A BELA E A FERA

Uma adaptação de Tina Mendes sobre o apaixonante conto de fadas francês escrito por Jeanne-Marie LePrince de Beaumont.

Em uma pequena aldeia da França, Bela, uma jovem inteligente e sonhadora é considerada estranha por todos, e seu pai Maurice, um inventor que é visto como um louco. Ela é cortejada por Gaston, o bonitão da aldeia que quer casar com ela. Mas apesar de todas as jovens da aldeia o achar um homem bonito, Bela não o aceita, pois vê nele uma pessoa exibida e arrogante.

Quando o pai de Bela vai para o concurso de Lyon demonstrar sua nova invenção, ele acaba se perdendo na floresta e é atacado por lobos. Desesperado, Maurice procura abrigo em um castelo, mas acaba se tornando prisioneiro da Fera, o senhor do castelo, que na verdade é um príncipe que foi amaldiçoado por uma feiticeira quando negou abrigo a ela.

Quando Bela sente que algo aconteceu ao seu pai vai à sua procura. Ela chega ao castelo e lá faz um acordo com a Fera: se seu pai fosse libertado ela ficaria no castelo para sempre. A Fera concorda e todos os “moradores” do castelo, que também foram transformados em objetos falantes, sentem que esta pode ser a chance do feitiço ser quebrado. Mas isto só acontecerá se a Fera aprender a amar e ser amado.

O que parecia impossível, enfim acontece. Bela consegue enxergar além das aparências e o ensina o verdadeiro significado do amor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Bela e a Fera
Com Andresa Gavioli, Mauro Pucca, Aguiberto Santos, Erika Farias, Fernanda Gavioli, Guilherme Costenaro, Thalita Drodowsky, Zé Alberto Martins e Wellington Firmino
Teatro das Artes – Shopping Eldorado (Av. Rebouças, 3970 – 404 – Pinheiros, São Paulo)
Duração 60 minutos
07/01 até 26/03
Sábado e Domingo – 16h
$60
Classificação Livre
 
Adaptação: Tina Mendes
Direção: Andresa Gavioli e Mauro Pucca
Assistente de Direção: Guilherme Costenaro
Diretor de Produção: Mauro Pucca
Assistente de Produção: Fernanda Gavioli
Figurinos: Arlete Castro
Cenografia: Rafael Junqueira e Daniel Amaral
Iluminação: Rodrigo Souza
Sonoplastia: Sérgio Luís
Arte Visual: Vicente Queiróz
Realização: OSCARDEPAU Produções Artísticas

A BELA E A FERA

Acredite na magia… o trailer final do filme “A Bela e a Fera“, com atores e computação gráfica, está no ar. Mostra, além de trechos inéditos, como ficou a versão para a canção tema interpretada por Ariana Grade e John Legend.

O elenco conta com Dan Stevens (Fera), Luke Evans (Gaston), Emma Watson (Bela), Emma Thompson (Sra. Potts), Kevin Kline (Maurice), Ian McKellen (Cogsworth), Gugu Mbatha-Raw (Plumette), Ewan McGregor (Lumiere) e Stanley Tucci (Cadenza).

O filme estreia no dia 16 de março.

NOVO FILME “LIVE ACTION” DA DISNEY

Após o sucesso de público e crítica do filme “live action” (com atores) de “Mogli, o Menino Lobo” (2016), a Disney teve mais certeza na decisão de refilmar seus clássicos.

moglimeninoloboposter.jpg

Para o próximo ano, está programada o lançamento de “A Bela e a Fera” no dia 16 de março, com os atores Emma Watson e Dan Stevens nos papéis principais. O elenco ainda conta com os nomes de Josh Gad (Lefou), Luke Evans (Gaston), Ian McKellen (Cogsworth), Ewan McGregor (Lumiere) e Kevin Kline (Maurice), entre outros. A direção é de Bill Condon (Saga Crepúsculo).

Agora, o próximo sucesso a ser transposto para as telas é “O Rei Leão“. A direção cabe novamente a Jean Favreau, responsável também por Mogli. O filme está em processo de desenvolvimento e produção. Ainda não há previsão de lançamento.

O filme original é de 1994 e arrecadou cerca de 970 milhões de dólares no mundo inteiro e ganhou dois Oscars – melhor canção original (“Can you feel the love tonight”) e melhor trilha sonora.

A produção da Broadway já está em cartaz há 19 anos e ganhou seis Tonys. Esteve em cartaz no Brasil em 2014. Seu protagonista, Tiago Barbosa, está agora em palcos espanhóis, revivendo o papel que o fez conhecido do público.

 

 

 

A BELA E A FERA

Uma adaptação de Tina Mendes sobre o apaixonante conto de fadas francês escrito por Jeanne-Marie LePrince de Beaumont.

Em uma pequena aldeia da França, Bela, uma jovem inteligente e sonhadora é considerada estranha por todos, e seu pai Maurice, um inventor que é visto como um louco. Ela é cortejada por Gaston, o bonitão da aldeia que quer casar com ela. Mas apesar de todas as jovens da aldeia o achar um homem bonito, Bela não o aceita, pois vê nele uma pessoa exibida e arrogante.

Quando o pai de Bela vai para o concurso de Lyon demonstrar sua nova invenção, ele acaba se perdendo na floresta e é atacado por lobos. Desesperado, Maurice procura abrigo em um castelo, mas acaba se tornando prisioneiro da Fera, o senhor do castelo, que na verdade é um príncipe que foi amaldiçoado por uma feiticeira quando negou abrigo a ela.

Quando Bela sente que algo aconteceu ao seu pai vai à sua procura. Ela chega ao castelo e lá faz um acordo com a Fera: se seu pai fosse libertado ela ficaria no castelo para sempre. A Fera concorda e todos os “moradores” do castelo, que também foram transformados em objetos falantes, sentem que esta pode ser a chance do feitiço ser quebrado. Mas isto só acontecerá se a Fera aprender a amar e ser amado.

O que parecia impossível, enfim acontece. Bela consegue enxergar além das aparências e o ensina o verdadeiro significado do amor.

BF 2016

A Bela e a Fera
Com Andresa Gavioli, Mauro Pucca, Aguiberto Santos, Erika Farias, Fernanda Gavioli, Guilherme Costenaro, Maritta Cury, Zé Alberto Martins e Wellington Firmino.
Teatro das Artes – Shopping Eldorado (Avenida Rebouças, 3970 – Pinheiros, São Paulo)
Duração 60 minutos
30/04 até 26/06
Sábado e Domingo – 16h
 Recomendação livre
$60
 
Adaptação: Tina Mendes
Direção: Andresa Gavioli
Assistente de Direção: Guilherme Costenaro
Diretor de Produção: Mauro Pucca
Assistente de Produção: Fernanda Gavioli
Figurinos: Cidah Corrêa e Arlete Castro
Cenografia: Rafael Junqueira e Daniel Amaral
Iluminação: Rodrigo Souza
Sonoplastia: Sérgio Luís
Arte Visual: Vicente Queiróz
Realização: OSCARDEPAU Produções Artísticas

DISNEYLAND 60 (1a Parte)

Neste ano, o primeiro parque temático de Walt Disney Disneyland – completa 60 anos. O lar de seus personagens, onde todos pudessem sonhar, afinal “Se você pode sonhar, você pode fazer!” (“If you can dream it, you can do it!)
Para abrir as comemorações, a rede de televisão ABC Television Network fez um especial em comemoração a data. Foi ao ar, no dia 21 de fevereiro, o especial de duas horas “ O Maravilhoso Mundo de Disney: Disneyland 60“.
O programa contou com as participações de Idina Menzel, Harrison Ford, Helen Mirren, Elton John, Pentatonix, entre outros. As performances aconteceram no Hollywood’s Dolby Theatre, na Walt Disney Concert Hall e, lógico, na Disneyland.
Como Walt Disney influenciou várias gerações de crianças e adultos no mundo inteiro, e também no teatro musical, nós escolhemos algumas cenas do especial – Disneyland 60 – que serão apresentadas entre hoje e amanhã.
Nesta primeira parte, o ator Josh Gad (que fez a voz de Olaf em “Frozen”, apresenta um dos segredos sobre o parque.
Feliz 60 anos Disneyland!!!

O grupo de pop punk, Fall Out Boy, interpretou a canção “I Wanna Be Like You” do desenho “Mogli, o Menino Lobo“, que estreia este ano nos cinemas.

Hora de relembrar o primeiro longa animado a concorrer ao Oscar de Melhor Filme – “A Bela e a Fera” (1991), e que também veio a ser o primeiro desenho da Disney a ir para os palcos da Broadway. O grupo vocal Pentatonix interpreta “Be Our Guest“.

Interpretando um dos clássicos que compôs para a Disney, sir Elton John interpreta a frente do Castelo da Disneyland, a canção de abertura de The Lion King – “Circle of Life“. E pensar que o musical foi interpretado no Brasil, produção T4F Musicais, com a estreia de Tiago Barbosa no mundo dos musicais, Phindile Mkhize, Cesar Melo, Josi Lopes, Juliana Peppi, Felippe Morais, entre outros.

Para encerrar a primeira parte da matéria, não poderíamos esquecer de Idina Menzel cantando o já clássico “Let It Go“, de “Frozen” , na frente do outro parque que faz parte da Disneyland, Disney California Adventure.
E já comentamos aqui no Opinião de Peso, que Frozen chegará aos palcos em 2017 e na Broadway, para se juntar a Alladin e The Lion King, a partir de 2018.

 

if-you-can-dream-it-walt-disney-quotes.jpg