QUERIDO AMIGO

Com um texto contemporâneo, inteligente e engraçado, a Cia Dos Reis trás de volta a peça “Querido Amigo”, que reestreia no próximo dia 11/11 no Teatro Extra Itaim, em São Paulo.

O espetáculo conta uma intrigante história de coincidências da vida, quando quatro rapazes cruzam suas trajetórias a partir da convivência diária, misturando diversos sentimentos como a amizade, o amor e o preconceito, em todas as suas formas.

Bernardo e Cristiano são grandes amigos desde a infância. Quando adultos, decidem dividir o mesmo apartamento, ganhando assim mais intimidade e espaço na vida um do outro.

Em meio às confusões do dia a dia, Bernardo se declara ao amigo, colocando a amizade de anos à prova, surgindo assim sentimentos e inseguranças entre eles. Após a revelação, os personagens fazem questionamentos a amizade, tentando em meio de situações cômicas salvar a relação com a ajuda de outros dois amigos, Pedro e Kadu que revelarão outras respostas ao longo da trajetória.

Escrita pelos autores Gustavo Vierling e Thiago Mantovani, com direção de Ivo Ueter, a peça é uma boa pedida para pensar em indagações sobre diversas situações de relacionamentos.

1-querido-amigo-copia

Querido Amigo
Com Filipe Bertini, Ivo Ueter, Yago Senciane e Zé Alberto
Teatro Extra Itaim – Extra Hipermercado (Rua João Cachoeira, 899 – Itaim Bibi, São Paulo)
Duração 90 minutos
11/11 até 16/12 (exceto dia 09/12)
Sexta – 21h30
$40
Classificação 14 anos
 
Direção: Ivo Ueter
Texto: Gustavo Vierling e Thiago Mantovani
Assessoria de Imprensa: JR Comunicação
Mídias Sociais: Rodrigo Bueno

3 FORMAS DE AMAR

Três desconhecidos que se deparam com um convívio permanente. Dividindo o mesmo espaço e lidando com a individualidade de cada um, percebem o surgimento de uma nova amizade.

Nessa tripla relação, carregam dúvidas e questionamentos em relação aos sentimentos que despertam pelo outro. Amor, ciúmes, desejo e carinho fazem parte do universo desses jovens que ainda estão em busca de seu próprio conhecimento e aceitação.

Um jogo de conquistas movido pela emoção, onde se despem do preconceito e encaram as diferenças de uma forma natural bem e humorada. Uma comedia deliciosa, onde o maior atrativo é o amor e como pessoas podem se apaixonar pelas outras, independente de sexo, religião, cor, idade e etc.

O publico encontra grande identificação com a peça, pois as situações estão bem próximas do seu cotidiano, como: quem nunca se apaixonou por um amigo, quem nunca teve que dividir um apartamento ou o quarto com um irmão, e ter que lidar com as manias, invasões de privacidade, quem nunca se deparou com conflitos próprios, sobre amor, sexualidade e desejos….

O espetáculo é livremente inspirado na obra “Threesome” (“3 Formas de Amar”) de Andrew Fleming (1994).

3 Formas de Amar
Com Diego Biaginni, Thalyta Medeiros e Tiago Pessoa
Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 70 minutos
01 a 30/10
Sábado – 22h; Domingo – 20h
$50
Classificação 14 anos

Adaptação: Pessoa Produções
Direção: Renato Andrade
Elenco: Diego Biaginni, Thalyta Medeiros e Tiago Pessoa
Figurino: Renato Andrade
Cenografia: Cristiano Panzarin
Iluminação: Bob Lima
Fotografia: Caio Gallucci
Design Gráfico Rafael Salmona
Assessoria de Imprensa: Luis Felipe Bandeira
Realização: Pessoa Produções

PROIBIDO AMAR

Após um vírus contaminar 33% da população humana, o Estado, que exerce grande poder sobre a sociedade, opta por separar todas as vítimas e pessoas em zona de risco em quarentena. Segundo os organizadores, os segregados passariam por uma bateria de exames para saber se estão ou não aptos para viver em sociedade. Ares, Eros e Apolo, três das vítimas, são retratados no espetáculo Proibido Amar.

O vírus que se alastra rapidamente pela sociedade, transmitido pelo toque e por relações sexuais, remete ao HIV e as punições e acusações previstas para seus portadores direcionam a temática da peça para a discussão sobre o preconceito e a desinformação.

Proibido Amar” visa criar uma perspectiva que fuja de doutrinas, tratando de assuntos como preconceito, repressão, amor, ódio, dilemas familiares e descobertas sexuais. Relacionando temas reais, numa metalinguagem onde leva ao espectador a diversas possibilidades de reflexão. Esses temas usados como premissa para o espetáculo foram baseados em acontecimentos reais, incluindo depoimentos de vítimas de doenças virais e de pessoas repreendidas pela orientação sexual. Possibilitando a aproximação desses assuntos do público e fazendo o mesmo um elemento presente no contexto do espetáculo.

Proibido Amar
Com Ferruccio Cornacchia, Paulo Tardivo e Paulo Victor Gandra
Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart ( R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 70 minutos
07/10 até 16/12
Sexta – 23h30
$50
Classificação 16 anos
Texto e Direção: Rafael Salmona
Trilha Sonora: Be Asef e Juliano Veríssimo
Fotos: Maya Morikawa
Iluminação: Douglas Borges
Design Gráfico Rafael Salmona
Assessoria de Imprensa: Willian Rafael