MAS – MOSTRA DE ARTE SINGULAR

A PAR Produção em parceria com a FETAERJ, através da Co-gestão Chacrinha em Cena, apresentam o MAS – Mostra de Arte SINGULAR.

Acreditando que cada um tem suas próprias superações e que as limitações não impedem o fazer artístico, a mostra de arte singular surge com o intuito de criar um espaço onde artistas, com deficiência ou não, possam apresentar todas as suas singularidades, expondo através da arte suas características próprias e únicas. Com inscrições gratuitas até o dia 07 de Janeiro de 2019, a mostra será realizada no período de 23 a 28 de abril de 2019 na Arena Carioca Chacrinha.

unnamed

Poderão participar do edital “MAS – Mostra de Artes Singular” projetos de desenvolvimento e difusão de produtos culturais e artísticos, em que parte ou totalidade dos seus integrantes sejam PcD (Pessoas com Deficiência). As propostas deverão ser apresentadas dentro das categorias de teatro, dança, música, artes visuais ou multilinguagens.

Para se inscrever, basta acessar o site da Fetaerj:

www.fetaerj.com

Informações também através do email: fetaerj.chacrinha@gmail.com

MAS correto.jpeg

FETAERJ

A FETAERJ – Federação de Teatro Associativo do Estado do Rio de Janeiro – é uma instituição sem fins lucrativos e de utilidade pública estadual. Há 41 anos associa grupos de teatro com o objetivo de fomentar a criação, manutenção e a difusão do teatro no nosso estado e o incentivo à formação de plateia. Trabalha com o princípio da descentralização da produção cultural, realizando congressos, concursos, seminários, oficinas, mostras, intercâmbios, palestras, debates, leituras, cursos e festivais de teatro.

A partir dos trabalhos realizados, a Federação tem gerado oportunidades para o desenvolvimento de talentos mais diversificados: são autores, iluminadores, sonoplastas, maquinistas, contrarregras, atores, diretores, músicos com especialização na composição para o teatro, etc. Os resultados podem ser comprovados nas montagens que se multiplicam nos municípios e que excursionam pelo estado, sempre com primazia e qualidade artística, conteúdo e cultura e desta forma evidenciando o teatro de grupos, espaço em que jovens e adultos dedicam-se a aprimorar conhecimentos.

Por suas ações, a FETAERJ recebeu o Prêmio Golfinho de Ouro / Estácio de Sá (2000), concedido pelo Governo do Estado do Rio, o Troféu Mandacaru (2004), concedido pela prefeitura de Armação de Búzios pelos 4 anos de desenvolvimento teatral sistemático neste município, a Moção de Aplauso (2004), concedida pelo Ateneu Angrense de Letras, pela realização da FITA (Festa Internacional de Teatro de Angra) e a Moção De Congratulação (2006), concedida pela Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro pelo “excelente trabalho em prol da cultura brasileira”. Recentemente recebeu o Diploma Heloneida Studart de Cultura 2016, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

Arena Carioca Abelardo Barbosa – Chacrinha

Endereço: Rua Soldado Elizeu Hipólito, 138 – Guaratiba, Telefone: (21) 3404-7980 – 3305 1111

QUASE LIVRES

O longa-metragem “Quase Livres” aborda a reflexão sobre a liberdade
e a degradação de valores humanos num contexto social. Numa
construção profunda em sua pesquisa humana, carregada pelo
suspense e por reviravoltas, a obra mantém a expectativa do público
elevada do início ao fim e, além de propor a reflexão para aspectos
profundos da vida em sociedade, faz um paralelo exacerbado com o
cotidiano dos que assistem.


“É amanhã, Chico! Dá pra acreditar?”, grita Romano para o seu
companheiro de cela. Depois de tantos anos juntos, confinados
naquela precária caixa de ferro, a espera finalmente chegará ao fim.
Poucas horas separam-nos da liberdade. Um será solto; o outro,
executado. De todo modo, ao amanhecer, não estarão mais ali. São
os seus últimos momentos, afinal, é quase manhã…

(Sinopse de “Quase Livres”, de André Borelli)

Quase Livres” é uma realização da Borelli Produções, produtora
responsável pelo Gruparteiro de Teatro (companhia teatral criadora de
“Ruindade – O Musical”, “Poço – O Musical”, “Noites de Sol – O
Musical”, dentre outros espetáculos originais), que tem como missão
produzir projetos únicos e de identidade brasileira.

Celebrando o seu lançamento, o filme fará uma sessão especial de
première na Cinesala, em São Paulo/SP, no dia 30 de julho de 2019,
às 21h.

Os ingressos para o evento são vendidos como forma de contribuição
coletiva no site: www.catarse.me/QuaseLivres

FICHA TÉCNICA

Gênero: Drama
Classificação Indicativa: 12 anos
Duração: 60 min
Elenco: Arnaldo Ramalho e Chico Neto
Texto e Direção: André Borelli
Direção de Fotografia: Carina Borelli
Direção de Arte: André Borelli, Carina Borelli e Melissa Maia
Trilha Sonora Original: Vitor Moutte
Figurino e Visagismo: Melissa Maia
Assistência de Direção: Carol Guimarães, Bruna Helena e Melissa Maia
Assistência de Câmera: Juliana Tahamtani e Simone Borelli
Direção de Produção: Simone Borelli
Produção Executiva: Delduque Martins
Realização: Borelli Produções
Apoio: Teatro Escola Macunaíma, Planeta’s Restaurante, Cantina Luna di Capri e APRPP

FESTA INTERNACIONAL DE TEATRO DE ANGRA (FITA)

Depois de uma maratona de 17 dias e mais de 50 atrações, a 13ª edição da Festa Internacional de Teatro de Angra, realizada de 17 a 30 de setembro em Angra dos Reis, conhecerá os vencedores da sexta edição do PRÊMIO FITA DE TEATRO na próxima terça-feira, dia 27, no Arte Sesc Flamengo. O evento será apresentado pelo ator Alexandre Lino e contará com a participação musical de Izabella Bicalho.

O júri da FITA é formado pelo ator e escritor Sergio Fonta (presidente do Juri); a atriz Stella Freitas; o diretor de arte e cenógrafo José Dias e o diretor do Teatro Maison de France Cédric Gottesmann. Conheça os indicados:

Categoria Especial:

Dançando no Escuro (pela inclusão de músicos deficientes visuais no espetáculo).

Denise Stutz (Direção de movimento de “Dançando no Escuro”)

Elenco de “A Vida não é um Musical – O Musical”

Prêmio Especial do Juri:

Para Marcos Caruso e Guida Vianna pelas brilhantes atuações nos espetáculos “O Escândalo Philippe Dussart” e “Agosto”, respectivamente.

Melhor Figurino:

Jorge Farjalla (Vou Deixar de Ser Feliz por Medo de Ficar Triste?)

Carol Lobato (A Vida não é um Musical – O Musical)

Patricia Muniz (Agosto)

Melhor Cenário:

Lucas Isawa ( O Leão no Inverno)

Carla Berry e Paulo de Moraes (Hamlet)

Carlos Alberto Nunes (Agosto)

Revelação:

Jefferson Melo (Ator no espetáculo “Favela 2”)

Herton G. Cratto (Autor dos espetáculos “Rugas”)

Ator Coadjuvante: 

Fabricio Negri (Emilinha)

Rafael de Bonna (O Leão no Inverno)

Cláudio Mendes (Agosto)

Atriz Coadjuvante:

Lisa Eiras (Hamlet)

Cilene Guedes (Elizeth, A Divina)

Letícia Isnard (Agosto)

Melhor Ator:

Leopoldo Pacheco (O Leão no Inverno)

Flavio Migliaccio (Confissões de um Senhor de Idade)

Tonico Pereira (O Julgamento de Sócrates)

Melhor Atriz:

Janaína Bianchi (Forever Young)

Regina Duarte ( O Leão no Inverno)

Izabela Bicalho (Elizeth, a Divina)

Stella Maria Rodrigues (Emilinha)

Melhor Autor:

Yuri Ribeiro (Vou Deixar de Ser Feliz por Medo de Ficar Triste?)

Flavio Migliaccio (Confissões de um Senhor de Idade)

Leandro Muniz (A Vida não é um Musical – O Musical)

Ivan Fernandes (O Julgamento de Sócrates)

Melhor Diretor:

Ulysses Cruz (O Leão no Inverno)

Jorge Farjalla (Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste?)

Martín Flores Cárdenas (Entonces Bailemos)

André Paes Leme (Agosto)

Melhor Música:

Miguel Briamonte (Direção musical e canções adicionais de Forever Young)

Ricardo Rente (Direção musical e arranjos de Kid Morengueira)

João Paulo Mendonça (Direção musical de Vou Deixar de Ser Feliz Por Medo de Ficar Triste?)

Melhor Espetáculo:

Forever Young

Vou Deixar de Ser Feliz Por Medo de Ficar Triste?

Elizeth, A Divina

Agosto

Destaque na FITA:

Para Alexandre Lino que iniciou sua trilogia nordestina na FITA com os espetáculoS “Domésticas”, em 2012, “Nordestinos”, em 2015, e a concluiu nesta 13ª FITA com o cativante trabalho em “O Porteiro”.

Melhor Espetáculo Infantil (composto por crianças de Angra dos Reis):

Lololendi

O Pulgo e o Elefante

Da Mala que Sai

Melhor Espetáculo Júri Popular:

Forever Young

Confissões de um Senhor de Idade

Dançando no Escuro

O Júri do 6º Prêmio FITA de Teatro declara que:

1 – Apesar da inegável qualidade da cenografia do espetáculo “Vou deixar de ser feliz por medo de ficar triste?”, o jurado José Dias, cenógrafo da referida montagem, por uma questão de ética, não participou das indicações nesta categoria.

2 – Em virtude do alto nível dos espetáculos apresentados na FITA 2018, foram colocadas 4 indicações em algumas categorias

3 – O corpo de jurados parabeniza João Carlos Rabello, criador da Festa Internacional de Teatro de Angra, pela iniciativa de desenvolver há tantos anos uma abrangente formação de plateia trazendo de barco crianças de escola da região para o evento.

APARECIDA – UM MUSICAL

Aparecida – um Musical” conta a jornada de fé de um casal, Clara e Caio (Bruna Pazinato e Leandro Luna) na procura pela cura do câncer, que pode deixar cego o rapaz. A estreia é no dia 22 de março de 2019 no Teatro Bradesco (Bourbon Shopping).

No elenco, temos Edson Montenegro, (narrador), Frederico Reuter (Padre Lino), Nábia Vilela (Maria Helena), Arthur Berges (Rogério), Reynaldo Machado (Zacharias), Cadu Batanero (Cavaleiro), Talita Real (Romeira 1), Alessandra Vertamatti (Romeira 2), Pamella Machado (Romeira 3), Marcelo Vazques (Pescador 2), Vandson Paiva (Pescador 3), Daniel Cabral (Padre redentorista 1), Rubens Caribé (Feitor).

Como coro, temos Keila Bueno, Rafael Machado, Ygor Zago, Ditto Leite, Lucas Nunes, Tutu Morasi, Gigi Debei, Isabela Castro, Nina Sato e Guilherme Pereira.

Na equipe criativa, encontramos os nomes de Walcyr Carrasco, que escreveu o texto; produção de Maria Eugenia Maladogi, Eurico Maladogi e Fernanda Chamma; que também é responsável pela direção e coregrafia; Fábio Namatame assina os figurinos; Carlos Bauzys é o diretor musical; e Ricardo Severo fica a cargo das composições e produção musical.

O autor já havia prestado anteriormente uma homenagem à Santa. Walcyr escreveu a novela “A Padroeira” (Rede Globo), que esteve no ar no horário das dezoito horas, entre 18 de junho de 2001 e 22 de fevereiro de 2002. Devoto de Nossa Senhora, a intenção era unir amor, fé e aventura em uma só história.

PARCERIA T4F E MÖELLER & BOTELHO

O anúncio, em agosto, entre a parceria entre a Time for Fun (T4F) com a dupla de diretores/produtores Möeller e Botelho apresenta seus primeiros resultados.

CARMEN

(fonte Tiago Queiroz – Estadão)

Os primeiros musicais a serem trabalhados são: em São Paulo, “Pippin” chega no início do próximo ano, e “O Jovem Frankenstein“, no segundo semestre. E fazendo caminho inverso, “Wicked” desembarca no Rio de Janeiro, na Cidade das Artes, no segundo semestre.

E estes são apenas os três primeiros títulos divulgados para esta parceria. Está previsto para 2020 a montagem aguardada do musical da Disney, “Mary Poppins“. Neste mesmo ano, a dupla de diretores estreia sua montagem, em parceria com a produtora Renata Borges (Touché Entretenimento) do espetáculo “Caroussel“.

(fonte – Ubiratan Brasil – Estadão – para ler a matéria completa http://bit.ly/estadaot4f)

DESTAQUE IMPRENSA DIGITAL 2018 – INDICADOS

O Prêmio Destaque Imprensa Digital (DID) divulgou na tarde desta quinta feira, 08 de novembro, os indicados às dez categorias da segunda edição do prêmio.

Foram assistidos 22 espetáculos em São Paulo durante a temporada entre 1º de novembro de 2017 e 31 de outubro de 2018, pelos 17 jurados.

Os jurados são Andy Santana (Soda Pop), Bruno Cavalcanti (Portal Anna Ramalho), Claudio Erlichman (Broadway World), Cristiane Santos (Fileira VIP), Elaine Cristina (Circuito Teatral), Fabiana Seragusa (Culturice), Filipe Vicente (Setor VIP), Grazy Pisacane (A Broadway é Aqui!), Joaquim Araújo (Acesso Irrestrito), Lucas Vargas (Balde de Pipoca), Luis Fernando Rodrigues (Sessão Popular), Miguel Arcanjo Prado (Blog do Arcanjo), Pedro de Landa (Perdido in Sampa), Priscila Ribeiro (Mundo dos Musicais), Rodrigo Alcobia (Opinião de Peso), Ubiratan Brasil (Blog Ubiratan Brasil – Estadão), Wall Toledo (Acesso Cultural).

A ação é um reconhecimento do Teatro Musical, apresentado em São Paulo, por meios de comunicação da mídia digital. São estes os “responsáveis por produzirem conteúdo textual e audiovisual de espetáculos de pequeno, médio e grande porte. Ao longo de todo o ano os focos são direcionados para as temporadas, proporcionando a elas diferentes tipos de visibilidade e por muito mais tempo”, segundo a coordenação do DID.

Das 22 produções que concorriam, 16 foram indicadas. O vencedor de indicações foi “Peter Pan, o Musical da Broadway“, com oito indicações, incluindo ator, ator e atriz coadjuvante e musical estrangeiro – versão brasileira. Depois vieram “Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812” e “Bibi – Uma Vida em Musical“, com seis indicações cada. Com cinco indicações, temos “Annie, o Musical” e “Romeu e Julieta ao Som de Marisa Monte“.

Conheça os indicados às dez categorias do prêmio Destaque Imprensa Digital 2018.

Destaque Coreografia

ALONSO BARROS – Peter Pan – O Musical da Broadway
GABRIEL MALO – Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812
KÁTIA BARROS – Annie – O Musical
LAVÍNIA BIZZOTTO – Ayrton Senna – O Musical
TONI RODRIGUES – Romeu e Julieta ao Som de Marisa Monte

Destaque Roteiro

ARTUR XEXÉO E LUANNA GUIMARÃES – Bibi – Uma Vida em Musical
FÁBIO ESPÍRITO SANTO – Amor Barato
GUSTAVO DITTRICHI – Cantos de Coxia e Ribalta
GUSTAVO GASPARANI E EDUARDO RIECHE – Romeu e Julieta ao Som de Marisa Monte
VITOR ROCHA – Cargas D’Água – Um Musical de Bolso

Destaque Ator Coadjuvante

CLAUDIO GALVAN – Romeu e Julieta ao Som de Marisa Monte
CHRIS PENNA – Bibi – Uma Vida em Musical
DANIEL BOAVENTURA – Peter Pan – O Musical da Broadway
FRED SILVEIRA – O Fantasma da Ópera
PEDRO NAVARRO – Peter Pan – O Musical da Broadway

Destaque Atriz Coadjuvante

ANDREZZA MASSEI – A Pequena Sereia
CAROL BEZERRA – Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812
CAROL BOTELHO – Peter Pan – O Musical da Broadway
GIULIA NADRUZ – MPB – Musical Popular Brasileiro
MARIA CLARA GUEIROS – Se Meu Apartamento Falasse…

Destaque Ator

ANDRÉ LODDI – Pacto – A História de Leopold e Loeb
BETO SARGENTELLI – Os Últimos 5 Anos
LEANDRO LUNA – Pacto – A História de Leopold e Loeb
MATEUS RIBEIRO – Peter Pan – O Musical da Broadway
MARCELO MÉDICI – Se Meu Apartamento Falasse…

Destaque Atriz

AMANDA ACOSTA – Bibi – Uma Vida em Musical
BRUNA GUERIN – Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812
ELINE PORTO – Os Últimos 5 Anos
INGRID GUIMARÃES – Annie – O Musical
MALU RODRIGUES – A Noviça Rebelde

Destaque Direção

JOSÉ POSSI NETO – Peter Pan – O Musical da Broadway
MIGUEL FALABELLA – Annie – O Musical
TADEU AGUIAR – Bibi – Uma Vida em Musical
ZÉ HENRIQUE DE PAULA – Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812
ZÉ HENRIQUE DE PAULA – Pacto – A História de Leopold e Loeb

Destaque Direção Musical

APOLLO NOVE – Romeu e Julieta ao Som de Marisa Monte
CARLOS BAUZYS – Peter Pan – O Musical da Broadway
DANIEL ROCHA – Annie – O Musical
FERNANDA MAIA – Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812
TONY LUCCHESI – Bibi – Uma Vida em Musical

Destaque Musical Brasileiro

AMOR BARATO
AYRTON SENNA – O MUSICAL
BIBI – UMA VIDA EM MUSICAL
CARGAS D’ÁGUA – UM MUSICAL DE BOLSO
ROMEU E JULIETA – AO SOM DE MARISA MONTE

Destaque Musical Estrangeiro (Versão Brasileira)

ANNIE – O MUSICAL
NATASHA, PIERRE E O GRANDE COMETA DE 1812
PACTO – A HISTÓRIA DE LEOPOLD E LOEB
PETER PAN – O MUSICAL DA BROADWAY
O FANTASMA DA ÓPERA

IV PRÊMIO REVERÊNCIA

A próxima edição do Prêmio Reverência terá ingressos gratuitos distribuídos a partir das 19h (duas horas e meia antes do início), no dia 13 de novembro, no Teatro Alfa. A noite será apresentada por Tiago Abravanel e contará com números musicais inéditos, preparados especialmente para a ocasião, além de apresentação de cenas de vários musicais indicados nas 15 categorias da premiação. O evento é uma realização da AR e do Ministério da Cultura e conta com o patrocínio do BTG Pactual Digital, que pelo segundo ano seguido apoia essa celebração da classe e dos musicais no Brasil.

Após se consolidar no cenário cultural brasileiro em três prestigiadas edições, o Prêmio Reverência de Teatro Musical inicia uma nova fase em seu quarto ano consecutivo. A grande novidade é a criação de uma Academia, responsável por indicar e eleger os premiados. Foram convidados para o novo júri, entre artistas já indicados ao Reverência, veteranos consagrados, produtores e jornalistas especializados.

‘O Prêmio Reverência nasceu do desejo genuíno de valorizar a classe do teatro musical brasileiro, reverenciar nossos talentos e criar mais oportunidades de visibilidade. Com novas vozes, engajadas e atuantes, reforçamos nossas escolhas passadas e também a crença de que ninguém melhor do que a própria classe para votar nela mesmo. É uma iniciativa para promover ainda mais união no meio e dar total protagonismo a quem dedica seu dia-a-dia à arte de fazer musical no Brasil’, ressalta Antonia Prado, idealizadora do Prêmio Reverência, ressaltando que o processo de votação continua com a supervisão da auditoria Ecovis Peemon e que os envolvidos não podem votar na categoria que concorrem. ‘Sempre tivemos como meta conquistar a credibilidade do meio, ao sermos reconhecidos como uma premiação transparente, correta e referência no mercado’, diz.

A lista de finalistas foi marcada pelo equilíbrio. Entre os 35 espetáculos que concorrem neste ano, ‘Cantando na Chuva’ lidera com 11 indicações, enquanto três musicais empatam com 10: ‘Romeu e Julieta’, ‘Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812’ e ‘Peter Pan’. ‘Bibi, uma Vida em Musical’, ‘Elza’ e ‘Pippin’ tiveram nove indicações cada um.

As montagens que completam a lista seguem ‘Hebe, O Musical’ (4), ‘O Fantasma da Ópera’ (2), ‘A Pequena Sereia’ (2), ‘Se Meu Apartamento Falasse…’ (2), ‘O Som e a Sílaba’ (2) e ‘Dançando no Escuro’ (2). ‘A Vida Não É Um Musical’, ‘Cargas D’Água’, ‘Os Produtores’, ‘O Nome do Espetáculo’ e ‘Dois Filhos de Francisco’ completam a lista, com uma indicação cada.

A Categoria Melhor Espetáculo Voto Popular está aberta a todos e disponível para votação no site da premiação, a partir de hoje. Esta categoria contempla todos os 35 musicais inscritos nesta temporada.

Outra novidade é o lançamento da categoria Melhor Ensemble, valorizando o coro dos musicais, sempre tão importante e pouco lembrado nas premiações.

A cerimônia continuará no mesmo formato dos outros anos, com a apresentação ao vivo de trechos dos principais musicais indicados, além de números criados especialmente para a ocasião. Como acontece desde a sua criação, a festa se reveza entre Rio de Janeiro e São Paulo, pois este é o único prêmio que contempla espetáculos que estrearam nas duas cidades.

CARMEN (1)

Sobre o Prêmio Reverência

Nas últimas duas décadas, o Teatro Musical Brasileiro ressurgiu com força, numa espécie de renascimento do gênero. Entre franquias de musicais estrangeiros, adaptações, produções originais e biografias, o cenário possibilitou a formação de um novo público e de muitos profissionais especializados no gênero.

A primeira edição do Prêmio Reverência aconteceu em agosto de 2015, no Hotel Fasano do Rio de Janeiro, sob comando de Heloísa Périssé. A cerimônia teve números musicais de Malu Rodrigues, Thiago Machado e Totia Meireles e premiou espetáculos como ‘Samba Futebol Clube’, ‘Os Saltimbancos Trapalhões’ e ‘Elis, a Musical’.

No segundo ano, a Cerimônia de Premiação ocupou o Teatro Alfa, em São Paulo, onde foram reproduzidas cenas dos principais indicados. Apresentada por Daniel Boaventura e Totia Meireles, a noite contou ainda com números inéditos e especialmente criados para a ocasião, como na homenagem para Marília Pêra, interpretada por Totia, Daniel, Laila Garin, Leticia Colin e Sandra Pêra. Os principais premiados foram ‘Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera’ e ‘Urinal, O Musical’. A cerimônia foi transmitida pelo Canal Bis, da Globosat.

Para manter o revezamento de cidades, o Reverência voltou ao Rio de Janeiro no ano passado e tomou conta do palco do Teatro Bradesco (RJ), agora com transmissão ao vivo no Canal Bis e apresentação de Tiago Abravanel e Lucio Mauro Filho.

4º PRÊMIO REVERÊNCIA DE TEATRO MUSICAL
Dia 13 de novembro, às 21h30 (entrada na sala até 21h)
TEATRO ALFA (Rua Bento Branco de Andrade Filho, 772)
Ingressos distribuídos no local a partir de 19h (por ordem de chegada para os 100 primeiros da fila)