CARNE DE MULHER

Solo da atriz Paula Cohen, com direção de Georgette Fadel, CARNE DE MULHER, um dos espetáculos mais celebrados de 2017, volta em cartaz em uma nova fase junto ao projeto QUAL É O SEU GRITO?. Idealizada pela Contorno Produções, das produtoras Jessica Rodrigues e Victória Martinez, essa nova etapa fará 24 apresentações em teatros da prefeitura, de 26 de julho a 13 de outubro, com palestras e debates sobre violência contra a mulher com a advogada Isabela DelMonde, a psicóloga Carolina Cristal, a professora de feminismo Carla Cristina, além da exibição do documentário de Sarah Stopazzolli “Legitima Defesa”.

A fotógrafa Lenise Pinheiro foi às ruas com a atriz para fazer novos registros que representam essa fase do projeto. Essas fotos criam uma ponte entre o teatro e a rua, colocam a personagem em um cenário real das violências cotidianas, da violência urbana. “Carne de Mulher, nesta nova fase, ultrapassa os limites da dramaturgia, do teatro, quebra a quarta parede e vai para a rua, para o social. Na peça uma mulher conta a sua trajetória de abusos e violência, agora, com Qual é o seu grito?, mulheres voluntárias, inclusive eu, narramos nossas histórias de abusos. Todas nós em maior ou menor escala fomos e somos abusadas cotidianamente. Temos que falar sobre isso, parte de nós, só assim vamos conseguir destruir essa estrutura social machista que normatiza violências. Não vamos nos calar, nos teatros, nas ruas, onde for! Chega de violência e de permissividade” comenta Paula Cohen

Vídeos e Livreto “Qual é o seu grito?” 

Na página do Facebook do espetáculo serão lançados vídeos com relatos de mulheres que sofreram abusos e violências sexuais e psicológicas, além de conversas  com a Psicóloga Carolina Cristal e com a advogada Isabela DelMonde. Indo em direção ao objetivo dos vídeos, serão elaborados também alguns livretos que serão distribuídos nos teatros, nas redondezas dos teatros e nas ONGs. Estes livros e vídeos trarão também uma relação de serviços para que todas as mulheres ao lerem e se identificarem com as situações possam descobrir caminhos para se assegurarem legalmente e psicologicamente.

“O projeto ‘Qual é o seu grito?’ é a primeira idealização da Contorno Produções e este é vinculado ao espetáculo ‘Carne de Mulher’. No espetáculo a atriz Paula Cohen convida a todas as mulheres escreverem em sua pele. Neste projeto convidamos todas nós mulheres a escreveremos em nossas próprias peles. Queremos juntas formar um cordão de coragem em que possamos denunciar situações de abuso e violência sexual e psicológica e com isso compartilhar reflexões e podermos nos segurar em um ato de libertação” completa a produtora Jessica Rodrigues.

Sobre o espetáculo Carne de Mulher

O novo solo de Paula Cohen, leva à cena um texto de Dario Fo e Franca Rame escrito em 1977 e que está mais atual do que nunca. A peça expõe uma trajetória de violência na qual a protagonista foi exposta durante a vida, tendo como grande vilão o sistema patriarcal que é um sistema profundamente enraizado na nossa cultura, onde os pilares são o caminho da opressão e da violência contra a mulher.

CARNE DE MULHER foi criado apenas por mulheres, artistas potentes de grande destaque nas artes, que vertem no trabalho o seu olhar, a sua luta permanente a qual estão expostas dia a dia. A peça já realizou quatro temporadas no centro de São Paulo, nos teatros: Teatro de Arena Eugênio Kusnet, Teatro Pequeno Ato, Teatro Cemitério de Automóveis e Teatro Eva Herz.  Realizou também apresentações no Itáu Cultural, em Poços de Caldas, na Mostra SOLO de Mulheres no Teatro de Container, no Festival Boca de Cena em Campo Grande em Mato Grosso do Sul, nos Sescs Registro e Sorocaba e para o Uruguai no CICLO ELLAS EN LA DELMIRA do Teatro Solís.

FACE (3)

Carne de Mulher

Com Paula Cohen

Centro Cultural Vila Formosa (Av. Renata, 163 – Vila Formosa, São Paulo)

Duração 50 minutos

04 a 13/10

Sábado – 20h, Domingo – 19h (04/10 – Sexta – 14h)

Grátis

Classificação 12 anos

DOM QUIXOTE

Livremente inspirada na obra-prima do escritor espanhol Miguel de Cervantes (1547-1616), Dom Quixote, com direção de Rodrigo Audi, estreia no Teatro Cacilda Becker, de 5 a 27 de outubro, e em seguida, cumpre uma nova temporada no Centro Cultural da Vila Formosa, entre 2 e 23 de novembro. Pensada para agradar a todos os públicos, sobretudo crianças e idosos, a peça tem elenco formado por Angela Ribeiro, Carú Lima, Hercules Morais, João Attuy e Rita Pisano.

A trama narra as aventuras de um homem, interno de um hospício, apaixonado por livros, que decide tornar-se um cavaleiro andante, sob a alcunha de Dom Quixote, com o propósito de ajudar as pessoas a vencerem as opressões do mundo. Ele terá por companhia o fiel enfermeiro Sancho Pança, que se torna, nas mais diversas aventuras por uma Espanha atemporal, seu fiel escudeiro.

Juntos, eles se deparam com um mundo imaginário esquecido em meio a solidão e distância dos parentes que vivem na metafórica e plástica sociedade pragmática contemporânea. Assim como no clássico de Cervantes, a terceira peça da companhia lembra o espectador de que as pessoas podem criar narrativas próprias em detrimento a tanta informação superficial que já recebem pronta e esvaziada de sentido. Criar narrativas é uma maneira de entrar em contato consigo e possibilitar o alargamento de si.

A encenação aproxima a luta das crianças – contra a perda do imaginário – e de idosos – contra o esquecimento – em um diálogo afetivo, reflexivo e intergeracional, mostrando que os nossos limites e a possibilidade de superação de nossos desafios reais e imaginários são inventados por nós mesmos, pelas nossas sombras e por nossos dogmas.

Amparada na experiência da companhia na passagem de seus integrantes pelo CPT (Centro de Pesquisa Teatral do Sesc, coordenado por Antunes Filho), que tem como diferencial o debruce no teatro de classificação livre – um  infantil para adultos, um adulto para crianças –, a montagem, minimalista, privilegia a interpretação dos atores e o uso de recursos essenciais à cena, característica do trabalho do grupo, já vista nos espetáculo Oliver Twist e Agora Eu Era o Herói.

FACE (2)

Dom Quixote

Com Angela Ribeiro, Carú Lima, Hercules Morais, João Attuy e Rita Pisano

Duração 60 minutos

Grátis (ingressos distribuídos uma hora antes)

Classificação 6 anos

 

Teatro Municipal Cacilda Becker (Rua Tito, 295 – Lapa, São Paulo)

05 a 27/10 (sessão extra 10 e 24/10 – Quinta – 10h e 14h30)

Sábado e Domingo – 16h

Centro Cultural Municipal da Vila Formosa (Av. Renata, 163 – Vila Formosa, São Paulo)

02 a 23/11

Sábado e Domigo – 16h (sessão extra 21/11 – Quinta – 14h)