FESTIVAL DE FÉRIAS – TEATRO FOLHA – CRIANÇAS

image022
Os Três Porquinhos
 
Os porquinhos Puffy, Poffy e Piffy vivem numa floresta. Puffy é estudioso, Poffy é guloso e preguiçoso, Piffy é medrosa. Mesmo com tantas diferenças, os porquinhos precisam se unir porque o inverno está chegando e com ele a ameaça de um faminto lobo, que logo se mostra divertido e atrapalhado.
A criançada se encanta e se diverte com essa aventura, que também aborda temas importantes como solidariedade, medo e determinação.
 
Com Claudio Marinho, Gígio Badaró, Kelita Carvalho e Victor Di Lourenço
Duração 50 minutos
07 a 29/01
Sábado e Domingo – 17h40
$40
Classificação 3 anos
 
Texto e direção: Pitty Webo
Figurinos: Elisangela Kopke
Adereços: Rose Bandeira
Cenário: Fabio Alexandre Cenografias
Iluminação: Kadu Moratori
Ilustrações: Marilena Saito
Preparação corporal: Mega Dança – Jorge Amaro
Produção: Marya Cecília Ribeiro, Andreia Pacheco e Paulo Previatto
Assistente de direção e de produção: Carlos Braga
Coordenação de produção: Pitty Webo
Administração: Silvano Alves
image023
Pluft, o Fantasminha
 
Pluft é um fantasminha que tem medo das pessoas. Um dia ele conhece Maribel, menina que foi sequestrada pelo pirata Perna de Pau, que a escondeu na casa onde moram Pluft e sua família. Logo o fantasminha faz amizade com Maribel e, para salvá-la, se envolve em muitas aventuras.
 
Com Allan Salinas, Cristiano Belarmino, Filipe Bertini, Icaro Gimenez, Tamires Rhayane, Thiago Mantovani, Vivian Nóbrega e Ivo Ueter
Duração 60 minutos
02 a 23/01
Segunda – 16h
$40
Classificação 3 anos
 
Texto: Maria Clara Machado
Direção: Ivo Ueter
Operação de luz: Kauã Silva
Operação de som: Kauê Santos
image026
Watchatchá, uma Viagem pela Ciência
 
Produção da Mad Science, franquia de uma empresa canadense que explora o lado divertido da ciência, a peça ensina conceitos importantes de forma divertida, aguçando a curiosidade do público.
Dois cientistas malucos e seus três assistentes criam efeitos aparentemente mágicos – todos explicados durante a peça – para demonstrar algumas leis científicas.
Experimentos fantásticos, como uma bola que sobrevoa a plateia, bolhas de sabão cheias de fumaça, uma máquina de aprisionar sombras, entre outros, mostram às crianças e adultos como a ciência está presente no nosso dia-a-dia.
 
Com Fabiana Ferrari, Marcus Máximo, Tiago Prates e Gustavo Zanetti
Duração 55 minutos
03 a 24/01
Terça – 16h
$40
Classificação 6 anos
 
Autoria: Mad Science São Paulo
Direção: Marcelo Klabin
Cenografia: Edson Expedito
Iluminação: Rossana Boccia
Sonoplastia: Gilson
Contrarregra: Vinicius Feliciano e Eduardo Oliveira
Produção: Dany Artel
image027
João e Maria
 
Esta divertida adaptação da Cia. Le Plat du Jour para o clássico dos Irmãos Grimm conta a história de João Maria e Maria João, que perdidos no bosque acabam entrando na casa de doces da Bruxa. A narrativa ganhou um cunho ecológico e a graça de duas simpáticas pássaras, Bicudinha e Bicudona, que estão em apuros por causa do desmatamento. São elas que começam a história e dão a deixa para a entrada dos personagens clássicos.
 
Com Beatriz Diaféria e Flávia Strongolli
Duração 55 minutos
04 a 25/01
Quarta – 16h
$40
Classificação 3 anos
 
Autoria e direção: Alexandra Golik e Carla Candiotto
Técnico de som: Valdilho Cruz
Técnico de Luz: Pedro Alexandre
Duração: 55 minutos
Classificação indicativa: a partir de 03 anos
image028
Branca de Neve
 
A conhecida história de Branca de Neve e os Sete Anões é contada de forma divertida e bem humorada, com uma boa dose de aventura e suspense. Seis atores dão vida aos personagens e manipulam bonecos que representam os sete anões. A peça tem trilha sonora com músicas dos Beatles.
 
Com Kauê Gibran, Enrico Verta, Adriano Ferreira, Leandro Grance, Mariana Faloppa, Thamires Kovalski, Priscila Cammarosano e Bianca Almeida.
Duração 60 minutos
05 a 26/01
Quinta – 16h
$40
Classificação 3 anos
 
Autoria: Irmãos Grimm.
Adaptação: Leandro Mariz
Direção: Leandro Mariz e Sabrina Korgut
Cenografia e iluminação: Leandro Mariz
Figurinos: Reinaldo Patrício
Visagismo: Thiago Wanderley
Coordenação artística e trilha sonora: Tiago Higa
Coordenação de Produção: Marcia Ximenes
Direção de produção: Fernando Ramos
Camareira: Valeria de Souza
Realização: Goldfinch Entretenimento e Kommitment Produções
image029
O Imprevisível Circo da Lua
 
O espetáculo é uma homenagem aos primeiros circos da Terra. Livremente inspirado no universo fantástico do pai do cinema, o francês George Melies (1902), a montagem traz acrobacias aéreas, teatro de sombras, muita projeção e ilusionismo.
Com dramaturgia altamente visual e trilha sonora original, a história promete desvendar os mistérios e segredos guardados sob uma lona estelar, com a aparição de personagens fantásticos como as irmãs siamesas, o homem sem cabeça, a mulher mais gorda do mundo, o lobisomem, entre outros bizarros personagens.
 
Com Daniel Salvi, Marcos Becker e Marilia Ennes
Duração 50 minutos
06 a 27/01
Sexta – 16h
$40
Classificação 6 anos
FICHA TÉCNICA
Concepção: Marcos Becker e Marilia Ennes
Direção: Marion e Alex Brede
Cenário, adereços e efeitos Especiais: Abel Saavedra
Figurinos: Marilia Ennes, Raquel Saldivia.
Indumentária: Luci Martinelli
Light design: Marcos Becker
Trilha sonora: Pedro Assad e Vinicius Sampaio
Ilustrações e maquete: Anybool Cris
Design Gráfico: Arthur Amaral
Fotos: Débora Branco
Captação e edição de vídeo: Flavio Carnielli
Confecção de aparelhos circenses: Felix Caro
Produção: Naiane Beck e Paraladosanjos

FESTIVAL DE FÉRIAS DO TEATRO FOLHA

A Conteúdo Teatral lançou a 24ª edição do Festival de Férias do Teatro Folha. São sessões diárias de apresentações de espetáculos infantis, que acontecem todos os dias da semana até o dia 31 de janeiro. Sete espetáculos ficam em cartaz, garantindo a diversão durante o recesso escolar. As peças são:

image005
Cinderella
O clássico conto de fadas “Cinderela” foi revisitado pelo diretor Isser Korik, que se manteve fiel ao conto original, explorando a forma de narrar a história, com teatralidade, humor e criatividade.
Em cena dois atores interpretam doze personagens. Em ritmo dinâmico, eles entram e saem do palco, ora como uma bela donzela, ora como um gato malvado, ora como frágeis ratinhos, ora como megeras, ora como príncipe, ora como fada, e assim por diante. A dinâmica desperta a curiosidade das crianças. É um espetáculo ágil, engraçado, poético e cheio de surpresas.
Elenco: Ian Soffredini e Michelle Zampieri
Duração: 60 minutos
Sábado e Domingo – 16h
Recomendação: A partir de 3 anos
 
Figurinos e adereços: Inês Sacay
Produção: Isabel Gomez e Felipe Costa
Preparação corporal: Vanessa Guillén
Preparação vocal: Madalena Bernardes
Assistência de direção: Eduardo Leão
Credito fotos: João Caldas Filho
Cenário, iluminação e direção geral: Isser Korik
 
image006
Pedro e o Lobo
Adaptação premiada da fábula musical russa, “Pedro e o Lobo” mescla a manipulação de bonecos e técnicas de teatro negro, sob a direção de Fernando Anhê. Uma das qualidades da montagem é introduzir ao público infantil os sons de uma orquestra e apresentar seus principais instrumentos musicais.
Baseado em um antigo conto russo –sobre o menino valente que tenta capturar um lobo para salvar os bichos, seus amigos, na floresta–, o compositor Sergei Prokofiev (1891-1953) designou uma personalidade sonora para cada personagem ao criar a obra, em 1936. O passarinho é representado pelo flautim; o gato, pelo clarinete; a pata, pelo oboé; o lobo, pelas trompas; os caçadores, pela percussão (marimba); o avô pelo fagote; e Pedro, pelas cordas. A base orquestral é pré-gravada, e o maestro Jamil Maluf narra, em off, a entrada de cada instrumento.
Elenco: Daniela Sakumoto, Janette Santiago, Valter Felipe e Isa Gouvêa
Duração: 50 minutos
Sábado e Domingo – 17h40
Recomendação: A partir de 3 anos
 
Dramaturgia: Sergei Prokofiev
Direção e adaptação: Fernando Anhê
Direção musical e narração pré-gravada: Jamil Maluf
Cenário, iluminação e figurinos: Fernando Anhê
Crédito fotos: Fernando Anhê
Realização: Cia. Imago
 
100_Nem_Menos_Foto_Wesley_Soares
100 + Nem Menos
Com técnicas de teatro, dança e animação de objetos e bonecos, “100 + Nem Menos” apresenta esquetes que reinventam brincadeiras folclóricas e temas do cancioneiro popular. Bonecos cheios de vida entram em cena, inspirados no estilo de arte naïf –típica do desenho infantil, caracterizada por traços simples e pela expressão primária de si e do mundo–, abordando o primeiro contato das crianças com o universo dos números, da matemática e do desenho, onde o contar ou riscar aparece de forma lúdica em seu cotidiano.
No palco linhas coloridas flutuam pelo ar e formam algarismos, juntos a figuras com traços simples e puros que aparecem e desaparecem inesperadamente. A trilha sonora contém músicas cantadas ao vivo e outras compostas especialmente para a encenação. Uma montagem da Cia Noz de Teatro, Dança e Animação.
Elenco: Carla Mercado, Luciana Venâncio, Jota Rafaelli, Renata Andrade e Rafael Bolacha. Stand-in: Sheyla Coelho e Lais Trovarelli
Duração: 42 minutos
Segunda – 16h
Recomendação: a partir de 1 ano
 
Concepção e direção: Anie Welter
Música: Dr Morris e Dani Maia
Cenários e figurinos: Anie Welter
Iluminação: Marisa Bentivegna
Operador de luz e som: Rafael Petri
Criação: Anie Welter, Rafael Petri, Paulo Henrique Alves, Elvira Cardeal, Renata Andrade e Ernandes Araújo.
Crédito fotos: Cacá Berbardes e Wesley Soares
Direção de produção: Rafael Petri
 
image008
Pinocchio
O espetáculo “Pinocchio”, clássico do italiano Carlo Collodi, conta a história de um boneco feito com madeira mágica que ganha vida e jeito de menino. Como muitos outros garotos, Pinocchio prefere se divertir em vez de ir à escola. Ele não ouve os conselhos de seu pai e criador, o carpinteiro Gepetto, e desvia das aulas para se envolver em muitas aventuras.
As peripécias de Pinocchio não impedem que Gepetto saia em busca de seu filho, e o amor que existe entre eles pode ser transformador.
O espetáculo, dirigido e concebido por Pamela Duncan, e interpretado pela Cia. Urbana de Teatro, traz ao palco a saga do crescimento de Pinocchio, desde as mentiras contadas, que fazem seu nariz crescer, até os valores que o transformam em um menino de verdade.
 
Elenco:Luiz Fernando Albertoni, Jonathan Well, Paulo Arapuan, Anna Carolina Longano e Ricardo Aires
Ator-contrarregra: Bruno Casselli
Narração: Lui Strasburger
Duração 50 minutos
Terça – 16h
Recomendação: a partir de 4 anos
Direção e concepção: Pamela Duncan
Assistente de direção e produção: Luiz Fernando Albertoni
Dramaturgia: Rogerio Favoretto e Pamela Duncan
Sonoplastia: Aline Meyer
Iluminação: Juarez Adriano
Crédito fotos: Jefferson Pancieri
Realização: A Peste, Cia Urbana de Teatro – Pamela Duncan
Patrocínio: Bauducco, Marrucci, Grupo LEF, Arcelor Mittal, Sil Cabos Elétricos
Apoio: Porto Seguro
 
Corcunda_Quaqua_Foto2_de_Ricardo_Ferreira
O Corcunda Quaquá
Quaquá é um sineiro que vive recluso no campanário de uma catedral. Alto e forte, porém solitário, fisicamente deformado e surdo por tocar os sinos da igreja, o rapaz conversa com amigos imaginários, escondido das pessoas que moram na cidade, por ordem de seu perverso padrasto Rollo. A aventura do estranho Quaquá começa na festa do Dia de Reis, quando ele aparece na praça, é coroado rei dos Bobos, e conhece a bela cigana Esmeralda.
Cheio de humor, o espetáculo narra a grande aventura de Quaquá para salvar a preciosa cigana, com quem tem uma relação de afeto, das maldades de seu padrasto. Uma montagem vencedora do Prêmio Zé Renato, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, e do Femsa na categoria Melhor Ator Coadjuvante.
Com Joca Andreazza, Paulo Vasconcelos, Dani Nega, Carmo Murano e Vitor Bassi.
Duração 50 minutos
Quarta – 16h
Recomendação: a partir de 4 anos
 
Texto e direção: Ricardo Ripa (livremente inspirado em “O Corcunda de Notre-Dame”, de Victor Hugo)
Cenário e figurino: Rosa Berger
Trilha sonora: Ricardo Severo
Iluminação: Will Damas
Coreografia: Eder Cardoso
Assistente de direção: Luciana Azevedo
Assistente de cenário e figurino: Eliana Liu
Adereços: Palhassada Ateliê
Estagiárias/cenografia: Laura Pappalardo e Gabriella Gonçales
Fotografia: Ricardo Ferreira
Direção de produção: Henrique Benjamin
Produção executiva: Hamilton Feltrin
Produção: Dinâmica Eventos
Realização: Dinâmica Eventos e Notábile Filmes
 
O_Grande_Circo_Cientifico_foto_5_de_Anderson_Far
O Grande Circo Científico
Dois cientistas muito malucos e atrapalhados revelam os mais divertidos números do picadeiro como nunca visto antes em “O Grande Circo Científico”, espetáculo que mistura a magia, o encantamento e a nostalgia do circo de antigamente com elementos da ciência moderna.
O show revela segredos por trás da magia circense, a partir de experimentos que explicam truques apresentados, como o corajoso homem que cospe fogo, ou a habilidosa bailarina que rodopia, ou o resistente faquir que deita o corpo sobre pregos. De forma divertida, a dupla de cientistas apresenta conceitos como a gravidade, o equilíbrio e reações químicas, sempre presentes no dia a dia das pessoas. Uma montagem da Mad Science, que tem parceria com a NASA.
 
Elenco: Tiago Prates e Gigi Bifulco
Duração: 60 minutos
Quinta – 16h
Recomendação: a partir de 5 anos
 
Direção: Marcelo Klabin
Produção: Mad Science Brasil
Cenografia: Edson Expedito
Crédito fotos: Anderson Farry
 
Operilda_na_Floresta_Amazonica_Foto_2_de_Joao_Ca
Operilda na Floresta Amazônica
Neste espetáculo musical, a divertida Operilda sobe ao palco para contar a história da música erudita brasileira, de um jeito alegre e cheio de vida, ao lado de seu livro mágico e de uma camerata de seis músicos.
Uma montagem dinâmica, com canções ao vivo, interação com a plateia e repertório de composições formado por nomes históricos da música erudita brasileira, como Alberto Nepomuceno, Padre José Maurício, Carlos Gomes, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Xisto Bahia, Villa-Lobos, Camargo Guarnieri, Guerra-Peixe e Tom Jobim, e também músicas de origens folclóricas, africanas e indígenas brasileiras.
O cenário traz referências da floresta Amazônica, com propostas lúdicas e práticas. A peça recebeu os prêmios APCA de 2013 de Melhor Musical Infantil e FEMSA na Categoria Especial, e obteve o 2º lugar dos Melhores do Ano do Guia da Folha de 2013.
Elenco: Andréa Bassitt, Elaine Giacomelli, Willians Marques, Clara Bastos, Paula Souza Lima, Joca Araújo e Joyce Peixoto.
Duração 60 minutos
Sexta – 16h
Recomendação: a partir de 4 anos
 
Texto e pesquisa: Andréa Bassitt
Direção Geral: Regina Galdino
Direção musical: Miguel Briamonte
Cenário e Adereços: Marco Lima
Fotos: João Caldas Filho
Iluminação: Newton Saiki
Programação Visual: Sato – Casa da Lapa
Realização: Oasis Empreendimentos Artísticos Ltda
 
 
SERVIÇO – FESTIVAL DE FÉRIAS NO TEATRO FOLHA
Teatro Folha (Shopping Pátio Higienópolis – Av. Higienópolis, 618 – Higienópolis, São Paulo)
04 até 31/01
Segunda a Sexta – 16h; Sábado e Domingo – 16h e 17h40
$30