BOB ZOOM E O TREM DE FERRO

Bob Zoom e seus amigos vão viver uma aventura animada para encontrar o trem de ferro que dá nome ao show. Nessa viagem divertida, os personagens vão se deparar com situações inusitadas que prometem surpreender e alegrar a criançada e seus pais.

A trilha sonora do show tem 18 canções conhecidas do público que se acostumou a acompanhar o Bob Zoom na internet e em outras plataformas. São clássicos do cancioneiro popular como A baratinhaPintor de Jundiaí e Marcha Soldado.

O Trem de Ferro

Com Bob Zoom e Amigos

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 50 minutos

22 e 23/09

Sábado e Domingo – 15h

$40/$60

Classificação Livre

GRUPO TRIII

Grupo Triii apresenta um show mirabolante repleto de músicas e brincadeiras para toda a família. O público é convidado a saborear deliciosos temperos musicais, em um encontro recheado de muita criatividade. No cardápio musical, canções tradicionais se misturam com as composições do grupo como O Tomate e o CaquiA E I O UViro Vira VirouPão, Pão, Pão, entre outras.

Formado por Marina Pittier (voz), Fê Stok (guitarra e voz) e Ed Encarnação (Bateria e voz), o Grupo Triii surgiu em 2008 com o encontro de três pessoas que têm três coisas em comum: a amizade, a identificação musical e a fascinação por crianças. Com shows que reúnem músicas e brincadeiras, a proposta do Triii é criar um contato direto com crianças e pais através da música, de forma sensível, divertida e sempre muito criativa.

GRUPO TRIII

Com Grupo Triii

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 60 minutos

15 e 16/09

Sábado e Domingo – 15h

$40/$60

Classificação Livre

SHOW DA PALHAÇA RUBRA

Num espetáculo de variedades musicais interativo, a Palhaça Rubra apresenta canções cômicas e poéticas, intercaladas com momentos interativos onde o público canta e dança com a artista. Também há espaço para muita improvisação.

Interpretada pela musicista, arte-educadora, diretora e escritora Lu Lopes, palhaça há 26 anos, as apresentações da Palhaça Rubra misturam improviso e trazem no repertório alguns dos maiores hits da carreira, como Eleva o TóraxMiniminimáPlanta Seu Pé no Planeta, entre outros.

Show da Palhaça Rubra

Com Palhaça Rubra

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 60 minutos

08 e 09/09

Sábado e Domingo – 15h

$40/$60

Classificação Livre

BARBATUQUICES

O grupo de percussão corporal Barbatuques convida a criançada para curtir sua Barbatuquices, uma aula-espetáculo em que o público vivencia seu “corpo sonoro” por meio de brincadeiras e movimentos. O repertório inclui canções autorais, adaptações e improvisações.

Uma experiência musical abrangente e interativa em que pais, filhos e participante de todas as faixas etárias são convidados e desafiados a explorar a diversidade de timbres do corpo como palmas, estalos, sons produzidos pela boca e pés, assobios, palmas. O público faz música e toca com o Barbatuques.

Barbatuquices

Com Barbatuques

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 60 minutos

01 e 02/09

Sábado e Domingo – 15h

$40/$60

Classificação Livre

CANTRIX CANTA GILBERTO GIL

Formado pelas atrizes e cantoras, Renata Ricci, Lívia Graciano, Yael Pecarovich e Luciana Bollina, o grupo “Cantrix” se apresenta no espaço Music Hall do Paris 6 Burlesque, em São Paulo, no dia 05 de setembro.

Reunindo antigas amigas e retomando de forma independente uma história que se iniciou há mais de 10 anos, em um concurso de formação de banda feminina, o grupo, que já passou por algumas formações, se reencontra agora em um novo momento, mas ainda como um quarteto vocal feminino, pouco tradicional e menos ainda formal. Embaladas pelo repertório de Gilberto Gil, a nova proposta, essencialmente feminista, traz este encontro de vozes em um show repleto de história e muita atitude.

Desta vez o grupo vem com um objetivo muito claro em mente: Formar um ‘time’ composto por mulheres para muito além do palco. A atriz e cantora Renata Ricci, que entre idas e vindas é a única a integrar o grupo desde sua formação – e que neste retorno assume também a produção dos shows, deixa claro a importância de buscar por mulheres trabalhando em cada função por trás da cortina, seja ela técnica, criativa ou artística.A maternidade me fez admirar muito mais as mulheres e enxergá-las de uma outra maneira. Comecei então a ficar incomodada por me sentir apenas proclamando o discurso feminista e não fazendo nada efetivo a respeito. Percebi que a melhor maneira de empoderar uma mulher é dando um lugar para ela, diz Renata.

Decididas a encontrar um setlist que tivesse como foco principal um ‘discurso’ musical atual, o processo de imersão em diversas referências logo conectou as cantrizes ao universo de Gilberto Gil, porém despertou nelas uma dúvida pontual: ‘Seguir com o conceito do feminino e apresentar canções de uma potência como Madonna, ícone de luta pela liberdade sexual, ou manter Gilberto Gil e toda a identificação com o momento do grupo?’. A decisão ficou por conta da essência do ícone baiano, que em seu repertório conceitual tem por hábito lançar um olhar delicado sobre as relações e as pessoas, além de seu histórico musical e pessoal com relação as questões de gênero.

Ao longo do show, canções consagradas são costuradas por um enredo cênico, muito mais real do que ficcional, e passível de um bom improviso – o que condiz com o novo ritmo do quarteto, que, fora do palco, encara a vida corrida da mulher que, além de artista, por vezes atua como mãe, filha, esposa e amiga.

E é justamente contando um pouco de si e de suas experiências, que cada uma delas revela sua identidade mais sincera em um show-teatral cheio de música brasileira e feminilidade, e que busca, em tempos de empoderamento, colocar luz de maneira leve sobre questões importantes, saindo do já conhecido discurso e ressaltando aquilo que uma das canções do próprio Gil assegura: “Novo tempo sempre se inaugura…”.

CARMEN

Cantrix Canta Gil

Com Renata Ricci, Livia Graciano, Luciana  Bollina e Yael Pecarovich

Paris 6 Burlesque | Music Hall (R. Augusta, 2809 – Cerqueira César, São Paulo)

Duração 70 minutos

05/09

Quarta – 21h

$70

Classificação Livre

SOLO

Ed Motta chega ao Teatro Porto Seguro com o show Solo no dia 21 de agosto, terça-feira, às 21h.

O multi-instrumentista mostra a forma em que suas canções ganham vida com piano e guitarra, apenas. No repertório músicas que costumam ficar de fora de suas turnês como, Do You Have Other Love?, Parada De Lucas, Leve-me Ao Sonho, Ikarus On The Stars e os sucessos Colombina, Manoel, Fora Da Lei, Baixo Rio, Vendaval em suas versões acústicas.

Ed inclui também temas como Caso Sério de Rita Lee e Roberto De Carvalho, sem abrir mão da veia funk-soul. O artista mistura influências que vão do jazz à canção brasileira, das trilhas sonoras de Hollywood ao rock, da música clássica aos standards americanos, da bossa nova ao reggae. 

Combinando uma variedade de sons vocais, Ed Motta se atreve a dizer não ao que ele considera “a ditadura das palavras” em canções. O “Edmottês” é uma maneira brincalhona de denominar uma música cantada que não tem letra. 

Solo

Com Ed Motta

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)

Duração 80 minutos

21/08

Terça – 21h

$120/$180

Classificação Livre

VERSÃO NA PRAÇA

Nos dias 4 e 5 de agosto, o Espaço Cultural Porto Seguro apresenta a nova edição do projeto Versão na Praça. O evento traz artistas da cena contemporânea cantando sucessos de seus ídolos. São dois shows no período da tarde e um show infantil pela manhã, além da feira itinerante Mercado Buenos Artes, com uma seleção especial de designers, artistas, estilistas, ilustradores e produtores de comidas e bebidas artesanais, durante todo o dia e muita música com o Dj Formiga. A entrada é gratuita.

No sábado (4/8), às 11h, a Banda Mirim apresenta o novo show “Música para Criança?”, com canções de todos os espetáculos da trupe. Às 14h, o grupo vocal Cantrix, formado por Renata Ricci, Luciana Bollina, Livia Graciano e Yael Pecarovich, cantam composições de Gilberto Gil. Às 16h, a cantora e atriz Laura Lobo (que integrou o elenco de musicais como “Les Miserables”, “A Família Addams”, “O Despertar da Primavera” e “Cats”) interpreta sucessos de Christina Aguilera, inspirada em performances e trabalhos de destaque na carreira da norte-americana.

No domingo (5/8), quem abre a programação, às 11h, é Carlos Navas com as músicas que Chico Buarque e Vinicius de Moraes dedicaram às crianças. Elis Regina ganha homenagem da atriz Carol Bezerra, às 14h. Carol interpretou a Pimentinha, apelido dado a Elis por Vinicius de Moraes, no espetáculo musical “Jair Em Disparada” (2012). Às 16h, é a vez da atriz Thalita Pertuzatti fazer seu tributo a Whitney Houston, encerrando a programação do fim de semana. Thalita foi finalista da primeira edição do programa “The Voice Brasil”, em 2012, e campeã do programa Raul Gil, em 2009.

O evento é para toda a família, inclusive o seu bichinho de estimação. Quem vier de transporte coletivo pode usar vans gratuitamente, tanto para chegar ao Espaço Cultural quanto para voltar. Elas saem da Estação da Luz, acesso pela saída da Rua José Paulino/Parque da Luz.

CARMEN

Versão na Praça
Dias 4 e 5 de agosto – sábado e domingo – das 10h às 18h
Na praça do Espaço Cultural Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 610 – Campos Elíseos, São Paulo).
Entrada gratuita, não é necessária retirada de ingressos.
Classificação etária: livre.

4 de agosto – sábado
11h – Banda Mirim – Música para Criança?
14h – Cantrix canta Gilberto Gil
16h – Laura Lobo canta Cristina Aguilera

5 de agosto – domingo
11h – Chico e Vinicius para Crianças – Carlos Navas
14h – Carol Bezerra canta Elis Regina
16h – Thalita Pertuzatti canta Whitney Houston