ANCHIETA PARA TODAS AS TRIBOS

O espetáculo retrata a história de um jovem apaixonado pelos estudos, pela arte, poesia, pelas pessoas. Em seu caminho de jovem em descobertas, Anchieta ingressa na Companhia de Jesus e sonha com uma vida missionária.

O misto de sentimentos toma conta daquela alma aventureira, alegria e medo, o desconhecido Novo Mundo o esperava com seus perigos e desafios intransponíveis ao olhar daquele frágil rapaz. Uma ferida que esconde uma eleição.

Ao chegarem ao Brasil, Anchieta e seus companheiros desembarcam em Salvador e se instalam em São Vicente, onde são recebidos pelo Padre Manoel da Nóbrega.

Apesar de não saber absolutamente nada sobre a cultura e língua dos nativos brasileiros, Anchieta consegue estabelecer uma comunicação fundada na gesticulação. Em pouco tempo o jovem decodifica o Tupi-Guarani e estabelece com isso uma via de comunicação com os índios.

Ao percorrer Piratininga (atual cidade de São Paulo), Anchieta e seu amigo Joaquim, com o objetivo de ensinar e catequizar índios e colonos, constroem o colégio “Os meninos de São Paulo”, com a ajuda dos próprios índios, com quem estabeleceu a linguagem universal da amizade.

Àquele local fez-se o palco das encenações que iniciaram como uma via de linguagem e comunicação, o marco e início da introdução do teatro no Brasil.

A narrativa é permeada por confrontos entre tribos, perseguições, duelo de vida e morte.

Conflitos do coração do jovem de hoje, de todas as tribos.

Anchieta Para Todas as Tribos
Verbo Produções
Teatro Adamastor (Avenida Monteiro Lobato, 734 – Macedo, Guarulhos)
26/06
Domingo- 17h e 20h
Recomendação livre
$30