CHOPIN OU O TORMENTO DO IDEAL

Com Nathalia Timberg e a pianista Clara Sverner a montagem consagrada a Chopin, associa música e poesia sob a direção de José Possi Neto. A atriz Nathalia Timberg  pela primeira vez em sua carreira, interpreta um personagem masculino.

Partindo de recortes textuais da vida de Chopin, cartas de George Sand entrelaçadas com declarações e poemas de Musset, Liszt, Baudelaire, Gérard de Nerval e Saint-Pol-Roux, o espetáculo ilumina vinte anos da vida e da obra do compositor, criando uma possível subjetividade acerca de sua biografia com a objetividade e a poética do seu contexto histórico.

A montagem original teve sua estreia nos primeiros meses do ano de 1987, no Théâtre de la Gaîté-Montparnasse, em Paris. O pianista Erik Berchot, vencedor do prêmio Frédéric Chopin de Varsóvia (1980), uniu seus talentos aos do ator e autor Philippe Etesse para compor o espetáculo.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo site da Ingresso Rápido.

 

CHOPIN 3b EDSON KUMASAKA

Chopin ou O Tormento do Ideal
Com Nathalia Timberg e Clara Sverner
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo)
Duração 70 minutos
01 a 03/12
Sexta e Sábado – 21h, Domingo – 19h
$60/$80
Classificação 14 anos

UM

 

Teatro Porto Seguro está com as vendas de ingressos abertas para o show de Ayrton Montarroyos que acontece no dia 5 de dezembro, terça-feira, às 21h.

O show intitulado Um, é baseado em seu álbum de estreia, Ayrton Montarroyos, lançado em abril de 2017. O CD traz músicas inéditas de Zeca Baleiro (À Porta do Edifício) e Zé Manoel (Tu Não Sabias), além de regravações de Cartola (Que Sejas Bem Feliz) e de Tiné, integrante da banda Academia da Berlinda (E Então).

A carreira do jovem intérprete pernambucano de 22 anos começou cedo, quando, aos 16 anos, foi convidado para gravar a música Riacho do Navio (Luiz Gonzaga/Zé Dantas) no álbum triplo 100 Anos de Gonzagão, da gravadora Lua Music. O produtor musical Thiago Marques Luiz percebeu em Ayrton um grande potencial e o convidou para outro projeto, o CD 100 Anos de Herivelto Martins (Lua Music, 2013). Ayrton foi indicado ao Grammy Latino por essa gravação.

Ayrton Montarroyos participou do reallity musical da Rede Globo, The Voice Brasil, na edição 2015. Apadrinhado por Lulu Santos passou por todas as fases do programa e sagrou-se vice-campeão cantando clássicos da música popular brasileira.

 

Um
Com Ayrton Montarroyos
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo)
Duração 70 minutos
05/12
Terça – 21h
$30/$50
Classificação Livre

TUDO SOBRE OS HOMENS

Tudo Sobre os Homens é uma obra do escritor croata Miro Gavran traduzida para o português pelo ator e diretor Flávio Faustinoni. Na obra, Juan AlbaDenis Victorazo e o próprio Faustinoni se revezam entre quatro personagens que contam diferentes histórias sobre o universo masculino em uma montagem com ritmo ágil.

O espetáculo reúne histórias recheadas de humor e de uma forte carga dramática, em que a vida cotidiana masculina, é exposta de diferentes maneiras. As cenas contam desde a convivência entre três grandes amigos e sua separação até as dificuldades de um dono de boate de striptease masculino para encontrar bons profissionais. A peça passa também pelas relações familiares entre um pai e seus dois filhos e pela saia justa do aparecimento de um ex-namorado na vida de um casal.

Para viver os personagens, os atores trocam ou incluem pequenos adereços em cena. O cenário, composto por cadeiras, se transforma em sete ambientes diferentes, dando corpo às cenas. Tanto a cenografia quanto o figurino, são de Osvaldo Gonçalves, e os ternos confeccionado pela Etiqueta Negra.

A peça foi escrita em 2006 e já completou mais de 300 apresentações na Croácia, além de passar pelo Off Broadway e por diversas cidades europeias. Os textos de Gavran já foram traduzidos para mais de 35 idiomas. Tudo sobre os homens propicia até ao espectador mais desavisado, verdadeiros momentos de humor, reflexão e prazer.

TIMG_1669

Tudo Sobre os Homens
Com Juan Alba, Deniz Victorazo e Flavio Faustinoni
Clube Hebraica (R. Hungria, 1000 – Pinheiros, São Paulo)
Duração: 70 min
26, 28 e 31/10, 01/11
Terça, Quarta e Quinta – 21h, Sábado – 19h e 21h
$60
Classificação 14 anos

ASSUNTO DE MENINAS

Inspirado no filme “Lost and Delirious” de Léa Pool, o espetáculo “Assunto de Meninas” retrata a adolescência e as crises afetivas de três meninas que vivem em um internato.  O drama se estende pela mágoa delas em relação às suas famílias e, principalmente, a relação conturbada e displicente com suas respectivas mães. Ancoradas por essa dor desde pequenas, cada uma lida ao seu modo com isso, motivo pelo qual interfere diretamente nos conflitos sexuais e afetivos de suas descobertas na idade.

Um texto emocionante sobre amor, família e a dor de descobrir-se.

Ainda abalada pela perda da mãe, que morreu há 3 anos, Maria vai para um colégio interno para meninas. A recepção das novas colegas é ótima e ela é instalada no quarto da Paula e Vitória. Com o convívio, ela percebe que as suas colegas de quarto são muito mais do que grandes amigas. Apesar do espanto inicial, Maria com seu jeito tímido conquista a confiança das duas e se torna a única confidente do casal. Enquanto tenta se adaptar ao novo ambiente, Maria vê a dificuldade das amigas em lidar com alguns dos impasses do relacionamento causados pelo preconceito de suas famílias e por suas profundas crises de identidade, principalmente quando Paula e Vitória são pegas na cama.

Temendo uma reação contrária da família, Vitória passa a ter uma relação heterossexual para acalmar os ânimos e tentar convencer a si própria que é só amiga de Paula, que por sua vez, não se conforma com esta situação e não medirá esforços para a ter de volta.

ARTE OFICIALAssunto

Assunto de Meninas
Com Débora Sartori, Marcela Arribet, Mariana Faloppa e Higor Fernandes
Teatro Augusta – sala Paulo Goulart (Rua Augusta, 943, Cerqueira Cesar – São Paulo)
Duração 70 minutos
10/11 até 15/12
Sexta – 21h30
$50
Classificação 14 anos

PAPO COM O DIABO

Comemorando 40 anos de carreira, o ator Eduardo Martini estreia no dia 01 de novembro o espetáculo Papo com o Diabo no Teatro Itália. A peça marca a primeira parceria de Eduardo Martini com o diretor Elias Andreato, dois grandes talentos das artes cênicas, após anos tentando esse encontro. O espetáculo é o primeiro texto do jornalista e crítico teatral Bruno Cavalcanti, estreando nos palcos, em um texto escrito especialmente para Martini.

A peça narra a história de um personagem milenar e enigmático da história da humanidade, o Diabo em pessoa, de carne e osso. A comédia conta com cenas hilárias, em que o capeta se defende das acusações que vem recebendo ao longo de milênios e, o mais importante, contestar sua participação nas mazelas do mundo, propondo questionamentos acerca da natureza humana.

A ideia do texto surgiu depois do autor ver uma série de espetáculos, livros e filmes retratando Deus com uma espécie de crise existencial e imaginar que o que o Diabo passa não é muito melhor, então quis dar protagonismo a essa personagem tão rica quanto marginalizada.

Nesses 40 anos de carreira Eduardo Martini, um dos grandes nomes da comédia no Brasil, já atuou em mais 30 espetáculos com destaque para A Chorus LineSplish SplashNão Fuja da RaiaNa Medida do PossívelQuem tem Medo de Itália Fausta?, O Sexo dos AnjosAté que o Casamento nos SepareI Love Neide, Dark Room, O Filho da Mãe, no qual foi indicado a prêmios de Melhor ator.

Além de ator, Martini é autor, diretor, produtor e coreografo. Trabalhou com grandes nomes do humor como Chico Anysio e Dercy Gonçalves. Na TV participou das novelas como Deus nos Acuda, de Silvio de Abreu, O Clone, de Glória Perez, entre outras em emissoras como Globo e SBT. Participou do programa de Hebe Camargo com a personagem Neide Boa Sorte, em fez uma dobradinha com a apresentadora lembrada até hoje pelos fãs.

FOTO 01.jpg

Papo com o Diabo
Com Eduardo Martini
Teatro Itália, (Av. Ipiranga 344 – República, São Paulo)
Duração 70 minutos
01 a 29/11
Quarta – 21h
$60
Classificação 14 anos

POR+VIR

Companhia de Danças de Diadema apresenta o espetáculo “por+vir”,nos dias 27 e 28 de outubro (sexta e sábado, às 20h), no Teatro Clara Nunes, no Centro Cultural Diadema. A entrada é franca.

Em 2015, para comemorar 20 anos de carreira no cenário artístico, a Companhia de Danças de Diadema promoveu um reencontro com importantes coreógrafos que, ao longo de sua trajetória, já haviam criado obras para seu repertório.

A partir desse novo encontro com o elenco da Companhia, o espetáculo“por+vir” foi concebido. Assim, nove coreógrafos trouxeram a possibilidade de experimentação de momentos únicos, cada um pela sua ótica sobre a dança contemporânea.

As experimentações levaram a um mosaico de movimentos, gerando assim as cenas: Nós de Nós, de Cláudia Palma; Bakú,intervenções entre cenas de Ana Bottosso; Caminhos Traçados, criação coletiva – Pedro Costa e elenco da Cia; .entre pontos., de Fernando Machado; Gárgulas, de Sandro Borelli; Esse Samba é Meu, de Sérgio Rocha, Entremeios, de Mário Nascimento; 1 + Um, de Henrique Rodovalho; e  Novena, de Luís Arrieta.

Com a realização deste projeto, a Companhia de Danças de Diadema expressa seu gosto pela versatilidade, pelas múltiplas maneiras de olhar a dança. Por meio dos corpos de seus intérpretes e dos diferentes estilos desenvolvidos pelos coreógrafos, proporciona ao público um múltiplo panorama gestual e sensorial.

Por+Vir
Com Ana Bottosso, Carolini Piovani, Daniele Santos, Danielle Rodrigues, Elton de Souza, Fernando Gomes, Keila Akemi, Leonardo Carvajal, Thaís Lima, Ton Carbones, Zezinho Alves.
Teatro Clara Nunes – Centro Cultural Diadema (Rua Graciosa, 300 – Centro. Diadema/SP)
Duração 70 minutos
27 e 28/10
Sexta e Sábado – 20h
Entrada gratuita
Classificação 14 anos

OS SERVOS DE PAN

Os Servos de PAN é um espetáculo da Cia Terranova,  destinado a toda a família, que promove a parceria entre Euritmia, Teatro, Bonecos, Literatura e Música ao vivo (canto, piano, flauta e percussão), com 24 artistas em cena. Destaque para Euritmista Loreto Suárez*, formada pela Escola de Euritmia de Santiago do Chile, que faz participação especial nesta temporada e está em residência artística no Brasil. A direção é de Marília Barreto, coreógrafa e Euritmista formada pela Escola Superior Hogeschool Helikon em Haia/ Holanda, onde integrou o Nederlands Eurythmie Ensemble, antes de seu retorno ao Brasil em 1988.

O espetáculo já esteve em turnê pela Europa em 2016 e se prepara para nova temporada internacional em 2018. De 11 a 26 de novembro ele estará em cartaz em São Paulo, no Teatro Arthur Azevedo, com sessões aos sábados e domingos, às 16h.

Dinâmico e lúdico, inovador e profundo, o espetáculo Os Servos de Pan nos leva da turbulência à contemplação, através do intrigante deus Pan, com seus faunos bufanescos. E seus servos mais sutis – as ondinas das águas, os gnomos das cavernas, os silfos do ar, as fogosas salamandras… – quem serão eles? Onde se inserem? Será mera fantasia, alienante, ultrapassada? Ou serão entidades, potências atuantes no devir das coisas?

O Mito e os Contos de Fadas compõem, junto a outras fontes e narrativas, as “eternas histórias de antigamente”… que encerram os pequenos e grandes arquétipos curadores, conhecidos desde tempos imemoriais como fontes fortalecedoras da psique, atuantes no inconsciente da humanidade. 

Em Os Servos de Pan esses seres ganham ainda mais expressão, através da pesquisa do filósofo e cientista Rudolf Steiner acerca de tais entidades, que a Cia Terranova apresenta de forma arquetípica e inovadora, evitando clichês e caricaturas.

Os Servos de PAN
Com Ana Ghirello, Ana Paula Nigro, Anna Teresa Marsilio, Andréa Ikeda, Bruna Munhoz, Bárbara Salomé, Clarissa Mattoso, Denise Seignemartin, Eduardo Elias Gotlib, Evas Carretero, Fernando Aveiro, Guilad Haim,Isabela Leibl, José Sampaio, Julia Hebbel, Lilian Soarez, Loreto Suárez, Marília Barreto, Marília Duarte, Murilo Inforsato, Nadia Muradi.
Teatro Arthur Azervedo (Av. Paes de Barros, 955 – Mooca, São Paulo)
Duração 70 minutos
11 a 26/11
Sábado e Domingo – 16h
$16
Classificação Livre