O MUSICAL MAMONAS

Há vinte anos cinco garotos de Guarulhos viravam a música brasileira de ponta cabeça. Em uma carreira meteórica os “Mamonas Assassinas” fizeram história por sua irreverência, conquistando o país através de um escrachado rock’n roll combinado com diversos ritmos e letras bem humoradas. Os mesmos jovens que encantaram, também comoveram pela maneira abrupta que tiveram suas carreiras interrompidas.

Agora imagine se os Mamonas pudessem contar sua própria história?

Foi pensando nessa pergunta que o dramaturgo Walter Daguerre (mesmo autor do musical Jim, sobre Jim Morrison) apresenta O Musical Mamonas.  Com direção do premiado José Possi Neto, o musical apresenta a mesma irreverência e o mesmo escracho que Bento, Dinho, Júlio, Samuel e Sergio demonstravam dentro e fora dos palcos, representados pelos atores Ruy Brissac, Adriano Tunes, Yudi Tamashiro, Elcio Bonazzi e Arthur Ienzura, todos escolhidos em audições.

Apresentado e patrocinado pelo Banco do Brasil Seguridade, O Musical Mamonas é em primeiro lugar, uma grande brincadeira com o gênero musical biográfico. Convocados pelo anjo Gabriel para uma importante missão – dar um jeito na caretice que tomou conta da vida dos brasileiros – Bento, Dinho, Júlio, Samuel e Sergio resolvem contar em um musical como conseguiram passar pelo estreito funil do show business: na base da persistência e da corajosa aceitação de suas personalidades um tanto quanto divertidas.  O espetáculo traz ao público de maneira despojada e divertida a trajetória da banda desde sua “Utopia”, até a transformação desta na realidade dos “Mamonas Assassinas”, passando por todas as músicas do primeiro e único álbum de estúdio da banda até o apoteótico show no histórico “Thomeuzão” em Guarulhos.

Com direção musical de Miguel Briamonte e coreografias de Vanessa Guillen, o musical traz também músicas de bandas que fizeram a cabeça dos cinco rapazes e marcaram a década de noventa, como Titãs, Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii, Guns’n Roses, Rush e ainda reserva espaço para paródias e músicas originais compostas para o espetáculo O Musical Mamonas .  

O Musical Mamonas
Com Ruy Brissac, Adriano Tunes, Yudi Tamashiro, Elcio Bonazzi, Arthur Ienzura, Rafael Aragão, Patrick Amstalden, Vanessa Mello, Nina Sato, Gabriela Germano, Maria Clara Manesco, Marco Azevedo, Reginaldo Sama, Bernardo Berro, Andre Luiz Odin, Davi Tostes
Teatro Procópio Ferreira (Rua Augusta, 2.823 – Jardins, São Paulo)
Duração 120 minutos
11 a 25/01
Terça, Quarta e Quinta – 21h
$50
Classificação 12 anos
Texto – Walter Daguerre
Direção Geral –  José Possi Neto
Direção Musical – Miguel Briamonte
Coreografia – Vanessa Guillen
Cenário – Nello Marrese
Figurinos – Fabio Namatame
Designer de Maquiagem e Cabelo – Anderson Bueno
Designer de Luz – Wagner Freire
Designer de som – Gabriel D’Angelo
PRODUTORES ASSOCIADOS – Rose Dalney, Márcio Sam e Túlio Rivadávia
Apresentado por Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo e Banco do Brasil Seguridade
Patrocinado por Banco do Brasil Seguridade e Besni
Realizado por MINIATURA 9
Assessoria de Imprensa: Morente Forte

O MUSICAL MAMONAS (OPINIÃO)

O arcanjo Gabriel vendo como está a situação do Brasil – chata e enfadonha e terra do nada pode – convoca os integrantes do grupo Mamonas Assassinas para trazerem de volta a alegria para o país. O jeito escolhido é que eles criem um musical autobiográfico para ser apresentado na Terra. Cabe a Dinho, Júlio, Bento, Samuel e Sérgio contarem suas histórias entremeadas de números musicais. E assim, começa o espetáculo “O Musical Mamonas“.

Fomos assistir nesta quinta, 10 de março, a primeira apresentação do espetáculo com plateia. Ou seja, os atores e a produção veriam como seria a reação que o público terá a partir de amanhã (sexta feira), a estreia oficial do musical.

O que nós e eles viram? Que o espetáculo funcionará perfeitamente. A plateia VIBROU desde o início com o número de abertura (evitaremos os spoilers). Quando os cinco meninos de Guarulhos entraram no palco, pela reação da plateia, perceberam que tinham conquistado a todos.

E a energia não caiu em nenhum momento, só cresceu. Foi assim durante todo o espetáculo até o ápice com o término da peça. Tudo bem que o público era formado de convidados da produção e dos atores, mas a alegria que o grupo trouxe nos seus quase 7 meses de sucesso para o público brasileiro, voltou a tona no Teatro Raul Cortez.

(Abrindo parênteses – um único senão é que hoje também estavam presentes os familiares dos integrantes do Mamonas. Alguns já tinham vistos os ensaios, mas como dissemos, hoje eles viram a reação do público perante as histórias de seus familiares. Quando terminou a peça, quase todos choravam de emoção.)

Lógico que durante a apresentação, a emoção vinha e apertava a garganta. Você olhava para o palco e já sabia como seria o trágico desfecho da vida daqueles rapazes. Mas a história de Walter Daguerre, com direção de José Possi Neto, impediu que o espetáculo se direcionasse para este lado. Foram mais de 120 minutos de pura emoção. Uma emoção para cima, positiva. Cantávamos juntos com os atores. As palmas vinham a toda hora.

No palco, foram mostrados o início do grupo Utopia; o encontro com Rick Bonadio; a mudança para o nome Mamonas Assassinas; o descobrimento pela gravadora EMI; a entrevista no Jô Soares; a briga pela audiência entre os programas televisivos onde se apresentavam; até o show histórico que fizeram no “Thomeuzão” (Guarulhos – SP)

Qual foi a solução encontrada por Walter Daguerre e José Possi Neto para encerrar o espetáculo? Para descobrir, você deverá ir até o teatro para assistir “O Musical Mamonas“.

12510322_993103690751123_819682956238204351_n.jpg

Precisa de mais motivos para ver, e rever, o espetáculo? Seguem abaixo mais cinco motivos do porque ir assisti-los.

  1. O Tema da peça – Foi pouco tempo, mas de uma alegria intensa, o período que os Mamonas Assassinas estiveram sob os holofotes. Então poder de novo ver as performances do grupo no palco, ouvir e cantar as músicas junto com eles, é uma catarse (se for insensível, fique em casa).
  2. O Elenco Principal – José Possi Neto tinha falado na coletiva de imprensa que procurou atores que sabiam cantar, dançar e atuar. Se fossem parecidos, melhor ainda. Ruy Brissac (Dinho), Adriano Tunes (Júlio), Yudi Tamashiro (Bento), Elcio Bonazzi (Samuel) e Arthur Ienzura (Sérgio) parece que incorporaram os Mamonas originais. Estão perfeitos nos papéis. Você percebe que, assim como o grupo, os atores também se divertem no palco. Vão melhorar (se é possível) a cada apresentação.
  3. O Ensemble – são 10 atores ( 4 mulheres e 6 homens) que se multiplicam no palco. Parece que são bem mais, mediante o número de papéis que fazem. A rapidez com que trocam de roupas é absurda. Além do principal – atuam, cantam e dançam muito, e também tem o timing da comédia. A produção foi extremamente feliz na escolha deste elenco.
  4. Patrick Amstalden – Falando em comédia, as cenas humorísticas são dominadas pelo ator Patrick Amstalden. Cada vez que entrava no palco com um novo personagem, a plateia vinha abaixo de tanto rir. Foi aplaudido inúmeras vezes em cena aberta. Já conhecíamos o seu trabalho de outros musicais, mas ficamos muito impressionado com este seu novo trabalho.
  5. As músicas – A produção não ficou apenas nas músicas do grupo Mamonas Assassinas. Foram escolhidas também músicas de bandas que fizeram a cabeça dos cinco rapazes. Então ouve-se Titãs, Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii, Guns’n Roses. Se não bastasse, ainda foram compostas paródias e músicas originais para o espetáculo. Tudo sob a direção musical de Miguel Briamonte.

E se precisar de mais um motivo extra, tem este:

      6. A direção de José Possi Neto – conseguiu encontrar uma maneira de contar uma história com um final trágico, sem cair para um sensacionalismo barato. Contou a história de cinco rapazes felizes com a vida e que fizeram o público sorrir. Possi extraiu o melhor de cada ator e fez com que todos se divertissem no palco, atingindo o objetivo do espetáculo de também divertir a plateia.

Sabemos que uma peça de teatro é o resultado do conjunto do trabalho de todos. Então também parabenizamos o trabalho de toda a equipe de “O Musical Mamonas“.

Abaixo seguem três números do espetáculo que foram apresentados na coletiva de imprensa (saiba que ver ao vivo é muito melhor):

Pelados em Santos

Lá Vem o Alemão 

Medley “Comida”/”Geração Coca Cola” 

“O Musical Mamonas”

Com Ruy Brissac, Adriano Tunes, Yudi Tamashiro, Elcio Bonazzi, Arthur Ienzura, Patrick Amstalden, Rafael Aragão, Vanessa Mello, Nina Sato, Gabriela Germano, Maria Clara Manesco, Marco Azevedo, Reginaldo Sama, Bernardo Berro, Andre Luiz Odin
Teatro Raul Cortez (R. Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo)
10/03 até 25/06
Quinta e Sábado – 21h; Sexta – 21h30; Domingo – 19h
$120
(50% exclusivo para clientes Banco do Brasil Seguridade, detentores de seguro, previdência ou capitalização do Banco do Brasil )
Texto – Walter Daguerre
Direção Geral – José Possi Neto
Direção Musical – Miguel Briamonte
Coreografia – Vanessa Guillen
Cenário – Nello Marrese
Figurinos – Fabio Namatame
Designer de maquiagem e cabelos – Anderson Bueno
Designer de Luz – Wagner Freire
Designer de som – Gabriel D’Angelo
Produtores Associados – Rose Dalney, Márcio Sam e Túlio Rivadávia
Assessoria de Imprensa – Morente Forte

AGENDA DOS MUSICAIS FEV/MAR 2016

Em tempos de crise financeira, o mercado de teatro musical vive algo maravilhoso na cidade de São Paulo. Em cerca de trinta dias, teremos a estreia de 10 musicais.

Isto sem contar que temos Urinal, o Musical em cartaz no Teatro Porto Seguro, e o “Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos” que acaba de encerrar sua temporada, partindo para a cidade do Rio de Janeiro. E está previsto o retorno do musical “Rita Lee Mora Ao Lado” para o Teatro Vivo e “Gabriela, o Musical” para o mês de maio. No segundo semestre temos previsto “Escrava Isaura, o Musical” e a remontagem de “My Fair Lady”.

IMG_20160220_103505.jpg

Destes dez espetáculos que estreiam nos meses de fevereiro e março, temos opções para os mais variados gostos. Temos os infantis do “O Palhaço e a Bailarina” e “Meu Amigo, Charlie Brown – Um Musical da Broadway“; temos clássicos como “Cinderella, o Musical“; temos que falam de artistas brasileiros, como “Gilberto Gil – Aquele Abraço, o Musical” e “O Musical Mamonas“; além de blockbusters da Broadway e West End – “Wicked” e “We Will Rock You“, entre outros.

Para facilitar a sua vida na hora de se preparar para assistir os musicais, preparamos uma agenda baseada nas estreias, com os nomes dos musicais e links para as matérias que fizemos.

Aproveite!

1-colagens3.jpg

Dia 20

“Chão de Estrelas – Musical” – Teatro Espaço Promon – http://goo.gl/cdp1rd

Dia 27

“Estúpido Cupido” – Teatro Gazeta – http://goo.gl/kNAn41

“O Palhaço e a Bailarina” – Teatro Porto Seguro – http://goo.gl/K9SUOG

1-colagens4

Dia 04

“Wicked – A História Não Contada das Bruxas de Oz” – Teatro Renault – http://goo.gl/uEpJKu

Dia 05 

“Meu Amigo, Charlie Brown – Um Musical da Broadway” – Teatro Frei Caneca – http://goo.gl/wwBavj

Dia 11

“Cinderella, o Musical” – Teatro Alfa – http://goo.gl/5MQ0h1

“O Musical Mamonas” – Teatro Raul Cortez – http://goo.gl/ojjgm8

“Ou Tudo Ou Não” – Theatro Net SP – http://goo.gl/n1N56N

Dia 18

“Gilberto Gil – Aquele Abraço, o Musical” – Teatro Procópio Ferreira – http://goo.gl/aD3I1v

Dia 24

“We Will Rock You” – Teatro Santander – http://goo.gl/05NNFR

Rapidinhas Teatrais (2)

Voltamos novamente para atualizá-los sobre o que está acontecendo no mundo do teatro, enquanto o Rei Momo e sua corte passeiam pelas ruas do país.

  • Sabão Crá Crá…

Os meninos do “O Musical Mamonas” também aproveitam o Carnaval deste ano, antes de estrear nos palcos (previsão 11/03 no Teatro Raul Cortez), sem precisar se preocupar com a fantasia. Isso porquê o próprio figurino da banda mais famosa de Guarulhos já é uma ótima sugestão para sair pelos blocos de rua.

12670055_1009057472489078_8112074736736769426_n

  • Fantasias para o Carnaval

Falando em figurino para pular o Carnaval, você está meio sem sugestão do que usar? Não precisa mais. A Loja dos Musicais na sua página do facebook está com várias sugestões para se fantasiar e aproveitar a festa de Momo. Você pode ir de Mary Poppins, Elder (The Book of Mormons), Elphaba (Wicked) ou uma das drags de Priscilla, a Rainha do Deserto… Agora é só se arrumar e se jogar na folia.

12696836_743260129137999_1713907516_o.jpg

  • Gloria Estefan no Brasil 

Enquanto aguardamos por um show de Gloria no país, poderemos matar a saudades de suas músicas em breve. Segundo a própria cantora, e produtora, o seu musical “On Your Feet! A História de Emilio e Gloria Estefan” está em vias de ser apresentado no Brasil. Ela disse, em entrevista para Eduardo Graça (jornalista do site UOL), que pelo amor que ela tem pelo nosso país e pela música brasileira, logo teremos uma versão nossa para o musical que está fazendo sucesso na Broadway. Pelo vídeo abaixo, tem tudo para ser sucesso por aqui também. Quem fará o papel de Gloria nos palcos? Algum palpite?

 

Por enquanto é só. Em breve, mais Rapidinhas Teatrais no Carnaval 2016.

 

 

 

 

 

O MUSICAL MAMONAS

Dê um trato na sua brasília amarela. Faça bem a barba e arranque seu bigode. Dê uma passadinha rápida por Santos, mas evite comer tatu porque dá dor nas costas. Eles estão voltando.

No ano em que se completa duas décadas sem a sua presença, a banda Mamonas Assassinas está de volta aos palcos. Desta vez, como tema de uma peça de teatro. O enredo – de Walter Daguerre – parte de uma premissa: como seria a história da banda contada pelos seus integrantes?

É esta versão que se verá no Teatro Raul Cortez (São Paulo) a partir do dia 11 de março de 2016. A vida destes cinco rapazes de Guarulhos, que em sete meses, fizeram uma carreira meteórica com apenas um disco, que tem o mesmo nome que o da banda.

DI01974

A direção geral é de José Possi Neto (“Raia 30”), a coreografia Vanessa Guillen (“Constellation – Uma Viagem Musical pelos anos 50”), a direção musical é de Miguel Briamonte (“Ou Tudo ou Nada”) com assistência de Laura Visconti (“Memórias de um Gigolô).

Os atores que representarão os cinco integrantes da banda foram divulgados ontem pelo jornalista Ubiratan Brasil, do jornal O Estado de São Paulo. São eles: Ruy Brissac (Dinho), Arthur Ienzura e Élcio Bonazzi (Sérgio e Samuel), Yudi Tamashiro (Bento) e Adriano Tunes (Julio).

Segundo fonte interna, divulgamos agora o elenco que também estará no musical. São quatro atrizes/bailarinas e seis atores/bailarinos, que darão o total de quinze atores.

Elenco feminino: Gabriela Germano (“Dias de Luta, Dias de Glória”), Maria Clara Manesco (“Disney Channel”), Nina Sato (“Dias de Luta, Dias de Glória”) e Vanessa Melo (Para Sempre, Isadora);

Elenco Masculino: Andre Luiz Odin Figueiredo Padreca (“Natal Mágico”), Bernardo Berro (“Canção dos Direitos da Criança”), Marco Azevedo (“Constellation – Uma Viagem Musical pelos anos 50”), Patrick Amstalden (“Antes Tarde do que Nunca”), Rafael Aragão (“Antes Tarde do que Nunca”) e Reginaldo Sama (“Fale com a Lua”),

12510322_993103690751123_819682956238204351_n.jpg

Os ensaios começam a partir de 5 de janeiro, e segundo seu diretor, ele pretende contar a vida da banda como as antigas chanchadas da Atlântida, com muita  irreverência e nonsense.

Agora é aguardar ano que vem, para termos de volta toda aquela alegria no palco que contagiou um público dos oito aos oitenta anos, de Oiapoque ao Chuí.

Estávamos com saudades, meninos. “Music is very good,… music is very porreta”.

“O Musical Mamonas”
Com Ruy Brissac, Adriano Tunes, Yudi Tamashiro, Elcio Bonazzi, Arthur Ienzura, Patrick Amstalden, Vanessa Mello, Nina Sato, Gabriela Germano, Maria Clara Manesco, Marco Azevedo, Reginaldo Sama, Bernardo Berro, Andre Luiz Odin
Teatro Raul Cortez (R. Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo)
10/03 até 25/06
Quinta e Sábado – 21h; Sexta – 21h30; Domingo – 19h
$120
(50% exclusivo para clientes Banco do Brasil Seguridade, detentores de seguro, previdência ou capitalização do Banco do Brasil )
Texto – Walter Daguerre
Direção Geral – José Possi Neto
Direção Musical – Miguel Briamonte
Coreografia – Vanessa Guillen
Cenário – Nello Marrese
Figurinos – Fabio Namatame
Designer de maquiagem e cabelos – Anderson Bueno
Designer de Luz – Wagner Freire
Designer de som – Gabriel D’Angelo
PRODUTORES ASSOCIADOS – Rose Dalney, Márcio Sam e Túlio Rivadávia

O MUSICAL MAMONAS

Ubiratan Brasil, do jornal O Estado de São Paulo, divulgou no dia de hoje o elenco principal do “O Musical Mamonas”. O espetáculo fala sobre a vida dos cinco integrantes do grupo musical Mamonas Assassinas.

São eles: Ruy Brissac (Dinho), Arthur Ienzura e Élcio Bonazzi (Sérgio e Samuel), Yudi Tanashiro (Bento) e Adriano Tunes (Julio).

A direção é de José Possi Neto. A estreia prevista é para 11 de março no Teatro Raul Cortez (SP).

Que venham as brasílias amarelas, os tatus, os robocops gays pelados em Santos…. Com certeza o Teatro Raul Cortez não será mais o mesmo após a visita destes cinco meninos de Guarulhos.

12391053_10153769144879795_2974364462054679160_n.jpg