FLUTUANTE

Com direção de Mauro Baptista Vedia e dramaturgia do cartunista Caco Galhardo, a peça Flutuante estreia dia 7 de abril no Teatro Sérgio Cardoso, na Sala Paschoal Carlos Magno. As sessões acontecem às sextas, sábados e domingos, sempre às 20h até 30 de abril. O elenco conta com Martha Nowill, Rafael Losso e Paulo Tiefenthaler.

A montagem é uma comédia dramática sobre uma professora de alemão que, sem motivo aparente, não consegue mais sair de casa para trabalhar. Essa súbita alteração em seu comportamento é o estopim para uma sucessão de acontecimentos que acaba por conduzi-la, na companhia de seu namorado e seu aluno das cinco, em um redemoinho de desejos, incertezas e obsessões que, aos poucos, os eleva a um estado de suspensão.

Neste texto, há um tipo de humor mais denso, ritmo mais ágil, mudança de cenários e divisão em dois atos e um epílogo. Uma comédia com elementos de reflexão, com temas pertinentes à sociedade atual, mais especificamente os desejos e neuroses dos habitantes de grandes metrópoles, tema sempre abordado pelo autor em seus quadrinhos diários na imprensa e que ganha maior profundidade na linguagem do teatro.

O projeto também consolida a parceria estabelecida entre o autor e a atriz Martha Nowill, que ganha corpo com este segundo texto. É uma peça sobre um momento na vida em que “perdemos o chão”. No epílogo, temos o desfecho com a saída encontrada por cada personagem após aquele “dia estranho”.

O texto tem humor bem contemporâneo e pop e o desafio da direção é fazer uma peça ágil, inteligente, sutil e extremamente divertida, que ao mesmo tempo passe a ideia de ser paulista e brasileira e universal. Flutuante tem tudo a ver com peças que já dirigi como A festa de Abigail e Jantar, por exemplo. Há uma inteligência no texto de assumir uma certa banalidade do contemporâneo, personagens sem eixo, sem uma âncora, perdidos na sociedade globalizada“, diz o diretor.

Este é o terceiro texto para teatro de Caco Galhardo, que teve sua estreia em 2010 com o espetáculo Meninas da Loja, produzido por Martha Nowill, dirigido por Fernanda D’Umbra, com Martha Nowill, Chris Couto, Cinthya Falabella e Mari Noguera no elenco. A temporada foi de três meses no Espaço Parlapatões, em São Paulo.

Pac-Woman, segundo texto do cartunista, foi apresentada no Satyrianas de 2012, com Marina Person e Tiago Martelli, direção de Fernanda D’Umbra, remontada em 2015 na programação Quintas em Cena do Teatro Cemitério de Automóveis, com Carcarah, Antoniela Canto e direção de Mauro Baptista Vedia.

 image001

Flutuante
Com Martha Nowill, Rafael Losso e Paulo Tiefenthaler.
Teatro Sérgio Cardoso – Sala Paschoal Carlos Magno ( Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 70 minutos
07 a 30/04
Sexta, Sábado, Domingo – 20h
$40
Classificação livre
 
Texto: Caco Galhardo.
Direção: Mauro Baptista Vedia.
Cenário e Figurino: Frank Dezeuxis.
Luz: Aline Santini.
Fotografia: Luciana Nunes.
Arte Gráfica: Caco Galhardo.
Direção de Produção: Martha Nowill, Gustavo Sanna e César Ramos.
Produção: Complementar Produções.  
Realização: Mil Folhas Produções Artísticas.
Assessoria de Imprensa: Pombo Correio.

EU NUNCA

O Teatro Raul Cortez recebe a peça adolescente ‘Eu Nunca’, que conta a história de três jovens com vidas extremamente opostas. No espetáculo, eles convivem e dividem as suas intimidades, sempre trazendo à tona as questões mais urgentes da juventude moderna.

No elenco e direção estão nomes já conhecidos pelo grande público. Júlio Oliveira é o diretor e também atua no espetáculo. O ator possui larga experiência na área artística e seu último trabalho na televisão foi em ‘Os Dez Mandamentos’, da TV Record. O ator, cantor e dublador Nicholas Torres interpretou o ‘Jaime’ na novela ‘Carrossel’ e na série ‘Patrulha Salvadora’ do SBT. Já a atriz Gabriela Gama começou sua carreira no palco aos 15 anos e possui mais de 30 peças em seu currículo, incluindo ‘Fortes Batidas’ – vencedor do Prêmio APCA como melhor espetáculo e o prêmio especial Femsa Coca-Cola por experimentação de linguagem.

A peça foi montada a partir de um conjunto de textos, depoimentos e pesquisas, escritos de forma coletiva. O texto possui uma linguagem descolada e aborda situações realistas a cada cena, sempre quebrando os clichês já apresentados em outros espetáculos do gênero.

O objetivo é fazer com que o jovem possa repensar o lugar em que se encontra atualmente, a partir de reflexões e críticas, e através das narrativas de vida dos personagens, que buscam transmitir um retrato dos principais problemas que afetam a juventude de hoje. A peça fica em cartaz até 26 de março, com apresentações às sextas às 21h, sábados às 20h e domingos às 19h.

 

Eu Nunca
Com Júlio Oliveira, Nicholas Torres e Gabriela Gama.
Teatro Raul Cortez (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 80 minutos
10 a 26/03
Sexta – 21h; Sábado – 20h e Domingo – 19h
$40
Classificação 14 anos
 
Direção: Júlio Oliveira
Dramaturgia: Criação Coletiva
Fotografia: Adriano Duarte
Produção Executiva: Aryane Faria & tOn Miranda
Direção de Produção: Bia Ramsthaler & tOn Miranda
Assessoria de Imprensa: Sanseverino Comunicação
Produção e Realização: Júlio Oliveira e Diversão & Arte

NÃO SOU GORDO, SÃO SEUS OLHOS

O Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo, apresenta a comédia “Não sou gordo, são seus olhos” às quartas-feiras, 21h. Espetáculo para todas as idades, que eleva a autoestima de todas as pessoas, fica em cartaz até o dia 29 de março e, em cena, discute com muito humor, questões variadas de bullying. O espetáculo traz vários personagens, encenados pelo próprio ator, contando suas aventuras e desventuras de estar um pouco fora dos padrões “aceitáveis” pela sociedade.

Historicamente, o preconceito com pessoas gordas é recente. Antes a obesidade era vista como fraqueza, hoje como incompetência. É uma lógica econômica, onde o corpo magro é sinônimo de agilidade e o corpo gordo de improdutividade, característica condenada pelo capitalismo.

Neste hilário monólogo escrito por Jorge Tássio especialmente para Hermes, ator carioca que integrou o elenco das novelas “Meu pedacinho de chão”, da Rede Globo, “Além do tempo” e “Cúmplices de um resgate.”

Entre os trabalhos que mostram a versatilidade de Hermes destacam – se as gravações dos clipes de MC Sapão e Anitta, participação nos programas de Sérgio Malandro, no Multishow, Vai que Cola e Chapa quente.

Essa peça prova que todos nós podemos fazer o que quisermos na nossa vida, mesmo sendo gordinhos demais, magros demais, altos, baixos, novos ou velhos. Queremos, através do teatro, e de forma bem humorada, provar ao público que toda forma de bullying é uma besteira, que o que importa mesmo é estar de bem consigo mesmo, com o seu corpo e com a forma com que a pessoa se identifica.” afirma Hermes Carpes

Não Sou Gordo, São Seus Olhos
Com Hermes Carpes
Teatro Brigadeiro (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931 – Bairro Bela Vista, São Paulo)
Duração 60 minutos
08 a 29/03
Quarta – 21h
$60
Classificação 14 anos
 
Texto: Jorge Tássio
Direção: Hermes Carpes
Cenário: Hermes Carpes e Adriana Bortoloto
Coreografias e Preparação Corporal: Adriana Bortoloto
Figurinos e Adereços: Hermes Carpes e Adriana Bortoloto
Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias

LOUCA TERAPIA

Pedro e Luíza formam o famoso casal de “opostos que se atraem”. Em busca de soluções para o relacionamento começam a fazer terapia. Sem saber que se tratam respectivamente com John e Miguel, esses supostos terapeutas vão descobrir a fórmula mais louca para tratar esses e outros problemas fazendo com que o casal passe pelas situações mais inusitadas.

16114165_1209378522431493_2900208327359589951_n

Louca Terapia
Com Filipe Bertini, Ivo Ueter, Khamilla Jelezoglo, Thiago Mantovani.
Teatro Ruth Escobar – Sala Dina Sfat (Rua dos Ingleses, 209 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 90 minutos
03 a 31/03
Sexta – 21h30
$40
Classificação 14 anos

TROCANDO AS CALCINHAS

Trocando as Calcinhas” é um espetáculo que conta a história de Lara e Larissa Kelly, duas irmãs completamente diferentes que dividem um apartamento em São Paulo.

Após terem uma grande briga, maior do que todas as outras que já tiveram, vão dormir brigadas e acordam tendo que descobrir como viver na pela uma da outra é mais difícil do que imaginam.

Com direção de Vitor Súnega, e elenco com Carolyne Nonato, Mabel Lopes, Lukkas Martins e Matheus Cirilo, essa trama vem para mostrar que não é tão fácil se colocar no lugar do outro e que as aparências enganam muito. Estreia dia 02 de março no Teatro Bibi Ferreira.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Trocando as Calcinhas
Com Carolyne Nonato, Mabel Lopes, Lukkas Martins e Matheus Cirilo
Teatro Bibi Ferreira (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 60 minutos
02/03 até 08/06
Quinta – 21h
$50
Classificação 14 anos
Compra de ingressos: Bilheteria do teatro e

COISA DE MULHER

A comédia Coisa de Mulher estreia no dia 10 de março, às 22h45, no Teatro Gazeta. Escrita por Walter Jr, a direção é de Maximiliana Reis e Octávio Mendes, que também integra o elenco ao lado de Márcia Manfredini e Deise Paz. Adriana Lessa faz uma participação especial.

Coisa de Mulher faz uma paródia bem-humorada do cotidiano de Núbia de La Canastra, uma famosa apresentadora de Tv,  que está a frente de um programa feminino de sucesso, esgotada  com sua rotina enfadonha de trabalho. Infelizmente ela não tem outra saída a não ser continuar cumprindo o seu papel.

Como sempre, tudo vai indo maravilhosamente bem até que chega a hora do primeiro comercial feito por Núbia durante o programa. 

Obviamente a peça não é baseada na vida real, mas sim em um conjunto de personagens peculiares que desfilam num espetáculo pintado a cores fortes no exagero. Todos deliciosamente reais e divertidos.

Sempre trabalhei em horários alternativos o que deu a oportunidade de assistir a vários programas vespertinos, direcionados ao público feminino. Certa vez me peguei pensando como seria a rotina de uma apresentadora que tivesse a obrigação de fazer programas diários ao vivo. E por muitos anos… Quais problemas ela enfrentaria? O que ela realmente pensaria dos produtos e convidados que mantinham seu programa no ar e muito dinheiro em sua conta bancária? E o que aconteceria se um dia ela chegasse ao limite? Como seria se fosse ‘eu’ essa apresentadora? Desses questionamentos – e algumas gargalhadas – brotou a semente de “Coisa de Mulher” em minha cabeça”, conta Walter Jr, que deixa uma pergunta para ser respondida pelo espectador:  Quem nunca esteve à beira de um dia de… Núbia?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Coisa de Mulher
Com Octávio Mendes, Márcia Manfredini e Deise Paz. Participação Especial: Adriana Lessa
Teatro Gazeta (Av. Paulista, 900 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 70 minutos
10/03 até 30/04
Sexta – 22h45; Sábado – 22h; Domingo – 20h
$60/$70
Classificação 12 anos
 
Texto- Walter Jr.
Direção: Maximiliana Reis e Octávio Mendes
Trilha Sonora Charles Dalla
Iluminação Criação – Mattheus Chaves
Figurinos- Márcia Bilhasi (Brechó Vip)
Cenário- Alex Costa ( SC Stand)
Design de Arte e Comunicação Pedro Veras
Produção Executiva: Deise Paz e Maximiliana Reis
Grupos e Caravanas: rmbrasileventos@uol.com.br e deisepazrs@yahoo.com.br
Realização: R&M BRASIL PRODUÇÕES ARTÍSTICAS rmbrasileventos@uol.com.br
Assessoria de Imprensa: Flavia Fusco Comunicação

 

PUTZ GRILL…

Começa a 9ª temporada  de Putz Grill…” , de  Oscar Filho, em São Paulo. Feito raro em se tratando de um espetáculo solo, as apresentações acontecem a partir do dia 04 de Março no teatro Gazeta, com sessões sempre aos sábados às 23h59.

Vida pessoal e fatos do cotidiano fazem parte do repertório do show, porém com uma pitada do sarcástico ponto de vista de Oscar Filho. Valendo-se de seu talento como ator, mímico e com um trabalho de corpo marcante, ele vem garantido a gargalhada da plateia que é o motor para a longevidade do espetáculo.

Visto por mais de 1 milhão de espectadores, em mais de 115 cidades visitadas, “Putz Grill…” estreou em Florianópolis em 2008 e foi eleito o melhor show de stand-up no Brasil, em 2011.

Sobre Oscar Filho

Depois de merecidas férias, o ator Oscar Filho volta ao teatro para a nona temporada do sucesso “Putz Grill…” e se prepara para as gravações da segunda temporada da série Xilindró, do canal Multishow, onde vive o personagem César, um banqueiro mimado que vai para a cadeia e que passa a conviver com políticos, assaltantes e traficantes. As gravações estão marcadas para abril de 2017. O ator estará também em campanhas publicitárias para o site  Buscapé, a Sul América Seguros e a Englishtown.

O multiartista Oscar Filho ficou conhecido do grande público ao fazer parte da equipe do extinto programa CQC, da Band, e desde então pode ser visto em atuações, sempre elogiadas, em peças, filmes e séries de TVs.

No cinema,  Oscar Filho interpretou o vilão atrapalhado Gonzalito, nos dois filmes inspirados na novela infantil Carrossel,  que já atingiu mais de 1 milhão de espectadores.

Com toda esta bagagem,  ele foi convidado a ministrar palestras em empresas,  onde divide com a plateia toda a sua trajetória profissional e pessoal, traçando um paralelo entre seu dia a dia  e o da empresa.

Acreditar nos  objetivos e ir atrás deles com objetividade, dignidade e força é uma das minhas dicas“,  fala Oscar sobre esta novidade em sua carreira.

“Putz Grill…”
Com Oscar Filho
Teatro Gazeta (Av. Paulista, 900 – Bela Vista, São Paulo)
Duração 70 minutos
04/03 – sem data definida de término
Sábado – 23h59
$60
Classificação 14 anos