FOREVER YOUNG

Retratando a terceira idade de forma bonita, poética e bem-humoradaa comédia musical Forever Young completa 3 anos de grande sucesso de público, além de ser indicada aos principais prêmios, do teatro musical. Em 2019, a temporada inicia no Teatro Raul Cortez na sexta-feira 8 de marçomesmo local de estreia, com sessões sexta, às 21h30, Sábado, às 21h, e domingo, às 18h, até 31 de março.

A montagem é de Erik Gedeon, estreou em Agosto de 2016, no Teatro Raul Cortez em São Paulo, realizou temporada em 2017 no Rio de Janeiro e passou por mais oito capitais brasileiras, com grandes hits mundiais da música pop e rock’n’roll. O espetáculo foi indicado aos maiores prêmios de teatro musical como Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Reverência, e entre outros.

De forma bonita, poética e bem-humorada, o musical Forever Young aborda seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll e mostram que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens.   A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações.

Forever Young é uma grande homenagem a todos os artistas que trouxeram tanta magia para as pessoas. E, principalmente, passa a mensagem que ser jovem é algo eterno, que a vida não para, apenas muda-se a frequência das ações.

Os hits são sucessos do rock/pop mundial de diversos anos, passando pelas décadas de 50, 60, 70, 80 até chegar aos anos 90. Músicas que são verdadeiros hinos como “I Love Rock and Roll”, “Smells Like a Teen Spirit”, “I Wil Survive”, “I Got You Babe”, “Roxanne”, “Rehab”, “Satisfaction”, “Sweet Dreams”, “Music”, “San Francisco”, “California Dreamin”, “Let It Be”, “Imagine”, e a emblemática “Forever Young”. Já o repertório nacional conta com canções como “Eu nasci há 10 mil anos atrás” de Raul Seixas, “Do Leme ao Pontal” de Tim Maia e “Valsinha” de Chico Buarque.

FACE.png

Forever Young

Com Marya Bravo, Will Anderson, Janaina Bianchi, Ton Prado, Renata Ricci, Felipe Catão, Fernando Zuben

Teatro Raul Cortez (R. Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo)

Duração 100 minutos

08 a 31/03 (Dias 8 e 10 de março, as sessões serão ensaios abertos para a população e ONGs)

Sexta – 21h30, Sábado – 21h, Domingo -18h

$60/$70

Classificação 10 anos

FOREVER YOUNG

Sucesso de público, em cartaz desde 2016 e indicado aos principais prêmios em 2017, a comédia musical Forever Young chega ao Teatro Porto Seguro para temporada de 30 de maio a 5 de julho, com sessões às quartas e quintas, às 21h.

No elenco, Nany People, Saulo Vasconcelos, Janaina Bianchi, Rodrigo Miallaret, Felipe Catão e Carol Bezerra. Miguel Briamonte  Rafael Marão se revezam ao piano. A direção é Jarbas Homem de Mello, tradução e adaptação de Henrique Benjamin e direção musical de Miguel Briamonte.

De forma poética e bem-humorada, Forever Young aborda a vida de seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll e mostram que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens.   

A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações. Os hits são sucessos do rock/pop mundial de diversos anos, passando pelas décadas de 50, 60, 70, 80 até chegar aos anos 90. Músicas que são verdadeiros hinos como I Love Rock and RollSmells Like a Teen SpiritI Wil SurviveI Got You BabeRoxanneRehabSatisfactionSweet DreamsMusicSan FranciscoCalifornia DreaminLet It BeImagine, e a emblemática Forever Young. Já o repertório nacional conta com canções como Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás de Raul Seixas, Do Leme ao Pontal de Tim Maia e Valsinha de Chico Buarque.

 

Forever Young_ 1041_foto Marcos Moraes.jpg

Forever Young
Com Nany People, Saulo Vasconcelos, Janaina Bianchi, Rodrigo Miallaret, Felipe Catão e Carol Bezerra.
Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 100 minutos
30/05 até 05/07
Quarta e Quinta – 21h
$50/$70
Classificação 10 anos

FOREVER YOUNG

De forma poética e bem-humorada, Forever Young aborda a vida de seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll e mostram que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens.

A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações. Os hits são sucessos do rock/pop mundial de diversos anos, passando pelas décadas de 50, 60, 70, 80 até chegar aos anos 90. Músicas que são verdadeiros hinos como I Love Rock and RollSmells Like a Teen SpiritI Wil SurviveI Got You BabeRoxanneRehabSatisfactionSweet DreamsMusicSan FranciscoCalifornia DreaminLet It BeImagine, e a emblemática Forever Young. Já o repertório nacional conta com canções como Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás de Raul Seixas, Do Leme ao Pontal de Tim Maia e Valsinha de Chico Buarque.

Forever Young_ 1041_foto Marcos Moraes (1).jpg

Forever Young
Com Nany People, Saulo Vasconcelos, Janaina Bianchi, Rodrigo Miallaret, Marcos Lanza, Carol Bezerra e Rafael Marão
Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 100 minutos
30/05 até 05/07
Quarta e Quinta – 21h
$50/$70
Classificação 10 anos

FOREVER YOUNG

A comédia musical Forever Young retrata de forma bonita, poética e bem-humorada, a terceira idade. O espetáculo está no Teatro Fernando Torres com sessões sexta, às 21h30, sábado, às 21h, domingo, às 19h, até 25 de marçoA novidade é a entrada de Nany People no elenco, que também conta com Saulo Vasconcelos, Janaina Bianchi, Rodrigo Miallaret, Marcos Lanza e NaimaA direção é Jarbas Homem de Mello, tradução e adaptação de Henrique Benjamin e direção musical de Miguel Briamonte (piano ao vivo).

Com grandes hits mundiais do pop e rock, o aclamado musical, do suíço Erik Gedeon, estreou em agosto de 2016, no Teatro Raul Cortez em São Paulo, realizou temporada em 2017 no Rio de Janeiro e passou por mais oito capitais brasileiras. O espetáculo foi indicado aos maiores prêmios de teatro musical como Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Reverência, entre outros.

De forma bonita, poética e bem-humorada, a peça apresenta seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll  mostrando que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens.   A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações.

Forever Young é uma grande homenagem a todos os artistas que trouxeram tanta magia para as pessoas. E, principalmente, passa a mensagem que ser jovem é algo eterno, que a vida não para, apenas muda-se a frequência das ações. 

Os hits são sucessos do rock e pop mundial de diversos anos, passando pelas décadas de 50, 60, 70, 80 até chegar aos anos 90. Músicas que são verdadeiros hinos como I Love Rock and Roll, Smells Like a Teen SpiritI Will SurviveI Got You BabeRoxanneRehabSatisfactionSweet DreamsMusicSan FranciscoCalifornia Dream inLet It BeImagine, e a emblemática Forever YoungJá o repertório nacional conta com canções como Eu nasci há 10 mil anos atrás de Raul Seixas, Do Leme ao Pontal de Tim Maia e Valsinha de Chico Buarque. 

A montagem também faz parte do projeto Eu Faço Cultura e conta com 250 ingressos gratuitos para pessoas de baixa renda disponíveis no site www.eufacocultura.com.br.

Fotos MARCOS MORAES (21).jpg

Forever Young
Com Nany People, Saulo Vasconcelos, Janaina Bianchi, Rodrigo Miallaret, Marcos Lanza, Naima, Miguel Briamonte. 
Teatro Fernando Torres (Rua Padre Estevão Pernet, 588 – Tatuapé – São Paulo)
Duração 100 minutos
19/01 até 25/03
Sexta – 21h,30, Sábado – 21h, Domingo – 19h
$60/$70
Classificação 10 anos

FOREVER YOUNG

Com grande sucesso de público, indicado aos principais prêmios em 2017, a comédia musical Forever Young retrata de forma bonita, poética e bem-humorada, a terceira idade. O espetáculo chega ao Teatro Municipal Da Mooca Arthur Azevedo com sessões sexta e sábado, às 21h, domingo, às 19h, de 3 a 26 de novembro. A nova temporada traz a entrada de Nany People no elenco, que também conta com Saulo Vasconcelos, Fred Silveira, Paula Capovilla, Naima Marcos Lanza.

Com grande sucesso de público, o espetáculo musical Forever Young do aclamado espetáculo Forever Young do suíço Erik Gedeon, estreou em agosto de 2016, no Teatro Raul Cortez em São Paulo, realizou temporada em 2017 no Rio de Janeiro e passou por mais oito capitais brasileiras, com grandes hits mundiais da música pop e rock’n’roll. O espetáculo foi indicado aos maiores prêmios de teatro musical como Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Reverência, e entre outros.

De forma bonita, poética e bem-humorada, o musical Forever Young aborda seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll e mostram que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens.   A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações.

Forever Young é uma grande homenagem a todos os artistas que trouxeram tanta magia para as pessoas. E, principalmente, passa a mensagem que ser jovem é algo eterno, que a vida não para, apenas muda-se a frequência das ações.

Os hits são sucessos do rock/pop mundial de diversos anos, passando pelas décadas de 50, 60, 70, 80 até chegar aos anos 90. Músicas que são verdadeiros hinos como “I Love Rock and Roll”, “Smells Like a Teen Spirit”, “I Wil Survive”, “I Got You Babe”, “Roxanne”, “Rehab”, “Satisfaction”, “Sweet Dreams”, “Music”, “San Francisco”, “California Dreamin”, “Let It Be”, “Imagine”, e a emblemática “Forever Young”. Já o repertório nacional conta com canções como “Eu nasci há 10 mil anos atrás” de Raul Seixas, “Do Leme ao Pontal” de Tim Maia e “Valsinha” de Chico Buarque.

Quem assina a direção é Jarbas Homem de Mello, tradução e adaptação de Henrique Benjamin, direção musical de Miguel Briamonte (piano ao vivo) e elenco composto pelos atores Saulo Vasconcelos, Fred Silveira, Paula Capovilla, Naima, Marcos Lanza e Nany People. (Participação especial da Fafy Siqueira, substituindo a Nany, nos dias 03/11 e 17/11).

Abaixo, uma matéria que fizemos sobre os bastidores do espetáculo, na temporada no Teatro Nair Bello.

Forever Young
Com Nany People, Saulo Vasconcelos, Fred Silveira, Paula Capovilla, Marcos Lanza, Naima. Piano: Miguel Briamonte
Teatro Municipal Da Mooca Arthur Azevedo (Av. Paes de Barros, 955 – Mooca, São Paulo)
Duração 100 minutos
03 a 26/11
Sexta e Sábado – 21h, Domingo – 19h
$30
Classificação 10 anos

FOREVER YOUNG

Grande sucesso de público, o aclamado espetáculo do suíço Erik Gedeon volta em cartaz com grandes hits mundiais da música pop e rock’n’roll. No elenco também estão Fred Silveira, Paula Capovilla, Naima Ferreira e Fafy Siqueira (em participação especial)

Com temporadas em São Paulo, Rio de Janeiro e mais oito capitais o musical Forever Young volta em cartaz dia 4 de agosto, sexta-feira, às 21h30, no Teatro Nair Bello. Novidade dessa temporada é a entrada dos atores Saulo Vasconcelos e Marcos Lanza no elenco.

De forma poética e bem-humorada, Forever Young aborda seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll e mostram que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens.   A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações.

Forever Young é uma grande homenagem a todos os artistas que trouxeram tanta magia para as pessoas. E, principalmente, passa a mensagem que ser jovem é algo eterno, que a vida não para, apenas muda-se a frequência das ações.

Os hits são sucessos do rock/pop mundial de diversos anos, passando pelas décadas de 50, 60, 70, 80 até chegar aos anos 90.Músicas que são verdadeiros hinos como I Love Rock and RollSmells Like a Teen SpiritI Wil SurviveRoxanneRehabSatisfactionSweet DreamsMusicSan FranciscoCalifornia DreaminLet It BeImagine, e a emblemática Forever Young. Já o repertório nacional conta com canções como Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás de Raul Seixas, Do Leme ao Pontal de Tim Maia e Valsinha de Chico Buarque.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Forever Young
Com Fafy Siqueira, Saulo Vasconcelos, Fred Silveira, Paula Capovilla, Marcos Lanza, Naima Ferreira e Miguel Briamonte.
Teatro Nair Bello – Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 – Consolação, São Paulo). 
Duração 100 minutos
04/08 até 01/10
Sexta – 21h30, Sábado – 21h, Domingo – 19h
$80/$90
Classificação 10 anos

FOREVER YOUNG

Imagine que muitos anos se passaram, e os ídolos da sua juventude agora estão velhos. Quase centenários. Seus corpos, instrumentos de trabalho, não respondem mais da mesma forma. A voz falha. O humor não é o mesmo. Apenas o brilho no olhar deixa transparecer que suas essências permanecem. Eles ainda amam o bom (e velho) rock’n roll.

Num antigo teatro transformado em asilo, essas estrelas do passado se divertem e fazem mil planos de dominação mundial – enquanto a enfermeira não volta, claro. É esta a proposta da comédia musical “Forever Young”, iniciando oficialmente sua temporada dia 19 de agosto no Teatro Raul Cortez da Fecomércio.

O produtor Henrique Benjamin, que se deparou com o sucesso estrondoso da peça do suíço Erik Gedeon em Madri, esclarece que não se trata de um musical blockbuster (embora tenha sempre casa lotada por onde passe): “temos um cenário modular, o que facilita muito a circulação da peça por cidades onde não haja a estrutura gigantesca necessária a muitos musicais que conhecemos. Além disso, o elenco enxuto traz flexibilidade para a produção”.

Por falar em elenco, o produtor tirou a sorte grande. Jarbas Homem de Mello, Paula Capovilla, Marcos Tumura, Cláudia Ohana e (estreando em musicais a convite do diretor, Jarbas) Carmo Dalla Vecchia são os idosos protagonistas. Miguel Briamonte assina a Direção Musical e vive o pianista do asilo. A enfermeira “carrasca” é interpretada por Fafy Siqueira. Os stand-ins são igualmente espetaculares: nos papeis femininos, a substituição caberá a Naíma; os rapazes serão eventualmente vividos por Rodrigo Miallaret.

Em cena, os anciãos Jarbas, Paula, Tumura, Cláudia e Carmo pegam emprestado mais do que os nomes dos atores. Cada personagem tem um pouquinho da identidade de seu intérprete. “Fizemos ainda um trabalho com a preparadora Renata Melo de descobrir como os nossos corpos envelheceriam, quais seriam as limitações de movimento, de fala, de cada um”, diz Cláudia.

Já na Direção-geral, Jarbas afirma que buscaram trazer o tema para o Brasil, para “os nossos velhinhos”. Na trilha sonora, além de clássicos internacionais dos anos 60, 70 e 80, o maestro Briamonte incluiu Raul Seixas, Tim Maia, Ernesto Nazareth e outros compositores brasileiros. “Somos nós. Este é o nosso universo”, diz ele. Algumas composições incidentais são do próprio Miguel Briamonte, em parceria com Fafy Siqueira.

A conversa com a imprensa, regada a café passado na hora e amanteigados caseiros, teve clima de tarde chuvosa na casa da avó. Foi um bate-papo delicioso sobre como retratar de forma leve a exclusão social da terceira idade (sem deboche ou caricatura), longevidade no Brasil e a arte de envelhecer com otimismo. Afinal de contas, 2050 (quando teoricamente se dá a ação da peça) é daqui a 34 anos. Está logo ali.

Diante de uma questão quase filosófica (“Qual chama vocês esperam que não se apague quando tiverem 90 anos?”), os artistas responderam em uníssono: “a alegria“. Depois citaram também a curiosidade e a vontade de olhar sempre para frente como metas de vida. Fafy ainda acrescentou que tem certeza de que estará “fazendo tudo o que faz agora” (atuando, compondo, cantando, produzindo… Nós esperamos que sim!).

De fato, com um grupo tão fenomenal de “velhinhos”, a conclusão da conversa não poderia ser outra: só fica velho quem não se diverte.

(colaboração e fotos – Rebecca Celso)12278906_10153839933960337_6738104131258837289_n

Forever Young
Com Claudia Ohana,  Carmo Dalla Vecchia, Jarbas Homem de Mello, Marcos Tumura, Paula Capovilla e Fafy Siqueira
Piano: Miguel Briamonte
Stand In: Naíma 
Theatro Net SP – Shopping Vila Olímpia (R. Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo)
Duração 90 minutos
04/11 até 18/12
Sexta e Sábado – 21h; Domingo – 18h
$50/$100
Classificação 10 anos
Autor: Erik Gedeon
Direção Geral: Jarbas Homem de Mello
Supervisão Artística/tradução/adaptação: Henrique Benjamin
Direção Musical e canções adicionais: Miguel Briamonte
Supervisão Cenográfica: Luís Rossi
Figurino: Paulette Pink
Visagismo: Hugo Daniel
Designer de Luz: Fran Barros
Designer de Som: Rafael Caetano
Produção Geral: Henrique Benjamin e Sandro Chaim
Assessoria de Imprensa: Marra Comunicação
Lei de Incentivo à Cultura Proac
Patrocínio:  Eurofarma e Prevent Senior
Apoio:  Supermercado Sonda e Tubos Ipiranga
Transportadora Oficial:  Avianca
Promoção: Globo
Realização: Coisas Nossas Produções, Benjamin Produções,  Chaim XYZ Produções, Governo de São Paulo, Secretaria da Cultura e Ministério da Cultura, Governo Federal