SILHUETAS

Todas as marcas e vivências que há mais de três décadas tecem a história da polivalente atriz e cantora Kiara Sasso, grande estrela do teatro musical brasileiro, se reúnem em uma nova apresentação de seu show solo “Silhuetas“, uma verdadeira viagem pelos inesquecíveis momentos de sua carreira, marcada para 26 de junho, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo.

Produzido pela O Alto Mar Produções, comandada por Kiara Sasso e Lázaro Menezes, o projeto, que nasceu como uma grande comemoração de 30 anos da trajetória da artista nos palcos e também no cinema através da dublagem, foi apresentado pela primeira vez há pouco mais de um ano, passando por São Paulo e Rio de Janeiro, onde conquistou um público diverso e despertou nos aficionados por musicais um saudosismo especial com a ajuda de um roteiro divertido e um setlist emocionante cheio de clássicas canções de suas personagens mais icônicas como Bela de “A Bela e a Fera”, Donna de “Mamma Mia, Maria de “A Noviça Rebelde”, Christine de “O Fantasma da Ópera”, e Ariel de “A Pequena Sereia” – a quem emprestou sua voz nas canções da animação que foi redublada em 1997.

O sucesso da jornada da atriz junto ao público traz “Silhuetas” de volta aos palcos para um show repleto de novidades e que dará espaço para outras silhuetas se revelarem. Em um novo momento, Kiara Sasso relembra grandes parcerias de palco e convida Saulo Vasconcelos, com quem contracenou em sete produções e formou cinco casais, Kacau Gomes e Li Martins, para relembrar icônicas personagens e inesquecíveis canções. Sem deixar de lado alguns momentos da temporada de 2017, que relembraram desde sua infância até os dias de hoje, a apresentação cheia de frescor e com muitas surpresas trará não só novidades no roteiro – escrito e dirigido por Lázaro Menezes, com quem divide o trabalho e a vida –, como também números inéditos, incluindo um momento de “As Aventuras de Poliana”, nova novela do SBT em que integra o elenco como Alice, mãe da protagonista.

Acompanhada por cinco músicos e sob a direção musical de Guilherme Terra, o show conta ainda com figurinos de Geraldo Couto, o visagismo de Anderson Bueno, o design de luz de Xuxa e de som de Alexandre Japa.

Silhuetas

Com Kiara Sasso e participações de Kacau Gomes, Li Martins e Saulo Vasconcelos

Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elísios, São Paulo)

Duração 100 minutos

26/06

Terça – 21h

$80/$100

Classificação Livre

 

SILHUETAS

Com uma carreira consagrada no teatro musical, a cantora e atriz Kiara Sasso apresenta show em comemoração aos seus 30 anos de carreira. Sua trajetória é revivida ao interpretar canções de musicais em que participou como Home, de A Bela e a Fera; Think of Me, de O Fantasma da Ópera; I Have Confidence, de A Noviça RebeldeThe Winner Takes It All, de Mamma Mia; entre outras surpresas. No palco, estará acompanhada por uma banda composta de piano, baixo, bateria e sopros.

maxresdefault.jpg

Silhuetas
Com Kiara Sasso
Teatro Porto Seguro (Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos, São Paulo)
Duração 65 minutos
26/06
Terça – 21h
$80/$100
Classificação 12 anos

SILHUETAS

Kiara Sasso apresentou na noite do dia 28 de março o seu show solo, “Silhuetas“, no Teatro Porto Seguro.

O show começou de uma maneira mais intimista, falando da paixão de Kiara pela profissão e das transformações que sua carreira profissional está tendo com o passar dos tempos

A canção de abertura foi “I’m a Star” (Scott Alan). A música fala sobre a paixão que os atores/atrizes têm pelo seu ofício. Das audições, das dores pessoais, dos ensaios, para que, com a chance dada pelo produtor e diretor, eles possam estar sempre no palco.

Para interpretar este número de abertura, Kiara entrou pela lateral do teatro, com um holofote a perseguindo (escrevendo agora, lembra a cena de Crepúsculo dos Deuses (Sunset Boulevard), quando Norma Desmond pede para o iluminador que ponha o foco novamente nela).

Logo após, vieram duas canções – inéditas no palco na voz de Kiara: “I Am Changing” (Dreamgirls) e “Since I Don’t Have You” (Grease), que falam sobre o amadurecimento da carreira de todo ator.

Foi só após estas três primeiras canções, que Kiara deu as boas vindas ao público. Falou sobre o que seria apresentado no show. Silhuetas de uma menina, de uma atriz, de uma mulher, de personagens, de tudo que compõem a sua personalidade.

O segundo bloco foi destinado ao Teatro Musical. Foi quando pudemos rever a garota que pisou pela primeira vez no Teatro Abril para dar vida a primeira superprodução Disney no país – “A Bela e a Fera” (2002).

Kiara também falou que “O Fantasma da Ópera” foi quem despertou sua paixão pelos musicais. Aos 11 anos, morando nos Estados Unidos, foi levada pela mãe para assistir em Nova Iorque o musical. Depois dessa, vieram mais 20 sessões (e pensar que depois, em 2005, ela passaria quase dois anos interpretando Christine).

Foram interpretadas as canções “Um Lar” (A Bela e a Fera), “Pense em Mim” (O Fantasma da Ópera), “Eu Confio” (Noviça Rebelde) e, de Mamma Mia (um dos seus musicais favoritos): “Fugindo entre os Dedos” e “Tudo ao Vencedor“.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Além de atriz, Kiara também dublou alguns personagens da Disney. Neste bloco, ela relembrou Ariel em “Parte de Seu Mundo” (Pequena Sereia); e como não poderá interpretar a personagem Moana, caso a Disney faça um musical (a personagem é havaiana e tem a pele morena de sol e Kiara é mais clara), aproveitou para cantar “How Far I’´ll Go” (Moana).

Kiara Sasso

Nesta parte do show, o que seria o “Entreato“, a atriz aproveitou para fazer uma homenagem as duas mulheres mais importantes de sua vida, e que estiveram sempre a apoiando – sua mãe e sua avó. Dedicou para elas a canção “La Vie en Rose” (Edith Piaf).

A iluminação muda. Novo Bloco. É quando Kiara resolve se abrir e contar um pouco mais de sua carreira, que como todas, tem ganhos e perdas. Brinca com o que muitas pessoas dizem, sobre ela ter feito todos os musicais no país (“Não sou onipresente!“), e explica à plateia que faz audição como todo mundo, revelando-se uma fã agradecida à muitas produções e seus criativos responsáveis, independente do resultado.

Conta então que em “Chicago“, após não ter sido aprovada para o papel principal, resolveu audicionar para o coro, processo onde passou em cinco testes de dança e quando chegou ao de canto, foi reprovada (?!?).

Interpretou as canções “Roxie” (Chicago), “I Dreamed a Dream” (Les Misèrables) e “Popular” (Wicked). (Será que tem algo por trás destes dois últimos números? Uhm?)

Abaixa o telão e é projetada uma colagem de um espelho de camarim com fotos dos personagens interpretados por ela. Kiara se lembra que no colegial, nos Estados Unidos, em um show de talentos, ela resolveu interpretar a canção de um filme do momento – “I Will Always Love You” (Whitney Houston). A professora a pôs para encerrar o show. (Será que já previa o talento da aluna?)

Na última parte, ela brindou o público com interpretações únicas de “I’m Here” (A Cor Púrpura), “At Last” (Etta James) e “Empire State of Mind” (Alicia Keys).

Durante todo o show, Kiara esteve acompanhada de uma bande de quatro músicos, com direção musical e arranjos de Guilherme Terra. A produção foi de Tatiana Véliz, os figurinos de Geraldo Couto e o visagismo de Anderson Bueno. Direção geral, roteiro e cenografia foi do seu marido, Lázaro Menezes.

Para o bis, foram interpretadas “Defying Gravity” (Wicked) e “Dancing Queen” (Mamma Mia), que você pode ver no final da matéria.

Silhuetas” mostrou ao público novamente o carisma e a voz desta atriz, que com certeza, já tem há tempos seu nome gravado no Panteão do Teatro Musical Brasileiro. É um show não apenas para ‘one night only‘ (uma noite apenas), mas sim para uma temporada e para excursionar pelo país. (Que venham boas novas!)

SILHUETAS

Com uma trajetória estelar no teatro musical brasileiro, a atriz, cantora, bailarina e produtora Kiara Sasso, que desde 1993 pode ser vista em grandes espetáculos e em inesquecíveis personagens, chega ao palco do Teatro Porto Seguro, dia 28 de março, com seu projeto “Silhuetas”, um show inédito e especial, capaz de revelar muito além do que já pôde ser visto.

Trazendo nele os mais variados contornos de sua história, desde a infância até a fase adulta, a produção conceitual que pode ser descrita como delicada, sensível, enérgica e profunda, transita pela vida pessoal e profissional da artista, que, despida de qualquer personagem, interpretará canções de muitos musicais em que teve a honra de fazer parte, bem como de produções que não estão em seu extenso currículo, tudo envolto por um clima emocionante e divertido, característico de seu universo.

O conceito do projeto, desenvolvido ao longo de oito meses, nasceu a partir da potência e atuação de alta performance da cantora e atriz Kiara Sasso; Embora o show apresente uma simplicidade na comunicação entre ela e a plateia,  sua estrutura é sofisticada, com uma estética visual e interpretativa que dará ao público a sublime sensação de um grande show, onde todos terão o prazer de não só contemplar, mas vivenciar as diferentes interpretações e sensações, explica Lázaro Menezes, diretor e roteirista.

O ponto de partida para essa imersão musical e cheia de surpresas especiais se dá ainda em sua meninice, onde já era possível reconhecer em Kiara a silhueta de uma pequena grande estrela, que aos 11 anos vislumbrava uma longa estrada e se reconhecia em Christine, personagem central de “O Fantasma da Ópera” que cruzou seu caminho anos depois, em um dos mais de 20 espetáculos que celebra em sua carreira e que não foram esquecidos durante a escolha do repertório.

Acompanhada por uma banda de quatro músicos e apresentando versões em inglês e português, Kiara interpretará mais de 20 canções dos palcos e também dos cinemas – para onde já emprestou muito a voz – relembrando diversas personagens de clássicos como A Bela e a Fera’, O Fantasma da Ópera’, ‘A Noviça Rebelde’, ‘Mamma Mia’ e ‘A Pequena Sereia’.

Silhuetas é uma celebração de carreira, por isso escolhi músicas que ajudaram a me tornar a artista que sou, que de alguma maneira marcaram a minha vida e que mexem de alguma forma comigo. Após tanto tempo dando vida à mulheres incríveis em tantos espetáculos musicais, agora irei finalmente subir ao palco como Kiara, podendo dividir com as pessoas a mulher por trás das mulheres que já admiraram”, conta a artista.

“Silhuetas” revisita os capítulos de um livro que nunca deixou de ser escrito, representados por momentos que permitiram à Kiara moldar a própria face, hoje uma união de muitos outros perfis que aos poucos construíram sua identidade ímpar, e que a faz ser considerada pelo público e crítica um expoente de sua arte.

Produzido pela O Alto Mar Produções, responsável também pelo musical infantil “O Palhaço e a Bailarina”, indicado a diversos prêmios, a direção do show leva a assinatura de Lázaro Menezes, marido da artista – com quem divide a vida e o trabalho em parcerias de sucesso -, responsável também pelo roteiro e cenografia; Já a direção musical e arranjos ficaram a cargo de Guilherme Terra, a produção de Tatiana Véliz, os figurinos de Geraldo Couto e o visagismo de Anderson Bueno.

Kiara Sasso - Por Caio Gallucci 2

Silhuetas
Com Kiara Sasso
Teatro Porto Seguro (Al. Barão de Piracicaba, 740 – ­ Campos Elíseos,São Paulo)
Duração 65 minutos
28/03
Terça – 21h
$60/$80
Classificação 12 anos
 
Direção Musical, Arranjos e Piano: Guilherme Terra
Bateria: Kiko Andriolli
Violão/Contrabaixo/Baixo Elétrico: Webster Santos
Estante de sopro: Zafe Costa
Iluminação: Rogerio Cândido
Figurino: Geraldo Couto
Visagismo: Anderson Bueno
Fotógrafo: Caio Gallucci
Assessoria de Imprensa: Grazy Pisacane
Produção e Realização: O Alto Mar Produções