Ariclê Perez, Tetê Medina, Sandra Pêra, Ronaldo Resedá, Maria Sampaio, Miriam Müller, entre outros.

Como curiosidade, Marília Pêra foi a primeira atriz a interpretar o papel de Mestre de Cerimônias – papel originalmente masculino. Depois vieram sua substituta, Suely Franco e Patina Miller, somente em 2013.

Já desejamos que essa montagem consiga ser encenada em São Paulo. Ainda aguardamos por “Kiss Me Kate – O Beijo da Megera“, “Os Saltimbancos Trapalhões – o Musical“, “Como Vencer na Vida Sem Fazer Força“, “Judy Garland – O Fim do Arco Íris“.

ELZA SOARES – O MUSICAL

A cantora Elza Soares é plural, multifacetada. Uma mulher só para interpretá-la no Teatro é pouco. Para tanto, foram escolhidas sete (7)!

São elas:  Larissa Luz, Janamo, Julia Dias, Késia Estácio, Khrystal, Laís LacorteVeronica Bonfim.

Elza Soares – o Musical”  tem estreia prevista para 23 de julho, dia de aniversário da homenageada.

xAtrizes-escolhidas-para-a-peca-teatral-que-homenageia.jpg.pagespeed.ic.-n-hP4t3fB

A direção é de Duda Maia, dramaturgia de Rafael Gomes e Vinicius Calderoni, direção musical de Pedro Luís e produção da Sarau Agência de Cultura Brasileira (“Suassuna – O Auto do Reino do Sol”, “Gota D’Água [a seco].

A gente não quer uma imitação da Elza porque é impossível. Ela é tão maravilhosa, tão incrível, é tanta história… Ela tem esse lugar que se arrisca e a gente quer isso dessas mulheres. Que risco é esse? Que vida foi essa? Que voz foi essa? É olhar pra vida e a obra da Elza e fragmentar nas possíveis Elzas que a gente tem dentro de sala de aula” conta a diretora Duda Maia.

Ela foi mãe muito jovem, passou por histórias de agressão, e mesmo com um passado de tantas tragédias, foi brilhante e luminosa. Elzas mais magras, Elzas mais fortes, Elzas menores, Elzas maiores. Apesar dela ter um tamanho só, quando sobe aos palcos aquela pequenininha que eu tenho a honra de ser amigo há uns 20 anos fica gigante” finaliza o diretor musical Pedro Luís.

BIBI, UMA VIDA EM MUSICAL

Ontem [25 de março],  Bibi Ferreira foi assistir, pela primeira vez, ao espetáculo que conta sua trajetória profissional e pessoal, “Bibi, uma Vida em Musical“, em cartaz no Teatro Oi Casa Grande, no RJ, até 1 de abril, de onde segue para temporada em SP, no Teatro Bradesco, a partir de 4 de maio.

Bibi entre Amanda Acosta e Tadeu Aguiar elenco Foto Carlos Costa 2287.jpg

A vida de Bibi, 95 anos de idade e 77 de carreira, é contada do nascimento aos 90 anos, por Amanda Acosta, como Bibi, e mais 18 atores-cantores, sob direção de Tadeu Aguiar, com texto de Artur Xexéo e Luanna Guimarães. Uma mulher à frente de seu tempo, que desfazia casamentos para perseguir a carreira de atriz, isso nos anos 1940, que lançou Maria Della Costa e deu a Cacilda Becker seu primeiro protagonismo, entre outras apostas. Estrelou My Fair Lady, Alô Dolly, Homem de la Mancha, Gota d’Água e Piaf. Em 2003, Bibi foi enredo da Viradouro, e aos 90 anos, chegou aos palcos da Broadway, seu sonho de menina.

Bibi, Uma Vida em Musical
Com Amanda Acosta, Analu Pimenta, André Luiz Odin, Bel Lima, Caio Giovani, Carlos Darzé, Chris Penna, Fernanda Gabriela, Flavia Santana, Guilherme Logullo, João Telles, Julie Duarte, Leandro Melo, Leo Bahia, Leonam Moraes, Luísa Vianna, Moira Osório, Rosana Penna, Simone Centurione.
Teatro Oi Casagrande (Av. Afrânio de Melo Franco, 290 – Leblon, Rio de Janeiro)
Duração 140 minutos
05/01 até 01/04
Quinta e Sexta – 20h30, Sábado – 17h e 21h, Domingo – 19h
$50/$150
Classificação 10 anos

DESEJO

Espetáculo teatral livremente inspirado na obra Um Bonde Chamado Desejo de Tennessee Williams. O projeto nasceu da necessidade de retratar as incertezas que cercam qualquer indivíduo na busca por seus sonhos e desejos mais íntimos, e também de fortalecer a importância do respeito e da representatividade, abordados numa relação homo afetiva e inter-racial.

A equipe é composta por um coletivo de artistas que se uniram em prol da arte e da diversidade, a maioria formada pela Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna. A peça conta com a direção e supervisão geral de Vera Lopes.

SINOPSE:

Um artista relembra sua história em busca do seu maior sonho: interpretar a personagem Blanche Dubois. Logo ele começa a reviver seu passado e a paixão por um diretor de teatro. A peça retrata a relação entre dois homens e as consequências de um desejo sem limites, trazendo imagens e provocações através do encontro do teatro com o cinema.

IMG_9004.jpeg

Desejo
Com Jamal D’Izéte, Daniel Vargas e Isabelle Nassar.
Teatro Municipal Café Pequeno (Av. Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon, Rio de Janeiro)
Duração 60 minutos
03 a 25/04
Terça e Quarta – 20h
$40
Classificação 16 anos

ROMEU E JULIETA

A mais famosa história de amor de todos os tempos vai virar musical. A adaptação “Romeu e Julieta”, em formato inédito no país para o clássico de William Shakespeare, chega ao palco do Teatro Riachuelo Rio no dia 9 de março. Com direção de Guilherme Leme Garcia (Um Pai – Puzzle), o roteiro musical do espetáculo é composto por 25 canções do repertório de Marisa Monte, como “Amor I Love You” e “Um Só”, que ficou conhecida através do projeto Tribalistas. Apresentado pelo Ministério da Cultura e Circuito Cultural Bradesco Seguros, o espetáculo é assinado pela Leme Produções Artísticas, em parceria com a Aventura Entretenimento e patrocínio da Riachuelo.

Contamos com uma equipe de criadores incríveis para encantar o público, contando a história trágica do amor de dois jovens, obra imortal da literatura”, comenta Aniela Jordan, sócia-diretora da Aventura, ao lado de Fernando Campos, Luiz Calainho e Patrícia Telles.

A tragédia escrita entre 1591 e 1595, nos primórdios da carreira literária do inglês, conta a história de dois adolescentes apaixonados cuja morte acaba unindo suas famílias, outrora em pé de guerra. A obra é uma das mais levadas aos palcos do mundo inteiro e hoje o relacionamento dos protagonistas é considerado como o arquétipo do amor juvenil.

Histórias de amor sempre têm um lado melancólico, triste, mas, como todos sabem, Romeu e Julieta é a mais bela história de amor que já existiu“, comenta o diretor. “Eu assisti uma montagem do Antunes Filho há 30 anos, em São Paulo, e desde então fiquei totalmente emocionado. Sempre quis falar de Shakespeare para os jovens e trazer essa galera nova para o teatro, então pretendemos fazer um espetáculo atemporal, que mistura o texto de 1500 com a música dos anos 2000, além de um figurino e um cenário que circulam entre esses tempos”.

Para viver o jovem e apaixonado casal, estarão em cena Bárbara Sut (Rio Mais Brasil – O Nosso Musical) e Thiago Machado (Cazuza, Rent, Rocky Horror show, Cantando na Chuva). O elenco traz ainda nomes como Ícaro Silva (Rock in Rio – O Musical, Simonal, Elis, a Musical), no papel de Mercuccio, Pedro Caetano (Rei Leão, Les Misérables), Bruno Narchi (Rock in Rio – O Musical, Cazuza, Cinderella, Rent), Stella Maria Rodrigues (Cristal Bacharat, Cazuza, Emilinha), Claudio Galvan (Família Addams, Garota de Ipanema – O Amor É Bossa), Kacau Gomes (Rock in Rio – O Musical, Beatles num céu de diamantes, O médico e o monstro, Les Misérables) e Marcello Escorel (A Grande Viagem do Doutor Tchecov, Cheiro de Chuva, Vaidades e Tolices).

É uma personagem que já não imaginava fazer. Teve uma peça na escola que me colocaram para fazer a Ama. Todas as meninas fizeram a Julieta, mas eu era muito alta. Teoricamente eu também não tenho o perfil do que se espera de Julieta, né? Itália medieval, uma Julieta negra? Por isso também me sinto muito honrada de ter essa oportunidade, é um papel que eu pensava ser meio inacessível para mim“, confessa Bárbara. 

Já conhecido de musicais como “Cantando na chuva”, Thiago comenta sua primeira vez ao interpretar um texto de Shakespeare: “Eu acho que todo ator não só almeja, mas tem que viver pelo menos uma vez o teatro Shakespeariano. E contar a história do Romeu com a Julieta, que é a maior história de amor que tem, ainda mais na linguagem do teatro musical, vai ser uma aventura muito grande!“.

A escolha do repertório veio com naturalidade. “Quando comecei a pensar no espetáculo ele não era nem musical, na verdade. Mas, toda vez que eu ouvia Marisa, eu pensava ‘Nossa, essa canção ficaria tão linda nessa cena’. Quando o Gustavo Gasparani, que entrou para fazer o processo de criação, propôs que o espetáculo fosse inteiro com músicas da Marisa, topei na hora!”, conta Guilherme.

Sou muito próximo da Marisa e o meu universo se aproxima muito do dela”, comenta Gasparani. A ideia teve o aval de Aniela Jordan: “As canções casam como se tivessem sido escritas para a peça”, completa.

Romeu & Julieta” é a vigésima quinta produção da Aventura Entretenimento em 10 anos de estrada.

 Romeu e Julieta - Foto Fernando Torquatto

Romeu e Julieta
Com Bárbara Sut, Thiago Machado, Ícaro Silva, Stella Maria Rodrigues, Claudio Galvan, Marcello Escorel, Kacau Gomes, Bruno Narchi, Pedro Caetano, Diego Luri, Kadu Veiga, Max Grácio, Neusa Romano, Franco Kuster, Gabriel Vicente, Laura Carolinah, Luci Salutes, Saulo Segreto, Thiago Lemmos, Vitor Moresco, Gabi Porto, Santiago Villalba, Daniel Haidar e Natália Glanz.
Teatro Riachuelo Rio (Rua do Passeio, 40 – Cinelândia – Rio de Janeiro)
Duração 120 minutos
09/03 até 27/05
Sexta e Sábado – 20h, Domingo – 18h
$50/$160
Classificação Livre

ROMEU E JULIETA, O MUSICAL

Inspirado no clássico romântico de William Shakespeare, Gustavo Gasparani e Eduardo Rieche escreveram o texto de “Romeu e Julieta, o Musical“, que terá 25 canções de Marisa Monte. Sob direção de Guilherme Leme, o espetáculo tem estreia no Teatro Riachuelo (RJ) no dia 09 de março.

A produção divulgou na noite desta sexta feira o elenco completo do musical.

Como par romântico, temos Thiago Machado (“Cantando na Chuva”) e Bárbara Sut (“Rio Mais Brasil – O Musical”). Ícaro Silva (“S’imbora, o musical – A História de Wilson Simonal”) fará Mercúcio, Stela Maria Rodrigues (“Emilinha”) fará Ama, Claudio Galvan (“Forever Young”) fará Frei. Pedro Caetano (“Les Misérables”) fará Teobaldo, Bruno Narchi (“Rent”) fará Benvoglio e Diego Luri (“Mudança de Hábito”) fará Páris.

Os pais de Julieta serão interpretados por Marcello Escorel (de “12 Homens e uma Sentença”) e Kacau Gomes(“Les Misérables”). Os de Romeu serão interpretados por Max Grácio (“Les Misérables”) e Neusa Romano (“Mudança de Hábito”). Kadu Veiga (“O Musical Mamonas”) será o Príncipe de Verona.

Completando o elenco temos Daniel Haidar (“Trá lá lá”),Gabi Porto (“Beatles Num Céu de Diamantes”), Gabriel Vicente (“Cartola – O Mundo É um Moinho”), Franco Kuster (“Vamp, O Musical”), Laura Carolinah (“Alegria, Alegria”), Luci Salutes (“Salve, Malala”), Natalia Glanz (“Espelho, Espelho Meu”), Pedro Caetano (“Les Misérables”), Santiago Villalba (“On Broadway”), Saulo Segreto (“Bilac Vê Estrelas”), Thiago Lemmos (“Les Misérables”) e Vitor Moresco (“Les Misérables”)

Abaixo, uma parte de elenco durante uma pausa nos ensaios.

elenco-romeu-e-julieta-ensaio