OVO (CIRQUE DU SOLEIL)

O Cirque du Soleil volta ao Brasil em 2019 com o espetáculo OVO, dirigido por Deborah Colker, depois de passar pela América do Norte e Europa, nos últimos dois anos. Em curta temporada pelo país, o show irá passar por Belo Horizonte, de 07 a 17 de março, no Ginásio Mineirinho; Rio de Janeiro de 21 a 31 de março, na Jeunesse Arena; Brasília de 05 a 13 de abril, no Ginásio Nilson Nelson; São Paulo de 19 de abril a 12 de maio, no Ginásio do Ibirapuera.

Após emocionar mais de 5 milhões de pessoas por todo o mundo, desde que estreou em Montreal em 2009 como um show de tenda, OVO embarcou em uma nova jornada. Realizando a mesma produção cativante, apresentada de forma inédita no país em arenas, o espetáculo dá a oportunidade para que pessoas de diversas capitais possam assistir a um espetáculo do Cirque du Soleil.

A produção é amplamente inspirada na cultura brasileira, repleta de cores e com uma trilha musical bastante rica, passeando por ritmos típicos como a bossa nova, samba, xaxado, funk, entre outros. Tudo, claro, com muita percussão.

SOBRE O ESPETÁCULO OVO

Quando um ovo misterioso aparece em seu habitat, os insetos ficam maravilhados e intensamente curiosos sobre esse objeto icônico que representa o enigma e os ciclos de suas vidas. É amor à primeira vista quando um inseto desajeitado e peculiar chega nessa comunidade movimentada e se depara com uma joaninha fabulosa.

OVO é um mergulho em um ecossistema colorido e repleto de vida, onde os insetos trabalham, comem, rastejam, flutuam, brincam, brigam e buscam pelo amor em uma farra sem fim, cheia de energia e movimento. O universo dos insetos é um mundo de biodiversidade e beleza, cheio de ruídos e momentos de emoção silenciosa. O elenco de OVO é composto por 50 artistas de 14 países, incluindo quatro brasileiros, especializados em diversas acrobacias.

OVO transborda de contrastes. O mundo oculto e secreto aos nossos pés é revelado de maneira tenra e tórrida, barulhenta e silenciosa, pacífica e caótica. E quando o sol nasce em um novo e belo dia, o ciclo vibrante da vida dos insetos recomeça.

OVO é um símbolo atemporal do ciclo da vida e nascimento de numerosos insetos que sustentam a trama subjacente do show. Em sua criação gráfica, o logotipo com o nome do espetáculo remete à figura de um inseto: As duas letras “O” representam os olhos, enquanto da letra “V” saem duas pequenas antenas.

O Time Criativo por trás do mundo de OVO é: Guy Laliberté e Gilles Ste-Croix (Guias Artísticos); Deborah Colker, primeira diretora mulher no Cirque du Soleil (Autora, Diretora e Coreógrafa); Chantal Tremblay (Diretora de Criação); Gringo Cardia (Designer de cenário e adereços); Liz Vandal (Figurinista); Berna Ceppas (Compositor e Diretor Musical); Éric Champoux (Designer de Iluminação); Jonathan Dean (Designer de Som) e, pela primeira vez no Cirque du Soleil: Fred Gérard (Rigging e Designer de Equipamento Acrobático); Philippe Aubertin (Designer de Performance Acrobática); e Julie Bégin (Designer de Maquiagem).

CARMEN (3)

INGRESSOS

PRÉ-VENDA PARA CLIENTES BRADESCO
Clientes dos Cartões Bradesco, BradesCard e next contarão com pré-venda exclusiva nas quatro cidades.

Confira as datas em que os ingressos poderão ser adquiridos:
– Belo Horizonte, entre os dias 06 e 27 de novembro;
– Rio de Janeiro, entre os dias 07 e 28 de novembro;
– Brasília, entre os dias 08 e 29 de novembro;
– São Paulo, entre os dias 09 e 30 de novembro.

Os Clientes dos Cartões Bradesco, BradesCard e next têm benefícios exclusivos de 20% de desconto e parcelamento em até 6X sem juros (limitado a 6 ingressos inteiros por CPF e 50% dos ingressos disponibilizados). O parcelamento não é válido para os cartões de débito e corporativos. As compras on-line podem ser feitas com os Cartões de Crédito Bradesco, Bradescard e next. As compras nas bilheterias oficiais e pontos de vendas podem ser feitas com Cartões de Crédito e Débito Bradesco, Bradescard e next. O desconto não incidirá sobre o valor do serviço Tapis Rouge.

PRÉ-VENDA PARA MEMBROS CIRQUE CLUB
O Cirque Club é um clube gratuito e com diversos benefícios, que incluem ingressos antecipados e informações exclusivas de bastidores. Confira as datas em que os ingressos poderão ser adquiridos:
– Belo Horizonte, no dia 28 de novembro;
– Rio de Janeiro, entre os dias 29 e 30 de novembro;
– Brasília, no dia 30 de novembro;
– São Paulo, entre os dias 01 e 02 de dezembro.

Para participar do clube, acesse www.cirqueclub.com.

VENDA PARA O PÚBLICO GERAL
A venda para o público em geral começa nas seguintes datas:
– Belo Horizonte, a partir do dia 29 de novembro;
– Rio de Janeiro, a partir do dia 01 de dezembro;
– Brasília, a partir do dia 01 de dezembro;
– São Paulo, a partir do dia 03 de dezembro.

Durante toda a venda para o público em geral, os ingressos poderão ser parcelados em até 6x para Cartões Bradesco, Bradescard e next e em 3x para demais cartões.

Os Clientes dos Cartões Bradesco, BradesCard e next contam com 20% de desconto e parcelamento em até 6X sem juros (limitado a 6 ingressos inteiros por CPF e 30% dos ingressos disponibilizados). Ao atingir os 30% dos ingressos disponibilizados, o desconto passa a 10%. O parcelamento não é válido para os cartões de débito e corporativos. As compras on-line podem ser feitas com os Cartões de Crédito Bradesco, Bradescard e next. As compras nas  bilheterias oficiais e pontos de vendas podem ser feitas com Cartões de Crédito e Débito Bradesco, Bradescard e next. O desconto não incidirá sobre o valor do serviço Tapis Rouge.

TAPIS ROUGE BY BRADESCO
O Cirque du Soleil e o Banco Bradesco estarão juntos no espaço Tapis Rouge – área VIP dos espetáculos da companhia canadense – durante toda a turnê de OVO no Brasil. Os clientes que adquirirem ingressos para o setor Premium + o adicional de serviços, contarão com uma experiência especial e diferenciada, reservada para aproximadamente 300 pessoas. O cliente assistirá ao espetáculo de um lugar bem próximo ao palco e ainda irá usufruir de diversos benefícios.

Os ingressos estarão disponíveis através do site https://www.tudus.com.br/ e bilheterias oficias (Shopping Cidade, em Belo Horizonte; Shopping Metropolitano Barra, no Rio de Janeiro; Shopping ID, em Brasília; e Shopping Market Place em São Paulo).

Para mais informações sobre o Cirque du Soleil, visite www.cirquedusoleil.com.

CARMEN (2)

CIRQUE DU SOLEIL: OVO – TEMPORADA BRASILEIRA

Duração 140 minutos

Classificação Livre

Belo Horizonte

Ginásio Mineirinho (Av. Antônio Abraão Caram, 1001 – Pampulha)

07 a 17/03/19

Terça, Quarta e Quinta – 21h, Sexta – 17h* e 21h, Sábado – 17h e 21h, Domingo – 14h* e 18h*, 16h e 20h (* somente em datas específicas)

$260/$550

Rio de Janeiro 

Jeunesse Arena (Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3401 – Barra da Tijuca)

21 a 31/03

Terça, Quarta – 21h, Quinta e Sexta – 17h* e 21h, Sábado – 17h e 21h, Domingo – 14h* e 18h*, 16h e 20h (* somente em datas específicas)

$260/$550

Brasília

Ginásio Nilson Nelson (SRPN – Brasília)

05 a 13/04

Terça, Quarta – 21h, Quinta e Sexta – 17h* e 21h, Sábado – 14h* e 18h*/ 17h e 21h, Domingo – , 16h e 20h (* somente em datas específicas)

$260/$550

São Paulo

Ginásio do Ibirapuera (R. Manuel da Nóbrega, 1267 – Paraíso)

19/04 até 12/05

Terça – 21h, Quarta, Quinta e Sexta – 17h* e 21h, Sábado – 13h*/ 17h e 21h, Domingo – 14h* e 18h* / 16h e 20h (* somente em datas específicas)

$260/$550

BILHETERIAS OFICIAIS – SEM TAXA DE SERVIÇO
Belo Horizonte – bilheteria disponível até o dia 01 de março de 2019
Shopping Cidade (Rua dos Tupis, 337 – Centro)
Horário de funcionamento:
Segunda-feira a Sábado – Das 10h às 20h
Domingo – Das 10h às 18h

Rio de Janeiro – bilheteria disponível até o dia 19 de março de 2019
Shopping Metropolitano Barra (Av. Embaixador Abelardo Bueno, 1300 – Barra da Tijuca)
Horário de funcionamento:
Segunda a quinta-feira – Das 10h às 22h
Sexta-feira e sábado – Das 10h às 23h
Domingo – Das 11h às 22h

Brasília – bilheteria disponível até o dia 03 de abril de 2019
Shopping ID (Setor Comercial Norte Q 6 Edifício Venâncio Conjunto A)
Horários de funcionamento:
Segunda-feira a sábado – Das 10h às 22h
Domingo – Das 13h às 19h

São Paulo – bilheteria disponível até o dia 17 de abril de 2019
Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Vila Cordeiro)
Horários de funcionamento:
Segundo-feira a sábado – Das 10h às 22h
Domingo – Das 14h às 20h

VENDAS ON-LINE – COM TAXA DE SERVIÇO
Através do site https://www.tudus.com.br/

MEIA-ENTRADA
Em conformidade com a legislação vigente no Estado e Município específico onde o evento for realizado. Obrigatória apresentação do documento comprobatório da condição de beneficiário, no ato da compra e no acesso ao evento.

O LAGO DOS CISNES

Balé Teatro Guaíra (BTG) apresenta o espetáculo O Lago dos Cisnes, com direção e coreografia de Luiz Fernando Bongiovanni, nos dias 10 e 11 de novembro no Teatro Alfa. No palco, o público assistirá a performance de 23 bailarinos inspirada no folclore russo e germânico.

A montagem conta, com linguagem contemporânea, a história de amor entre o príncipe Siegfried e Odette, transformada em cisne por um bruxo. O Lago dos Cisnes tem direção de arte de William Pereira.  A história arquetípica de O Lago dos Cisnes, baseada originalmente em duas lendas medievais, fala do príncipe Siegfried, em uma terra distante, às vésperas das festividades de seu aniversário. Essa celebração marcará a passagem da juventude à vida adulta e, para isso, ele precisará escolher sua futura esposa. Todavia, tudo se altera quando o príncipe descobre seu grande amor por uma princesa aprisionada, na forma de um cisne, pelo feitiço de um mago tirano. O Lago dos Cisnes do Balé Guaíra é uma fábula a respeito da emancipação, um desejo manifesto em forma de dança, para que cada sujeito faça valer seu direito às próprias escolhas e para que elas sejam percebidas como necessidades fundamentais, e respeitadas a todo custo.

Em 1h30 de duração, a montagem – que estreou em junho deste ano no Guairão, em Curitiba – traz uma linguagem moderna para a coreografia clássica. De acordo com o coreógrafo Luiz Fernando Bongiovanni, há momentos de aproximação e afastamento da tradição. “Às vezes a tradição é pouco conectável com o mundo contemporâneo. Há uma série de pontos que criamos para nos aproximar do público, como o senso de humor e a interpretação dos bailarinos.

CARMEN (3)

Processo de criação inovador

O diretor, que foi bailarino e dançou O Lago, revisitou o folclore e fez uma pesquisa iconográfica. “Esse é um dos balés mais icônicos da história da dança. Ele evoca arquétipos que são conhecidos do público e as pessoas conseguem se ver na história”.

O processo de criação da coreografia também foi inovador, partindo de uma metodologia criada pelo diretor durante um mestrado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). De forma colaborativa, os bailarinos se tornaram criadores e segundo a “caligrafia” individual deles o elenco foi definido. Além disso, a partitura musical da obra de Tchaikovsky foi o guia para a montagem. “Fiz uma curadoria da obra toda e partir disso fizemos o encadeamento das cenas. Estamos conectados e articulados com a música”, diz.

“Nosso Lago tem protagonistas mais próximos do mundo contemporâneo, e mesmo que totalmente fantásticos, são – pelas frestas – mais críveis e verossímeis. De uma Rainha-mãe superprotetora e um Rothbart-vilão infantil e carente, até uma Odette-Odile sedutora e apaixonante e um Siegfried-herói por quem torcemos para que encontre forças e coloque em curso sua necessária revolução”, afirma o coreógrafo. Para Bongiovanni, “trabalhar um tema clássico pode ser a possibilidade de reinvenção, gênese de significados, de atualização dos mitos, a oportunidade de trazer para o momento presente questões atemporais, do indivíduo e do coletivo. As lendas que inspiraram essa história são cheias de reviravoltas e enigmas. Há aqui uma simbologia sobre o amadurecimento, a busca pela autonomia e formação da personalidade. Inicialmente Sigfried é dominado pela mãe, mas encontra no amor forças para seguir seu próprio caminho”, afirma Bongiovanni.

CARMEN (2)

Clássico fecha trilogia

Os ensaios para a apresentação começaram em fevereiro de 2018 e mais de 200 profissionais participam da montagem do espetáculo. Para Mônica Rischbieter, diretora-presidente do Centro Cultural Teatro Guaíra, O Lago dos Cisnes fecha uma trilogia, que se iniciou com Romeu e Julieta e Carmen. “A revisitação dos clássicos com uma linguagem moderna foi parte de um esforço conjunto para atrair o público mais jovem. Arrisco dizer que é o trabalho mais impressionante que já fizemos”, diz. Para o Balé Teatro Guaíra, a versão de O Lago dos Cisnes traz um valor inestimável. “Estamos falando de um grande clássico, o mais popular de todos os tempos, porém, recriado sob um ponto de vista atual. Trata-se de um encontro de dois importantes fatos que reafirmam o propósito desta companhia: tradição e contemporaneidade. É nisto que acredito e hoje me sinto feliz de poder juntamente com artistas e público apreciar a releitura contemporânea deste grande clássico”, completa Cintia Napoli, diretora do Balé Teatro Guaíra.

Segundo Cíntia Napoli, “os grandes clássicos têm uma potência muito grande porque tratam da existência humana. Trazendo-os para o nosso tempo, a gente consegue perceber o ser humano desde os seus primórdios. Vemos que ainda trazemos os mesmos conflitos e prazeres”.

O Lago dos Cisnes

Obra musical composta por Tchaikovsky em 1876, O Lago dos Cisnes foi encenado pela primeira vez no ano seguinte. Em seu aniversário de 21 anos, Siegfried precisa escolher uma esposa por ordem de sua mãe. Ele conhece Odette, uma princesa transformada em cisne pelo feiticeiro Von Rothbart, antagonista da história. O mago e sua filha, Odile, tentam separar o casal.

O Balé Teatro Guaíra

O Balé Teatro Guaíra foi criado em 1969 e é uma das principais companhias de balé do Brasil, com mais de 140 coreografias apresentadas e 23 bailarinos. Está sob a direção de Cíntia Napoli desde 2012.

CARMEN (1)

O Lago dos Cisnes

Teatro Alfa (Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro, São Paulo)

Duração 90 minutos

10 e 11/11

Sábado – 20h, Domingo – 18h

$80

Classificação Livre

A BELA E A FERA – O ESPETÁCULO MUSICAL

A Bela e a Fera – o Espetáculo Musical chega aos palcos do Theatro NET São Paulo de 26 a 28 de outubro, sexta a domingo, 20 horas. Baseado no conto de domínio público francês, a encenação leva para os palcos 50 integrantes, entre atores, bailarinos, cantores e músicos de orquestra, além de 200 figurinos, cenários grandiosos e projeções em vídeo mapping 3D, com tecnologia para interagir personagens e cenário.

O conto de fadas, escrito pelos Irmãos Grimm (Jacob e Wilhelm) em 1812, fala sobre a história de amor entre uma linda e inteligente jovem (Bela) e um príncipe que foi enfeitiçado e transformado em Fera. Bela vive em um vilarejo francês com seu pai, que é capturado e aprisionado pela Fera em seu castelo. A jovem consegue localizá-lo e se oferece para ficar no lugar dele. Sua bondade a faz enxergar o lado humano da Fera, por quem se apaixona perdidamente, quebrando o feitiço.

No elenco, o destaque é a atriz Flávia Mengar, intérprete da Bela, protagonista de outros importantes trabalhos teatrais, como a Dorothy, de O Mágico de Oz, e a Ariel, de A Pequena Sereia. Brunno Rizzo faz a direção. Figurinos assinados por Bruno de Oliveira, um dos mais respeitados profissionais brasileiros, inclusive por ter sido o responsável por vestir os artistas que participaram do show de abertura da Copa do Mundo, em 2014.

Dividida em dois atos, a apresentação tem uma hora e meia de duração. A turnê passará por cerca de 30 das maiores cidades do país atingindo um público estimado de 100.000 expectadores. Algumas das cidades serão: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Goiânia, Brasília, Ribeirão Preto, Campinas, Paulínia, Londrina, Maringa, Maceió, João Pessoa, Joinville, São José do Rio Preto, Sorocaba, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Natal, Fortaleza, Belo Horizonte, Juiz de Fora, entre outras.

CARMEN (1)

A Bela e A Fera – O Espetáculo Musical

Theatro NET São Paulo – Shopping Vila Olímpia (Rua Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo)

Duração 90 minutos

26 a 28/10

Sexta, Sábado e Domingo – 20h (sessão extra – 27/10 – Sábado – 16h)

$75/$250

Classificação Livre

SHREK – O MUSICAL TYA

O ogro mais querido de todos volta para São Paulo pra uma mais temporada no Teatro Novo na Vila Mariana, de 20 de outubro à 16 de dezembro, sábados às 16h e domingo às 15h. Shrek se junta a uma desajustada turma de contos de fadas para salvar a princesa Fiona.

O espetáculo  é uma realização e produção da Proscenium Cultural, com texto de David Lindsay Abaire, musicas de Jeanine Tesore, direção de Iremar Melo e versão brasileira de Felipe  Pirillo, a aventura reestreia a temporada paulistana trazendo alguns novos nomes no elenco, que é composto por 10 atores, cantores e bailarinos.

Shrek – O Musical Tya é uma Versão Brasileira, licenciado pela MTI Shows e Dreamworks – NY, do Aclamado Musical da Broadway e do filme vencedor do Oscar. O espetáculo tem uma  mensagem engraçada e emocionante para toda a família, um musical cantado ao vivo, com um cenário rotativo, grandes coreografias e um jogo de luz empolgante.

Sinopse:  
Era uma vez um pântano distante, onde vivia um ogro chamado Shrek. De repente, seu sossego é interrompido pela invasão de personagens de contos de fadas que foram banidos de seu reino pelo malvado Lorde Farquaad. Determinado a salvar o lar das pobres criaturas, e também o dele, Shrek faz um acordo com Farquaad e parte para resgatar a princesa Fiona. Resgatar a princesa pode não ser nada comparado com seu segredo profundo e sombrio.

CARMEN.png

Shrek – O Musical TYA

Com Felipe Pirillo, Vanessa Scorsoni, Dyego Antonini, Victor Garbosa, Lucas Patch, Claudine  Madi, Bruno Belz, Jorge Alves, Fernanda Godoy e Felipe Cardoso

Teatro Novo (Av. Domingos de Morais 348 – Vila Mariana, São Paulo)

Duração 85 minutos

20/10 até 16/12

Sábado – 16h, Domingo – 15h

$50

Classificação Livre

O MELHOR DE MIM

O melhor de mim” é um espetáculo teatral que retrata a atual situação do bullying e traz a reflexão sobre a formação do caráter de cada indivíduo na fase escolar.

A história acontece em torno de Daniel e Júlia, primos e melhores amigos, que mudam de cidade e sofrem todos os tipos de agressões. A perseguição constante, por serem simpáticos e inteligentes, culmina em uma tragédia que impacta a vida de todos.

Dez anos depois, Júlia escreve um livro no qual relata a situação que vivenciou e resolve fazer o lançamento num encontro dos amigos de escola que ela mesma organizou, para que tivesse a oportunidade de conversar sobre os fatos acontecidos. Quanto o bullying é prejudicial à formação psicológica de cada indivíduo? Isto ajuda a definir o nosso caráter?

Com elementos que possibilitam o resgate à infância, como brincadeiras de bola de sabão, amarelinha e peão, e encenação realista das agressões verbais e físicas aos personagens principais, o espetáculo permite a reflexão sobre o preconceito visual que temos perante aos outros.

Através do personagem Ronaldo, um jovem cego, podemos acentuar a posição que não devemos enxergar as pessoas com os olhos julgadores, mas com o coração.

CARMEN (1).png

O Melhor de Mim

Com Eber Rodrigues, Faby Veras, Karine Pangoni, Wellington Ribeiro, Lais Castro, Fabiana Nunes, Marcus Vinicius Lacerda, Thiago Gonçalves, Cissa Lourenço, Tiago Gallodino, Fabricio Tintiliano, Roberta Freitas e Gebert Aleixo

Teatro Gil Vicente – Faculdade Impacta (Av. Rudge, 315 – Barra Funda, São Paulo)

Duração 75 minutos

06 até 27/10

Sábado – 18h

$40

Classificação Livre

A COMÉDIA DO CORAÇÃO

“A Comédia do Coração” se passa dentro de um coração de uma jovem apaixonada, cheia de dúvidas sobre a possibilidade de casamento. Cada personagem é um sentimento diferente: a Paixão quer se casar, mas a Razão não acha que é um bom negócio e por isso quer, a todo custo, prender o Sonho e controlar a Alegria, fazendo alianças com o Medo, Ódio, Dor e o Ciúmes.

Escrita em 1927 por Paulo Gonçalves, a peça faz uso da linguagem coloquial para mostrar como as tensões internas de um ser humano acontecem, espelhando à época em que foi escrita, abordando idealismo comunista se opondo ao capitalismo que ganhava força como modelo econômico vigente, o papel da mulher na sociedade da época que era restrito a encontrar um bom marido, e o matrimônio como fator determinante na vida das pessoas.

Buscamos nos manter fiéis ao momento em que peça foi escrita, mas adaptamos toda a linguagem e introduzimos partes metalinguísticas para criar um ritmo mais animado e cenas ainda mais engraçadas para o público”, afirma o diretor do espetáculo, Alan Pires. “É uma premissa básica do espetáculo, manter suas características originais, mas também se atualizar, sendo tão interessante e divertido para um adolescente quanto para um idoso”, complementa.

Montada pela Amadododito Cia. Teatral, esta é 10ª temporada da “A Comédia do Coração”, que já foi assistida por mais de 25.000 pessoas. O espetáculo foi o vencedor do Festival de Teatro de São Paulo e já passou pelas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Santana do Parnaíba. O espetáculo faz parte da história do teatro Brasileiro e foi encenado pela Companhia Dulcina-Odilon, em 1941.  

CARMEN
A Comédia do Coração

Com Ana Paula Franciono, Beto Motta Junior, Ewinho Nunes, Marília Grampa, Priscilla Ribeiro, Victor Bastos, Vini Morais, Wesley Vieira e Alexandre Batista

Teatro Gil Vicente – Faculdade Impacta (Av. Rudge, 315 – Barra Funda, São Paulo)

Duração 100 minutos

06/10 até 08/12 (exceto dia 03/11)

Sábado – 20h30

$40

Classificação Livre

UM PRESENTE PARA RAMIRO

A importância de se planejar e se organizar para concretizar os sonhos é a principal lição ensinada pelo espetáculo infantojuvenil Um Presente Para Ramiro, com texto e direção de Valdo Resende. Patrocinada pela Visa, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e do Governo Federal, a peça estreia em uma temporada gratuita pelos CEUs e Fábricas de Cultura, com apresentações já agendadas entre 12 e 31 de outubro. O elenco é formado por Roberto Arduin, Conrado Sardinha, Isadora Petrin, Neusa de Souza e Rogério Barsan.

A trama narra as descobertas de Ramiro em seu aniversário de 12 anos. Na véspera desse dia, seu avô Miguel, que diz ter poderes especiais, entra nos sonhos do neto para descobrir quais são os desejos dele. Depois de perceber que o garoto não aceita ficar sem presentes caros, o avô decide ensiná-lo sobre o valor das coisas.

Com a ajuda da prima Valentina e de Fortuna, um cofre em forma de um porquinho falante, Miguel propõe uma viagem ao passado para apresentar a Ramiro os sonhos e a história de seus pais. A proposta da peça é mostrar o conflito entre o querer e o não poder – presente na realidade de muitas famílias brasileiras – e as possíveis saídas éticas para essa questão.

O trabalho partiu de uma pesquisa sobre como as crianças lidam com a realidade financeira da família, revela o diretor Valdo Resende. “Durante meses nós estudamos esse tema e somamos a isso a nossa experiência em falar com esse público infanto-juvenil e, consequentemente, com os pais, pois são eles que levam os filhos ao teatro. Usamos uma linguagem própria para a idade para mostrar que há um valor real e concreto para as coisas e que precisamos de planejamento, investimento e economia para consegui-las”, comenta.

A encenação evidencia a importância do valor real das coisas e não a importância do ter o que é caro, o que está na moda, o que dá status. Trata, ainda, do egoísmo em contraposição aos valores familiares. Dessa forma, apresenta e valoriza os brinquedos simples, antigos. “Resgatamos alguns brinquedos que estão desaparecidos, mas ainda permeiam o imaginário das pessoas. E a nossa cenografia (assinada por Djair Guilherme) é construída como um brinquedo que se monta e desmonta. Não temos um cenário na própria concepção da palavra, mas elementos cenográficos que vão compondo os ambientes onde as cenas ocorrem. A encenação se baseia em um teatro no qual as ações são construídas a partir do movimento dos atores, a partir da maneira com qual eles manipulam os elementos cenográficos”, explica Resende.

Já os figurinos, assinados por Márcio Araújo, fazem referência a outras cidades e épocas e remetem o espectador a um mundo onírico. “Colocamos a cenografia, os figurinos, os adereços (de Renato Ribeiro) e a trilha sonora original (de Flávio Monteiro) em função do jogo lúdico para ajudar o Ramiro a perceber essa nova realidade em que ele precisa ir além como indivíduo”, acrescenta.

Sobre o projeto

A circulação pela cidade de São Paulo ocorrerá até março de 2019. Escolas públicas, instituições e equipamentos culturais com interesse em receber apresentações gratuitas do espetáculo podem entrar em contato pelos seguintes canais:  lilian@kavantan.com.br ou 11 3023-3040

@umpresentepararamiro (Facebook e Instagram)

Site: umpresentepararamiro.com.br

Sobre a Visa e seu apoio à educação financeira

A produção infantojuvenil Um Presente Para Ramiro é patrocinada pela Visa, reconhecida por desenvolver projetos voltados à educação financeira para crianças, jovens e adultos, por meio do Programa de impacto social Finanças Práticas. A empresa já patrocinou dois outros espetáculos do mesmo tema para crianças e empreendedores, além de ter sido reconhecida pelo selo ENEF (Estratégia Nacional de Educação Financeira) do Banco Central, que comprova a qualidade e a imparcialidade da empresa ao tratar do assunto.

Segundo Sabrina Sciama, diretora de comunicação corporativa da Visa, o espetáculo foi patrocinado pois, além de suas qualidades artísticas, está dentro do espírito do Programa. “Investimos na produção por compartilhar da opinião de que com uma melhor organização e planejamento de suas finanças, todos podem alcançar seus sonhos de uma maneira consciente e responsável”.  “As crianças têm um forte poder de influência dentro de sua casa e podem levar toda sua família a adotar fundamentos aprendidos na peça, como fazer um orçamento e poupar”, acrescenta Sciama.

CARMEN (2).png

Um Presente Para Ramiro

Com Roberto Arduin, Conrado Sardinha, Isadora Petrin, Neusa de Souza e Rogério Barsan

Duração 60 minutos

Entrada Grátis (distribuição uma hora antes da sessão)

Classificação 8 anos

CEU PARAISÓPOLIS – Rua Dr. José Augusto de Souza e Silva, s/n – Jardim Parque Morumbi. Quando: 23 de outubro, às 11h e às 14h. Informações: (11) 3747-1963.

CEU PARQUE BRISTOL – Rua Prof. Artur Primavesi, S/N – Parque Bristol. Quando: 24 de outubro, às 10h30 e às 14h. Informações: (11) 2334-9151.

CEU VILA CURUÇÁ – Avenida Marechal Tito, 3452 – Jardim Miragaia. Quando: 25 de outubro, às 11h e às 14h. Informações: (11) 2563-6100.

CEU PARQUE ANHANGUERA – Rua Pedro José de Lima, 1020 – Anhanguera. Quando: 29 de outubro, às 9h e às 14h. Informações: (11) 3912-6020.

CEU ÁGUA AZUL – Avenida dos Metalúrgicos, 1262 – Cidade Tiradentes. Quando: 31 de outubro, às 10h30 e às 15h. Informações: (11) 3396-3534.