GODSPELL

O espetáculo Godspell, sucesso em 2015, ganha nova temporada a partir de 5 de junho no Teatro Serrador. De autoria de John-Michael Tebelak, direção de João Fonseca, direção musical de Tony Lucchesi e coreografia de Victor Maia, a nova temporada fica até dia 26 de junho, com sessões às terças e quartas sempre às 19h30. Com exceção da última semana, quando as sessões serão na segunda e terça.

Após seu lançamento, nos anos 70, o musical virou imediatamente o emblema de toda uma geração e um clássico da Broadway ao subverter a estética e a narrativa comumente associada a figura de Jesus. Não buscava desvirtuá-lo,  mas sim aproximando a essência de sua mensagem à realidade de todos nós através de canções pop-rock que se tornaram clássicos do teatro musical e da música mundial. Mas isso foi em 1970 nos Estados Unidos da América – e agora?

O amor em primeiro lugar, é isso que Godspell quer nos mostrar. E esse discurso se faz muito atual, já que vivemos em tempos tão difíceis e decisivos, onde constantemente somos levados à guerrear com nossos pares – literalmente e metaforicamente – o nosso espetáculo e a nossa companhia viu necessária à nossa volta aos palcos para levar essa mensagem sobre amizade, lealdade e amor – diz Lyv Ziese, do elenco da peça.

A peça já havia ganhado releitura de João Fonseca em 2015, que na época decidiu juntar um grupo de jovens atores para montar o musical usando elementos da cultura popular brasileira e a linguagem jovem atual, ele revisitava por completo a obra e propunha uma versão inédita e genuinamente brasileira do clássico da Broadway. Porém a nova remontagem do diretor promete algumas novidades!

As parábolas, as canções e as cenas divertidas de Godspell traçam o caminho de cada integrante do grupo para compreender a filosofia do “bem viver”, proposta no Evangelho de São Matheus, como um caminho para transformar o processo caótico que rege as relações humanas na sociedade atual. Dito isso, longe de ser veículo de uma mensagem religiosa, Godspell é engraçada, emocionante, jovem, popular, acessível e resgata a essência da mensagem do evangelho: a tolerância e o amor – complementa Caio Loki, responsável pela designer de arte e figurino.

IMG_0454

Godspell

Com Alain Catein, Analu Pimenta, Bernardo Dugin, Carol Botelho, Deborah Marins, Diana Cataldo, Erick de Luca, Gabi Porto, Giovanna Rangel, Ingrid Gaigher, Joana Mendes, João Telles, Leo Bahia, Lyv Ziese, Oscar Fabião, Raphael Rossatto e Ugo Cappelli  Swing: Tecca Ferreira

Teatro Serrador (Sen. Dantas, 13 – Centro, Rio de Janeiro – RJ)

Duração 120 minutos

05 a 26/06

Terça e Quarta – 19h30 (com exceção da última semana, quando será na segunda e terça)

$40

Classificação Livre

CORIOLANO

Considerada uma das obras menos montadas de William Shakespeare (1564-1616), Coriolano é também uma das mais experimentais e intrigantes. Com direção de Márcio Boaro e 14 atores em cena, a vibrante montagem da Cia. Ocamorana para o clássico inglês ganha nova temporada popular no Teatro Alfredo Mesquita, entre 1º de junho e 1º de julho, com ingressos vendidos por apenas R$20.

SINOPSE

Caio Marcio Coriolano, é um general romano temido e reverenciado, está em desacordo com a cidade de Roma e seus cidadãos. Impulsionado a ocupar a poderosa e cobiçada posição de Cônsul por sua mãe controladora e ambiciosa, Volumnia, ele não está disposto a agradar às massas cujos votos ele precisa para assegurar o cargo. Quando os Tribunos do Povo fazem com que o povo se recuse a apoiá-lo, a raiva de Coriolano gera um protesto que culmina em sua expulsão de Roma. O herói banido se alia então ao seu inimigo declarado Tulio Aufídio para vingar-se da cidade. Uma obra de Shakespeare que se mostra atual para os problemas das Repúblicas modernas.

Coriolano, por Márcio Boaro

A cada ano notamos mudanças no nosso dia a dia, surgem diferenças comportamentais que são absorvidas rapidamente, vivemos com diferenças significativas em relação há dez anos. Neste quadro a peça Coriolano de William Shakespeare nos salta aos olhos, a história que se passa no período tão antigo que não se tem comprovações históricas de ter ocorrido, mas a história narrada parece ser nossa contemporânea.

O conceito de República (do latim res publica, “coisa pública”) era recente, a história se passa no século V antes de Cristo, mas o jogo de poder e as intrigas políticas são as mesmas. Nas origens da política republicana vemos muitos dos seus vícios.

A ideia de república onde o senado é uma estrutura política de Estado em que são necessárias três condições: um número razoável de pessoas (multitude); uma comunidade de interesses e de fins (communio); e um consenso do direito (consensus iuris). Que nasce das três forças reunidas: libertas do povo, auctoritas do senado e potestas dos magistrados.

Este conceito que parece perfeito não incluía o povo, que se manifesta, a pressão popular cria os seus representantes os “Tribunos do Povo” dentro de um regime que já devia conter os interesses populares.

Neste contexto surge um jovem general romano (aristocrata) que não acredita nos direitos dopovo, que é respeitado como herói de guerra e se coloca como candidato a Cônsul (chefe de estado), os tribunos fazem uma manobra para que ele não seja eleito e que além disto seja exilado, o grande general torna-se inimigo de Roma. Esta narrativa tem 2500 anos, mas poderia ter sido escrita a partir do jornal de hoje, o jogo pelo poder prevalece e o povo continua procurando uma forma de validar seus anseios.

CARMEN (1).png

Coriolano
Com Mônica Raphael, Manuel Boucinhas e Litta Mogoff
Convidados:  Andressa Ferrarezi, André Capuano, Joaz Campos, Pedro Felicio, Rodrigo Ramos, Toni D´Agostinho, Al Nascimento, Aton Macário, Letícia Negretti, Luiz Campos, Thaís Campos.
Teatro Municipal Alfredo Mesquita (Avenida Santos Dumont, 1770, Santana, São Paulo)
Duração 120 minutos
01/06 até 01/07
Sexta e Sábado – 20h30, Domingo – 19h
$20
Classificação 12 anos

FESTA, A COMÉDIA

O público já na sua chegada é convidado para participar de uma típica Festa Infantil, recepcionados pelo primeiro personagem da peça, um palhaço!

Imagine o que não é capaz de acontecer numa festa para crianças?

Imaginou? Então, situações inusitadas, bizarras e divertidas acontecem nesta festa de nosso aniversariante mirim que guarda um grande segredo! Em um formato de 5 (cinco) esquetes, onde cada esquete é escrita por um autor diferente. Todas retratadas por personagens interligados presentes nesta mesma Festa, a Comédia.

Uma comédia hilária, que se comunica com todo tipo de publico, por justamente reunir um ‘dream team’ de autores consagradíssimos escolhidos a dedo. Aliado à tarimba e experiência do intérprete e criador da ideia central do espetáculo, Maurício Machado.

Maurício conta “ Todos os textos foram escritos especialmente para mim, por cada um desses talentosíssimos e queridos autores, que permearam em algum momento meus 30 anos de carreira. E com alguns, em muitas oportunidades. O que é uma honra e uma responsabilidade (risos) Mas só me fascina se for com desafio, surpreendente e como o deve ser o teatro, entregue e sem rede de proteção.

Ele interpreta seis hilariantes personagens femininos e masculinos, todos completamente diferentes e repletos de humor. Além disso, um show à parte pode ser conferido às frenéticas e muito rápidas trocas de figurino e composição, essas criadas pelo premiado visagista Anderson Bueno com figurinos de Marcio Vinicius, que duram segundos de uma personagem à outra;

Com este seu novo solo, Maurício celebrará seus 30 anos de profissão onde o Teatro sempre foi seu grande alicerce e de onde nunca se ausentou e a TV e Cinema seus companheiros. E cada um desses autores escolhidos para o projeto tem relação com a trajetória profissional do ator Maurício Machado e sua admiração.

O diretor da comédia, Eduardo Figueiredo, com mais de 10 comédias de sucesso de público e crítica no currículo apresenta uma encenação focada na interpretação e no humor presente nestes personagens surpreendentes.

Maurício me propôs sua ideia de fazer um espetáculo com autores diferentes que se passa em uma festa de aniversário de criança, aceitei sem pensar, é genial esse universo. Repleto de personagens que propiciam identificação imediata para o público

31408270_1746027478784834_8417153130038296576_n

Festa, a Comédia
Com Maurício Machado
Teatro Augusta (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 120 minutos
04 a 27/05
Sexta – 21h30, Sábado – 20h, Domingo – 18h
$40/$50
Classificação 12 anos

O SONHO NÃO ACABOU

Considerada a melhor banda de tributos aos Beatles no Brasil, fundada em 1976, a Beatles 4Ever realiza o show “O Sonho não acabou”, no Teatro J. Safra, sexta-feira, dia 11 de maio.

O espetáculo conta, com detalhes, a trajetória da banda britânica e é dividido em três partes. O início traz a fase da “beatlemania”, composta por músicas dançantes, incluindo grandes hits como “She Loves You”, “Twist And Shout”, “All My Loving” e A “Hard Day’s Night”. Nesta época que os Beatles usavam seus consagrados terninhos e o corte de cabelo “tigelinha”, revolucionário para a época. Em seguida, vem a fase psicodélica, tendo seu auge com o álbum Sargent Pepper’s Lonely Hearts Club Band e com o desenho Yellow Submarine. Neste momento, as cores tomam conta do espetáculo, com o uso das fardas, interpretações e músicas divertidas, como “Lucy In The Sky With Diamonds”, “Hello Goodbye” e “Penny Lane”. A última fase do show é composta pelas músicas lançadas próximo à separação dos Beatles, quando já começavam a transparecer seus estilos individuais. Canções grandiosas como “Don’t Let Me Down”, “Something” e “Let It Be” emocionam a plateia.

A maioria dos instrumentos e amplificadores são da mesma época daqueles utilizados por eles, o que torna a sonoridade mais próxima possível das gravações originais. O show do Beatles 4Ever sempre conta com um público composto por crianças, jovens e adultos, mostrando que a obra dos Beatles é atemporal e continua viva até hoje.  A banda cover procura interagir com a plateia, criando uma atmosfera intimista e descontraída.

 image002.png

Beatles 4Ever – O Sonho Não Acabou
Com Beatles 4Ever (Ricardo Felício, Raffa Machado, Nando Braga, Rene Zayon
Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda, São Paulo)
Duração 120 minutos
11/05
Sexta – 21h30
$40/$120
Classificação Livre

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO – O MUSICAL

Estreia dia 2 de maio, no Teatro Riachuelo Rio, Sonho de Uma Noite de Verão – O Musical. O espetáculo reúne os atores que se destacaram nas três edições do projeto Incubadora de Cias, realizado pelo CEFTEM em parceria com a Aventura Entretenimento, em uma adaptação inédita da clássica comédia de Shakespeare, com músicas originais. O espetáculo tem direção João Fonseca, direção musical de Tony Lucchesi e direção de movimento de Bella Mac.

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO

Às vésperas do casamento do Duque de Atenas, um casal de apaixonados (Hérmia e Lisandro) adentra a mata para tentar escapar de um destino terrível. Também entram Demétrio, apaixonado por Hérmia, e Helena, apaixonada por Demétrio. O caos está instalado na floresta por causa de uma disputa ciumenta entre os deuses Titãnia e Oberon, que não conseguem controlar os espíritos da floresta, e seu líder, Puck. Feitiços são lançados e os jovens apaixonados acabam se encantando pelas pessoas erradas, numa noite de perseguições amorosas confusas e cansativas. Nesta mesma floresta, uma trupe de atores amadores ensaia uma lamentável comédia de muito mal gosto para apresentar no casório que se dará em breve. Um deles é arrastado para o caos dos feitiços, quando é transformado em burro por Puck, e capturado pela rainha das fadas, que se apaixona profundamente por suas orelhas peludas. Em uma noite que mais parece um sonho, o amor é feitiço e todos vivem experiências misteriosas e memoráveis.

31542660_2065977930391697_976134977051688960_n

Sonho de uma Noite de Verão – o Musical
Com Alina Cunha, Anderson Rosa, Caio Lisboa, Clara Equi, Erick De Luca, Gabriel Lara, Hamilton Dias, Julia de Aquino, Maria Clara Cristóvão, Mariana Montenegro, Mateus Penna Firme, Milene Cauzin, Sidarta Senna, Vitor Louzada
Teatro Riachuelo (Rua do Passeio, 38/40 – Centro, Rio de Janeiro)
Duração 120 minutos
2, 9, 16, 23 e 31 de maio, 01 e 02 de junho – 20h
03 de junho – 18h
$40
Classificação 12 anos

MOLIÈRE – UMA COMÉDIA MUSICAL DE SABINA BERMAN

Uma disputa bem-humorada entre a Comédia, representada por seu mais ilustre autor, Molière (vivido por Matheus Nachtergaele), e a Tragédia, personificada pelo poeta Jean Racine (Elcio Nogueira Seixas) estreia no Teatro do Sesi-SP a partir de 20 de abril. O espetáculo Molière – Uma Comédia Musical de Sabina Berman fica em cartaz até 29 de julho, com entrada gratuita.

Embalada por músicas de Caetano Veloso, executadas ao vivo e com arranjos originais do maestro Gilson Fukushima, montagem faz parte do projeto de intercâmbio cultural promovido pelo Sesi-SP e o Teatro Promíscuo para valorizar a dramaturgia latino-americana. A peça marca a estreia da obra teatral da renomada dramaturga mexicana Sabina Berman no Brasil. O espetáculo é dirigido por Diego Fortes, ganhador do Prêmio Shell em 2017 pelo espetáculo O Grande Sucesso.

Inspirada no próprio teatro de Molière, que fundia vários estilos em uma mesma obra (Commedia Dell’Arte; influências renascentistas e barrocas; humor satírico), a encenação busca integrar linguagens diversas em uma intensa dinâmica cênica.  “A fusão de linguagens de Molière e a autenticidade de suas criações nos possibilitaram misturar cores e texturas com extrema liberdade, procurando sempre uma encenação em que regras pudessem ser quebradas”, diz o diretor Diego Fortes.

Em cena, quatorze atores e músicos vão narrar o inusitado conflito entre formas opostas de pensar o mundo, expressas pelas famosas máscaras do Teatro: uma ri malandramente de tudo e de todos, a outra mostra reverência e temor diante da dor e da morte. O embate épico entre estas duas faces da vida tem como cenário a corte carnavalesca de Luis XIV, o Rei Sol (Nilton Bicudo), na França.

Amado pelo público e favorito do extravagante do rei, Molière trava uma luta tragicômica, com seu aprendiz Racine para manter a posição de dramaturgo mais prestigiado da corte. Enquanto isso, Arcebispo de Paris, grade entusiasta da guerra, Monsenhor Péréfixe (Renato Borghi), tentará se aproveitar do conflito para banir do reino o Teatro e seus artistas, endurecer a censura e lançar a França em uma era de conquistas, violência e sacrifício. É mais nobre fazer o público rir ou chorar? Os artistas devem mostrar o mundo como ele é ou como deveria ser? Porque proibir obras de arte e perseguir seus criadores? Até que ponto aqueles que criam devem submeter-se à vontade daqueles que pagam? Estas são algumas das grandes questões que permeiam o enredo do espetáculo inédito.

O cenário de André Cortez evidencia o jogo de transições entre teatro e realidade ao mesmo tempo em que dissipa os limites entre palco e plateia. O público, enquanto assiste a uma encenação de Molière ou de Racine, também acompanha as reações do Rei Luís XIV e do Arcebispo Péréfixe ao espetáculo. Os figurinos de Karlla Girotto brincam com a ideia irreverente de uma “França Tropical”, ou melhor, de uma delirante “Tropicália Francesa” irrompendo em plena corte absolutista do século XVII.

unnamed34-1.jpg

Molière – Uma Comédia Musical de Sabina Berman
Com Matheus Nachtergaele, Elcio Nogueira Seixas, Renato Borghi, Nilton Bicudo, Rafael Camargo, Luciana Borghi, Georgette Fadel, Regina França, Marco Bravo, Débora Veneziani, Edith de Camargo, Fábio Cardoso, Maria Fernanda e Beatriz Lima
Teatro do Sesi-SP – Centro Cultural Fiesp (Av. Paulista, 1313 – Jardins, São Paulo)
Duração 120 minutos
20/04 até 29/07
Quinta, Sexta, Sábado – 20h, Domingo – 19h
Grátis. Reserva de ingressos pelo site http://www.centroculturalfiesp.com.br ou remanescentes diretamente na bilheteria do teatro (quarta a sábado, das 13h às 20h30 e domingo, das 11h) nos dias da apresentação.
Classificação 16 anos

IN ROCK

Alírio Netto e banda Noturnall preparam shows inéditos para gravação de DVD. Serão dois shows diferentes e especiais, preparados exclusivamente para este evento. Ao final, as duas bandas se reúnem para uma JAM especial.

Show em comemoração aos 25 anos de carreira, Alírio Netto canta desde músicas dos seus primeiros CDs, até mais recente álbum João de Deus, além de temas dos musicais que protagonizou como We Will Rock You, do Queen, em que viveu o protagonista Galileo e Jesus Cristo Superstar, onde fez o papel de Jesus na produção mexicana e o de Judas na produção brasileira. Seu mais recente projeto foi o espetáculoFreddie Mercury Revisited. A banda que acompanhará Alírio Netto será composta pelos músicos da Noturnall.

A banda Noturnall que conta com mais de 300 mil seguidores, 300 shows na carreira, participação festivais pelo mundo, tours pelo Brasil, América Latina, América do Norte e Europa, agora se reúne para fazer o lançamento do seu primeiro material acústico. Formada pelos músicos Thiago Bianchi (vocal), Fernando Quesada (baixo), Junior Carelli (teclados), Henrique Pucci (bateria) e Bruno Henrique (guitarra), a banda faz versões de grandes sucessos, e ainda comemora 10 anos da formação Immortal da banda Shaman, uma das maiores bandas da história do heavy metal e rock nacional.

In Rock (gravação de DVD)
Com Alírio Netto e Noturnall
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 120 minutos
24/04
Terça – 21h
$40/$60
Classificação Livre

 

 

In Rock (gravação de DVD)
Com Alírio Netto e Noturnall
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 120 minutos
24/04
Terça – 21h
$40/$60
Classificação Livre