O MEU SANGUE FERVE POR VOCÊ

A comédia musical ‘O Meu Sangue Ferve Por Você‘ estreia uma temporada inédita em São Paulo, dia 21 de julho, no Teatro J. Safra. O espetáculo, com diretor e atores da TV Globo, foi visto por mais de 500 mil pessoas, ficou em cartaz durante cinco anos no Rio de Janeiro e agora chega à capital paulista por apenas dois finais de semana.

‘O Meu Sangue Ferve Por Você’ é uma comédia musical que passeia por situações engraçadas sobre as armadilhas do amor.

Grandes clássicos populares de Sidney Magal, Reginaldo Rossi, Fábio Junior, Gretchen e muitos outros foram selecionados para contar as histórias e idas e vindas de um quadrilátero amoroso.

O universo de músicas extremamente populares e a junção da veia cômica com o talento musical dos atores, reúne romance, paixão, brigas, melodrama e humor. Em cena, a mocinha virgem, o canalha, a mulher da vida e o bom moço rejeitado cantam as alegrias e dores de viver um grande amor.

O musical é uma comédia com o espírito das grandes chanchadas, que relata situações divertidas sobre amor, com arranjos vocais sofisticados e interpretações inusitadas. O espetáculo estreou no Rio de Janeiro em 2009 e teve grande aceitação por todos os teatros onde passou.

Agora, os atores Cristiana Pompeo, que, atualmente, integra o elenco do programa humorístico da TV Globo Zorra, Martina Blink, atriz premiada como Melhor Atriz Coadjuvante no Prêmio CBTIJ de Teatro Infantil 2016, e Pedro Henrique Lopes, que integrou o elenco das novelas Eta Mundo Bom e Aquele Beijo, vêm pela primeira vez a São Paulo com este espetáculo para dar vida a alguns dos principais personagens do musical.

O espetáculo é uma viagem pelos clássicos melosos e cafonas dos anos 70, 80 e 90 e tem 80% de canções vindas de trilhas do maior melodrama brasileiro: a novela! A gente costuma brincar que, ‘O Meu Sangue Ferve Por Você’, é uma novela mexicana musical!”, finaliza o diretor do musical, Diego Morais, que dirigiu o musical ‘Vamp’ e já está escalado para dirigir a próxima novela das 18h da TV Globo.

 

O Meu Sangue Ferve Por Você
Com Cristiana Pompeo, Pedro Henrique Lopes, Martina Blink e Victor Maia
Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo )
Duração 70 minutos
21 até 30/07
Sexta – 21h30; Sábado – 21h e Domingo – 20h
$30/$70
Classificação 12 anos

LUIZ E NAZINHA – LUIZ GONZAGA PARA CRIANÇAS

A produção infantil ‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para crianças‘ chega ao Teatro J. Safra, em São Paulo, para uma curtíssima temporada – com apresentações nos dias 22, 23, 29 e 30 de julho, às 16h. O espetáculo já foi visto por mais de 100 mil pessoas em sua turnê pelo Brasil, que se encantaram com a emocionante adaptação da vida do Rei do Baião para os palcos.

A produção, que recebeu indicações para o CBTIJ e Zilka Salaberry – importantes prêmios do universo do teatro – faz parte do projeto ‘Grande Músicos para Pequenos’. A ideia é levar aos palcos nomes reconhecidos da cultura brasileira, apresentando sua vida e obra para as novas gerações.

Dirigido por Diego Morais – que também esteve a frente do musical ‘Vamp’ – o espetáculo conta passagens da infância de Luiz Gonzaga, vivido por Pedro Henrique Lopes, no interior do Nordeste e a descoberta do amor.

O jovem Luizinho se apaixona por Nazarena, interpretada pela atriz Aline Carrocino que, na peça, é filha de um coronel que não permite o namoro. O resultado é uma fábula romântica inocente, voltada para toda a família, embalada por grandes hits do músico protagonista, como “Asa Branca”, “Que Nem Jiló”, “Baião”, “O Xote das Meninas”, “Olha Pro Céu”, entre outros sucessos.

As crianças se divertem e os adultos sempre se emocionam. O que buscamos é exatamente isso: um espetáculo que aproxime as gerações, valorize a cultura brasileira, e que desperte a curiosidade do público. Muitas crianças pedem aos pais para escutarem as canções de Luiz Gonzaga depois de assistirem ao musical”, conta o diretor Diego Morais.

Veja abaixo a abertura do espetáculo

Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças
Com Pedro Henrique Lopes, Aline Carrocino, Martina Blink e Sergio Somene
Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo)
Duração 60 minutos
22 a 30/07
Sábado e Domingo – 16h
$30/$50
Classificação livre

UNIVERSO CASUO GRAND ESPECTACLE DU CIRQUE

Um dos palhaços mais famosos do Brasil e do mundo, Marcos Casuo, se apresenta pela primeira vez no Teatro J. Safra e em curtíssima temporada, com apresentações apenas nos dias 15 e 16 de julho, sábado e domingo respectivamente.

Marcos e sua trupe sobem ao palco com o espetáculo Universo Casuo Grand Espectacle du Cirque, um show que promete encantar o público com um visual moderno, onde a história é contada através de extraordinárias performances circenses na companhia de uma banda ao vivo, que executa uma trilha sonora criada por Charlie Dennard, um dos colaboradores do Cirque du Soleil.

O projeto é idealizado por Marcos Casuo, o único brasileiro a ser protagonista do espetáculo Alegria, do Cirque du Soleil. Esse show é a realização de um grande sonho do ator palhaço, que sempre quis montar um espetáculo nacional desse nível. Unindo toda a sua experiência adquirida com o Cirque, resolveu juntar música, performance, humor e poesia em um único espetáculo.

Sobre Universo Casuo Grand Espectacle du Cirque

No Universo Casuo, é contada a história de um mundo paralelo, um lugar mágico onde tudo é possível. Nele, o personagem Jean Francua, o Clown, percebe que a Terra, o Planeta Azul que antigamente esbanjava cores, hoje está desbotada. Clown resolve encarar a missão de resgatar todos os sonhos, fantasias e assim, trazer as cores de volta ao mundo.

 Sobre Marcos Casuo

Marcos começou a sua carreira no “Grande Circo Popular do Brasil”, onde foi malabarista, acrobata, coreógrafo, produtor e palhaço, durante nove anos. Em 2001, foi selecionado em uma audição pelo Cirque du Soleil e passou a atuar no picadeiro mais famoso do mundo. Primeiramente entrou como acrobata, mas logo o seu talento para o humor falou mais alto e se tornou uma das principais atrações do circo, o palhaço Casuo.

Durante os sete anos em que fez parte da equipe do Cirque, Casuo não somente foi protagonista do espetáculo “Alegria”, como também criou cinco performances para o show que são usadas até hoje.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Universo Casuo Grand Espectacle du Cirque.
Com Marcos Casuo e grande elenco
Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo)
Duração 80 minutos
15 e 16/07
Sábado – 21h. Domingo – 19h
$40/$100
Classificação Livre

 

LEMBRO TODO DIA DE VOCÊ

Depois de temporada bem sucedida no CCBB, o musical Lembro Todo Dia de Você volta ao cartaz a partir de 8 de julho no Teatro do Núcleo Experimental. Texto, letras e direção musical de Fernanda Maia, direção geral de Zé Henrique de Paula e músicas de Rafa Miranda.

Nesta temporada, entram no elenco Luiza Porto e Pier Marchi, no lugar de Bruna Guerin (“Cantando na Chuva”) e Gabriel Mallo.  No elenco, além de Zé Henrique de Paula, estão os atores Anna Toledo, Davi Tápias, Fabio Augusto Barreto, Fabio Redkowicz, Luiza Porto e Pier Marchi.

Thiago (Davi Tápias) é um jovem que se descobre soropositivo aos 20 anos e, para aprender a conviver com o vírus, precisa antes passar por um acerto de contas consigo mesmo. Lembro todo dia de você é um musical inédito que faz um retrato realista e contemporâneo do HIV, colocando em questão muito do que se conhece sobre o assunto.

Com Lembro Todo Dia de Você, o Núcleo Experimental prossegue com a pesquisa de linguagem em teatro musical, que consiste em inserir as músicas no espetáculo de uma forma fundamental para a narrativa. A trilha sonora tem levada pop, com releituras de outros gêneros, como bolero, disco, jazz e música de jogos digitais dos videogames.

O Núcleo também se preocupa em fomentar a criação de espetáculos 100% nacionais, oferecendo ao público novas opções além das franquias internacionais ou adaptações de obras pré-existentes, como filmes, livros ou até mesmo outras peças teatrais. A produção vem depois do sucesso de público e crítica Urinal (2015), prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) na categoria Melhor Diretor e Prêmio Reverência 2016 nas categorias Melhor Musical, Melhor Direção, Melhor Cenário (Zé Henrique de Paula), Melhor Direção Musical (Fernanda Maia) e Melhor Ator Coadjuvante (Fabio Redkowicz). A peça foi vencedora, ainda, de duas categorias no Prêmio Bibi Ferreira (concorreu a sete) e venceu/concorreu em diversas outras nos prêmios Aplauso Brasil, Shell, Governador do Estado, Quem e Reverência. Zé Henrique também esteve recentemente no elenco de Nuvem de Lágrimas, interpretando o pai da protagonista Bete (Lucy Alves).

Sinopse
Thiago (Davi Tápias) tenta entrar em contato com seu ex-namorado, Júlio (Pier Marchi) para conversar sobre uma questão de seu passado como casal. É que Júlio contraiu HIV por meio da relação sexual com Thiago e, desde então, não conversa mais com o antigo companheiro. A partir daí, Thiago inicia uma jornada de autoconhecimento em direção a questões decisivas de sua vida – como o abandono paterno, a descoberta da sexualidade, relacionamentos, amizades e o estigma enfrentado diariamente por pessoas com HIV.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Lembro Todo Dia de Você
Com Anna Toledo, Davi Tápias, Fabio Augusto Barreto, Fabio Redkowicz, Luiza Porto, Pier Marchi e Zé Henrique de Paula
Teatro do Núcleo Experimental (Rua Barra Funda, 637, Barra Funda – São Paulo)
Duração 120 minutos
08/07 até 28/08
Sábado – 21h; Domingo – 19h; Segunda – 21h
$60
Classificação 16 anos

A DESPEDIDA

Imersas em um plano etéreo e mítico, Isabel de Orleans e Leopoldina Teresa reencontram-se. Cercadas de flores e lembranças, as princesas visitarão o amor interrompido, a inveja silenciosa, o poder e a família. Leopoldina guiará sua irmã mais velha por momentos vividos e temidos pela herdeira do trono Brasileiro.

A peça recorre a um conto de Daniel Defoe, “A aparição da senhora Veal”, que relata a reaproximação de duas irmãs, separadas pelas circunstancias, em um momento dramático quando uma delas já está morta.

Na versão pensada para esse espetáculo, o encontro das irmãs ocorre em um tempo além da vida das duas princesas. O patriarcado, representado na opinião pública machista e no legislativo ignóbil, faz o contraponto dialético lembrando-nos que certas mazelas não se diluem na história, apenas se sofisticam.

A Despedida
Com Nina Dutra, Giulia Nadruz, Mateus Ribeiro, Rafael Pucca, Bruno Gasparotto. Swings: Juliana David e Iuri Saraiva
Centro Compartilhado de Criação (R. Brg. Galvão, 1010 – Barra Funda, São Paulo)
08/06 até 31/07
Segunda, Quinta e Sexta – 21h (Junho)
Sábado e Segunda – 21h; Domingo – 20h (Julho)
$30

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

ESPETÁCULO RÁ-TIM-BUM, O CASTELO

Com sucesso de público durante a primeira temporada da exposição Rá-Tim-Bum, o Castelo, o Memorial da América Latina prorrogou a atração trazendo uma grande novidade, trata-se do Espetáculo Rá-Tim-Bum, o Castelo, uma apresentação gratuita em que será possível relembrar alguns dos episódios da série da exibida pela TV Cultura.

A adaptação feita para os palcos manteve o roteiro e trilha originais, possibilitando ao público interagir com os personagens. Quem passar pelo Memorial poderá assistir as apresentações dos seguintes episódios: Tchau não, até amanhã; Quem é quem por aqui; O dono do Castelo; Qual seu planeta de origem? e Zula, a menina azul – com os dois últimos foi feita uma junção que terá uma linda mensagem sobre preconceito.

As apresentações acontecerão sempre aos sábados e domingos, das 10h30 às 18h. No final do dia acontecerão ainda duas sessões (19h30 e 21h) de projeção mapeada na fachada do Castelo, com trechos originais do seriado.

A Cia dos Reis assina a adaptação e a direção das apresentações, a companhia foi convidada a participar do projeto pelos trabalhos que vem realizando nos últimos anos, inclusive para o público infantil, com apresentações dentro e fora da capital voltadas para famílias.

É a oportunidade para os fãs matarem a saudade de alguns dos personagens mais queridos da televisão: Doutor Victor, Morgana, Penélope, Doutor Abobrinha, Etevaldo, Zula, Nino, Pedro, Zeca e Biba esperam por vocês.

As apresentações ficarão em cartaz de 01/07 a 30/09 no Memorial da América Latina, com entrada gratuita nos seguintes horários:

10h30 – “Tchau não, até amanhã!” (15 min)

11h30 – “Quem é quem por aqui?” (15 min)

12h30 – “O dono do Castelo” (15 min)

13h30 – “Qual o seu planeta de origem e Zula, a menina azul” (20 min)

14h30 – “Tchau não, até amanhã!”

15h30 – “O dono do Castelo”

16h30 – “Qual o seu planeta de origem e Zula, a menina azul”

17h30 – “Quem é quem por aqui”

Projeções – 19h30 e 21h

“Espetáculo Rá-Tim-Bum, o Castelo” é um projeto aprovado no Programa de Ação Cultural – ProAC, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, e conta com os patrocínios da Jundiá Sorvetes, Seven Boys e Apsen Farmacêutica.

Exposição

Rá-Tim-Bum, o Castelo é um projeto idealizado pela Fundação Memorial da América Latina e pelo Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a TV Cultura e a Caselúdico, em comemoração aos 28 anos da Fundação.

Sucesso de público na primeira temporada, o projeto foi prorrogado e fica em cartaz até 30 de setembro. Os ingressos (valores: R$ 20,00 e, meia-entrada, R$10,00) estão à venda pelo site www.ratimbumocastelo.com.br e na bilheteria do Memorial, que funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos finais de semana e feriados, das 10h às 20h.

Castelo 2.jpg

Espetáculo Rá-Tim-Bum, o Castelo
Com Companhia dos Reis
Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda, São Paulo)
01/07 até 30/09
Sábado e Domingo – sessões das 10h30 até 18h30/projeções – 19h30 e 21h
Entrada gratuita
Classificação Livre

 

CARTA AO PAI

O espetáculo Carta ao Pai estreado em 2006 pela Cia. Carne Agonizante tem como referência a obra homônima de Franz Kafka, escrita em 1919. A nova temporada é de 23 de junho a 16 de julho de 2017 no Kasulo Espaço de Cultura e Arte. Concepção, direção e dramaturgia de Sandro Borelli.

Na carta, que nunca foi enviada ao destinatário original, Kafka expõe toda a sua mágoa em relação ao pai autoritário, que ele chama de “tirano”. “O espetáculo é a tentativa de dissecar o conteúdo emocional e/ou espiritual de uma ação, de um gesto, de um olhar, de uma situação ou de uma atitude que seja índice de mistérios do drama humano. É espelho vivo, é o ato doloroso de se ver e não se reconhecer. É drama na estrutura da Dança”, conta Sandro.

A direção artística propõe uma estética que instiga um aprofundamento da criação em questões que se reportam à alma humana. Numa ação dramática que incide sobre o desenho coreográfico, cria um jogo cênico meticuloso e provocador.

Em Carta ao Pai investiga-se, dentro dos princípios da contemporaneidade, códigos expressivos abrindo na trama da coreografia espaços para a reflexão. Falando do desespero do homem moderno em relação à sua existência, usa simultaneamente a força bruta e o gesto delicado. Os movimentos em forma de espasmos contêm a ambigüidade do eu, do outro e do espírito. Uma tentativa de dissecar o conteúdo emocional e/ou espiritual de uma ação, de um gesto, de um olhar, de uma situação ou de uma atitude que seja índice de mistérios do drama humano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Carta ao Pai
Com Alex Merino, Amanda Santos, Everton Ferreira, Laia Mora, Mainá Santana e Rafael Carrion.
Kasulo Espaço de Cultura e Arte (Rua Sousa Lima, 300 – Barra Funda, São Paulo)
Duração 50 minutos
23/06 até 16/07
Sexta e Sábado – 21h; Domingo – 19h
Ingresso – 1kg de alimento não perecível
Classificação 14 anos