PALHAÇOS

Um dos mais importantes textos de Timochenko Wehbi, Palhaços, reestreia dia 09 de junho, no Teatro Augusta em montagem estrelada pelo eterno trapalhão Déde Santana acompanhado do ator Fioravante de Almeida, sob a direção de Alexandre Borges.

A tragicomédia, escrita por Timochenko Wehbi na década de 1970, narra a história de um palhaço que tem a sua rotina alterada ao se deparar com um espectador em seu camarim. O encontro entre Careta (Dedé Santana), verdadeiro nome de José, e Benvindo (Fioravante Almeida), um vendedor de sapatos, faz com que ambos questionem a vida e a própria existência de uma maneira espirituosa, opondo o palhaço profissional ao palhaço da vida.

Durante a conversa, os personagens passam a se provocar, como em um jogo entre essas figuras opostas, desestabilizando crenças e valores, que se desnudam e refletem acerca de suas escolhas. A todo instante, um dos personagens parece dominar a cena quando, com um simples gesto, o outro rouba a atenção e o poder momentâneo do diálogo. As distâncias e as proximidades existentes entre Careta e Benvindo, remetem à metáfora dos homens que lhes assistem na plateia. Palhaços é um convite à reflexão sobre o verdadeiro papel do artista, o que faz com que o público ultrapasse o espaço da lona, do espaço cênico, para ver de perto o verdadeiro palhaço.

Um dos destaques dessa montagem está na presença de Dedé Santana nos palcos, um ícone do humor, com décadas de trajetória nas artes da interpretação. Um embaixador do circo que traz ao personagem que interpreta maestria para o seu habitat natural, o circo. Dedé é filho de artistas circenses e já aos três meses de idade era personagem nos picadeiros. Ele, que está no imaginário de gerações de brasileiros, em um novo papel, pronto para mais um jogo cênico, no qual a relação dos atores com a plateia, se torna o grande trunfo do espetáculo.

CARMEN.png

PALHAÇOS

Com Dedé Santana e Fioravante Almeida

Teatro Augusta (Rua Augusta 943 – Consolação, São Paulo)

Duração 70 minutos

09/06 até 05/08

Sábado – 22h, Domingo – 18h

$60

Classificação 12 anos

 

OTTO LARA RESENDE OU BONITINHA MAS ORDINÁRIA

Texto clássico do mais influente dramaturgo brasileiro, “Otto Lara Resende ou Bonitinha Mas Ordinária” ganha montagem dirigida pelo especialista na obra de Nelson Rodrigues, Luis Artur Nunes, no Teatro Augusta a partir de 01 de junho.

“Otto Lara Resende ou Bonitinha Mas Ordinária” está inserida na fase das “Tragédias Cariocas” na classificação da obra de Nelson Rodrigues pelo crítico Sábato Magaldi. Em enredo folhetinesco, Edgard, jovem pobre e ambicioso, recebe uma proposta irrecusável para subir na vida: Casar-se com a filha de seu patrão, o Dr. Werneck, um milionário devasso e amoral.

Edgard precisará revisar suas convicções, já que é apaixonado por sua vizinha Ritinha, uma moça pobre que faz de tudo para sustentar a mãe e as irmãs.

Atormentado moralmente pela frase “o mineiro só é solidário no câncer”, atribuída na peça ao escritor Otto Lara Resende, Edgard confronta sua ambição com seus princípios éticos”.

Repleto de pistas falsas e reviravoltas, o texto de Nelson Rodrigues surpreende pela atualidade, mais de 50 anos após ter sido escrito, evidenciando a fragilidade do caráter dos homens frente à obsessão pelo dinheiro e à submissão ao poder.

33992758_10216399972450592_5601533181082730496_n

Otto Lara Resende ou Bonitinha, mas Ordinária

Com Stella Portieri, Cal Titanero, Monique Hortolani, Josias Souza, Pedro Paulo Eva, Adão Filho, Emerson Natividade, Breno Villas Boas, Ângelo Aleixo, Victoria Blat, Taisa Pelosi, Carolina Rossi, Renata Souza, Rosa Piscioneri

Teatro Augusta (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)

Duração 90 minutos

01/06 até 01/07

Sexta – 21h, Sábado – 19h e Domingo – 20h

$20

Classificação 14 anos

STRONGER (A MAIS FORTE)

SINOPSE

Nos fundos de uma loja de departamentos em Nova York em plena liquidação de Natal, a senhorita Y se surpreende com a chegada ruidosa da senhora X, uma taça de segredos, frustrações e pequenas vinganças passa a ser destilada então. Somos levados a descobrir a relação delicada e pungente que se desenvolve com essas duas mulheres, uma esposa aparentemente dedicada e completa e uma atriz independente e explicitamente falida. A “guerra de nervos” que nasce ali, quer mostrar  quem é A MAIS FORTE.

ESSA MONTAGEM

Muito mais do que colocar rótulos, gêneros ou posições sociais, damos um presente duvidoso, embrulhado em papel fino, que mostra a luta interna de duas mulheres que se chocam violentamente e produzem todos os conflitos dramáticos e cômicos que somente o feminino mais puro pode produzir. Vestidas com extrema elegância e com uma cenografia enxuta e precisa, apenas duas atrizes, como manda o texto, se engalfinham em chamas numa atmosfera anos 40, enquanto a neva fria cai lá fora.

31944549_2160811804156474_1511322785857667072_n.jpg

Stronger (A Mais Forte)
Com Dani Guedes e Sarah Lopes
Teatro Augusta (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 50 minutos
04/05 até 29/06
Sexta – 21h30
$ 50
Classificação 16 anos

 

 

 

 

 

FESTA, A COMÉDIA

O público já na sua chegada é convidado para participar de uma típica Festa Infantil, recepcionados pelo primeiro personagem da peça, um palhaço!

Imagine o que não é capaz de acontecer numa festa para crianças?

Imaginou? Então, situações inusitadas, bizarras e divertidas acontecem nesta festa de nosso aniversariante mirim que guarda um grande segredo! Em um formato de 5 (cinco) esquetes, onde cada esquete é escrita por um autor diferente. Todas retratadas por personagens interligados presentes nesta mesma Festa, a Comédia.

Uma comédia hilária, que se comunica com todo tipo de publico, por justamente reunir um ‘dream team’ de autores consagradíssimos escolhidos a dedo. Aliado à tarimba e experiência do intérprete e criador da ideia central do espetáculo, Maurício Machado.

Maurício conta “ Todos os textos foram escritos especialmente para mim, por cada um desses talentosíssimos e queridos autores, que permearam em algum momento meus 30 anos de carreira. E com alguns, em muitas oportunidades. O que é uma honra e uma responsabilidade (risos) Mas só me fascina se for com desafio, surpreendente e como o deve ser o teatro, entregue e sem rede de proteção.

Ele interpreta seis hilariantes personagens femininos e masculinos, todos completamente diferentes e repletos de humor. Além disso, um show à parte pode ser conferido às frenéticas e muito rápidas trocas de figurino e composição, essas criadas pelo premiado visagista Anderson Bueno com figurinos de Marcio Vinicius, que duram segundos de uma personagem à outra;

Com este seu novo solo, Maurício celebrará seus 30 anos de profissão onde o Teatro sempre foi seu grande alicerce e de onde nunca se ausentou e a TV e Cinema seus companheiros. E cada um desses autores escolhidos para o projeto tem relação com a trajetória profissional do ator Maurício Machado e sua admiração.

O diretor da comédia, Eduardo Figueiredo, com mais de 10 comédias de sucesso de público e crítica no currículo apresenta uma encenação focada na interpretação e no humor presente nestes personagens surpreendentes.

Maurício me propôs sua ideia de fazer um espetáculo com autores diferentes que se passa em uma festa de aniversário de criança, aceitei sem pensar, é genial esse universo. Repleto de personagens que propiciam identificação imediata para o público

31408270_1746027478784834_8417153130038296576_n

Festa, a Comédia
Com Maurício Machado
Teatro Augusta (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 120 minutos
04 a 27/05
Sexta – 21h30, Sábado – 20h, Domingo – 18h
$40/$50
Classificação 12 anos

O MARIDO DA MINHA MULHER

O espetáculo aborda uma das maiores paixões dos Brasileiros ‘’O FUTEBOL’’, além disso, passa por um romance divertidíssimo, competições amorosas, e efeitos especiais quando o espírito do morto esta em cena. Uma mistura perfeita amor, torcida, e efeitos se misturam com muita diversão e risadas. Uma ótima oportunidade entre entretenimento e marketing.

O espetáculo foi sucesso de público em 2013, mais de 150.000 pessoas assistiram o espetáculo, no recebemos ótimas críticas teatrais e caiu no gosto do público na cidade de São Paulo, Minas Gerias e interior. Dentre outras, a peça recebeu por dia mais de 30.000 visualizações na página oficial do espetáculo, interação direta do público com o espetáculo.

“O Marido da Minha Mulher” uma comédia de Sérgio Abritta que conta a história de ALEX (Germano Pereira) um fanfarrão convicto e incorrigível. Casado com BRUNA (AMicheli Machado) uma dona-de-casa bonita e inteligente que vive solitária.Numa de suas farras ALEX acaba sofrendo um acidente deixando viúva a bela esposa. Após a morte de Alex a jovem viúva será disputada por NICO (Ben Ludmer) um mauricinho pernóstico e por PAULO (Ton Prado), melhor amigo de ALEX.Para impedir que ela se case com seu desafeto NICO, o morto volta a terra e pede ajuda a seu melhor amigo PAULO. Assim se desenrola uma trama de confusões hilariantes e cheia de surpresas.

O-MARIDO-2018

O Marido da Minha Mulher
Com Micheli Machado, Germano Pereira, Ben Ludmer e Ton Prado
Teatro Augusta (Rua Augusta,943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 75 minutos
09/03 até 29/04
Sexta – 21h30, Sábado – 19h30, Domingo – 18h
$60
Classificação 14 anos

3 FORMAS DE AMAR

No final de 1994, estreava no Brasil um filme despretensioso que abordava a relação entre três jovens diante de novas possibilidades de amar. O tempo passou e “3 formas de amar” ainda é referência na lista de filmes com temática LGBT e registro marcante na memória de muitos trintões. Depois da temporada de sucesso em 2016, a peça reestreia dia 10 de março no Teatro Augusta.

Nesta versão, livremente inspirada no filme, os papeis de Josh Charles, Lara Flynn Boyle e Stephen Baldwin são vividos respectivamente pelos atores Tiago Pessoa, Thalyta Medeiros e Victor Benain. Eles interpretam três jovens que dividem o aluguel e as despesas de um apartamento em São Paulo. Amor, incertezas e muitos desejos fazem parte do universo desses jovens que ainda se prepararam para a famigerada vida adulta.

Na comédia, dirigida por Renato Andrade, Leo é um rapaz acanhado, recém-chegado do interior, Alexia é uma aspirante a atriz e Vinicius é o vértice divertido e irresponsável do triangulo amoroso que se forma entre eles. São desconhecidos, completamente diferentes, mas que se aproximam em meio às dificuldades de se viver em uma grande metrópole. Aos poucos, surge uma amizade e um imbróglio amoroso, repleto de questionamentos típicos da juventude.

Embora se passe nos anos 90, época em que bissexualidade ainda era um assunto abafado, a história não se foca nos dramas ou discussões sobre o tema. Seu diferencial é apresentar uma relação de poliamor de maneira simples e divertida. É uma história sobre três jovens, que em dado momento, se veem apaixonados uns pelos outros e precisam lidar com esse sentimento e com as infinitas formas de amar. 

 

3f37

3 Formas de Amar
Com Thalyta Medeiros, Tiago Pessoa e Victor Benain
Teatro Augusta (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 60 minutos
10/03 até 29/04
Sábado – 22h, Domingo – 20h
$60
Classificação 14 anos

COISAS ESTRANHAS ACONTECEM NESTA CASA

Um grande mistério chega aos teatros neste verão. A nova comédia de Pablo Diego Garcia tem co-direção de Marisa Orth e direção geral de Marcio Macena. A peça conta a história de 5 personagens excêntricos,  presos por uma tempestade, e muitos segredos dentro de uma mansão mau assombrada.

Coisas Estranhas Acontecem Nesta Casa celebra a diversidade dentro de um contexto absurdo. A peça fala sobre a família que podemos escolher, sobre os monstros que temos que matar para sobreviver, e sobre os problemas que devemos enterrar no nosso jardim.

Fleury, Kleber e Alfredo são três excêntricos, dramáticos e misteriosos homens, que moram juntos em um casarão no alto da serra em Campos do Jordão. Tudo poderia ocorrer bem na vida desses personagens não fosse o fato de eles estarem falidos e se odiarem. Fleury é o mais velho e está perdendo a memória; Kleber é alcoólatra, mau humorado e fumante compulsivo; Alfredo é um costureiro sem talento. Tudo começa quando Fleury esquece a panela de pressão no fogo e explode o jantar que seria servido para a cliente mais importante de Alfredo, a socialite Marcela Vitanozzi. A encomenda que Marcela fará ao costureiro poderá salvar os três da miséria. Isso faz com que eles se unam para preparar o melhor jantar já servido até hoje.

Mas algo misterioso acontece e a socialite acaba falecendo durante o jantar. Desesperados eles resolvem enterrar o corpo no jardim, mas são surpreendidos por uma visita inesperada. Um jornalista misterioso aparece querendo entrevistar a socialite. E a confusão estará armada quando os três fizerem de tudo para a defunta parecer vivinha da silva! Muitos segredos serão revelados, uma fortuna em dinheiro estará em jogo e coisas estranhas acontecem pela casa.

A mansão foi erguida no topo da colina. Para chegar até ela é necessário um longo caminho entre as montanhas. Alguns pinheiros se escondem, mas quando se atravessa a densa floresta, já nos deparemos com o grande portão de ferro retorcido onde girassóis foram esculpidos nas grades como colagens infantis. E lá, ao fundo das árvores, a pequena mansão reina como uma velha senhora tomando um chá da tarde.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Coisas Estranhas Acontecem Nesta Casa
Com Pablo Diego Garcia, Pedro Bosnich, Bruno Sperança, Deo Patricio e Daniel Aguiar
Teatro Augusta (R. Augusta, 943 – Cerqueira César, São Paulo)
Duração 90 minutos
13/01 até 04/03
Sábado – 22h, Domingo – 20h
$50
Classificação 12 anos