FOLK

Doze anos após o estrondoso sucesso do Acústico MTV, Nasi e Edgard Scandurra voltam aos palcos munidos de violão e voz para o show que denominaram de IRA! FOLK. Um formato de show inédito para estes roqueiros.

No repertório, grandes sucessos da carreira como Flores Em VocêDias De LutaEu Quero Sempre MaisO GirassolTolicesTarde Vazia15 Anos e também clássicos do “lado B” da banda, como Mudança De ComportamentoFlerte FatalBebendo VinhoUm Dia Como Hoje, entre outras.

Ira!_foto Carina Zaratin (5)

Folk
Com Ira!
Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 75 minutos
19/06
Terça – 21h
$90/$120
Classificação Livre

POESIA INSANA

Cantora e atriz Naíma celebra seus 25 anos de carreira com o lançamento de seu primeiro disco autoral Poesia Insana. Para obter singularidade sonora e pincelar com tons latinos sua MPB pop contemporânea, se utiliza de uma formação inusitada: 2 violões, baixo, guitarra e 2 percussões, que trazem elementos como o cajón, a cabaça africana e o bombo legüero.

No roteiro, as 12 faixas do disco e alguns covers com arranjos especiais para Esquadros (Adriana Calcanhotto), Ainda Bem (Marisa Monte), Escrito nas Estrelas (Tetê Espíndola) e  outras surpresas. O show contará com intérprete em Libras (Língua Brasileira de Sinais).

naimailu.png

Poesia Insana
Com Naíma
Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 90 minutos
12/06
Terça – 21h
$40/$60
Classificação Livre

E ENTÃO…

Duas gerações diferentes se juntam num show que passei pelo ontem e hoje da música popular brasileira. Claudette Soares, ícone da Bossa Nova, completou recentemente 80 anos e acaba de lançar o álbum Canção de Amor, inspirado no mais recente livro de Ruy Castro, que conta a história e as histórias do samba-canção.  Ayrton Montarroyos, com apenas 22 anos, lançou no ano passado seu elogiado primeiro disco, depois de participar da penúltima edição The Voice, chamando atenção pelo repertório refinado e pela personalidade de sua voz.

Números solos e duos dão o tom do roteiro que passeia pelas últimas seis décadas da MPB e inclui alguns dos clássicos que consagraram a carreira de Claudette, como De tanto amor (Roberto e Erasmo Carlos) e Hoje (Taiguara). O repertório ainda traz músicas de Paulinho da Viola (Sinal Fechado), Gilberto Gil (Mancada), Marcos e Paulo Sérgio Valle (Garra), Vinicius de Moraes e Baden Powell (Samba e Prelúdio) e Luiz Gonzaga (Qui nem jiló).

Ayrton Montarroyos e Claudete Soares_foto Kelson Spalato.jpg

E Então…
Com Claudette Soares e Ayrton Montarroyos
Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 80 minutos
05/06
Terça – 21h
$40/$50
Classificação Livre

O ADVOGADO DE DEUS

O livro “O Advogado de Deus”, um dos mais emblemáticos romances de autoria de Zíbia Gasparetto e que já vendeu milhares de exemplares, volta aos palcos trazendo música, figurinos e o glamour da década de 50.

O enredo traz temas atuais como a ética na política e nos relacionamentos pessoais e profissionais e o imenso valor de um advogado corajoso e ético que defende um injustiçado em luta para restabelecer a justiça, reavendo o que é seu por direito. Além disso, aborda o conflito entre pais e filhos e o confronto de valores entre gerações.

A PRODUÇÃO

Este espetáculo encanta pela atualidade dos assuntos abordados, pela dramaticidade do enredo e pela produção. E para retratar uma época tão glamorosa a equipe de produção recriou mais de uma centena de figurinos da época, com roupas e sapatos originais, além do cuidado com objetos de cena como um grandioso móvel com rádio embutido.

A trilha sonora é um show à parte, com músicas encantadoras e inesquecíveis e até mesmo os famosos jingles de rádio e televisão. Além de duas canções interpretadas ao vivo e duas coreografias especialmente criadas para o espetáculo.

O elenco conta com 11 atores em cena que interpretam 20 personagens, e também participações especiais como Ronnie Von, em vídeo e Mamma Bruschetta, em off.

SINOPSE

No Rio de Janeiro, em 1951, uma época de muito romance e idealismos, Alberto volta da Inglaterra para lutar na justiça a fim de reaver uma herança e sua verdadeira identidade, Marcelo Camargo de Melo, roubadas por seu primo José Luís Camargo. Daniel Rezende é o jovem advogado idealista que aceita defender em juízo a causa de Alberto.

Muitos crimes foram cometidos para que a herança pudesse ficar em posse de José Luís Camargo, não só o sequestro de Alberto, mas também o assassinato de seus pais e de seu avô. Estes crimes ocorridos entre 1931 e 1933 envolvem muitos cúmplices e testemunhas que vão a julgamento em um caso que chocou a sociedade carioca.

O Advogado de Deus - Capa.jpg

O Advogado de Deus
Com Cássio Valero, Eduardo Sampaio, Fernanda Cunácia, Marcus Vinícius Máximo, Marisol Cordeiro, Maritta Cury, Marvin Tevian, Rick Conte, Rodrigo Giacomin, Rosa Guimarães e Tadeu Menezes. Participação especial Ronnie Von (em vídeo), Marcelo Pissardini, Arlete Montenegro e Mamma Bruschetta (todos em off).
Teatro Santo Agostinho (R. Apeninos, 118 – Liberdade, São Paulo)
Duração: 90 minutos
08/04 até 27/05
Domingo – 20h
$60
Classificação: Livre

A MINICOSTUREIRA

A peça infantil ‘A Minicostureira’ faz temporada no Centro Cultural São Paulo de 21 de abril a 27 de maio. O elenco estão os atores Frann FerrarettoBruno Ribeiro, Antoniela Canto Mateus Monteiro.

O conto que inspirou o espetáculo traz a história de uma jovem tecelã cuja obra feita no tear se transforma na própria realidade da personagem. Isso faz com que a menina reflita sobre a própria vida numa jornada constante de auto conhecimento. O espetáculo, por sua vez, a partir de pesquisas que caminham pelo imaginário, pelo onírico, pela espiritualidade e também pela psicomotricidade, integra fantasia e realidade, provocando a reflexão sobre questões sensíveis e de um campo pouco visitado na infância.

Na trama, a garotinha Clara cria seu próprio mundo, em meio a linhas, agulhas e tesouras. Lá vivem criaturas retalhadas por ela, como um peixe dourado que se chama Fidalgo, e assume o papel de seu melhor amigo, e uma Santa protetora das minicostureiras. Juntos, eles decidem realizar o maior sonho da menina, que logo vira um terrível pesadelo e faz com que a garota precise tomar a decisão mais difícil de seus vividos nove anos de idade – e para o resto de sua vida.

Entre retalhos e costuras, o público é convidado a ponderar sobre o seu potencial no mundo, por meio da imaginação e da concepção das próprias vontades, poderes e planos. As crianças, mais do que ninguém, sabem viajar instantaneamente para onde quiser sem sair do lugar. O espetáculo estimula a expedição por este mundo tão especial, onde é possível criar grandes navios com a sobra de uma calça, ou fazer a cortina de um teatro com um pano de chão.

O intuito do espetáculo é justamente estimular a imaginação por meio de signos têxteis que impulsionam o público para a reflexão sobre questões inerentes ao ser humano, como a afetividade, a espiritualidade e a imaterialidade.  A Minicostureira instiga com simplicidade o que há de mais antigo e precioso no mundo: a força de acreditar em algo até que isso aconteça.

image003

A Minicostureira
Com Antoniela Canto , Bruno Ribeiro, Frann Ferraretto e Mateus Monteiro
Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho (Rua Vergueiro, 1000 – Liberdade, São Paulo)
Duração 50 minutos
21/04 até 27/05
Sábado – 16h, Domingo – 15h
$20
Classificação Livre

BALADA DA VIRGEM – EM NOME DE DEUS

O coreógrafo, diretor e bailarino Sandro Borelli, da Cia. Carne Agonizante, investiga a figura emblemática da heroína francesa Joana D’Arc em Balada da Virgem – Em Nome de Deus, que estreia no Kasulo Espaço de Arte e Cultura no dia 19 de abril, e segue em cartaz até 20 de maio.

Por volta de 1412, surgia a figura mítica de uma camponesa pobre, analfabeta e religiosa que, sob o comando de mensageiros dos céus, como afirmava, comandou as tropas francesas na Guerra dos 100 anos, lutando pela libertação da França contra o domínio da Inglaterra. Joana D’Arc foi capturada e condenada à fogueira em 1431 por heresia, e acabou se tornando santa da igreja católica e padroeira da França quase 500 anos depois de sua morte.

O novo espetáculo da Cia. Carne Agonizante se alimenta da força física, espiritual e das contradições políticas e religiosas contidas na personalidade dessa mulher. As dores, angústias, perturbações e inabalável crença dela foram transformadas em forma de uma tensão física permanente. E, por meio da dança, o bailarino traz para a cena sua energia revolucionária movida pela fé em nome de uma causa.

Balada da virgem nada mais é do que a necessidade constante de me autodesafiar na busca por novas possibilidades coreográficas. Neste universo, as noções de tempo e espaço se apresentam completamente alteradas, portanto, o real e o não real podem se confundir a ponto de desencadear um outro olhar, uma outra ética, um outro modo de vivenciar uma criação, apoiando-se na potente energia simbólica que D’Arc representa”, explica Borelli.

SINOPSE

O novo espetáculo da Cia. Carne Agonizante apoia-se na energia simbólica, na força física e espiritual e nas contradições de Joana D’Arc para buscar novas possibilidades coreográficas. Nesse universo, as noções de tempo e espaço são alteradas. É um lugar onde a loucura, a transgressão e a opressão, foram transformados em combustível necessário para a perpetuação desta dança.

Balada da virgem - em nome de Deus - Crédito_Alex Merino (3)

Balada da Virgem – Em Nome de Deus
Com Sandro Borelli
Kasulo Espaço de Arte e Cultura (Rua Sousa Lima, 300 – Barra Funda, São Paulo)
Duração 40 minutos
19/04 até 20/05
Quinta, Sexta, Sábado – 21h, Domingo – 19h
Ingresso: Um quilo de alimento não perecível. Reservas antecipadas pelo APP Cia Carne Agonizante disponível no Google Play e Apple Store.
Classificação: livre

KIDS – O SHOW

Nos dias 28 de abril, 15h e 29 de abril, 14h, o palco do Theatro Net São Paulo recebe as crianças que participaram do The Voice Kids para um show, que, além de muita música, reúne elementos de dança, teatro e brincadeiras sobre algumas situações dos bastidores do programa.

Com participações dos cantores Brunno Pastori, da Bahia; Melissa Noemy e Luiza Gattai, de São Paulo, Flávia Scanuffo, do Paraná; Luiz Ricardo, do Rio de Janeiro; Laura d’Ávila, de Minas Gerais e Sofia Nunes, de Pernambuco, e da idealizadora do projeto, a cantora amazonense Marcella Bártholo, show tem estreia nacional na capital paulista.

São Paulo é um desafio e também uma grande vitrine para os cantores mirins. É uma oportunidade para o público que acompanha a atração matar a saudade dos cantores e acompanhar a evolução da carreira deles, após a participação no programa”, destaca Marcella.

No repertório, um passeio por variados estilos – do rock ao pop, do sertanejo ao gospel –, prometendo envolver a plateia em um grande espetáculo, com mais de 30 músicas. Na primeira parte do show, os kids vão homenagear seus ídolos. Marcella Bártholo canta ‘Crazy in love’, de Beyoncé; Flávia Scanuffo vai de ‘Sorte Grande’, de Ivete Sangalo; Brunno Pastori apresenta ‘Thriller’, de Michael Jackson; Luiza Gattai, ‘Rolling in the deep’, de Adele, Sofia Nunes, ‘Masterpiece’, de Jessie J; Laura d’Ávila, ‘Home’, de Gabrielle Aplin, Melissa Noemi, ‘Sonda-me, Usa-me’, de Aline Barros; e Luiz Ricardo interpreta ‘When I was your man’, de Bruno Mars.

BeFunky Collage.jpg

Kids – O Show
Com Brunno Pastori, Melissa Noemy, Luiza Gattai, Flávia Scanuffo, Luiz Ricardo, Laura d’Ávila, Sofia Nunes, Marcella Bártholo
Theatro NET São Paulo – Shopping Vila Olímpia (Rua Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo)
Duração 60 minutos
28 e 29/04
Sábado – 15h, Domingo – 14h
$70/$140
Classificação Livre