O DIÁRIO DE MIKA – O MUNDO É NOVO PARA MIM

Depois do enorme sucesso da temporada no Teatro Dr. Botica e no Teatro Playcenter Family em São Paulo e no Teatro Clara Nunes no Rio de Janeiro o musical “O Diário de Mika em: O mundo é novo para mim” chega ao Teatro Morumbi Shopping para curta temporada.
O espetáculo é baseado na série animada “O Diário de Mika”, que tem como protagonista uma menina de 4 anos muito curiosa, que está aprendendo a lidar com todas as novidades que o mundo tem a oferecer.
Exibida nos canais Disney Júnior, Rede Brasil, TV Brasil e várias emissoras de TV em mais de 130 países de todos os continentes, a série também é sucesso na internet, com mais de 500 mil inscritos nos canais do YouTube. Recentemente, a animação 100% nacional, que foi indicada ao “6º International Emmy Kids Awards 2017” na categoria “Crianças: pré-escolar,” estreou no pacote de novidades da Netflix.
No musical, Mika além de contracenar com seus amigos bichinhos- Javô, Abelhuda, Bláblá, Lilá, Puquê e Bru- também conta com dois novos ajudantes humanos – Niko e Kiko- criando uma maior interação com o público e agradando a toda a família.
Com produção da Supertoons, criação de Elizabeth Mendes, e direção de Rodrigo Maiellaro, o espetáculo estará em cartaz a partir do dia 01 até o dia 30 de setembro às 16hs.
CARMEN (3).png
O Diário de Mika em: O Mundo é Novo Para Mim
Teatro Morumbi Shopping (Av. Roque Petroni Júnior, 1089 – Vila Gertrudes, São Paulo)
Duração 55 minutos
01 a 30/09
Sábado e Domingo – 16h
$60
Classificação Livre

DEPOIS DO AMOR – UM ENCONTRO COM MARILYN MONROE

Com patrocínio da Mapfre Brasil e Escrito por Fernando Duarte, Depois do Amor marca mais uma parceria entre o jovem autor e Marília Pêra, que faleceu no dia da estreia nacional da peça, no teatro Amazonas, no dia 05 de dezembro de 2015. Autor e diretora já haviam trabalhado juntos no sucesso “Callas”.  O espetáculo volta a São Paulo para curta temporada no teatro Morumbi Shopping, de 05 a 28 de outubro, com sessões de sexta a domingo.

A trama de Depois do Amor retorna ao ano de 1962 e aos bastidores do filme  “Something’s got to give”, produção estrelada por Marilyn Monroe e interrompida em virtude de sua morte, no mês de agosto do mesmo ano, aos 36 anos.

Nos primeiros 16 dias, a atriz, vivida na peça por  Danielle Winits, não apareceu no set de filmagem alegando uma sucessão de enfermidades. Quando finalmente decidiu trabalhar estava mais magra e foi preciso ajustar todo o seu figurino, que havia sido encomendado por ela ao famoso estilista Jean Louis.

Margot Taylor,  vivida por Karen Coelho, foi designada para a tarefa, e encontrou a atriz em sua nova casa.  Assistente do estilista, ela era também velha conhecida da sexy symbol.

Elas se tornaram amigas em 1952, nos bastidores de uma filmagem. Na época, Margot era namorada de Joe DiMaggio, que ao colocar os olhos em Marilyn, rompeu com ela e viveu um casamento de nove meses com a atriz.   Dez anos depois, a vida se encarregou de colocar as duas frente a frente para um acerto de contas.

Enquanto experimenta os belos vestidos, Marilyn  e Margot conversam sobre o passado, os amores e as alegrias, relembrando fatos engraçados, aflições e vislumbrando um  futuro,  que a Deusa do cinema não teve tempo para viver.

Depois do Amor poderia ser definido como um estudo da alma feminina, mas pode ser mais que isso. Em cena, um dos maiores mitos da feminilidade do século XX: Marilyn Monroe, a mais absoluta encarnação do glamour, da feminilidade e da carência afetiva e Margot, uma mulher comum. Apesar das diferenças abissais entre os dois mundos, percetíveis de imediato, a mesma prisão as aproxima: a dificuldade de se afirmar com autonomia em um mundo controlado pelos homens e a impossibilidade de encarar a vida sem afeto.

CARMEN (2)

Depois do Amor – Um encontro com Marilyn Monroe

Com Danielle Winits e Karen Coelho

Teatro Morumbi Shopping (Av. Roque Petroni Júnior, 1089 – Vila Gertrudes, São Paulo)

Duração 60 minutos

05 a 28/10

Sexta e Sábado – 21h, Domingo – 19h

$70

Classificação 12 anos

PESCADORA DE ILUSÃO

Pescadora de Ilusão conta a história de uma mãe que pede perdão aos filhos por ter esquecido de dar comida aos seus peixinhos vermelhos, o que fez com que eles morressem. Para justificar seu pedido de desculpas, Clarice garante que ama os animais e conta histórias divertidas sobre os bichos de estimação que passaram por sua vida, como o cachorro Dilermando e a macaquinha Lisete. No enredo da peça as atrizes Carol Badra e Mel Lisboa vivem as personagens EU e TU, duas atrizes, que pedem para as crianças perdoarem a Clarice Lispector por ter matado os peixes, assim como ela faz no livro. 
 
A adaptação do texto e direção geral do espetáculo são de GpeteanH, tendo como seu assistente Arnaldo D’Ávila. Em um clima de mistério, diversão e interatividade com a plateia, as atrizes explicam a importância do perdão e a relação com as perdas, separações e até mesmo a morte, fazendo uma analogia, entre as diversas histórias que intercalam a trama, com a morte dos tais peixinhos vermelhos. 
 
A encenação utiliza objetos e adereços animados, concebidos pelo diretor de arte Marco Lima, que assina também o cenário e os figurinos. Estes objetos são “pescados” pelas atrizes ou surgem de forma inusitada para ajudá-las a contar essa história.
 
A dupla de atrizes ainda mostra a sua versatilidade ao cantar, sapatear e tocar alguns instrumentos, na bela trilha idealizada pelo diretor musical Pedro Paulo Bogossian, e na coreografia de Chris Matallo”, completa o diretor GpeteanH.
 
SINOPSE
PESCADORA DE ILUSÃO – As personagens EU e TU são amigas inseparáveis. O que as une é o amor pelo teatro. Um dia, decidem sair em defesa da escritora Clarice Lispector que esqueceu-se de alimentar os peixinhos de seus filhos. Para conseguirem seu intento, montam um espetáculo pedindo para que os espectadores perdoem a “Pescadora de Ilusão”.
 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pescadora de Ilusão
Com Carol Badra e Mel Lisboa
Teatro Morumbi Shopping – Shopping Morumbi Shopping (Av. Roque Petroni Júnior, 1089 – Vila Gertrudes, São Paulo)
Duração 60 minutos
09/09 até 29/10
Sábado e Domingo – 15h
$50
Classificação livre

COMO É QUE PODE

Visto por cerca de 500 mil espectadores, desde que estreou no Rio de Janeiro há seis anos, o espetáculo Como É que Pode está de volta a São Paulo, a partir do dia 30 de junho, sexta-feira, às 21h, para temporada de um mês no Teatro MorumbiShopping.

Mágico e ator desde a adolescência, Gabriel Louchard fez do seu espetáculo uma vitrine para seus múltiplos talentos ao mesclar números de ilusionismo, esquetes de humor, vídeos e stand-up comedy.

Em Como É que Pode, o humorista brinca com situações cômicas enfrentadas por mágicos durante o trabalho em uma festa infantil, convoca a plateia para participar de truques e realiza números impressionantes de mágica, sempre aliados ao bom-humor de seu texto. Com essa estrutura, a peça, segundo seu criador, tem a intenção de resgatar a mágica e a figura do mágico, aproximar o artista do seu público, divulgando e popularizando esse tipo de arte. A direção é de Leandro Hassum.

Na abertura de Como É que Pode, um vídeo mostra depoimentos de celebridades, como Patrícia Pillar, Bruno Gagliasso e Thiago Lacerda, que falam de forma cômica sobre “o maior artista do mundo”. O espetáculo usa e abusa de números tradicionais desse tipo de show. Um dos pontos altos é quando Gabriel Louchard chama alguém da plateia para participar do número da guilhotina, sempre com muito improviso e bom humor.

É um espetáculo que passeia por todo o universo da mágica. Tem stand-up, esquetes, mas sempre com foco na mágica. Por exemplo, o mágico faz uma mágica que dá errado e tem que ligar para o serviço de atendimento ao mágico para resolver. A gente aproveita e faz uma sátira desse tipo de atendimento”, conta Louchard. “Tem muito improviso e interação com a plateia também. Por isso, o espetáculo tem frescor. Cada dia é um show diferente porque depende da reação da plateia.”

O espetáculo já circulou por várias cidades brasileiras, além das norte-americanas Nova York, Boston e New Jersey. Em São Paulo, já esteve em duas outras ocasiões, mas, segundo Louchard, esta é a primeira vez em horário nobre. “Estou muito animado com essa nova temporada porque o grande público paulista ainda não conhece a peça. Como é uma audiência culturalmente ativa, que consome muito teatro, acho que vamos ser bem-recebidos”.

Eu comecei a perceber que o diferencial de um número de mágica é o mágico. Porque as mágicas são todas iguais. Agora, o jeito de ele se apresentar, a forma como faz para tirar uma moeda da orelha, por exemplo, faz toda a diferença. Então passei a procurar maneiras mais despojadas de fazer isso e vi que o meu maior aliado era o humor”, afirma Louchard, que se apresenta como ator, humorista, apresentador e mágico.

gabriel-louchard-apresenta-como-e-que-pode-no-teatro-glauce-rocha-espeta

 

Como é que Pode
Gabriel Louchard
Teatro MorumbiShopping – Shopping Morumbi (Av. Roque Petroni Júnior – Vila Gertrudes, São Paulo )
Duração 60 minutos
30/06 até 30/07
Sexta e Sábado – 21h; Domingo – 19h
$60
Classificação 12 anos